gazeta de varginha - 14/02 a 19/02/2015

Download Gazeta de Varginha - 14/02 a 19/02/2015

Post on 07-Apr-2016

255 views

Category:

Documents

39 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 9.174

TRANSCRIPT

  • Mx: 32 / Mn: 19

    Sul de MG oferece opes paratodos os gostos no Carnaval

    EDIO 9.174R$ 1, 00 VARGINHA, 14 A 19 DE FEVEREIRO DE 2015

    Depois do Carnaval antecipado, varginhenses devem se espalhar pelas cidades da regio

    49ANOS

    Revelando Verdades

    gazetadevarginha@gmail.comwww.jornalgazetadevarginha.com facebook.com/gazetavga

    pgina 02

    PONTO DE VISTA

    DEUS FIEL

    1965 - 2014

    Prefeitura de Varginha inaugura

    Academia de Rua da Vila Paiva

    local/pgina 03

    Josu 18

    A herana de Benjamim

    local/pgina 07

    Folies varginhensestiveram seu carnaval an-tecipado. E podem inclu-sive continuar no ritmo dafolia. Cidades da regioesto repletas de atraes,como Eli Mendes, Gua-p, Fama, Santa Rita doSapuca, cidades tursti-cas e outras. A dica da Ga-zeta de Varginha pes-quisar para no ser sur-preendido pelos preosem alguns locais.

    Duas atraes baianasabrem o Carnaval nestesbado, no Sul de Minas.Cludia Leite estar emSanta Rita do Sapuca pu-xando o Bloco do Urso,e a Banda Eva, em Mu-zambinho, anima os inte-grantes da Vermes &Cia. Outros grandes no-mes da msica popularbrasileira tambm estona regio, como Thiagui-nho, A Zorra, GustavoLima, Lucas Lucco, Rapa-zzola e Araketu.

    Definida primeira ao doprojeto de revitalizaodo comrcio de Varginha

    local/pgina 05

    local/pgina 04

    Carnavaldeve ser

    de calor epancadasde chuvas

    local/pgina 04

    E e E Restaurante Informa:

    Estaremos abertos normalmente neste sbado

    (14/2) e domingo (15/2) de Carnaval.

    Unis oferece

    nova opo

    de curso

    pr-vestibular

    em Varginha

    Varginha e regio jpodem contar com umpr-vestibular de qua-lidade. Com o objetivode preparar os alunos,o A1 rene trs foraseducacionais: Sistemade Ensino Poliedro,CRA Colgio e Curso,e Grupo Unis.

  • 14 A 19 DE FEVEREIRO DE 201502 | GAZETA DE VARGINHAPONTO DE VISTA

    Gazeta de Varginha LtdaCNPJ: 21.535.075/0001-47

    Telefones:(35)3221-4668

    (35)3221-4845 (fax)

    E-mail:gazetadevarginha@gmail.com

    (redao)gazetacomercial2@yahoo.com.br

    (comercial)

    Site oficial:www.jornalgazetadevarginha.com

    Endereo:Av. dos Imigrantes, 445

    Santa Maria - CEP: 37022-560Varginha/MG

    EquipeDiretora administrativa

    Ana Maria Silva Piva

    Editor e colunistaRodrigo S. FernandesSindjori - MG 312/99

    Departamento comercialJocasta Fvaro eRosemeire Luiz

    Jornalista responsvelRbertson Fidlis

    Reportagem e redaoSrgio Avellar e

    Rbertson Fidlis

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    A redao no respondepor artigos assinados,

    mesmo sob pseudnimos,que so de inteira respon-sabilidade de seus autores.

    Marcos Morita

    Goste ou no de ba-tuque, a verdade queo carnaval bate nova-mente em nossas por-tas. A maioria j voltoude frias e est no ba-tente h algumas sema-nas, o que faz esta para-da estratgica, seja pararasgar a fantasia, assis-tir aos desfiles, viajar ousimplesmente no fazernada, curtindo as capi-tais vazias. No obstan-te as crticas, o fato que o ano ir de fato co-mear aps a quarta-fei-ra de cinzas, esteja vocsbrio ou de ressaca. Ej que o tema carna-val, sabia que as empre-sas tm muito a apren-der com as escolas desamba?

