Gazeta de Varginha - 15/07/2014

Download Gazeta de Varginha - 15/07/2014

Post on 01-Apr-2016

245 views

Category:

Documents

13 download

DESCRIPTION

Edio 9.027

TRANSCRIPT

pgina 02PONTO DE VISTALevtico 23Mx: 21 / Mn: 08As festas solenes do SENHORPrefeitura inicia processo paramunicipalizar iluminao pblicaEDIO 9.027R$ 1, 00 VARGINHA, 15 DE JULHO DE 2014DEUS FIELlocal/pgina 03Segundo determinao da Aneel, municpios devem assumir iluminao pblica a partir de janeirolocal/pgina 04Municpios do Sulde Minas se preparampara assumir mais umadespesa. A Agncia Na-cional de Energia Eltri-ca (Aneel) determinouque a partir de janeiro de2015 a iluminao pbli-ca passe a ser de respon-sabilidade das prefeitu-ras. Os prefeitos espe-ram um prejuzo aindamaior nos gastos dosmunicpios e dizem quea luz pode ficar aindamais cara para o consu-midor no ano que vem.Trabalhadores comeam a receberabono salarial nesta tera-feiraConforme a deter-minao da Aneel, asprefeituras de todos osmunicpios do Brasil te-riam que assumir a ma-nuteno, os reparos eas melhorias da ilumi-nao pblica em 2012,mas a Associao Minei-ra dos Municpios en-trou com um recurso noTribunal de Justia deMinas Gerais (TJMG) eadiou o prazo para de-zembro deste ano.gazetadevarginha@gmail.comwww.jornalgazetadevarginha.comfacebook.com/gazetavgalocal/pgina 05esporte/pgina 16O Ministrio do Tra-balho comea a pagar apartir desta tera-feira(15) o abono salarial. Noatual exerccio, houveantecipao do paga-mento, que antes come-ava em agosto.Os trabalhadoresque recebem o benefcioem conta corrente voter o depsito em suascontas de acordo com oms de aniversrio,Felipo no maiso tcnico da seleoSebrae realizaevento comrenomadopalestrantenesta quintaLixo eletrnico gerarenda para trabalhossociais no Sul de MGregional/pgina 08Boa sorte!Respostas na prxima edioCNPJ: 21.535.075/0001-47A redao no seresponsabiliza porconceitos emitidos emartigos assinados, mesmosobpseudnimos, que so deinteira responsabilidadede seus autores.Dirio de CirculaoRegional - DiretoraAdministrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes Sindjori- MG 312/99 - Administra-o/Reviso: Lanamara Silva- Paulo Ribeiro da SilvaFernandes(Jornalista e superintenden-te de redao-M.T.TB.16.851) - Horriode funcionamento das08:00hs s 18:00hsABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais doInteriorSINDJORI - Sind. Prop.de Jornais e Revistas doInteriorADJORI - Associaodos Jornais do InteriorADI - Associao dosJornais do interior deMinas GeraisENDEREO:Redao e Departamentode Publicidade Av. dosImigrantes, 445 - SantaMaria - CEP 37022-560 -Telefones(35)3221-4668(35)3221-4845VARGINHA/MGE-mail: gazetadevarginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.com.brEndereo eletrnico:www.gazetavarginha.com.br15 DE JULHO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHAPONTO DE VISTA20 - Ento o sacer-dote os mover com opo das primcias poroferta movida perante oSENHOR, com os doiscordeiros; santos seroao SENHOR para usodo sacerdote. 21 - E naquele mes-mo dia apregoareis quetereis santa convoca-o; nenhum trabalhoservil fareis; estatutoperptuo em todas asvossas habitaes pelasvossas geraes.22 - E, quando fizer-des a colheita da vossaterra, no acabars desegar os cantos do teucampo, nem colhers asespigas cadas da tuasega; para o pobre epara o estrangeiro asdeixars. Eu sou o SE-NHOR vosso Deus.23 - E falou o SE-NHOR a Moiss, dizen-do:24 - Fala aos filhos deIsrael, dizendo: No msstimo, ao primeiro doms, tereis descanso,memorial com sonido detrombetas, santa convo-cao.25 - Nenhum trabalhoservil fareis, mas ofere-cereis oferta queimada aoSENHOR.26 - Falou mais o SE-NHOR a Moiss, dizen-do:27 - Mas aos dez diasdesse stimo ms ser odia da expiao; tereissanta convocao, e afli-gireis as vossas almas; eoferecereis oferta quei-mada ao SENHOR. 28 - E naquele mes-mo dia nenhum trabalhofareis, porque o dia daexpiao, para fazer expi-ao por vs perante oSENHOR vosso Deus.29 - Porque toda aalma, que naquele mes-mo dia se no afligir, serextirpada do seu povo.30 - Tambm toda aalma, que naquele mes-mo dia fizer algum traba-lho, eu a destruirei domeio do seu povo.31 - Nenhum trabalhofareis; estatuto perptuo pelas vossas geraesem todas as vossas habi-taes.32 - Sbado de des-canso vos ser; ento afli-gireis as vossas almas;aos nove do ms tarde,de uma tarde a outra tar-de, celebrareis o vossosbado.33 - E falou o SE-Palavras de VidaAs festas solenes do SENHORLevtico 23Parte IINHOR a Moiss, dizen-do:34 - Fala aos filhos deIsrael, dizendo: Aosquinze dias deste ms s-timo ser a festa dos ta-bernculos ao SENHORpor sete dias.35 - Ao primeiro diahaver santa convocao;nenhum trabalho servilfareis.36 - Sete dias oferece-reis ofertas queimadas aoSENHOR; ao oitavo diatereis santa convocao,e oferecereis ofertasqueimadas ao SENHOR;dia de proibio , ne-nhum trabalho servil fa-reis. 37 - Estas so as sole-nidades do SENHOR,que apregoareis parasantas convocaes, paraoferecer ao SENHORGilclr ReginaEm vrios livrosque escrevi sempre co-loquei que a viagemdeve ser mais importan-te que o destino.Existem vrios tiposde pessoas... As quedesistem de outro serhumano com a mesmafacilidade que piscamos olhos e as que inves-tem no potencial decada um.Da mesma maneira,existem aqueles quedesistem de si prpriose de seus sonhos com omenor sinal de fracas-so, enxergando somen-te as barreiras que seencontram sua fren-te, esquecendo que, namaioria das vezes, atrsdestas encontram-secoisas maravilhosas.O sucesso a opoem no desistir e o fra-casso a opo em de-sistir cedo demais. Mui-tas vezes no entendo oporqu de algumaspessoas escolherem acerteza do fracasso emdetrimento da oposucesso. Desistir facilmenteest relacionado direta-mente com a nossa pos-sibilidade de fracassar,enquanto, o sucessocaminha lado a ladocom a capacidade desuperao, de tentar, dearriscar, de correr ris-cos, enfim, de empre-ender.Pergunto a voc: Oque voc sonha para suavida? Voc quer ser apoltrona do cinema ouser parte do filme?Quer aplaudir ou seraplaudido? Procure as chaves,escolha quais so maisimportantes para voce abra as portas para asua felicidade. Uma coi-sa certa, ningumfar isso por voc!Voc tem a riquezadentro de voc mastambm tem a misria.Qual das duas voc ali-menta mais?oferta queimada, holo-causto e oferta de alimen-tos, sacrifcio e libaes,cada qual em seu dia pr-prio;38 - Alm dos sbadosdo SENHOR, e alm dosvossos dons, e alm de to-dos os vossos votos, ealm de todas as vossasofertas voluntrias, quedareis ao SENHOR.39 - Porm aos quinzedias do ms stimo, quan-do tiverdes recolhido dofruto da terra, celebra-reis a festa do SENHORpor sete dias; no primei-ro dia haver descanso, eno oitavo dia haver des-canso.40 - E no primeiro diatomareis para vs ramosde formosas rvores, ra-mos de palmeiras, ramosde rvores frondosas, esalgueiros de ribeiras; evos alegrareis perante oSENHOR vosso Deuspor sete dias. 41 - E celebrareisesta festa ao SENHORpor sete dias cada ano;estatuto perptuo pe-las vossas geraes; noms stimo a celebra-reis.42 - Sete dias habi-tareis em tendas; todosos naturais em Israelhabitaro em tendas;43 - Para que saibamas vossas geraes queeu fiz habitar os filhosde Israel em tendas,quando os tirei da terrado Egito. Eu sou o SE-NHOR vosso Deus.44 - Assim pronun-ciou Moiss as solenida-des do SENHOR aos fi-lhos de Israel.Caa-PalavrasVoc Quer Rir ou Chorar?Pense nisso, umforte abrao e estejacom Deus!Gilclr Regina palestrante de sucesso,escritor com vrios li-vros, CDs e DVDs mo-tivacionais que j ven-deram mais de cincomilhes de exemplares.Clientes como GeneralMotors, Basf, Bayer,Banco do Brasil com-pram suas palestras.Mais de 3.000 palestrasrealizadas no Brasil eem outros pases.GAZETA DE VARGINHA | 0315 DE JULHO DE 2014LOCALPrefeitura inicia processo paramunicipalizar iluminao pblicaSegundo determinao da Aneel, municpios devem assumir iluminao pblica a partir de janeiroMunicpios do Sulde Minas se preparampara assumir mais umadespesa. A Agncia Na-cional de Energia Eltri-ca (Aneel) determinouque a partir de janeiro de2015 a iluminao pbli-ca passe a ser de respon-sabilidade das prefeitu-ras. Os prefeitos espe-ram um prejuzo aindamaior nos gastos dosmunicpios e dizem quea luz pode ficar aindamais cara para o consu-midor no ano que vem.Conforme a deter-minao da Aneel, asprefeituras de todos osmunicpios do Brasil te-riam que assumir a ma-nuteno, os reparos eas melhorias da ilumi-nao pblica em 2012,mas a Associao Minei-ra dos Municpios en-trou