gazeta de varginha - 12/02/2014

Download Gazeta de Varginha - 12/02/2014

Post on 09-Mar-2016

236 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 8.927

TRANSCRIPT

  • PGINA 02

    PONTOPONTOPONTOPONTOPONTO DEDEDEDEDE VISTVISTVISTVISTVISTAAAAA

    Gnesis 37

    Mx: 33 / Mn: 18

    Jos vendido pelos irmos

    Abertura de empresas em Varginhacresce 11,3%, diz pesquisa da Aciv

    O maior nmerode registro foram dosMEIs, Microempre-endedores Individu-ais (596), seguido da-sempresas de MdioPorte (465), empresasde Pequeno Porte (57)e empresas de outrasnaturezas jurdicas(32). As Empresas In-dividuais, conhecidascomo Eireli, apresen-taram queda, foramcriadas 44 em 2012 e

    Nmero demortes porafogamentochega a 20na regio

    LOCAL/PGINA 04

    EDIO 8.927R$ 1, 00 VARGINHA, 12 DE FEVEREIRO DE 2014

    DEUS FIEL

    Aps denncia, prefeitura aumentalinhas de transporte escolar rural

    Moradores de Varginhaesto h dois anos semreceber correspondncias

    Aps nibus seremflagrados na semanapassada levando alu-nos de Varginha para azona rural em veculossuperlotados, o trans-porte dos estudantes foiregularizado nesta se-gunda-feira (10). Nasexta-feira (7), a empre-sa que faz o transporte

    circular e a prefeituraentraram em um acor-do, e outros dois nibus,alm dos que j esta-vam circulando, passa-ram a fazer a linha ru-ral carregando maisalunos. O trajeto tam-bm foi alterado.

    LOCAL/PGINA 03

    REGIONAL/PG. 07

    LOCAL/PGINA 05

    Em 2013, foram criadas 1.176 novas empresas; crescimento 2,5% superior mdia nacional

    PREOCUPAOapenas 26 em 2013,uma baixa de 59%.

    Em Varginha, asempresas de MdioPorte apresentaramcrescimento de 63,7%enquanto os MEIscresceram apenas22,3%. Diferente doresultado nacional,que apresentou maiorcrescimentodos MEIs(68,2%). Neste ano, foram re-

    gistradas ao menos 20mortes por afogamen-to no Sul de MG.

    PGINA 09

    Ruas do bairro Alto da Figueira no tm placas, com isso,Correios no fazem entregas.

    gazetadevarginha@gmail.com

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

    twitter.com/gazetavarginha

  • CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no se responsabiliza

    por conceitos emitidos em artigos

    assinados, mesmo sob

    pseudnimos, que so de inteira

    responsabilidade de seus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes

    Sindjori - MG 312/99 -Administrao/Reviso:Lanamara Silva - Paulo

    Ribeiro da Silva Fernan-des

    (Jornalista e superinten-dente de redao-

    TB.16.851) - Horrio defuncionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departa-mento de Publicidade

    Av. dos Imigrantes, 445

    Telefones

    (35)3221-4668

    (35)3221-4845

    - Santa Maria - CEP37022-560 -

    VARGINHA/MGE-mail: gazetade

    varginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.

    com.brEndereo eletrnico:

    www.gazetavarginha.com.br

    Palavras de Vida

    12 DE FEVEREIRO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHA

    PONTO DE VISTA

    Jos vendido pelos irmos1 - E JAC habi-

    tou na terra das pe-regrinaes de seupai, na terra de Ca-na.

    2 - Estas so as ge-raes de Jac. Sen-do Jos de dezesseteanos, apascentava asovelhas com seus ir-mos; sendo ainda jo-vem, andava com osfilhos de Bila, e comos filhos de Zilpa,mulheres de seu pai;e Jos trazia ms no-tcias deles a seu pai.

    3 - E Israel amavaa Jos mais do que atodos os seus filhos,porque era filho dasua velhice; e fez-lhe

    uma tnica de vriascores.

    4 - Vendo, pois,seus irmos que seupai o amava mais doque a todos eles, odia-ram-no, e no podiamfalar com ele pacifica-mente.

    5 - Teve Jos um so-nho, que contou a seusirmos; por isso o odi-aram ainda mais.

    6 - E disse-lhes:Ouvi, peo-vos, estesonho, que tenho so-nhado:

    7 - Eis que estva-mos atando molhos nomeio do campo, e eisque o meu molho se le-vantava, e tambm fi-

    cava em p, e eis queos vossos molhos o ro-deavam, e se inclina-vam ao meu molho.

    8 - Ento lhe disse-ram seus irmos: Tu,pois, deveras reinarssobre ns? Tu deverasters domnio sobrens? Por isso aindamais o odiavam porseus sonhos e por suaspalavras.

    9 - E teve Jos ou-tro sonho, e o contoua seus irmos, e disse:Eis que tive ainda ou-tro sonho; e eis que osol, e a lua, e onze es-trelas se inclinavam amim.

    10 - E contando-o a

    Gnesis 37

    Dr. Edison Tizzot

    Reclamaes de fi-las de espera e mauatendimento rendemaos polticos, em ge-ral, nota zero, j querespostas eficazes aesses problemas rara-mente so apresenta-das. Os gestores p-blicos, via de regra, sedesculpam informan-do que esto engessa-dos pelos recursosque tm em mos.Mas, o bom jogadorno aquele que temas melhores cartas,mas que sabe jogarcom as cartas quetm.

    Nesse contexto, osempresrios parecemlidar melhor com afalta de dinheiro eoutros recursos, jque o Brasil saiu dofundo do poo, de umainflao de 800% evem crescendo mesmoque timidamente, gra-as ao empenho soli-trio e a criatividadedos nossos empreen-dedores.

