Gazeta de Varginha - 22/07/2014

Download Gazeta de Varginha - 22/07/2014

Post on 01-Apr-2016

226 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edio 9.032

TRANSCRIPT

<ul><li><p>pgina 02</p><p>PONTO DE VISTA</p><p>Levtico 26</p><p>Mx: 22 / Mn: 08</p><p>Admoestao contra a idolatria</p><p>Campanha para o Senado em MGvai custar mais de R$ 40 milhes</p><p>EDIO 9.032R$ 1, 00 VARGINHA, 22 DE JULHO DE 2014</p><p>DEUS FIEL</p><p>local/pgina 03</p><p>Somente o ex-governador Antonio Anastasia deve gastar cerca de R$ 20 milhes com a campanha</p><p>local/pgina 07</p><p>A campanha eleito-ral para o Senado deve-r custar mais de R$ 1bilho, segundo as esti-mativas de despesas en-tregues pelos candida-tos Justia Eleitoral.</p><p>Levantamento nos26 estados e no DFmostra que os 178 can-didatos preveem de-sembolsar, juntos, atR$ 1.035.384.167,16para se eleger.</p><p>O valor pouco su-perior ao que preten-dem gastar os 11 candi-</p><p>Varginha ter atraes culturaisdurante todo o ms de julho</p><p>datos Presidncia (R$916 milhes) DilmaRousseff, Acio Neves eEduardo Campos esti-mam gastar, juntos,quatro vezes o valor queos oito adversrios so-mados.</p><p>Para a campanhaaos governos dos esta-dos, a cifra estimada de R$ 2,43 bilhes equivalente ao ora-mento de um municpiocomo Niteri.</p><p>gazetadevarginha@gmail.com</p><p>www.jornalgazetadevarginha.com</p><p>facebook.com/gazetavga</p><p>local/pgina 05</p><p>Vrios focos de</p><p>queimadas so</p><p>registrados em</p><p>Varginha no</p><p>fim de semana</p><p>local/pgina 04</p><p>O Circuito CulturalIntegrado da cidade deVarginha, formadopela Casa da Cultura,pelo Theatro MunicipalCapitlio, pela EstaoRodoviria e pelo Com-plexo Cultural ConchaAcstica MaringelaKalil / Praa do ET. re-</p><p>cebe durante todo oms de julho uma in-tensa e diversificadaproduo cultural.</p><p>Confira a progra-mao do Julho Cultu-ral 2014, realizado pelaFundao Cultural.</p><p>No vermelho, Lar SoVicente cria novas</p><p>formas de arrecadao</p><p>Suspeitos rendemmotoboy para roubarlanches em Varginha</p><p>local/pgina 03</p></li><li><p>CNPJ: 21.535.075/0001-47</p><p>A redao no seresponsabiliza por</p><p>conceitos emitidos emartigos assinados, mesmo</p><p>sobpseudnimos, que so deinteira responsabilidade</p><p>de seus autores.</p><p>Dirio de CirculaoRegional - Diretora</p><p>Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:</p><p>Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:</p><p>Rodrigo S. Fernandes Sindjori- MG 312/99 - Administra-o/Reviso: Lanamara Silva</p><p>- Paulo Ribeiro da SilvaFernandes</p><p>(Jornalista e superintenden-te de redao-</p><p>M.T.TB.16.851) - Horriode funcionamento das08:00hs s 18:00hs</p><p>ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do</p><p>InteriorSINDJORI - Sind. Prop.de Jornais e Revistas do</p><p>InteriorADJORI - Associaodos Jornais do InteriorADI - Associao dosJornais do interior de</p><p>Minas Gerais</p><p>ENDEREO:Redao e Departamentode Publicidade Av. dosImigrantes, 445 - SantaMaria - CEP 37022-560 -</p><p>Telefones(35)3221-4668(35)3221-4845</p><p>VARGINHA/MGE-mail: gazetade</p><p>varginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.