gazeta de varginha - 22/01/2015

Download Gazeta de Varginha - 22/01/2015

Post on 07-Apr-2016

217 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 9.157

TRANSCRIPT

  • Mx: 31 / Mn: 22

    Tarifa de nibus pode chegar aR$ 3,00 este ano em Varginha

    EDIO 9.157R$ 1, 00 VARGINHA, 22 DE JANEIRO DE 2015

    Um reajuste no transporte coletivo urbano est previsto para os primeiros meses do ano

    49ANOS

    Revelando Verdades

    gazetadevarginha@gmail.comwww.jornalgazetadevarginha.com facebook.com/gazetavga

    pgina 02

    PONTO DE VISTA

    DEUS FIEL

    1965 - 2014

    Varginha ter Carnaval antecipado

    de trs dias, anuncia prefeitura

    local/pgina 03

    Josu 06

    A destruio de Jeric

    local/pgina 04

    Em entrevista coleti-va, nesta tera-feira (20),o prefeito Antnio Silvaanunciou que Varginhater um Carnaval anteci-

    pado de trs dias, com trioeltrico e bandas baianas,e no centro da cidade.

    local/pgina 05

    Nos prximos meses,a tarifa do transporte co-letivo urbano dever serreajustada, como aconte-ce no incio de todo ano.O ltimo reajuste foi emabril de 2014, quando avalor subir de R$ 2,60para R$ 2,80, um reajus-te acima de inflao. Se atendncia continuar, oaumento dessa vez deveelevar o preo da passa-gem para, no mnimo, R$3,00. bom o vargi-nhense j se prepararpara no ser pego de sur-presa.

    A principal reclama-o dos usurios dotransporte coletivo emVarginha que, apesar osreajustes, no h melho-ria na qualidade do servi-o prestado populao,como q quantidade sufi-ciente de nibus e ocumprimento de horri-os por parte dos mesmos.

    Chile, Paraguai e Portugal

    enviam alunos para estudos

    e trabalho em Varginha

    Boletim de

    ocorrncia

    poder ser

    feito pelocelular

    local/pgina 03

    Inscriespara o Sisu

    terminam

    nesta quinta

    esporte/pgina 15local/pgina 05

    As inscries, gra-tuitas, devem ser efe-tuadas somente pelainternet, na pgina doSisu. O prazo terminas 23h59 do dia 22 dejaneiro. Para tanto, osalunos devem ter emmos o nmero deinscrio e a senha doEnem 2014.

  • 22 DE JANEIRO DE 201502 | GAZETA DE VARGINHAPONTO DE VISTA

    Gazeta de Varginha LtdaCNPJ: 21.535.075/0001-47

    Telefones:(35)3221-4668

    (35)3221-4845 (fax)

    E-mail:gazetadevarginha@gmail.com

    (redao)gazetacomercial2@yahoo.com.br

    (comercial)

    Site oficial:www.jornalgazetadevarginha.com

    Endereo:Av. dos Imigrantes, 445

    Santa Maria - CEP: 37022-560Varginha/MG

    EquipeDiretora administrativa

    Ana Maria Silva Piva

    Editor e colunistaRodrigo S. FernandesSindjori - MG 312/99

    Departamento comercialJocasta Fvaro eRosemeire Luiz

    Jornalista responsvelRbertson Fidlis

    Reportagem e redaoSrgio Avellar e

    Rbertson Fidlis

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    A redao no respondepor artigos assinados,

    mesmo sob pseudnimos,que so de inteira respon-sabilidade de seus autores.

    Transporte escolar: por que escolher um com DVR Veicular?Dane Avanzi

    Na atualidade, norestam dvidas de queuma das maiores preo-cupaes da populaoem geral de como ob-ter segurana em nos-so dia a dia. No meiodos transportes escola-res, a implantao deum sistema de monito-ramento veicular, atra-vs da tecnologia DVR(Digital Vdeo Recor-der) o modo mais efi-ciente de garantir a se-gurana tanto dos pas-sageiros como do mo-torista.