com um recurso noTribunal de Justia deMinas Gerais (TJMG) eadiou o prazo para de-zembro deste ano.Segundo a Aneel,cada municpio ficarresponsvel em dar ma-nuteno e em algunscasos, instalar os equipa-mentos. O poste e os ca-bos de alta tenso conti-nuam sendo de respon-sabilidade da companhiade energia. O prefeitode Trs Pontas, PauloLuiz Rabelo, entroucom um mandado desegurana na JustiaFederal de Varginha ale-gando que no podeatender a determinaoda Aneel. Na cidade, so6,7 mil postes e o siste-ma de iluminao ircustar R$ 120 mil porms.A Aneel no partelegtima para legislar.Quem faz isso no pas o Congresso Nacional.Por essa razo, ns acha-mos que inconstituci-onal essa resoluo. Nsno estamos hoje prepa-rados para isso. Ns notemos caminhes, mate-rial humano necessriopara isso, diz o prefeitode Trs Pontas.A Associao que re-ne 21 municpios noSul de Minas, a Ambasp,diz que os prefeitos votentar reverter a deter-minao na Justia.Ns vamos at asltimas consequnciascom aes para no es-tar aceitando mais essetipo de servio. Oitentaporcento dos municpi-os mineiros no tm con-dies econmicas nemprofissionais para pres-tar esse servio para a co-munidade com qualida-de. O que se fala quevai se passar um ativo. Sefosse isso realmente, ne-nhuma concessionriapassaria isso livrementepara os municpios. Nsentendemos que isso um presente de grego,diz Reinaldo Vilela, pre-sidente da Ambasp.Segundo a Aneel, sMinas Gerais e So Pau-lo ainda no assumirama iluminao pblica.Ainda conforme o r-go, os dois estados tive-ram um prazo maior queos outros para assumir oservio.Varginha iniciaprocessoUma reunio paratratar do edital de lici-tao para contrataodos servios de manu-teno de iluminaopblica do municpiode Varginha, a ser im-plantado a partir de ja-neiro de 2015, aconte-ceu no gabinete do Se-cretrio de Planeja-mento, Vrdi LcioMelo, no ms de junho,e contou com as pre-senas do Procuradordo municpio, Dr. Joa-quim Mariano e dos Se-cretrios de IndstriaPedro Gazzola e de Go-verno Carlos HonrioOttoni Jnior.Em Varginha, o ser-vio ficar a cargo daSecretaria de Planeja-mento, que j vem tra-balhando no projetopara prestar um servi-o de qualidade a popu-lao. Durante a reu-nio realizada no inciodo ms, foram discuti-das todas as regula-mentaes e orientaesrecebidas da Cemig,para fazer o melhor tra-balho para a cidade. Apreocupao da Prefei-tura realizar um tra-balho bem feito, queatenda as expectativasda populao, explicouo Secretrio Vrdi Melo.Ele lembra que ao assu-mir a responsabilidadepela manuteno da ilu-minao publica, a pre-feitura assumir tam-bm uma despesa amais em torno de R$ 1,5milhes/ano.Para que tudo saiadentro do esperado aCemig est auxiliandoas prefeituras na orga-nizao do servio demanuteno de cadamunicpio, especifican-do o material adequado,disponibilizando nor-mas tcnicas e chaman-do ateno para o as-pecto de segurana ne-cessrios para a realiza-o do servio.Exportao de caf torrado e modo cai 25,8% no semestreA receita cambialcom exportao brasi-leira de caf torrado emodo registrou quedade 25,80% no primei-ro semestre, em relaoao mesmo ms do anopassado. Os industriaisfaturaram US$ 5,664milhes, em compara-o com US$ 7,633 mi-lhes em igual perodode 2013, conforme re-latrio divulgado pelaSecretaria de Produoe Agroenergia, do Mi-nistrio da Agricultura,com base em nmerosda Secretaria de Co-mrcio Exterior (Se-cex), do Ministrio doDesenvolvimento, In-dstria e Comrcio Ex-terior.O pas exportou noperodo 730 toneladasApoio:do produto, volume21,76% menor em rela-o ao ano anterior (933t). O preo mdio datonelada no perodo fi-cou em US$ 7.759/t,ante US$ 8.181/t, repre-sentando diminuio de5,16%.Principal destinoSegundo o relat-rio, os Estados Unidosforam o principal des-tino do caf processa-do brasileiro, com re-duo de 44,92%, emtermos de receita. O se-gundo principalSebrae realiza evento gerencial comrenomado palestrante nesta quintaEvento organizado em parceria com a ACIV e o Sindvar, e acontece no Theatro CapitlioLOCAL04 | GAZETA DE VARGINHA 15 DE JULHO DE 2014Banheiras - Carpetes - Cermica - Coifas - Cooktops - Cortinas e persianasCubas - Divisrias - Espelhos e Armrios - Fechaduras - Forros - Louas - MetaisPapel de Parede - Pisos Laminados - Pisos Pastilhados - Pisos Vinlicos - PlafnsPortas e Janelas - Puxadores de Porta - Rodaps e GuarniesRua Tiradentes, 375 - CentroVarginha-MG - Cep: 37002-200(35) 3222-1919 / 3222-2914www.realcedecoracoes.netO renomado pales-trante e professor Dr.Clvis de Barros Filhotraz para Varginha a pa-lestra "A vida que vale apena ser vivida", a con-vite da na AssociaoComercial, Industrial,Agropecuria e de Ser-vios de Varginha ACIV.O evento aconteceno dia 17 de Julho pr-xima quinta-feira, noTeatro Capitlio, s19h30min. Os ingressospodem ser adquiridoscom a ACIV, pelo tele-fone (35) 3219-3350, novalor de R$50. Os con-vites so limitados e nohaver bilheteria noevento.Clvis de Barros Fi-lho um dos palestran-tes mais requisitados dopas e se especializou emtemas relacionados vida corporativa, comotica, Motivao, Mu-dana, Confiana, Em-preendedorismo eAmor pelo trabalho.Suas palestras no usamaparatos tecnolgicos,contando com seu po-der de retrica, mes-clando exemplos cotidi-anos e histrias.A palestra que serministrada no Sul deMinas leva o mesmonome do best seller deBarros Filho que trazproximidade aos temasaparentemente ridosda Filosofia. No percaessa oportunidade deentender um poucomais o mundo e a vidaque vale pena ser vivi-da.Preos especiais paraempresas que adquiri-rem os ingressos emgrupos a partir de trspessoas. O evento umarealizao do Sebrae e daACIV, em parceria como Sindvar (Sindicato doComrcio Varejista deVarginha), Sindcont(Sindicato dos Profissi-onais Contbeis) e daEscola de Formao Ge-rencial de Varginha. Palestrante e professor Dr. Clvis de Barros FilhoTrabalhadores comeam a receberabono salarial nesta tera-feiraGoverno estima que cerca de 23 milhes de trabalhadores tenham direito ao benefcio este anoLOCALGAZETA DE VARGINHA | 0515 DE JULHO DE 2014O Ministrio doTrabalho informou quecomea a pagar a partirdesta tera-feira (15) oabono salarial do exer-ccio 2014/2015. Noatual exerccio, houveantecipao do paga-mento, que antes co-meava em agosto, in-formou o governo.Outra mudana nocalendrio, segundo oMinistrio do Trabalho, que os trabalhadoresque recebem o benef-cio em conta correntevo ter o depsito emsuas contas de acordocom o ms de anivers-rio, a partir de 15 de ju-lho. O prazo final parasacar o abono dia 30de junho de 2015.O governo estimaque cerca de 23 milhesde trabalhadores te-nham direito ao bene-fcio. O montante a serpago ser de cerca deR$ 17 bilhes. O valorde cada abono um sa-lrio mnimo.Tero direito de re-ceber o benefcio os tra-balhadores que tiveramos dados informados naRelao Anual de In-formaes Sociais(Rais) e que atendamaos seguintes critrios:cadastro no PIS/Paseph pelo menos cincoanos; ter trabalhadocom carteira assinadaou ter sido nomeadoefetivamente em cargopblico durante, pelomenos, 30 dias no ano-base para empregado-res contribuintes doPIS/Pasep (emprega-dores cadastrados noCNPJ); e ter recebidoem mdia at dois sal-rios mnimos de remu-nerao mensal duran-te o perodo trabalha-do.Como sacar obenefcioOs trabalhadoresinscritos no PIS rece-bem o abono salarial nasagncias da Caixa, e osinscritos no Pasep, rece-bem nas agncias doBanco do Brasil, deacordo com o calend-rio de pagamento (vejaabaixo). Os inscritos noPIS que tiverem CartoCidado com senha ca-dastrada tambm po-dem fazer o saque emLotricas, caixas deauto-atendimento epostos do Caixa Aqui,informou o govero.Os inscritos devemapresentar um docu-mento de identificaoe o nmero do PIS ouPasep.ACIV realiza parceria com empresa de aplicativosA Associao Co-mercial de Varginha fe-chou parceria com a em-presa Medsystem e Gru-po Soitic, responsvelpelo desenvolvimentodo aplicativo Amo Cida-des. Essa ferramenta dis-ponibiliza aos usuriosde celulares um aplica-tivo onde estaro cadas-trados todos os associa-dos da ACIV, divididospor setores e cada umdeles ter o nome daempresa, telefone e en-dereo disponveis.Funcionar exata-mente como uma listatelefnica, porm parasmarthphones e tablets.A lista estar disponveltambm atravs da in-ternet em link na pgi-e So Gonalo (http://amo cidades.com.br/rj/sao-goncalo). Em Vargi-nha a expectativa deque o servio esteja fun-cionando na primeiraquinzena de agosto.Com esse aplicativoa populao ter acessoao que h de mais mo-derno em forma de co-municao, divulgao,publicidade e informa-o, em