</p><p>com.brEndereo eletrnico:www.gazetavarginha.com.br</p><p> 22 DE JULHO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHAPONTO DE VISTA</p><p>1 - NO fareis paravs dolos, nem vos levan-tareis imagem de escultu-ra, nem esttua, nem po-reis pedra figurada na vos-sa terra, para inclinar-vosa ela; porque eu sou o SE-NHOR vosso Deus.</p><p>2 - Guardareis osmeus sbados, e reveren-ciareis o meu santurio. Eusou o SENHOR.</p><p> 3 - Se andardes nosmeus estatutos, e guardar-des os meus mandamen-tos, e os cumprirdes,</p><p>4 - Ento eu vos dareias chuvas a seu tempo; e aterra dar a sua colheita, ea rvore do campo dar oseu fruto;</p><p>5 - E a debulha se voschegar vindima, e a vin-dima se chegar semen-teira; e comereis o vossopo a fartar, e habitareis</p><p>seguros na vossa terra.6 - Tambm darei paz</p><p>na terra, e dormireis segu-ros, e no haver quem vosespante; e farei cessar osanimais nocivos da terra, epela vossa terra no passarespada.</p><p>7 - E perseguireis osvossos inimigos, e cairo espada diante de vs.</p><p>8 - Cinco de vs perse-guiro a um cento deles, ecem de vs perseguiro adez mil; e os vossos inimi-gos cairo espada diantede vs.</p><p>9 - E para vs olharei, evos farei frutificar, e vosmultiplicarei, e confirmareia minha aliana convosco.</p><p>10 - E comereis da co-lheita velha, h muito tem-po guardada, e tirareis foraa velha por causa da nova.</p><p>11 - E porei o meu ta-</p><p>bernculo no meio de vs, ea minha alma de vs no seenfadar.</p><p>12 - E andarei no meiode vs, e eu vos serei porDeus, e vs me sereis porpovo.</p><p>13 - Eu sou o SENHORvosso Deus, que vos tirei daterra dos egpcios, para queno fsseis seus escravos; equebrei os times do vossojugo, e vos fiz andar eretos.</p><p>14 - Mas, se no me ou-virdes, e no cumprirdestodos estes mandamentos,</p><p>15 - E se rejeitardes osmeus estatutos, e a vossaalma se enfadar dos meusjuzos, no cumprindo to-dos os meus mandamentos,para invalidar a minha alian-a,</p><p>16 - Ento eu tambmvos farei isto: porei sobrevs terror, a tsica e a febre</p><p>Palavras de Vida</p><p>Admoestao contra a idolatriaLevtico 26Parte Iardente, que consumam osolhos e atormentem a alma;e semeareis em vo a vossasemente, pois os vossos ini-migos a comero.</p><p>17 - E porei a minha facecontra vs, e sereis feridosdiante de vossos inimigos;e os que vos odeiam, de vsse assenhorearo, e fugi-reis, sem ningum vos per-seguir.</p><p>18 - E, se ainda com es-tas coisas no me ouvirdes,ento eu prosseguirei a cas-tigar-vos sete vezes mais,por causa dos vossos peca-dos.</p><p> 19 - Porque quebrareia soberba da vossa fora; efarei que os vossos cus se-jam como ferro e a vossa ter-ra como cobre.</p><p>20 - E em vo se gasta-r a vossa fora; a vossa ter-ra no dar a sua colheita, e</p><p>Eduardo Shinyashiki</p><p>A educao, em todosos seus sentidos, forma etransforma vidas. A esco-la tem a importante e r-dua tarefa de orientar osjovens, de gui-los e aju-d-los a transformar seussonhos em realidade, emprojetos a serem realiza-dos no decorrer de toda asua vida, com serenidadee satisfao.</p><p> Como educadores,</p><p>professores e pais preci-samos entender o queocorre entre o sentir e oaprender, a emoo e aimaginao e compreen-der que, na escola queso construdas as crenase os valores que definema direo e norteiam a vidado ser humano.