    O DVR Veicular setrata de um dispositivoque possibilita o moni-toramento do transpor-te escolar atravs de c-meras instaladas no ve-

    culo. Com o uso dessaferramenta, os pais po-dem observar o com-portamento das crian-as e adolescentes, almde ser possvel conectaro DVR ao GPS, possi-bilitando que os res-ponsveis tenham aces-so localizao exatado veculo e a outrasinformaes, como avelocidade utilizada,por exemplo.

    Alm de proporcio-nar vantagens aos pais,esse sistema de moni-toramento veiculartambm vantajoso aoproprietrio do veculo,pois representa umaproteo extra em situ-aes de roubo, furto,acidentes, vandalismo edemais casos de crimesque possam ocorrer

    dentro ou fora do ve-culo. Outro benefcioimportante na ao dese monitorar veculoscaracteriza-se no aux-lio na manuteno des-ses automveis. Atravsdo monitoramento di-rio pelas cmeras, possvel identificar maisrapidamente proble-mas tcnicos e solucio-n-los, garantindo ocumprimento das nor-mas de qualidade e se-gurana do transporteescolar.

    Em suma, o DVRVeicular possibilita queos pais detenham ummaior controle sobre asegurana de seus fi-lhos, permitindo quesaibam suas localiza-es e que observemseus comportamentos,

    1 - ORA Jeric es-tava rigorosamente fe-chada por causa dos fi-lhos de Israel; ningumsaa nem entrava.

    2 - Ento disse oSENHOR a Josu:Olha, tenho dado na tuamo a Jeric, ao seu reie aos seus homens va-lorosos.

    3 - Vs, pois, todosos homens de guerra,rodeareis a cidade,cercando-a uma vez;assim fareis por seisdias.

    4 - E sete sacerdo-tes levaro sete buzi-nas de chifres de car-neiros adiante da arca,e no stimo dia rodea-reis a cidade sete vezes,e os sacerdotes tocaroas buzinas.

    5 - E ser que, to-cando-se prolongada-mente a buzina de car-neiro, ouvindo vs oseu sonido, todo o povogritar com grandebrado; e o muro da ci-dade cair abaixo, e opovo subir por ele,

    cada um em frente.6 - Ento Josu, filho

    de Num, chamou aos sa-cerdotes e disse-lhes:Levai a arca da aliana; esete sacerdotes levemsete buzinas de chifres decarneiros, adiante da arcado SENHOR.

    7 - E disse ao povo:Passai e rodeai a cidade;e quem estiver armado,passe adiante da arca doSENHOR.

    8 - E assim foi que,como Josu dissera aopovo, os sete sacerdotes,levando as sete buzinasde carneiros diante doSENHOR, passaram etocaram as buzinas; e aarca da aliana do SE-NHOR os seguia.

    9 - E os homens ar-mados iam adiante dossacerdotes, que tocavamas buzinas; e a retaguar-da seguia aps a arca; an-dando e tocando as buzi-nas iam os sacerdotes.

    10 - Porm ao povoJosu tinha dado ordem,dizendo: No gritareis,nem fareis ouvir a vossa

    Palavras de Vida

    A destruio de JericJOSU 06voz, nem sair palavra al-guma da vossa boca at aodia que eu vos diga: Gri-tai. Ento gritareis.

    11 - E fez a arca do SE-NHOR rodear a cidade,contornando-a uma vez;e entraram no arraial, e alipassaram a noite.

    12 - Depois Josu selevantou de madrugada,e os sacerdotes levaram aarca do SENHOR.

    13 - E os sete sacer-dotes, que levavam assete buzinas de chifres decarneiros, adiante da arcado SENHOR, iam andan-do, e tocavam as buzinas,e os homens armados iamadiante deles e a reta-guarda seguia atrs daarca do SENHOR; os sa-cerdotes iam andando etocan

    14 - Assim rodearamoutra vez a cidade no se-gundo dia e voltaram parao arraial; e assim fizeramseis dias.