tempo real, re-ferente a Varginha, eque poder ser acessadoatravs de Smartphnes eTablets, sem dvida umaferramenta essencialpara os dias de hoje,disse o vice presidenteda ACIV, AndersonMartins.Mais informaespelo telefone 3219-3350ou pelo site da ACIVwww.aciv.com.brEssa ferramenta disponibiliza aos usurios de celulares um aplicativo ondeestaro cadastrados todos os associados da ACIVna da AssociaoComercial de Var-ginha (www.aciv.com.br).A insero dasinformaes bsi-cas ser gratuita,porm o comerci-ante que desejarinserir fotos e in-formaes com-plementares, po-der adquirir pa-cotes que permi-tam um cadastromais completo. Oaplicativo funcio-na atualmente emduas cidades: Po-os de Caldas(http://amocidades.com.br/mg/pocos-de-caldas)15 DE JULHO DE 2014REGIONALDuas pessoas mor-reram e duas ficaramgravemente feridas emdois acidentes diferen-tes neste domingo (13)prximo ao municpiode Perdes.De acordo com aPolcia Rodoviria Fe-deral, o primeiro aci-dente aconteceu prxi-mo ao Km 680, quan-do o condutor de umveculo perdeu o con-trole, invadiu o cantei-ro central e capotou. Omotorista Antnio dePdua de Oliveira, de47 anos e a passageiraElaine Alves de Assis,de 37 anos, que estavasem cinto de seguran-a e foi arremessadaAcidentes deixam mortos e feridosem rodovia prximo a Perdespara fora do veculo,morreram no local. Jo outro passageiro, de57 anos, foi socorrido eencaminhado para aUnidade Regional dePronto AtendimentoUm comerciante de48 anos foi vtima de umsequestro-relmpago nanoite deste domingo(13) em Campos Gerais .Ele ficou sob o poder doscriminosos por cerca dequatro horas e s foi sol-to aps o pagamento deum resgate no valor deR$ 50 mil, j na madru-gada desta segunda-fei-ra (14).Por volta de 21h, ohomem foi rendido portrs homens em umarua do bairro Primaverae colocado no banco detrs de um veculo. Apsrender a vtima, os cri-minosos seguiram pelaRodovia BR-369, nosentido a Boa Esperan-a. Conforme a PolciaMilitar, pouco depois, afamlia do comercianterecebeu uma ligao dossuspeitos, que informa-ram o sequestro e exigi-ram o resgate. Segundoos familiares, os crimi-nosos ameaaram matara vtima caso o dinheirono fosse entregue.Ainda de acordocom a PM, os sequestra-dores colocaram a vti-ma para falar com a fa-mlia pelo telefone. Ohomem pediu que a es-posa arrecadasse todo odinheiro que tivesse emcasa e entregasse a umfuncionrio dele paraque o pagamento aoscriminosos fosse feito.Por volta da 1h desta se-gunda-feira, os seques-tradores ligaram para ocelular do funcionrioda vtima e ameaarammais uma vez matar ocomerciante caso a po-lcia fosse acionada.O funcionrio entofoi orientado pelos cri-minosos a ir at uma es-trada de terra prximo Serra do Cristo paradeixar o dinheiro exigi-do.De acordo com oboletim de ocorrnciaregistrado pelos milita-res, neste momento aPolcia Civil j havia sidoDuas pessoas morreram e outras duas ficaram machucadas aps batidasacionada e o delegado frente do caso autorizouque o funcionrio da v-tima fizesse o pagamen-to exigido pelos crimi-nosos. O homem entorecebeu outra ligao nocelular e foi orientado adeixar uma bolsa com aquantia pedida prximoa uma capela, na estra-da rural.Vtima escapa apsser libertadaJ por volta das 2h,um fazendeiro da regioligou no atendimento daPolcia Militar e infor-mou que a vtima estavabastante machucada nacasa dele. Os militaresforam at a proprieda-de e encontraram o co-merciante com vriosmachucados na cabea,em decorrncia de algu-mas coronhadas. O ho-mem foi socorrido e le-vado para o pronto-so-corro da cidade. No hos-pital ele disse que foiamarrado e amordaadodentro do carro e queaps a confirmao dopagamento do resgate,os suspeitos o abando-naram dentro do vecu-lo, em uma lavoura decaf.Segundo a polcia, avtima levou 15 minutospara conseguir se soltare sair do carro e em se-guida caminhou porcerca de 20 minutos atencontrar uma casa epedir ajuda. Ele contoutambm que alm doveculo em que foi colo-cado, havia uma moto-cicleta os seguindo.Ainda de acordocom a PM, a vtima estinternada no pronto-atendimento de Cam-pos Gerais e ainda nestasegunda-feira ser leva-da para Alfenas onde 06 | GAZETA DE VARGINHA(Urpa) de Lavras. Asvtimas so de BeloHorizonte . Os corposforam levados para oIML.J o segundo aci-dente deixou um ho-mem gravemente feri-do aps bater de frentecom um caminho naRodovia BR-354, tam-bm prximo a Perdesno final da noite destedomingo.Segundo o Corpode Bombeiros de La-vras, o condutor do ca-minho relatou que omotorista do carro per-deu o controle, invadiua contramo e bateu defrente com ele.De acordo com osbombeiros, AmarildoGualberto, de 36 anos,ficou preso s ferragense foi levado para a Urpade Lavras com fraturasnas pernas e traumatis-mo craniano. J o mo-torista do caminhono ficou ferido.Comerciante sequestrado libertado aps pagamento de resgatepassar por exames. APolcia Civil segue inves-tigando o caso e mesmoaps vrias buscas naregio, nenhum suspei-to foi localizado.A pedido da polcia,a identidade do comer-ciante no est sendodivulgada. Ele dono deum posto de combust-veis e de uma padaria nacidade.Pedreiro morto com garrafadaUm homem morreudepois de ser atacadocom uma garrafa decerveja na madrugadade domingo (13) em Bu-eno Brando. Segundo aPolcia Militar, o pe-dreiro Adroaldo Doni-zete Nunes, 33, foi so-corrido ainda com vidapor populares em umalanchonete na PraaVirglio de Melo, noCentro, por volta de1h10. No entanto, noresistiu aos ferimentos.O suspeito fugiu do lo-cal, mas se entregou po-lcia na manh desta se-gunda-feira (14).De acordo com a PM,o suspeito, um ajudantegeral de 26 anos de idade,se apresentou na delega-cia da cidade por volta da8h30 da manh desta se-gunda-feira e confessou ocrime. Em depoimento, orapaz informou que o cri-me aconteceu depois deuma discusso, em que avtima o teria empurrado.O suspeito disse se lem-brar apenas de ter desfe-rido um golpe no pedrei-ro com a garrafa e ter idopara uma mata logo nasequncia.Ainda conforme aPM, o suspeito voltoupara a casa um dia depoise teria se entregado pororientao dos familia-res. Adroaldo DonizeteNunes chegou a sertransferido para o Hos-pital Regional SamuelLibnio, em Pouso Ale-gre, mas morreu porvolta do meio-dia aindade domingo.15 DE JULHO DE 2014LOCALConselho Municipalde Defesa dos Direitosda Pessoa com Defici-ncia em parceria coma Secretaria Municipalde Educao realizouentre os dias 30 de ju-nho a 04 de julho a 7Colnia de Frias Aces-svel, um evento do pro-jeto Varginha Acessvelque neste ano traz otema Incluso Atitu-de!.A Colnia aconte-ceu na E. M. Professo-ra Helena Reis Caic IIe contou com aproxi-madamente 100 partici-pantes com e sem defi-cincia.A Secretaria Muni-cipal de Educao de-signou educadoras darede alm da equipe deapoio para limpeza eorganizao dos espa-os. Os profissionais fo-ram capacitados nosdias que antecederam oevento.Realizado na uni-dade III do CDCA Pa-dre Vitor, emparceriacom a Casa Amor eVida, o curso voltadoaos adolescentes dasunidades do Cdca I,IIe III com intuito depromover a autoestima,com palestras sobre hi-giene pessoal, moda,maquilagem, fotogra-fia, cidadania, designde sobrancelha, doen-as sexualmente trans-missveis e boasmaneiras.Durante a re-alizao do curso a pa-lavra superao foi uti-lizada como fonte deincentivo aos partici-pantes. Foram vrias asatividades durante oms de Junho e Julhoe o curso contou comvrios palestrantes en-tre eles Ica cabelereiro,Karina Prado, JliaDelfraro, GustavoCanalonga,RmuloAzevedo Ribeiro, LeilaMesquita Cabral, Cn-thiaFelizali de Brito, asInstrutorasJessica Soa- GAZETA DE VARGINHA | 07Codeva realiza colnia de frias acessvelA novidade em 2014foi a ampliao dos diase perodo de perma-nncia dos participan-tes na colnia. Duranteuma semana, das 9h s16h, foram realizadasatividades diversas depintura, desenho, mas-sinha, dana, teatro,msica, gincana, espor-te e lazer. O ponto altodo evento foi o passeiode trenzinho pelas ruasdo Centro da cidade.Segundo o presi-dente do Codeva, LuizCarlos Bruziguessi, oevento vem crescendo acada ano e a grandeconquista est no au-mento de crianas e jo-vens com deficinciaparticipando.O Codeva contouainda com o apoio doUnis com a participaode estudantes volunt-rios que garantiram afesta com as camas els-ticas, dana, pintura derosto e brincadeiras naquadra da escola, daUnimed que disponibi-lizou uma ambulnciano local durante todo oevento, da Autotransque realizou o transpor-te das crianas e jovenscom deficincia que uti-lizam o transporte por-ta a porta, da WEspa-nha