    Ns, brasileiros,acostumados a acompa-nhar os desfiles desdecriana, pouco repara-mos no planejamento,organizao e execuodo evento, focando nos-sas atenes s pirotec-nias de carnavalescosbrilhantes como Joozi-nho Trinta, da BeijaFlor, ou Paulo Barros,da Unidos da Tijuca,que trouxeram o circo,o cinema e a tecnologiapara a avenida em atra-es de tirar o flego atpara quem no gosta defolia. Colocado o pano

    de fundo, vejamos en-to as lies que pode-mos extrair destas agre-miaes.

    Enredo: provenien-te do verbo enredar,significa literalmenteprender na rede, entre-laar. Em uma histria,seria o ato de juntar asaes numa sequncialgica de espao e tem-po. As agremiaes oescolhem logo aps otrmino do Carnaval, oqual guiar o tema, a fa-bricao das fantasias, asalegorias e a composiodo samba do prximoano: quesitos que pre-cisam estar em perfeitasintonia com o enredo.J pensou quantas em-presas encontram difi-culdades em alinhar osobjetivos de seus cola-boradores, a estratgia eas metas fixadas pelaalta direo?

    Evoluo e conjun-to: velocidade, forma,animao, movimenta-o, compactao e uni-formidade so critriosavaliados pelos jurados.Eventuais buracos nasalas ou alteraes brus-cas na velocidade dodesfile so passives depenalizao. Imagineagora integrantes de-sentrosados, desconfia-dos e desmotivados.Certamente a viso deconjunto e a evoluo

    ficariam bastante com-prometidas. Empresascom clima organizacio-nal ruim e lderes queno inspiram, dificil-mente podem esperarequipes de alto desem-penho, animadas, uni-formes e motivadas.

    Mestre-sala e porta-bandeira: graciosidade,fantasia e bailado socritrios para o casalque literalmente carre-ga o estandarte da esco-la. Comprometidos, emgeral nasceram, cresce-ram e iro permanecerna comunidade ouagremiao, por ela do-ando parte de seu tem-po e dedicao. Impen-svel seria aceitar umaproposta para desfilarem outra escola. Execu-tivos e profissionais porsua vez tm seus empre-gos garantidos enquan-to convenientes s em-presas. Neste cenrio,vendem seu tempo eesforo, porm morrerpelo patro coisa dopassado.

    Bateria: a ala maisempolgante de uma es-cola de samba, cujo ob-jetivo acompanhar ocanto e conduzir o rit-mo do desfile. Vale ci-tar a histria do MestreAndr criador da para-dinha, movimento noqual a bateria subita-mente para de tocar,

    deixando s o cavaqui-nho e a voz dos puxa-dores. Apesar de bemavalido pela crtica, suautilzao aumenta aschances que o sambaatravesse, podendo abateria retornar ao pon-to errado da letra. Numano que promete ser toou mais enfadonho que2014, o que sua empre-sa tm feito para seusfuncionrios no per-cam o pique?

    Os mais ligados aosdesfiles talvez tenhamsentido falta da comis-so de frente, rainha dabateria, ala das baianase velha guarda, elemen-tos que compem a in-trincada teia de uma es-cola de samba. Integr-los e coloc-los na ave-nida em uma hora dedesfile, coordenandomais de duas mil pesso-as motivadas, entrosa-das e com o mesmo pro-psito e objetivos, ta-refa que poucos CEOSconseguiriam, conside-rando o pouco tempode treino e o fato de quea grande maioria dosintegrantes est ali porvontade prpria, semnada receber.

