gazeta de varginha - 22/01/2014

Download Gazeta de Varginha - 22/01/2014

Post on 08-Mar-2016

221 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 8.912

TRANSCRIPT

  • PGINA 2

    PONTOPONTOPONTOPONTOPONTO DEDEDEDEDE VISTVISTVISTVISTVISTAAAAA

    Gnesis 26

    Mx: 31 / Mn: 19

    Isaque na terra dos filisteus

    Alerta aos pais: preos de materialescolar podem variar at 200%

    Nos primeiros dias de2014, a cena se repete:pais e mes visitam pape-larias em busca de mate-rial escolar. a prepara-o para a volta s aulas.Com cestinhas cheias decadernos, lpis e canetascoloridas, eles enfrentama maratona de compras deolho nos preos. A tarefade comparar preos defato essencial. Um levan-tamento do Procon nacio-nal mostra que os preoscobrados por diferentes

    Varginhater projetopioneiro deincluso de

    pessoas comdeficincia

    LOCAL/PGINA 05

    EDIO 8.912R$ 1, 00 VARGINHA, 22 DE JANEIRO DE 2014

    DEUS FIEL

    PM apreende meio quilo de maconhae prende dois homens em Varginha

    Declarao de Impostode Renda vai ser

    pr-preenchida este ano

    Uma denncia an-nima levou a Polcia Mi-litar de Varginha a iden-tificar e prender doishomens envolvidos como trfico de drogas. Coma dupla, foi apreendidomais de 500 gramas demaconha.

    Na noite desta se-

    gunda-feira (20), porvolta das 20h45min, aPolcia Militar aps rece-ber denncia annimacompareceu na esquinada Rua Doutor ArnaldoBarbosa, que fica noBairro de Ftima.

    LOCAL/PGINA 04

    LOCAL/PGINA 06

    estabelecimentos podemvariar mais de 200%.

    Ssegundo apurou areportagem do Jornal Ga-zeta de Varginha, os pro-prietrios de papelariasafirmam que os preos es-to bem parecidos com osdo ano passado, com pe-quenas variaes. A ex-pectativa de vendas su-perior, em mdia, entre5% a 10%, em relao a2013.

    LOCAL/PGINA 03

    Procon de Varginha aconselha os pais a pesquisarem preos em diferentes estabelecimentos

    Iniciativa integra oprojeto Unis Diversida-de e visa formar umbanco de talentos.

    PGINA 09

    gazetadevarginha@gmail.com

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

    twitter.com/gazetavarginha

  • CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no se responsabiliza

    por conceitos emitidos em artigos

    assinados, mesmo sob

    pseudnimos, que so de inteira

    responsabilidade de seus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes

    Sindjori - MG 312/99 -Administrao/Reviso:Lanamara Silva - Paulo

    Ribeiro da Silva Fernan-des

    (Jornalista e superinten-dente de redao-

    TB.16.851) - Horrio defuncionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departa-mento de Publicidade

    Av. dos Imigrantes, 445

    Telefones

    (35)3221-4668

    (35)3221-4845

    - Santa Maria - CEP37022-560 -

    VARGINHA/MGE-mail: gazetade

    varginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.

    com.brEndereo eletrnico:

    www.gazetavarginha.com.br

    Palavras de Vida

    22 DE JANEIRO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHA

    PONTO DE VISTA

    Isaque na terra dos filisteus1 - E HAVIA fome na

    terra, alm da primeirafome, que foi nos dias deAbrao; por isso foi Isa-que a Abimeleque, reidos filisteus, em Gerar.

    2 - E apareceu-lhe oSENHOR, e disse: Nodesas ao Egito; habitana terra que eu te dis-ser;

    3 - Peregrina nestaterra, e serei contigo, ete abenoarei; porque ati e tua descendnciadarei todas estas terras,e confirmarei o jura-mento que tenho jura-do a Abrao teu pai;

    4 - E multiplicarei atua descendncia comoas estrelas dos cus, edarei tua descendn-cia todas estas terras; epor meio dela sero ben-ditas todas as naes daterra;

    5 - PorquantoAbrao obedeceu mi-nha voz, e guardou omeu mandado, os meuspreceitos, os meus esta-tutos, e as minhas leis.

    6 - Assim habitouIsaque em Gerar.

    7 - E perguntando-lhe os homens daquele lu-gar acerca de sua mulher,disse: minha irm; por-que temia dizer: minhamulher; para que por-ventura (dizia ele) nome matem os homens da-quele lugar por amor deRebeca; porque era for-mosa vista.

    8 - E aconteceu que,como ele esteve ali muitotempo, Abimeleque, reidos filisteus, olhou poruma janela, e viu, e eisque Isaque estava brin-cando com Rebeca suamulher.

    9 - Ento chamouAbimeleque a Isaque, edisse: Eis que na verda-de tua mulher; comopois disseste: minhairm? E disse-lhe Isaque:Porque eu dizia: Paraque eu porventura nomorra por causa dela.

    10 - E disse Abimele-que: Que isto que nosfizeste? Facilmente se te-ria deitado algum destepovo com a tua mulher, etu terias trazido sobre nsum delito.

    11 - E mandou Abi-meleque a todo o povo,dizendo: Qualquer quetocar neste homem ou emsua mulher, certamentemorrer.

    12 - E semeou Isaquenaquela mesma terra, ecolheu naquele mesmoano cem medidas, porqueo SENHOR o abenoava.

    13 - E engrandeceu-se o homem, e ia enrique-cendo-se, at que se tor-nou mui poderoso.

    14 - E tinha posses-so de ovelhas, e posses-so de vacas, e muita gen-te de servio, de maneiraque os filisteus o inveja-vam.