Comunicao Inte-ligente responsvel pelapeas publicitrias e di-vulgao do evento edos parceiros do proje-to.res Lapa Assis e Fer-nanda Maria Cabral.A coordenadorageral do Centro de De-senvolvimento da Cri-ana e do Adolescente,Maria Alice Bemfica-lembra que a maioriados alunos no acredi-tava em seu potencial eo curso deixou a provade que eles socapazes.Ela fez questode destacar o compro-metimento com o desa-fio de compreender edesenvolver as habilida-des sociais e o compor-tamento individual ecoletivo nas organiza-es.A Presidente doCdca Vnia Paiva Flo-res se encantou com oentusiasmo dos partici-pantes e enfatizou queo incentivo inovao-estimulae agrega valorao perfil profissional.Para transformar lagar-tas em borboletas, necessrio amar e cui-dar do que faz e, comisso, desenvolver aes-CDCA realiza curso de atualizao pessoalpara ir alm das expec- tativas.08 | GAZETA DE VARGINHA 15 DE JULHO DE 2014REGIONALLixo eletrnico gera renda paratrabalhos sociais no Sul de MGUm projeto desen-volvido em Poos deCaldas transforma lixoeletrnico em recursospara um trabalho soci-al. A coleta de equipa-mentos, como televiso-res, vdeo cassete e mo-nitores velhos de com-putador, feita pela as-sociao sem fins lucra-tivos SOS Servio deObras Sociais.A SOS atua h maisde 70 anos na cidadecom diversas ativida-des, como a criao dogrupo de convivnciapara os idosos e a ofer-Um casa foi arromba-da na noite desta sexta-feira (11) na Estrada dasAreias, zona rural de Pas-sos. Segundo a PolciaMilitar, durante a aoforam levados aparelhoseletrnicos e domsticos,alm de objetos de usopessoal e de decorao. Oproprietrio, que acaba-va de voltar de uma via-gem, encontrou o imvelcom as portas abertas porvolta das 20h.Ex-prefeita tem bens declarados indisponveis em LavrasA ex-prefeita domunicpio de Lavras,Jussara Menicucci(PSDB), teve os bensdeclarados indispon-veis pela Justia na tar-de desta sexta-feira (11).Conforme o Tribunalde Justia de MinasGerais (TJMG), a deci-so foi tomada no dia 3de julho e publicadanesta sexta.Conforme a deci-so, foi determinada aindisponibilidade dosbens de Jussara no va-lor de R$ 2,1 milhes.Conforme o rgo, ovalor relativo a umaverba destinada a obrasde infraestrutura queest sendo investigadapor suspeita de desviode verbas.Por telefone, a ex-prefeita disse que o di-nheiro foi usado paracobrir a folha de paga-mento da sade no l-timo ano de mandatodela, em 2012 e quelogo depois, a quantiafoi devolvida contaoriginal. A ex-prefeitadisse ainda que no co-meteu nenhum tipo deirregularidade e queacredita que o proces-so vai indicar que ela inocente.A ex-prefeita Jussa-ra Menicucci disse quevai entrar com um re-curso contra essa deci-so.ta de cursos de capaci-tao. Segundo o coor-denador Eduardo Cus-tdio, o projeto de re-ciclagem pode ajudar aentidade a conseguirmais recursos para me-lhorias na infraestrutu-ra de sua sede e nos ser-vios prestados. Almde oferecer uma rendaextra aos projetos daSOS, a coleta de lixo ele-trnico incentiva osmoradores a fazerem odescarte correto dessetipo de material.Em menos de duassemanas de projeto, aSOS j recebeu mais de100 doaes. Para cola-borar, basta levar o lixoeletrnico at sua sedena Rua 15 de Novem-bro, 159, centro de Po-os de Caldas, ou entrarem contato com a enti-dade pelo (35) 3721-2879.Homem baleadono ombro aps sairde festa em LavrasUm homem de 34anos levou um tiro noombro na madrugadadeste sbado (12) nobairro Vila Bandei-rantes, em Lavras. Se-gundo informaesda Polcia Militar, avtima foi perseguidapor dois homens aosair de uma festa e aotentar fugir, foi atin-gido pelo disparo.Ainda de acordocom a PM, a vtimarelatou que uma de-savena antiga com ossuspeitos por contade uma mulher teriasido o motivo do cri-me. A vtima foi enca-minha para a Unida-de Regional de Pron-to Atendimento(Urpa) de Lavras,onde passou por ci-rurgia e permaneceinternada.At a publicaodesta reportagem,ningum havia sidopreso.Casa arrombada na Estradadas Areias, zona rural de PassosNa casa do homem de51 anos, a Polcia Militarregistrou o furto de duasTVs de 50 polegadas,uma roadeira, um boti-jo de gs, um liquidifi-cador, uma centrfuga,um computador, umDVD, uma filmadora,uma cmera digital, ob-jetos de decorao e duasmesas de tcnica de som.At o momento, ne-nhum suspeito foi iden-tificado.Ex-prefeita de Lavras, Jussara Menicucci diz que vai recorrer de deciso do TJMGHomem assassinado com tirono peito em Trs CoraesUm homem de 38anos foi morto na noitedesta sexta-feira (11)em Trs Coraes. Se-gundo o Corpo deBombeiros, AdrianoGregrio Machado foiencontrado cado comum tiro no peito nobairro Vila Lima, porvolta de 22h. O homemchegou a ser socorridoe levado para o pronto-socorro, mas j chegousem vida. Horas aps ocrime, a polcia conse-guiu prender oito sus-peitos de participaona morte do rapaz, en-tre eles um menor deidade.Segundo a polcia, ocrime pode estar relaci-onado com o trfico dedrogas. Dois dos suspei-tos foram encontradosem casas da vizinhana.Na casa onde o menor es-tava, embaixo de umacama, os policiais encon-traram a arma que podeter sido a utilizada no cri-me. Ainda na casa do me-nor, foram encontradasoutras quatro armas emais 35 pedras de crackembaladas.Um jovem de 19 anos,suspeito de ter atiradocontra a vtima, foi en-contrado em uma outracasa escondido no ba-nheiro. Com ele, a pol-cia encontrou munioe pequenas quantidadesde droga.Outros dois suspei-tos foram detidos pou-co depois dentro de umtxi, que ajudou na fugados criminosos. O ta-xista tambm foi deti-do. Eles disseram po-lcia que estavam indo aum motel, onde j seescondiam outras duaspessoas.Os suspeitos foramlevados para a Delega-cia de Trs Coraes edepois seriam encami-nhados para o presdioda cidade.MINASPrefeitura vistoria cinco viadutos aolongo da Avenida Pedro I, em BHCinco viadutos aolongo da Avenida Pe-dro I, em Belo Hori-zonte, comearam a servistoriados nesta se-gunda-feira (14), deacordo com a Prefeitu-ra de Belo Horizonte.Aps a queda do Via-duto Guararapes nodia 3 de junho, a me-dida preventiva foi re-comendada pelo Insti-tuto Brasileiro de Ava-liaes e Percias deEngenharia de Minas(Ibape). Os elevadosMonte Castelo, JooSamarra, Viadutos A eB e Montese vo pas-sar por medies nasestruturas nos prxi-mos 30 dias. O objetivo fazercomparaes que per-mitam verificar seocorreu qualquer mo-vimentao das estru-turas. No haver ne-cessidade de interdiodo trnsito.Sobre a tcnica deavaliao, foi explicadoque, diariamente, tc-nicos estaro em umamesma posio relativaa cada uma das estru-turas e realizaro asmedidas com auxlio deequipamentos especi-alizados. Os dados fica-ro registrados eletro-nicamente para elabo-rao de relatrios deevoluo. A vistoria serfeita por equipes daSuperintendncia deDesenvolvimento daCapital (Sudecap), poruma consultoria inde-pendente contratadapela empresa do muni-cpio e envolve o traba-lho de engenheiros ci-vis, arquitetos e top-grafos. A Coordenado-ria Municipal de Defe-sa Civil far o acompa-nhamento. Ainda se-gundo a prefeitura, oViaduto Guararapescontinua sendo moni-torado. Neste sbado(12), a foi adiada a libe-rao das pistas da Ave-nida Pedro I debaixodo Viaduto Guarara-pes. De acordo com Co-ordenadoria Municipalde Defesa Civil, paraaumentar a segurana,um novo escoramentofoi feito na ala norte noviaduto. Alm disso, nofim de semana, equipa-mentos que trazemmenos riscos e abalosforam testados. A par-Continuam inter-nadas no Hospital SoPaulo, em Muria,trs vtimas do aci-dente entre dois ni-bus de viagem na ma-drugada deste do-mingo (13), no Km667 da BR-116, entreMiradouro e Ferve-douro, na Zona daMata. As primeiras in-formaes cedidaspela Polcia Rodovi-ria Federal (PRF)eram de que 47 pas-sageiros foram atendi-dos em hospitais daregio. Entretanto,em nova apurao doG1 entre os hospitaisnesta segunda-feira(14), foi constatado deque as unidades aten-deram 49 vtimas, sen-do 30 em Muria,nove em Miradouro edez em Carangola. Omotorista de um dosnibus morreu no local.Entrando em contatonovamente com a em-presa de nibus NovoHorizonte nesta se-gunda para confirmaro nmero de passagei-ros e o posicionamentoda firma em relao ocorrncia, mas o ad-vogado responsvelno estava presentepara repassar as infor-maes. A empresa so-licitou novo contato naparte da tarde quandoo advogado estar nolocal. O acidente foi en-tre dois nibus que se-guiam de Vitria daConquista (BA) a SoGAZETA DE VARGINHA | 09Paulo. Segundo a PRF,Um dos veculos tom-bou em um curva acen-tuada e foi atingidopelo outro que estavano mesmo