</p><p> nesse contexto que estimulada a vontade doaluno em descobrir omundo, voar alto para po-der ter uma viso ampla</p><p>as rvores da terra no da-ro o seu fruto.</p><p> 21 - E se andardes con-trariamente para comigo, eno me quiserdes ouvir,trar-vos-ei pragas sete ve-zes mais, conforme os vos-sos pecados.</p><p>22 - Porque enviareientre vs as feras do cam-po, as quais vos desfilharo,e desfaro o vosso gado, evos diminuiro; e os vossoscaminhos sero desertos.</p><p>23 - Se ainda com estascoisas no vos corrigirdesvoltando para mim, mas ain-da andardes contrariamen-te para comigo,</p><p>24 - Eu tambm anda-rei contrariamente paraconvosco, e eu, eu mesmo,vos ferirei sete vezes maispor causa dos vossos peca-dos.</p><p>25 - Porque trarei so-</p><p>Educao: o poder de transformar vidasda realidade, aprofundar oconhecimento e se tornarlivre nas prprias esco-lhas.</p><p> A formao do jovem um direito e um fator es-tratgico da sua vida parapoder ter os instrumen-tos essenciais para admi-nistrar as mudanas, rea-lizar objetivos e viver nasociedade de forma aut-noma e responsvel.</p><p> O desafio da escola equilibrar as exigncias depassar contedos, com anecessidade de estimularno aluno a capacidade decompreender e de inter-pretar a realidade. Nessecontexto, permanecemvlidos os quatro pilaresda educao:</p><p> - Aprender a conhe-cer, ter a cultura e o co-nhecimento de base parapoder, progressivamen-te, adquirir mais conheci-mentos;</p><p> - Aprender a fazer etransformar esse conhe-cimento em competnci-as para a vida pessoal eprofissional;</p><p>- Aprender a vivercom as outras pessoas,fortalecer o respeito peladiversidade, cooperao ecidadania;</p><p> - Aprender a ser querdizer assumir as prprias</p><p>responsabilidades paraconstruir o futuro.</p><p> A relao interpesso-al a base da relao edu-cativa, em que o educadore o educado se abrem come para o outro, na constru-o de um dilogo. O ou-tro , obrigatoriamente, omeio para chegar com-preenso de si mesmo edo mundo. Por isso, oeducador no impe, masprope, indica oportuni-dades e caminhos para oaluno poder se movimen-tar em uma sociedade emconstante mudana.</p><p> A escola, mesmo nassuas dificuldades, conti-nua sendo o agente edu-cador e social fundamen-tal da nossa vida. Ela aponte entre o patrimniocultural e a construo dofuturo, entre a relaocom o passado, nossa his-tria e a experincia atu-al.</p><p> na escola que o jo-vem comea a desenvol-ver a conscincia acercadas suas escolhas, poderpessoal e capacidade dediscernimento. a ponteque liga a infncia ao in-cio da vida adulta. E, jun-tamente com os pais, osprofessores so os mes-tres que auxiliaro as cri-anas a amadurecer e a</p><p>bre vs a espada, queexecutar a vingana daaliana; e ajuntados sereisnas vossas cidades; entoenviarei a peste entre vs,e sereis entregues namo do inimigo.</p><p>26 - Quando eu vosquebrar o sustento dopo, ento dez mulherescozero o vosso po nums forno, e devolver-vos-o o vosso po por peso; ecomereis, mas no vosfartareis.</p><p>27 - E se com isto nome ouvirdes, mas aindaandardes contrariamen-te para comigo,</p><p>28 - Tambm eu paraconvosco andarei contra-riamente em furor; e voscastigarei sete vezes maispor causa dos vossos pe-cados.</p><p>Continua...</p><p>cumprir tal travessia deforma saudvel e constru-tiva.