    No precisamossair procurando pelomundo para encon-

    trar solues aos nos-sos problemas crni-cos. Aqui mesmo, noBrasil, encontramosprodutos e serviosque podem revolucio-nar a eficincia dosservios pblicos desade. A partir deCuritiba, cidade con-siderada modelo emvrias questes, jexiste uma grandeinovao As Unida-des de Exames Rpi-dos.

    Esse projeto ca-paz de fornecer, emmenos de 10 minutos,o resultado de exa-mes de sangue e ima-gem com incrvel pre-ciso. Mas, o que ainda melhor: Comcusto dos exames aopreo pago pelo SUS(Sistema nico deSade), ou seja, a bai-xo preo. Mais do queo preo, as Unidadesde Exames Rpidospermitem realizar70% dos exames roti-neiramente solicita-dos pelos mdicos,com resultados imedi-atos. Isso permite tra-tamento rpido aodoente, diminuio

    de filas e aumento noatendimento de cadamdico em cerca de1.000 novos pacientesao ano.

    Outro projeto ino-vador, chamado deCidade Inteligente,vem mostrando novasformas de executarservios com muitomais inteligncia emprol do cidado. Pro-posta singular; quepromete melhorarsignificativamente oprocesso de toda ges-to pblica, principal-mente na rea de sa-de. A soluo apre-sentada pela empre-sa ADS - Action Digi-tal Solution, que vematravs de gesto deconhecimento emtempo real e aplicadaa processos operacio-nais tornar as tarefasmais eficientes, fceise rpidas de seremexecutadas, otimizan-do os recursos pbli-cos e conseqente-mente proporcionan-do menor custo, maiseficincia para o sis-tema de sade.

    Um exemplo oatendimento emer-

    seu pai e a seus ir-mos, repreendeu-oseu pai, e disse-lhe:Que sonho este quetiveste? Porventuraviremos, eu e tua me,e teus irmos, a incli-nar-nos perante ti emterra?

    11 - Seus irmos,pois, o invejavam; seupai porm guardavaeste negcio no seucorao.

    12 - E seus irmosforam apascentar o re-banho de seu pai, jun-to de Siqum.

    13 - Disse, pois, Is-rael a Jos: No apas-centam os teus irmosjunto de Siqum? Vem,

    e enviar-te-ei a eles. Eele respondeu: Eis-meaqui.

    14 - E ele lhe dis-se: Ora vai, v comoesto teus irmos, ecomo est o rebanho,e traze-me resposta.Assim o enviou dovale de Hebrom, e foia Siqum.

    15 - E achou-o umhomem, porque eisque andava errantepelo campo, e pergun-tou-lhe o homem, di-zendo: Que procuras?

    16 - E ele disse:Procuro meus irmos;dize-me, peo-te, ondeeles apascentam.

    17 - E disse aquele

    homem: Foram-sedaqui; porque ouvi-os dizer: Vamos aDot. Jos, pois, se-guiu atrs de seus ir-mos, e achou-os emDot.

    18 - E viram-node longe e, antes quechegasse a eles, cons-piraram contra elepara o matarem.

    19 - E disseramum ao outro: Eis lvem o sonhador-mor!

    20 - Vinde, pois,agora, e matemo-lo, elancemo-lo numadestas covas, e dire-mos: Uma fera o co-meu; e veremos queser dos seus sonhos.

    gencial que, a partirda solicitao e daqueixa, o sistema dis-ponibiliza informa-es especficas dopaciente para propor-cionar o melhor aten-dimento, como: hist-rico relevante para omomento, exames v-lidos e pertinentes,patologias em trata-mento, restries, eat sugerir procedi-mentos, apontar re-cursos mais prximosativos e disponveispara o atendimento,proporcionando aquem for realizar oatendimento a possi-bilidade de prestarum servio qualifica-do e rpido, otimizan-do o atendimento epriorizando o cidado.Os benefcios podemser ainda maiores seo atendimento for as-sociado a outras solu-es da ADS que oti-mizam de forma inte-ligente os materiais,medicamentos, equi-pamentos e principal-mente os profissio-nais envolvidos noprocesso.

    Estes so apenas

    alguns exemplos deprojetos criativos, quese implantados po-dem melhorar a qua-lidade do atendimen-to mdico e diminuira temida fila de espe-ra quando se est do-ente. Em ano de elei-o, cuidar das urgn-cias mais lembradaspela populao, comoa sade, mais queum compromisso,

    As Dores da Sade - Solues inovadoras em ano de eleio

    um dever para o pas,que necessita de mo-dernizao e eficin-cia no seu atendimen-to.

    Edson Tizzot co-ordenador mdico doprojeto das Unidadesde Exames Rpidosda Nagis Health - N-cleo Avanado de Ge-renciamento e Infor-mao em Sade.

  • GAZETA DE VARGINHA | 0312 DE FEVEREIRO DE 2014LOCAL

    Municpio havia diminudo o nmero de nibus; crianas estavam sendo levadas com superlotao

    Aps denncia, prefeitura aumentalinhas de transporte escolar rural

    Aps nibus se-rem flagrados na se-mana passada levan-do alunos de Vargi-nha para a zona ruralem veculos superlo-tados, o transportedos estudantes foi re-gularizado nesta se-gunda-feira (10). Nasexta-feira (7), a em-presa que faz o trans-porte circular e a pre-feitura entraram emum acordo, e outrosdois nibus, alm dosque j estavam circu-lando, passaram a fa-zer a linha rural ca