sentido. Apolcia informou queum dos motoristas, de40 anos, que atingiu oveculo tombado,morreu no local. Ospassageiros foramatendidos por unida-des do Corpo de Bom-beiros e do Servio deAtendimento Mvelde Urgncia (Samu) eencaminhados a hos-pitais de trs cidadesda regio. A pista fi-cou fechada nos doissentidos por mais decinco horas. O trechofoi liberado pela PRFpor volta das 9h30 dedomingo. As trs vti-mas que esto no Hos-pital So Paulo, emMurie, apresentamestado de sade est-vel. Segundo a unida-de, os pacientes po-dem receber alta ain-da nesta segunda.Acidente com mais de 40 feridos segue com vtimas internadas em MGTuristas aprovam capital, masmoradores cobram melhoriaCom o fim da Copado Mundo, ontem, ficaa lembrana de um mo-mento nico. Foi ins-taurada quase uma tor-re de babel no coraode Belo Horizonte du-rante o Mundial, commistura de lnguas, na-cionalidades e cultu-ras. Pelas ruas da Sa-vassi e do centro da ci-dade, foi quase impos-svel no cruzar comturistas estrangeiros, eessa nova realidadechegou aos nativos,acompanhada de umasensao de dualidade.Ao mesmo tempo emque os gringos pare-cem ter se surpreendi-do com a beleza e a es-trutura da capital, osmoradores continuamcheios de reclamaessobre os servios p-blicos e acreditamque, durante a Copa,muitos problemas fo-ram, de certa forma,mascarados. Paraquem esteve de passa-gem, tudo pareceu es-tar no lugar. Os turis-tas elogiaram a limpe-za das ruas, a arquite-tura e a quantidade dervores, parques epraas. Mas para osmoradores, a viso um pouco diferente.Quem vive aqui nousa tanto assim o espa-o da cidade, reclamada qualidade de servi-os, como o transpor-te pblico e a seguran-a, e acredita que asreas verdes podiamestar mais preserva-das.tir de agora, eles serousados para demolir orestante da ala que de-sabou e que continuasendo periciada pelaPolciai Civil. O objetivo fazer comparaes que permitam verificar seocorreu qualquer movimentao das estruturas15 DE JULHO DE 2014OAB/MG 81667Delfim Moreira, 258,sala 201- CentroVarginha -MGTel: 3222 2851OAB/MG 81424Rua Argentina, 535Vila PintoTel: 3222-4801gustavo@chalfun.com.brDr. Gustavo ChalfunMande sua pergunta para gazetadevarginha@gmail.comOAB/MG 106.276Rua Dona Margarida, n 48,Bairro Vila Pinto,Tel: (35) 3222-1049Dr. GustavoPinto Biscarogustavopbiscaro@gmail.comOAB/MG 65099Av Salum Assad. David,70 - Santa LuizaTel: ( 35) 3214-5051Dr. PatrciaBregalda Limapatriciabregalda@varginha.com.brOAB/ MG 84.17620 Sub-SeoRua Maria Benedita,63 -sala 106 - Vila Pinto3223-5362/9988-3485Dr. VicenteLima Lordovicentelloredo@yahoo.com.brDr. Daniel Pivadapiva@ig.com.br10 | GAZETA DE VARGINHASAIBA SEUS DIREITOSEquiparao de subsdios de membrosdo MP gacho questionada no STFO Estado do RioGrande do Sul impe-trou Mandado de Se-gurana (MS 33052)no Supremo TribunalFederal (STF) contradeciso do ConselhoNacional do Minist-rio Pblico (CNMP)que conferiu aosmembros do Minist-rio Pblico daqueleEstado o direito dereceberem, retroati-vamente, os valorescorrespondentes aosubsdio fixado paraos procuradores daRepblica em 2005,apesar de existir leiestadual dispondo demodo diverso.Conforme os au-tos, a Associao doMinistrio Pblico doAgenda da OAB Varginha para o ms de Julho* Dia 16/07/2014 - Dia da Valorizao da Sade do Advogado, nas dependnciasdo Frum local, de 12 s 17 horas;* Dia 21/07/2014 - Curso telepresencial sobre o tema DECISES JUDICIAIS MALFUNDAMENTADAS OU NO FUNDAMENTADAS: ESTRATGIAS E TCNICASPARA OBTENO DO RESPEITO GARANTIA CONSTITUCIONAL MOTIVA-O DOS ATOS JURISDICIONAIS; Clique aqui e faa sua inscrio* Dia 23/07/2014 - Dia da Valorizao da Sade do Advogado, nas dependnciasda Justia do Trabalho, de 12 s 17 horas* Dia 26/07/2014 - Realizao de Festa Julina (26/07)* Dia 30/07/2014 - Aula Inaugural Comisso OAB Jovem na FADIVA Noturno;tado do Rio Grandedo Sul, o entendi-mento de que, emrazo da poltica na-cional de remunera-o, os subsdios dosmembros do Minis-trio Pblico devemser fixados pelo Con-gresso Nacional, eno pelas assemblei-as legislativas esta-duais, viola de modoautoevidente o prin-cpio federativo (arti-go 18 da Constitui-o) e o postulado dalegalidade estrita emmatria de remune-rao de agentes p-blicos (artigo 37, X,da Constituio).O Estado susten-ta que o suposto ca-rter nacional do Mi-nistrio Pblico nopode implicar derro-gaes de competn-cias federativas enenhum ente da fe-derao deve sercompelido a repassarimportncias relati-vas aos duodcimosoramentrios (arti-go 168 da Constitui-o) a qualquer ins-tituio, por maisautnoma que seja,para o pagamentode despesas indevi-das com pessoal.Alm disso, susten-ta que a deciso doCNMP desconside-rou a existncia deuma lei estadual, fa-zendo verdadeirocontrole de consti-tucionalidade admi-nistrativo e implci-to ao retirar domundo jurdico,sem declarao ex-pressa, um ato nor-mativo vigente e v-lido desde 1 demaro de 2009.O Estado do RioGrande do Sul pedea concesso da limi-nar para suspendera autorizao de pa-gamento aos mem-bros do MP-RS dosvalores de subsdioretroativo data emque fixado ao procu-rador-geral da Re-pblica pela Lei11.144/05.No mrito, pedea procedncia dopedido, a fim deanular a deciso doCNMP. Subsidiaria-mente, em caso deindeferimento dasegurana, o entepblico requer queseja declarada aprescrio quinque-nal (Decreto20.910/32) da pre-tenso da entidadede classe.Estado do Rio Gran-de do Sul (AMPRS)apresentou pedidoadministrativo paraque fosse dado ca-rter nacional LeiFederal n 11.144/05 [que fixou o sub-sdio do procurador-geral da Repblica] afim de aplic-la, deforma retroativa, aosmembros do MP doRio Grande do Sul,que tiveram seu sub-sdio estabelecido porlei estadual (Lei-RS12.911/08), em 2009.Segundo o Estado,essa pretenso foi re-chaada administra-tivamente pelo Mi-nistrio Pblico esta-dual e, posterior-mente, pelo CNMP, unanimidade, emum primeiro mo-mento.Mas, analisandoembargos de declara-o, o CNMP deuprovimento ao pedi-do da entidade, con-ferindo aos membrosdo MP gacho o di-reito de receberemtais valores de formaretroativa. Para o Es-15 DE JULHO DE 2014SADEGAZETA DE VARGINHA | 11er sentimentos deagressividade, cinis-mo ou hostilidade emrelao s outras pes-soas pode dobrar osriscos de acidente vas-cular cerebral (AVC)em adultos com maisde 45 anos, revelouum estudo divulgadonesta quinta-feira (10).O estudo, publica-do no peridicoStroke, da Associa-o Americana do Co-rao, revelou que adepresso e o estresseexcessivo tambm au-mentam o risco deAVC, popularmentechamado de derrame.Para fazer a pes-quisa, mais de 6.700adultos com idadesentre 45 e 84 anos res-ponderam a questio-nrios sobre seu esta-do mental e seu com-portamento.As mudanas clim-ticas vo trazer mais diasde calor, provocandouma maior sudorese edesidratao nas pesso-as, um fator chave paraaumentar o risco dosclculos renais, destaca-ram cientistas na ltimasemana em estudo pu-blicado na revista "En-vironmental HealthPerspectives"Os pesquisadoresencontraram uma rela-o entre dias quentes epedras nos rins em 60mil pacientes, que tive-ram seus registros m-dicos analisados emAtlanta, Chicago, Dallas,Los Angeles de Filadl-fia. "Descobrimos que, medida que as tempera-turas diurnas sobem, hum rpido aumento daprobabilidade de que ospacientes sofram de cl-culos renais no trans-curso dos 20 dias se-guintes", disse GregoryTasian, urologista pedi-trico e epidemiolgicodo Hospital Infantil daFiladlfia e autor do es-tudo. Com o aumentodas temperaturas mdi-as dirias em cerca de10C, o risco de ocorrn-cia de pedras nos rins au-Mudana climtica poder causarmais clculos renais, sugere estudomentou em todas as ci-dades, exceto em Los An-geles. Alm disso, os cl-culos renais foram maisfrequentes depois de trsdias da ocorrncia deuma onda de calor.Os clculos renaisocorrem quando subs-tncias como o clcio e oHostilidade, estresse e depressoaumentam risco de AVC, diz estudofsforo alcanam umaconcentrao elevadademais na urina. No in-gerir uma quantidadesuficiente de lquidospode agravar o proble-ma. Estima-se que cercade 10% da populao dosEstados Unidos sofra declculos renais, que somais comuns nos ho-mens do que nas mulhe-res."Essas descobertasapontam para possveisimpactos na sade pbli-ca relacionados mu-danas climticas", disseTasian."A prevalncia de cl-culos renais foi aumen-tando nos ltimos 30anos, e podemos esperarque esta tendncia con-tinue, tanto em quanti-dade como em extensoda rea geogrfica, me-dida que aumentam astemperaturas diurnas",disse Tasian.Essas pesquisasavaliaram estressecrnico, depresso,raiva