</p><p>Falar de futuro nuncafoi simples, porm, quan-do falamos em educao,devemos ter como pontode partida e alicerce aconfiana no futuro e, ge-nerosamente, transmitirpara as novas geraes apaixo e a fora para cons-truir o amanh e transfor-mar sonhos em vida.</p><p> Eduardo Shinyashi-ki palestrante, consul-tor organizacional, espe-cialista em desenvolvi-mento das Competnciasde Liderana e Prepara-o de Equipes. Presi-dente da Sociedade CreSer Treinamentos,Eduardo tambm escri-tor e autor de importan-tes livros como Transfor-me seus Sonhos em Vida,da Editora Gente.</p><p>Respostas do Caa-Palavrasda edio passada</p></li><li><p>GAZETA DE VARGINHA | 0322 DE JULHO DE 2014LOCAL</p><p>Campanha para o Senado em MGvai custar mais de R$ 40 milhesApenas o ex-governador Antonio Anastasia deve gastar cerca de R$ 20 milhes com a campanha</p><p>A campanha eleito-ral para o Senado deve-r custar mais de R$ 1bilho, segundo as es-timativas de despesasentregues pelos candi-datos Justia Eleito-ral.</p><p>Levantamento nos26 estados e no DFmostra que os 178 can-didatos preveem de-sembolsar, juntos, atR$ 1.035.384.167,16para se eleger.</p><p>O valor pouco su-perior ao que preten-dem gastar os 11 candi-datos Presidncia (R$916 milhes) DilmaRousseff, Acio Neves eEduardo Campos esti-</p><p>mam gastar, juntos,quatro vezes o valorque os oito adversriossomados.</p><p>Para a campanhaaos governos dos esta-dos, a cifra estimada de R$ 2,43 bilhes equivalente ao ora-mento de um munic-pio como Niteri.</p><p>A campanha para oSenado em So Paulodever ser a que maisconsumir dinheiro.Os dez postulantes aocargo estimam gastarR$ 113,5 milhes. MatoGrosso aparece logoatrs. Os seis candida-tos somados preveemum gasto total de R$</p><p>70 milhes.Em Minas Gerais, osoito candidatos ao Se-nado juntos vo gastarR$ 42.725.000,00. Acampanha mais caraser a do ex-governadorAntonio Augusto Anas-tasia (PSDB), estimadaem cerca de R$ 20 mi-lhes.</p><p>J o Acre deve ter acampanha mais barata.A estimativa feita pelosquatro candidatos deum custo de R$ 10,8milhes. Sergipe tem asegunda previso maisem conta: R$ 14,2 mi-lhes. So cinco candi-datos tentando se elegerno estado do Nordeste.</p><p>Campees degastos</p><p>Quatro candidatosdetm a previso dedespesa mais alta de-clarada Justia Elei-toral: Jos Serra(PSDB), em So Paulo,Magela (PT), no Dis-trito Federal, MarceloAlmeida (PMDB), noParan, e Rui Prado(PSD), em Mato Gros-so. Eles preveem gas-tar R$ 30 milhes paravencer o pleito.</p><p>Gilberto Kassab(PSD), em So Paulo, eGeddel Vieira Lima(PMDB), na Bahia,tambm devem de-sembolsar um valor</p><p>alto. Os dois estipula-ram um teto de R$ 28milhes.</p><p>Regras para gastosA Lei das Eleies</p><p>prev que, em todas asdisputas, o Congressodeve aprovar at 10 dejunho uma outra leique defina os limites degastos das campanhaspor cada candidato.Como isso no ocorreu,cada partido fixou in-ternamente o teto dasdespesas.</p><p>Entre os custos pre-vistos na campanha es-to propaganda, prin-cipalmente na TV,transporte com auto-</p><p>mveis ou jatinhos, porexemplo, e pagamentode cabos eleitorais.</p><p>Assim como naseleies anteriores, nes-te ano os candidatospodero receber doa-es de empresas pri-vadas para aplicar nascampanhas.