    15 - E sucedeu que,ao stimo dia, madruga-ram ao subir da alva, e damesma maneira rodea-

    ram a cidade sete vezes;naquele dia somente ro-dearam a cidade sete ve-zes.

    16 - E sucedeu que,tocando os sacerdotespela stima vez as buzi-nas, disse Josu ao povo:Gritai, porque o SE-NHOR vos tem dado a ci-dade.

    17 - Porm a cidadeser antema ao SE-NHOR, ela e tudo quan-to houver nela; somentea prostituta Raabe vive-r; ela e todos os que comela estiverem em casa;porquanto escondeu osmensageiros que envia-mos.

    18 - To-somenteguardai-vos do antema,para que no toqueis nemtomeis alguma coisa dele,e assim faais maldito oarraial de Israel, e o per-turbeis.

    19 - Porm toda aprata, e o ouro, e os vasosde metal, e de ferro soconsagrados ao SE-NHOR; iro ao tesourodo SENHOR.

    20 - Gritou, pois, opovo, tocando os sacer-dotes as buzinas; e suce-deu que, ouvindo o povoo sonido da buzina, gri-tou o povo com grandebrado; e o muro caiu abai-xo, e o povo subiu cida-de, cada um em frente desi, e tomaram a cidade.

    21 - E tudo quanto ha-via na cidade destruramtotalmente ao fio da espa-da, desde o homem at mulher, desde o meninoat ao velho, e at ao boi egado mido, e ao jumen-to.

    22 - Josu, porm,disse aos dois homensque tinham espiado a ter-ra: Entrai na casa da mu-lher prostituta, e tirai-ade l com tudo quanto ti-ver, como lhe tendes ju-rado.

    23 - Ento entraramos jovens espias, e tira-ram a Raabe e a seu pai, ea sua me, e a seus ir-mos, e a tudo quanto ti-nha; tiraram tambm atoda a sua parentela, e ospuseram fora do arraial

    de Israel.24 - Porm a cida-

    de e tudo quanto havianela queimaram a fogo;to-somente a prata, eo ouro, e os vasos demetal e de ferro, derampara o tesouro da casado SENHOR.

    25 - Assim deu Jo-su vida prostitutaRaabe e famlia de seupai, e a tudo quanto ti-nha; e habitou no meiode Israel at ao dia dehoje; porquanto escon-dera os mensageirosque Josu tinha envia-do a espiar a Jeric.

    26 - E naquele tem-po Josu os esconju-rou, dizendo: Malditodiante do SENHORseja o homem que se le-vantar e reedificar estacidade de Jeric; sobreseu primognito a fun-dar, e sobre o seu fi-lho mais novo lhe poras portas.

    27 - Assim era o SE-NHOR com Josu; ecorria a sua fama portoda a terra.

    caso desejem.No que se refere ao

    proprietrio do trans-porte escolar, esse sis-tema de monitorar ve-culos resulta em ummaior controle internosobre o automvel, au-mentando assim a du-rabilidade dos compo-nentes mecnicos,alm de diminuir os ris-cos de possveis assaltose acidentes. Esse con-junto de benefcios tor-nam o DVR uma esco-lha essencial para ga-rantir a segurana e obem-estar dos passagei-ros no trnsito.

    Dane Avanzi ad-vogado, diretor supe-rintendente do Institu-to Avanzi e diretor datimo Solutions.

  • LOCALGAZETA DE VARGINHA | 0322 DE JANEIRO DE 2015

    Tarifa de nibus pode chegar aR$ 3,00 este ano em VarginhaUm reajuste no transporte coletivo urbano est previsto para os primeiros meses do ano

    Dra. Francyne Veiga

    Reis Cyrino

    Avaliao das doenasda retina e do vtreo,

    mapeamento de retina,retinografia