e hostilidadenesses indivduosdurante dois anos. Os voluntrios,que incluiam caucasi-anos, afro-america-nos, hispnicos e asi-ticos, no reporta-ram doenas carda-cas no incio do estu-do.Eles foram acom-panhados por umtempo que variou en-tre 8 e 11 anos, pero-do no qual 147 tive-ram AVC e 48 tive-ram ataques isqumi-cos transitrios(AITs), um bloqueiotemporrio do fluxosanguneo no cre-bro.Os cientistas des-cobriram que os indi-vduos com os maio-res nveis de hostilida-de - medidos pela ava-liao das expectativascnicas de uma pessoaa respeito das motiva-es dos demais - fo-ram mais de duas ve-zes mais propensos asofrer AVC ou AIT, emcomparao comaqueles indivduoscom menos hostilida-de. De forma similar,taxas elevadas de sin-tomas depressivos re-presentam um risco86% de sofrer AVCou AIT. Nos cronica-mente estressados,esse risco foi 59%maior.De forma surpre-endente, a raiva nofoi associada comqualquer risco maiorde derrame.A associao entreos fatores psicolgicose o risco de AVC semanteve mesmo de-pois que os cientistasconsideraram fatorescomo idade, raa,sexo, cuidados com asade e outros fatoresreconhecidamente li-gados ao AVC.Do muita nfa-se em fatores de riscotradicionais - nveisde colesterol, pressosangunea, tabagismoe assim por diante - eestes realmente somuito importantes,mas estudos comoeste mostram que ascaractersticas psico-lgicas so igualmen-te importantes, dis-se a principal autorado estudo, SusanEverson-Rose, pro-fessora associada demedicina na Univer-sidade de Minnesota,em Minepolis.Em vista do enve-lhecimento da nossapopulao, impor-tante considerar estesoutros fatores quepodem representarum papel no risco dadoena, destacou.Anvisa suspende propagandade produto usado paraqueda de cabeloA Agncia Nacionalde Vigilncia Sanitria(Anvisa) suspendeu emtodo o pas as propagan-das do produto KeraplexBio, aps constatar irre-gularidades em annciosna internet e em outrostipos de mdia. Segundoo fabricante, os compri-midos ajudariam a redu-zir a queda de cabelo.De acordo com a re-soluo, publicada nestasegunda-feira (14) no Di-rio Oficial da Unio, ortulo e as propagandassobre as cpsulas aconse-lham o consumo para me-lhorar a sade, prevenirdoenas ou com ao cu-rativa, o que proibidopelas regras de vigilnciasanitria.Frases como "Kera-plex Bio combina estassubstncias numa frmu-la ideal para o tratamentoda queda de cabelo", "oKeraplex Bio projetadoespecificamente para tra-balhar com a qumica docabelo que est afinandoou caindo, e inclui ingre-dientes importantes nanutrio e reforo do ca-belo" e "Keraplex Bio con-tm cido pantenico,que faz o papel de nutri-o dos folculos capilares,deixando-os mais saud-veis e tambm prevenin-do a queda" no so per-mitidas para divulgar oproduto.Pela resoluo, todasas propagandas devem sersuspensas do site e dequalquer outro meio decomunicao usado paradivulgar o Keraplex Bio.No entanto, na manhdesta segunda, as infor-maes que a Anvisa apon-tou ainda estavam dispo-nveis na internet.De acordo com o la-boratrio Sunflower, fa-bricante das cpsulas, aempresa no respons-vel pela propaganda doKeraplex Bio e vai notifi-car os responsveis pelasaes publicitrias.Eles foram acompanhados por um tempo que variou entre 8 e 11 anos15 DE JULHO DE 2014Volta, minha alma, ao teu sossego, pois oSENHOR tem sido generoso para contigo."(Salmo 116:7)Ministrio alcana 100.000 pessoas em 8 anos12 | GAZETA DE VARGINHAEVANGLICAA orao do mission-rio ingls Simon Guille-baud era simples e since-ra: Senhor, eu farei qual-quer coisa, eu vou a qual-quer lugar. Em 1999,quando tinha pouco maisde 25 anos, Guillebaudabriu mo de seu empre-go numa empresa de ma-rketing para viver no Bu-rundi, pas africano devas-tado pela guerra. Duranteos 15 anos seguintes, eletestemunhou o mover deDeus de uma forma incr-vel.Em uma entrevista aosite Christian Today, eleconta que quando foi parao Burundi sabia pouca coi-sa sobre o pas, apenas queera um dos mais perigososdo mundo na poca, poisvivia uma guerra civil. Eleacreditava que poderiamorrer, mas foi mesmo as-sim.Nascido em uma fam-lia que j tinha missionri-os trabalhando na frica,disse ter aprendido desdecedo que Somos imortaisat que Deus nos chamepara casa. Citando Fili-penses 1:21-22 lembraque aceitou ser mission-rio em um pas difcil porque Viver Cristo e omorrer lucro. Apesardas dificuldades iniciais,Obras de DeusSabia que suas obraspodem ser feitas emDeus ou no diabo? Seforem realizadas no Se-nhor, sua recompensaser aqui e na eternida-de. No entanto, se fo-rem executadas de acor-do com o inimigo, vocno ter o galardo daparte do Pai, descobri-r que sua atitude abriua porta para o ataque doadversrio e, no porvir,receber a condenaopelo seu ato. No vale apensa fazer algo fora davontade do Altssimo.A indiferena dosmpios se d porquesuas obras so feitas nastrevas. No h esse ne-gcio de que algumno entendeu a vontadedivina, pois o prprioEsprito de Deus con-vence o homem do pe-cado (Jo 16.8), quandoos servos do Altssimopregam a Palavra. A pes-soa que resiste ao Todo-Poderoso pode mentiraqui, mas, no ltimo Dia,confessar a razo de terdesprezado o convite doPai: ela no queria quesuas ms obras fossemdescobertas.Aqueles que rejei-tam o Evangelho devemficar cientes de que asua atitude os levar apassar a eternidade semDeus. Ser muito tristeo destino daqueles quepreferem o erro Ver-dade, amam as coisaserradas e no sabem di-zer no aos prazeres dopecado. No h nadamais lindo, recompensa-dor e santo do que an-dar na luz, longe dastransgresses e firmesna f.Nenhuma religiopode lhe dar a felicida-de eterna, s o Evange-lho. As Boas-Novas soo elo do homem com oPai. Ao dar crdito a essamensagem, a pessoa colocada frente a frentecom o Senhor. No mes-mo instante, a f para asalvao transmitida aoseu corao. No entan-to, quando o indivduo mau e prefere amar ainiquidade, ele diz queno entendeu e, porisso, continuar na suaantiga crena.No se venda a ne-nhuma religio. Creiano que orienta a Palavrae seja muito abenoado.Na eternidade, voc es-tar no Paraso, mas osrebeldes provaro o so-frimento sem fim. En-to, longe de Deus, se-ro punidos incessante-mente. Os que do cr-dito ao Altssimo iropara o descanso eterno,jamais perecero e, aolado do Salvador, des-frutaro das riquezas doAltssimo.O cristo deveriaesforar-se para fazersuas obras no Senhor,pois seria bem-sucedi-do. O prazer de praticaro bem inigualvel, le-vando quem o faz a serealizar. Esse o teste-munho deixado porCristo para quem, Suafeitura, foi ungido coma mesma uno que Lhefoi dispensada. Ele an-dou por toda a parte li-bertando os oprimidos.Experimente agir dessamaneira e veja o quanto gratificante.Ao contrrio daque-les que se colocam a ser-vio do maligno, as pes-soas que realizam o queDeus deseja tm prazerde que suas obras sejammanifestas. evidente que noprocuram nenhuma re-compensa humana, massabem que seu exem-plo, se seguido, ajudaroutros a viverem me-lhor. A retribuio de-les ser dada no grandeDia.Ora, o mundo pas-sa, assim como sua vol-pia; entretanto, aqueleque faz a vontade deDeus permanece eterna-mente.No se deixe domi-nar pelo orgulho. Vocprecisa saber quem voc e tratar de ser realmen-te quem voc . Apren-der a viver com as bn-os que Deus lhe entre-ga e a viver na medida dasua capacidade, sem dar"passos maiores do que aspernas".Isto no significa quevoc no deva crescer,melhorar, vencer obst-culos, alcanar objetivos,conquistar vitrias ao lon-go da vida. Deus desejaque voc cresa espiritu-al e emocionalmente, tal-vez at financeira e soci-almente. Enfim, Deusdeseja que voc alcanceuma condio em que oseu santo nome seja exal-tado. Entretanto, Deusno deseja que o seucrescimento seja forjadopor recursos contrrios associou-se a trabalhosmissionrios que j existi-am no pas. Alguns anosdepois, fundou sua prpriamisso, a Great Lakes Ou-treach (GLO), que traba-lha com treinamento de l-deres nativos. O nome serefere chamada regiodos Grandes Lagos, inclu-indo Burundi, Ruanda,Tanznia e Qunia.Nos ltimos oito anosseu ministrio ajudou a ga-nhar 100.000 pessoas paraCristo, cerca de um porcento da populao do pas.Entre os testemunhos queforam fundamentais para osucesso de sua misso esta histria de Agnes. Erauma jovem sofrida, quenasceu surda, cega e muda.Ela vivia num estado quasevegetativo, toda encurvada.Durante anos seus pais selimitavam a coloca-la no p-tio de casa para apanhar aluz do sol e, em seguida,traz-la de volta para den-tro e aliment-la.Guillebaud lembra quemuita gente j havia oradopor Agnes. Certo dia, umgrupo