    Talvez voc no te-nha a mesma criativida-de de um grande car-navalesco, a energia deum puxador de sambaenredo, a graciosidade

    Carnaval: como levar a harmonia do samba para sua empresa?

    10 - Ento Josulhes lanou as sortesem Sil, perante o SE-NHOR; e ali repartiuJosu a terra aos filhosde Israel, conforme ssuas divises.

    11 - E tirou a sorteda tribo dos filhos deBenjamim, segundo assuas famlias; e coube-lhe o termo da sua sorteentre os filhos de Jude os filhos de Jos.

    12 - E o seu termofoi para o lado do nor-te, desde o Jordo; esobe aquele termo aolado de Jeric para o

    norte, e sobe pela mon-tanha para o ocidente,terminando no desertode Bete-ven.

    13 - E dali passa estetermo a Luz, ao lado deLuz (que Betel), parao sul; e desce a Atarote-Adar, ao p do monteque est do lado do sulde Bete-Horom de bai-xo;

    14 - E vai este termoe volta ao lado do oci-dente para o sul domonte que est defron-te de Bete-Horom, parao sul, terminando emQuiriate-Baal (que

    Palavras de Vida

    A herana de BenjamimJOSU 18Parte IIQuiriate-Jearim), cida-de dos filhos de Jud;esta a sua extensopara o ocidente.

    15 - E a sua exten-so para o sul comea naextremidade de Quiria-te-Jearim; e vai este ter-mo ao ocidente e segueat fonte das guas deNeftoa.

    16 - E desce este ter-mo at extremidade domonte que est defron-te do vale do filho deHinom, que est no valedos refains para o nor-te, e desce pelo vale deHinom do lado dos je-

    buseus para o sul; e en-to desce a En-Rogel;

    17 - E vai desde onorte, e chega a En-Se-mes; e dali sai a Gelilo-te, que est defronte dasubida de Adumim, edesce pedra de Bo,filho de Rben;

    18 - E passa at aolado, defronte de Arab,para o norte, e desce aArab.

    19 - Passa mais estetermo at ao lado deBete-Hogla, para o nor-te, saindo esse termo nabaa do Mar Salgado,para o norte, na extre-

    midade do Jordo, parao sul; este o termo dosul.

    20 - E o Jordo serseu termo do lado dooriente; esta a heranados filhos de Benjamim,nos seus termos em re-dor, segundo as suasfamlias.

    21 - E as cidades datribo dos filhos de Ben-jamim, segundo as suasfamlias, so: Jeric, eBete-Hogla, e Emeque-Queziz,

    22 - E Bete-Arab, eZemaraim, e Betel,

    23 - E Avim, e Par,

    e Ofra,24 - E Quefar-

    Amonai, e Ofni eGaba: doze cidades e assuas aldeias;

    25 - Gibeo, eRam e Beerote, 26 -E Mizp, e Cefira eMoza,

    27 - E Requm eIrpeel, e Tarala,

    28 - E Zela, Elefe,e Jebus (esta Jerusa-lm), Gibe e Quiriate:catorze cidades com assuas aldeias; esta aherana dos filhos deBenjamim, segundo assuas famlias.

    de um porta-bandeira,e nem queira que seusfuncionrios saiam ves-tidos de baianas. Porm,comprometimento, do-ao, motivao e har-monia so quesitos queno fazem mal a nenhu-ma equipe. Enfim, ain-da que no v para ave-nida, talvez valha a penalevar algumas de suaslies para o mundocorporativo. S noqueira coloc-las emprtica na quarta- feira

    de cinzas. atravessarna certa.

    *Marcos Morita executivo, professor,palestrante e consultor.Sua palestra, As 4 Cha-ves do Pensamento Es-tratgico, vista por cen-tenas de executivos,aborda de maneira ldi-ca e participativa, temascomo definio de me-tas, inovao, gerencia-mento do tempo e mo-tivao.

  • LOCALGAZETA DE VARGINHA | 0314 A 19 DE FEVEREIRO DE 2015

    Sul