</p><p>No ano passado, amaioria dos ministrosdo Supremo TribunalFederal considerou ile-gal que empresas doema polticos, mas o julga-mento no foi conclu-do. Se a maioria se man-tiver e o julgamentoterminar, a proibio sdever valer a partir de2016.</p><p>Suspeitos rendemmotoboy para roubarlanches em VarginhaDois homens ar-</p><p>mados com faca ren-deram um motoboyque entregava lanchesna noite desta sexta-feira (18) no bairroParque Bela Vista, emVarginha. Segundoinformaes da Pol-cia Militar, o moto-queiro fazia entregana Rua Jos Teixeira</p><p>de Rezende quandofoi abordado pelossuspeitos.</p><p>Ainda de acordocom a PM, aps ame-aarem o entregador,os suspeitos fugiramlevando apenas oslanches e o celular davtima. At esta publi-cao ningum haviasido preso.</p><p>Reincidente no trfico preso pela PMUm indivduo foi</p><p>abordado e preso pela Po-lcia Militar na posse depedras de crack, o infra-tor foi identificado comosendo reincidente na pr-tica delituosa de trfico dedrogas.</p><p>Na manh deste sba-do (19), por volta das 11horas, uma equipe da PMquando realizava patrulha-mento preventivo pela Av.Doutor Paulo Ramos Re-sende, Bairro Padre Vitor,em Varginha, os militares</p><p>depararam e abordaramum indivduo que se en-contrava em atitude sus-peita.</p><p>O suspeito ao ser sub-metido a busca pessoal,foram encontradas e apre-endidas em seu poder 6pedras de crack, que seencontravam devidamen-te embaladas e prontaspara comercializao.</p><p>Ao ser consultado osdados do suspeito junto aosistema informatizado, foiconstatado que o indivduo</p><p>possui outras passagenspelo mesmo crime de tr-fico de drogas, inclusive jesteve recolhido no pres-dio de Varginha, em cum-primento de pena judicial.</p><p>Diante dos fatos, o in-frator foi novamente pre-so e conduzido at a dele-gacia de Polcia, onde per-maneceu disposio dajustia.</p></li><li><p>No vermelho, Lar So Vicente crianovas formas de arrecadao</p><p>LOCAL04 | GAZETA DE VARGINHA 22 DE JULHO DE 2014</p><p>A diretoria do LarSo Vicente de Pauloenfrenta um dficitmensal de pelo menos 3mil reais. Com 43 fun-cionrios, entre eles psi-cloga, fisioterapeuta,assistente social, nutrici-onista e enfermeira, adespesa do Lar de 90mil reais por ms. Mas areceita no chega a R$87 mil.</p><p>Entre as fontes estoos recursos dos idosos (alei permite utilizar at70% da renda de cadaum, o que representa500 reais). H ainda otelemarketing e alugu-is. Mas o telemarketing,explica o presidente Da-niel Moura, tem custoalto: A cada 50 reaisdoados, apenas 25 che-gam ao Lar. Duas no-vas formas de contribui-</p><p>o esto sendo apresen-tadas populao: dbi-to em conta no Banco doBrasil ou desconto naconta da Copasa:</p><p>No caso da Copasa,no h custo algum parao Lar. A Copasa repassaos valores integralmen-</p><p>te para a Sociedade SoVicente de Paulo, dizDaniel. Mesmo assim,ainda h uma resistn-cia em doar. As pessoasacham que nunca maispodero deixar de con-tribuir. Se quiserem, sligar para a Copasa ou</p><p>Banheiras - Carpetes - Cermica - Coifas - Cooktops - Cortinas e persianasCubas - Divisrias - Espelhos e Armrios - Fechaduras - Forros - Louas - MetaisPapel de Parede - Pisos Laminados - Pisos Pastilhados - Pisos Vinlicos - Plafns</p><p>Portas e Janelas - Puxadores de Porta - Rodaps e Guarnies</p><p>Rua Tiradentes, 3...</p></li></ul>