de jovens orou porela e o corpo dela se con-torceu todo. Ela teve suaviso e audio de volta,mas ainda faltava a fala. Elapassou a frequentar o coroda igreja pela f e algumassemanas mais tarde Deusliberou sua lngua para lou-v-lo. Desde ento ela nocala a boca! conta rindo.Agnes hoje uma dassua palavra. Voc no obrigado a alcanar con-quistas insanas, construirfortunas desnecessrias,nem bater recordes dema-siados. Voc deve lutar porseus objetivos, mas sem setornar escravo de uma de-sastrosa e amarga "corridado ouro", em que tudo giraapenas em torno de vocmesmo. Tal atitude nogera nada alm de orgulho.Deus abenoa o serhumano humilde porqueeste sabe preservar o querealmente tem valor. OCaminhe sempre na direo certa o caminho de Deusmelhores evangelistas damisso. Afinal, todos os queviviam na regio sabiamque ela vivia como um ve-getal, mas agora est bem.Testemunhar milagres elibertaes de espritos de-monacos so comuns paraos que trabalham na regio.Quando um dos feiticeirosmais conhecidos da regioconvidou alguns mission-rios para visit-lo ningumsabia o que esperar. O ho-mem acabou ouvindo sobreJesus, foi liberto e muitosdos seus seguidores entre-garam suas vidas a Cristonaquele mesmo dia, umas50 pessoas, lembra o mis-sionrio ingls.Questionado por queesse tipo de coisa no acon-tecia com ele quando pre-gava nas igrejas da Ingla-terra, Guillebaud d umaresposta dura: umaquesto de f e increduli-dade. Os africanos somuito conscientes domundo espiritual. Voc noprecisa ensinar-lhes queSatans e Deus so reais,eles sabem disso e j viramo poder de ambos dif-cil para ns no Ocidenteacreditarmos em muitascoisas porque estamossempre duvidando ouquestionando os ensina-mentos da Bblia.humilde preserva os bensmais valiosos da humani-dade: "Conservem-se li-vres do amor ao dinheiroe contentem-se com oque vocs tm, porqueDeus mesmo disse: 'Nun-ca o deixarei, nunca oabandonarei'" (Hb 13.5)Humildade no sig-nifica pobreza, pois at umhomem rico pode ser hu-milde - e da mesma formaum homem pobre ser or-gulhoso. A humildadeest relacionada ao quesomos e no ao que temos.15 DE JULHO DE 2014GAZETA DE VARGINHA | 1315 DE JULHO DE 2014BRASILPelo menos 43 mil escolas brasileiras notm equipamentos para exibir filmesPelo menos 43 mil es-colas brasileiras no estopreparadas para atender nova lei que determina aexibio mensal de, pelomenos, duas horas de fil-mes produzidos no Brasil.O nmero corresponde sinstituies que no tmteleviso, de acordo como Censo Escolar de 2013.O nmero aumenta quan-do se trata de aparelhos deDVD do total de 190,7mil colgios, mais de 48mil no tm o equipamen-to. Em relao aos retro-projetores, que tambmpodem ser usados na exi-bio de filmes, apenasum tero (63 mil) tem oequipamento.A lei entrou em vigorno final do ms de junho.Pelo texto, a exibio defilmes de produo naci-onal constituir compo-nente curricular comple-mentar integrado pro-posta pedaggica da esco-la. "Infelizmente, a lei ain-da vai permanecer comodesafio, por mais que te-nha a norma, ela no serimplementada imediata-mente. Somos um pas gi-gante, com muita diversi-dade. Temos escolas queDepois de iniciar emjunho a polmica retiradado volume morto do Sis-tema Cantareira, a Com-panhia de SaneamentoBsico do Estado de SoPaulo (Sabesp) estudaagora repetir a estratgiano Sistema Alto Tiet, osegundo maior da Gran-de So Paulo. Graas auma srie de medidas an-ticrise, incluindo a utili-zao do fundo do manan-cial, o Cantareira ganhousobrevida de 70 dias emsua captao.Formado por cincorepresas distribudas en-tre Suzano e Salespolis,o Alto Tiet tambm so-fre com a grave seca e re-gistra queda no nvel dearmazenamento igual doCantareira, conforme oEstado antecipou h umms.[/ ] estava com ape-nas 24% da capacidade, amais baixa para esta pocado ano na ltima dcada.H um ms, o nvel domanancial que abastece 4milhes de pessoas naparte leste da Regio Me-tropolitana era de 29,3%.No mesmo perodo, oCantareira tambm per-deu 5 pontos porcentuais,atingindo ontem 18,6%da capacidade. Com esto-que mximo de 520 bi-lhes de litros, contudo, oAlto Tiet tem pouco maisda metade da capacidadetotal do Cantareira, de982 bilhes de litros.A crise no Alto Tietse intensificou em feve-reiro, logo aps a Sabespcomear a remanejar cer-ca de 1 mil litros por se-gundo de gua de suasrepresas para bairros dacapital que eram atendi-dos pelo Cantareira. Pro-jees feitas por integran-tes do Comit da Bacia doAlto Tiet apontam que ovolume til do manancialpode acabar em cerca dequatro meses.Questionado em ju-nho sobre a crise hdricano segundo principal sis-tema, que produz at 15mil litros por segundo, ogovernador Geraldo Alck-min (PSDB) disse queno haveria "problemasno Alto Tiet". Ontem, emnota, a Sabesp informouapenas que "est execu-tando estudos para o pos-svel aproveitamento dareserva tcnica do Siste-ma Alto Tiet" em caso de"necessidade".CantareiraAlm do volume mor-to do Alto Tiet, a Sabespadmitiu ontem que estu-da tambm utilizar umasegunda cota da reservaprofunda do Cantareira.Desde anteontem, quan-do o volume til do siste-ma se esgotou, a compa-nhia passou a utilizar ape-nas os 182,5 bilhes de li-tros represados abaixo donvel das comportas. Es-timativas feitas pela em-presa apontam que a re-serva deve durar at ou-tubro ou novembro.No incio da semana,contudo, Alckmin havianegado a possibilidade deusar mais uma cota do vo-lume morto, que tem cer-ca de 400 bilhes de li-tros. "Ainda h uma reser-va de 218 milhes de me-tros cbicos (bilhes de li-tros) que no pretende-mos destacar", disse o tu-cano na segunda-feira.Segundo o Estadoapurou, a Sabesp j sina-lizou aos rgos gestoresdo manancial, AgnciaNacional de guas (ANA)e Departamento de guae Energia Eltrica(DAEE), que pretendeno dispem de recursosmnimos como TV e vdeo.Elas tero que ser equipa-das", diz o vice-presiden-te da Unio Nacional dosDirigentes Municipais deEducao (Undime), Ales-sio Costa Lima.A maior deficinciaest entre as escolas p-blicas, de acordo com aplataforma de dados edu-cacionais QEdu, em que74% tm TV e 71%, DVD.Entre as particulares asporcentagens aumentampara 90% e 88% respec-tivamente. As escolas mu-nicipais so a maioria noBrasil (119,9 mil) e sotambm as que apresen-tam as maiores deficin-cias. Entre esses centrosde ensino, 69% tm TV e66%, DVD.Alessio Lima tam-bm secretrio de Educa-o de Tabuleiro do Norte(CE) e diz que no munic-pio o desafio de imple-mentar o servio est pra-ticamente vencido. Das23 escolas pblicas domunicpio, 22 tm TV eaparelho de DVD. "J te-mos essa prtica nas esco-las, de exibir filmes. Mas,agora o incentivo ser paraplanejar a aquisio de umacervo e orientar a prticade forma sistemtica".Uma das possibilidades que os recursos transferi-dos para as escolas peloPrograma Dinheiro Dire-to na Escola sejam usadostambm para esse fim.Entre os estados, oAcre um dos que tm apior infraestrutura para aexibio dos filmes. Noestado, 41% das escolastm TV e 37% DVD. "Noestamos preparados, nohouve planejamento, atporque eles decidiramisso sem o conhecimentodas escolas. O Parlamen-to brasileiro deveria ouvirmais a sociedade", diz o di-retor da Secretaria deEducao do Acre, HildoCzar Freire Montysuma.A maior dificuldade estnas escolas da rea rural,onde no h equipamen-tos so muito antigos,conta o professor.No Amazonas, 35%das escolas pblicas tmteleviso e 30% DVD. ASecretaria de Educao,por meio da assessoria, dizque est projetando estra-tgias para inserir a pro-posta no Plano PolticoPedaggico nas escolas."Por enquanto, as aesainda esto sendo projeta-das para futura execuo",informa o rgo.O Ministrio da Edu-cao informa que desde1996 tem polticas de dis-ponibilizao de conte-dos audiovisuais por meioda TV Escola, do Portal daTV Escola e do Portal doProfessor, alm da distri-buio dos kits de DVDsda TV Escola, que pode-ro auxiliar as redes e es-colas no cumprimento dalei.Esses contedos audi-ovisuais, com exceo doskits de DVD da TV Escola que so enviados so-mente para as escolas ,esto disponveis para li-vre acesso por todos os ci-dados brasileiros que te-nham captao de imagempor meio de antena para-blica, TV a cabo e acesso internet. Alm disso, oMEC diz que vem articu-lando com o Ministrio daCultura mecanismos e ori-entaes para ampliar oacervo de filmes nacio-nais, conforme as diretri-zes curriculares nacio-nais.Sobre os equipamen-tos, a pasta estimula a aqui-sio do Projetor Intera-tivo Proinfo pelas licita-es de registro de preospromovidas pelo FundoNacional de Desenvolvi-mento da Educao. Porse tratar de uma