    15 - E todos os poos,que os servos de seu paitinham cavado nos diasde seu pai Abrao, os fi-listeus entulharam e en-cheram de terra.

    16 - Disse tambmAbimeleque a Isaque:Aparta-te de ns; porquemuito mais poderoso tetens feito do que ns.

    17 - Ento Isaquepartiu dali e fez o seuacampamento no vale de

    Gnesis 26Gerar, e habitou l.

    18 - E tornou Isaquee cavou os poos de guaque cavaram nos dias deAbrao seu pai, e que osfilisteus entulharam de-pois da morte de Abrao,e chamou-os pelos nomesque os chamara seu pai.

    19 - Cavaram, pois,os servos de Isaque na-quele vale, e acharam alium poo de guas vivas.

    20 - E os pastores deGerar porfiaram com ospastores de Isaque, di-zendo: Esta gua nos-sa. Por isso chamouaquele poo Eseque, por-que contenderam comele.

    21 - Ento cavaramoutro poo, e tambm por-fiaram sobre ele; por issochamou-o Sitna.

    22 - E partiu dali, ecavou outro poo, e noporfiaram sobre ele; porisso chamou-o Reobote, edisse: Porque agora nosalargou o SENHOR, ecrescemos nesta terra.

    23 - Depois subiu dalia Berseba.

    24 - E apareceu-lhe

    o SENHOR naquela mes-ma noite, e disse: Eu souo Deus de Abrao teu pai;no temas, porque eu soucontigo, e abenoar-te-ei,e multiplicarei a tua des-cendncia por amor deAbrao meu servo.

    25 - Ento edificouali um altar, e invocou onome do SENHOR, e ar-mou ali a sua tenda; e osservos de Isaque cava-ram ali um poo.

    26 - E Abimelequeveio a ele de Gerar, comAuzate seu amigo, e Fi-col, prncipe do seu exr-cito.

    27 - E disse-lhes Isa-que: Por que viestes amim, pois que vs me odi-ais e me repelistes de vs?

    28 - E eles disseram:Havemos visto, na ver-dade, que o SENHOR contigo, por isso dissemos:Haja agora juramentoentre ns, entre ns e ti;e faamos aliana conti-go.

    29 - Que no nos fa-as mal, como ns te notemos tocado, e como te fi-zemos somente bem, e te

    deixamos ir em paz.Agora tu s o bendito doSENHOR.

    30 - Ento lhes fezum banquete, e come-ram e beberam;

    31 - E levantaram-se de madrugada e ju-raram um ao outro; de-pois os despediu Isa-que, e despediram-sedele em paz.

    32 - E aconteceu,naquele mesmo dia, quevieram os servos de Isa-que, e anunciaram-lheacerca do negcio dopoo, que tinham cava-do; e disseram-lhe: Te-mos achado gua.

    33 - E chamou-oSeba; por isso o nomedaquela cidade Berse-ba at o dia de hoje.

    34 - Ora, sendoEsa da idade de qua-renta anos, tomou pormulher a Judite, filhade Beeri, heteu, e a Ba-semate, filha de Elom,heteu.

    35 - E estas forampara Isaque e Rebecauma amargura de esp-rito.

    Senador Acio Neves

    importanteque a presidente Dil-ma perceba que esta-belecer uma relaorepublicana e respeito-sa com estados e mu-nicpios no favor enem seria razo paraautoelogio. Trata-se deobrigao elementardo governante. Mas,lamentavelmente, no o que ocorre no go-verno federal. Em de-zembro, o governo dei-xou de repassar R$ 7,1bilhes a estados emunicpios apenaspara ampliar o seu su-pervit primrio.

    Especialmenteno que diz respeito aMinas, infelizmente apresidente diz uma coi-sa e faz outra. Ao lon-go da ltima dcada,Minas foi sistematica-mente prejudicadapelo governo do PT.

    Em 11 anos, o

    s vsperas deuma nova eleio,zombando da mem-ria e da intelignciados mineiros, a presi-dente improvisa e re-pete diversas vezes osanncios de liberaodos mesmos recursosque sequer vo acon-tecer no seu governo.

    Enquanto esteveno poder e pode aju-dar Minas, o PT nadafez. Agora, fazemanncios fictcios eprometem verbas ques podero ser libera-das no futuro por ou-

    NotaAnel Rodovirio e aBR-381, a Rodovia daMorte, mataram centenasde mineiros sem que ogoverno federal se im-portasse. Em 11 anos,o metr foi ampliadoem diversas capitais,mas nem um centavode iniciativa do gover-no federal foi investi-do na expanso das li-nhas em Belo Hori-zonte. O governo Dil-ma deu prossegui-mento ao desrespeitocom o Estado, comomostram os dadosabaixo:

    tro governo. Repito aqui a co-

    brana pblica feitapor parlamentares devrios partidos hojeem Minas.

    O Estado exigetransparncia sobreos anncios de libera-o de recursos que serepetem e nuncaacontecem.

    Em 24 de outubropassado, por exemplo,a presidente infor-mou aos mineirosque j havia enviadoao Estado R$ 5,4 bi-lhes para obras de

    mobilidade urbana.Queremos saberquando esses recur-sos foram enviados e

    qual o destino foi dadoa eles. So recursospblicos. Minas quersaber!

  • GAZETA DE VARGINHA | 0322 DE JANEIRO DE 2014LOCAL

    Alerta aos pais: preos de materialescolar podem variar at 200%Procon de Varginha aconselha os pais a pesquisarem preos em diferentes estabelecimentos

    Nos primeiros dias d