compranacional, os preos so in-feriores aos praticados nomercado e aos obtidos emlicitaes em um nicomunicpio ou estado. Oprojetor pode ser usado naexibio de pelculas.Aes anticrise do sobrevida de 70 dias ao sistema Cantareiracaptar mais 100 bilhesde litros da reserva pro-funda, inteno que ain-da encontra resistncia daagncia federal. De acor-do com a Sabesp, a medi-da est em estudo.A empresa afirma quetem feito todos os esfor-os para reduzir a retiradade gua do Cantareira, jso 33% a menos, semprecisar adotar o raciona-mento generalizado naGrande So Paulo. Segun-do a Sabesp, a reverso degua de outros sistemas,a reduo da presso narede noite e o programade bnus deram uma so-brevida de 70 dias ao Can-tareira.Ou seja, de acordocom a concessionrias, seessas medidas no tives-sem sido tomadas, o volu-me til do manancial, quese esgotou anteontem, te-ria acabado no incio demaio.14 | GAZETA DE VARGINHAINTERNACIONALFoguete disparado do Lbano atinge regio da GalileiaUm de uma srie defoguetes disparados apartir do Lbano em di-reo a Israel caiu nestasegunda (14) em umaregio aberta do Mar daGalileia, ao norte, semGaza tem 17 mil refugiados e 172mortos aps ataques de IsraelMais de 17 mil pesso-as j deixaram suas casasem Gaza e procuraramrefgio junto ONUaps o incio da ofensivaisraelense na regio, se-gundo a organizao.De acordo com auto-ridades locais, 172 pales-tinos morreram desde altima tera-feira.O governo de Israeljustifica a ofensiva mili-tar como uma retaliaoaos ataques contra terri-trio israelense a partir daFaixa de Gaza.Segundo o governode Israel, mais de 1.000foguetes foram dispara-dos pelo grupo palestinoHamas no perodo.Pelo menos trs isra-elenses ficaram grave-mente feridos com osataques, mas no houvemortes no lado israelen-se.Operao para levantar o Costa Concordia iniciada na ItliaEquipes tcnicascomearam nesta se-gunda-feira (14) umacomplexa operaopara fazer o cruzeiroCosta Concordia voltara flutuar para que suaestrutura seja desmon-tada, dois anos e meiodepois que o barco nau-fragou na costa italiana,deixando 32 mortos.O navio de 290metros de comprimen-to objeto de umagrande operao paraser rebocado at Gno-va (noroeste da Itlia).O navio est flutuan-do. Est um metro aci-ma do fundo do mar,anunciou Franco Por-cellacchia, um dos en-genheiros responsveispela operao para fa-zer com que o naviovolte a flutuar.Na noite de 13 dejaneiro de 2012, o Cos-ta Concordia, com4.229 pessoas a bordo,entre elas 3.200 turis-tas, navegou muitoperto da costa e se cho-cou contra os arrecifes,o que provocou seunaufrgio.O navio de 290metros, que bateu naspedras da ilha italianade Giglio e est emuma plataforma tem-porria h um ano, serretirado em um proces-so que deve durar umasemana e vai envolverdezenas de pessoas.As operaes de flu-tuao duraro entre seise sete dias e vo repre-sentar a penltima eta-pa de um projeto fara-nico destinado a desen-calhar, endireitar, fazerOs ataques na re-gio aumentaram apso sequestro e assassina-to de trs adolescentesisraelenses em junho e,na sequncia, a mortede um adolescente pa-lestino em Jerusalm,supostamente por vin-gana.A ONU estima que77% das pessoas mor-tas em Gaza sejam civis.No entanto, o porta-vozdas Foras de Defesa deIsrael (IDF), tenente-coronel Peter Lerner,contestou os nmeros,dizendo que eles forambaseados em fontes doHamas e no so obje-tivos.Lerner disse BBCque Israel chegou aabortar ataques pormedo de matar civis.Israel diz que seusalvos so os militantesdo Hamas e locais ter-roristas, incluindo as ca-sas dos agentes seniores.RefugiadosNo queremos pre-judicar os civis em Gaza,mas eles devem saber quepermanecer prximo aosterroristas e infraestru-tura do Hamas extre-mamente perigoso, in-formaram as Foras deDefesa de Israel.O porta-voz da ONUpara refugiados palesti-nos, Chris Gunness, dis-se no Twitter que a agn-cia tinha dobrado suasvagas para pessoas des-locadas, passando de dezmil para vinte mil.Enquanto isso, cercade 800 palestinos quepossuem dupla cidada-nia comearam a deixarGaza pela passagem deErez.No entanto, Sawla elTibi, moradora de Gaza,disse BBC que era mui-flutuar e desmantelar aembarcao, cujo nau-frgio provocou a mor-te de 32 das 4.229 pes-soas que viajavam a bor-do e cujos destroospermanecem ainda emfrente ao litoral da ilhatoscana.Segundo um co-municado da compa-nhia Costa Cruzeiros, ofim da operao e a datade partida da embarca-o rumo a Gnova serno prximo dia 21 dejulho, dependendo dodesenvolvimento dostrabalhos.A primeira fase pre-v que a embarcao sedesprenda das plata-formas artificiais sub-marinas nas quais per-manece apoiada paraflutuar dois metrosmais acima da linha degua, acrescentou anota.Posteriormenteser transferida 30 me-tros mar adentro emdireo leste com aju-da dos rebocadores,aps o que ser ocupa-da para que os tcnicospossam completar al-gumas operaes,como a de estiramentode alguns cabos e cor-rentes para sua mu-dana em definitivo.causar vtimas ou danos,informou o Exrcito is-raelense em comunica-do. As foras armadas is-raelenses notificaramque em resposta agres-so usaram artilharia di-rigida ao local do qualprocediam os disparos,cuja autoria no se atri-buiu a nenhum dos gru-pos da regio. o terceiro dia con-secutivo em que Israelregistra uma agressodeste tipo, depois quedois foguetes atingiramno domingo (13) de ma-drugada o norte deNahariya e no sbado(12) a cidade de Metula,a mais ao norte de Isra-el. At o momento, ne-nhum grupo que operana regio, entre os quaisse destaca Hezbollah, seresponsabilizou pelolanamento, no qualtambm no foram re-gistradas vtimas.As Foras Interinasda ONU no Lbano (Fi-nul) foram alertadas doincidente, asseguraramfontes militares.to perigoso deixar suacasa. [No h] Nenhu-ma segurana para an-dar na rua ... toda a Fai-xa de Gaza est em cha-mas agora, disse ela.O representante daAutoridade Palestina noReino Unido, ManuelHassassian, disse BBCno havia lugares paramoradores de Gaza seesconderem.No h abrigos,bunkers, nenhum lugarpara ir, exceto suas ca-sas, disse ele. Se elessarem de suas casas,sero atingidos na rua.Na manh destedomingo, os ataquesareos israelenses des-truram a maioria dassedes de segurana edelegacias de polciaque eram comandadaspor militantes islmicosdo Hamas.A ONU estima que 77% das pessoas mortas em Gaza sejam civis15 DE JULHO DE 2014GAZETA DE VARGINHA |15ESPORTELevir garante confiana em Jemerson,e at mesmo em uma improvisaoNo ltimo teste antesdo jogo de ida da RecopaSul-americana, contra oLans-ARG, Levir Culpino teve opo e escalou adupla de zaga com Leonar-do Silva e Jemerson, osnicos zagueiros do elen-co disponveis depois daleso de Edcarlos. Mas,mesmo sem mais jogado-res da funo, o treinadortestou o lateral-esquerdoEmerson Conceio no se-tor.Tendo em vista a situ-ao delicada, engana-sequem pensa que Levirteme pelas poucas opesdisponveis para a zaga, jque ele mostrou confianaem ambos os jogadores.- No tenho a menorpreocupao se tiver queutilizar o Jemerson porquemostrou personalidade,inclusive no ataque. Ele um jogador parecido como Otamendi, no alto, mascabeceia bem, ento dO Manchester Uni-ted tem uma nova for-necedora de materialesportivo por um valorrecorde na histria dofutebol. Aps 12 anoscom uniformes daNike, o clube ingls as-sinou com a Adidas.Pelos prximos dezanos, a empresa alemvai pagar 750 milhesde libras (em torno deR$ 2,8 bilhes) equi-pe; 75 milhes de libras(R$ 280 milhes) porano. O acordo rendero triplo do contrato an-terior com a Nike, e co-mea a valer a partir datemporada 2015/16.Alm deste valor, oUnited tem como suapatrocinadora principala Chevrolet, anunciadaainda em 2012, mas ques comeou a valer nes-te ano, por 53 milhesde libras (R$ 201 mi-United anuncia patrocnio recorde comnovo fornecedor de material: R$ 2,8 bicerta tranquilidade. ummenino ainda, vai acertar eerrar muito, mas no tenhoa menor dvida se tiverque utiliz-lo.O treinador pratica-mente disse o mesmo comrelao a Emerson Concei-o.- No tenho a menordvida de utilizar o Emer-son pelo meio tambm, seprecisar. Ele um jogadormuito bom fisicamente,pode jogar o dia inteiro enunca se cansa, tem condi-o fsica muito boa e tec-nicamente tambm jogabem. Ento, um jogadorque pode ser usado ali se fornecessrio.Alm da questo de-fensiva, Levir falou sobre omodo de jogo da equipe deuma maneira geral, sobre-tudo, aquilo que o torcedorpode esperar aps a pausapara a Copa do Mundo.- Pelas caractersticasdos nossos jogadores que-ro ver um futebol rpido,com criatividade e finali-zao, no na base de cru-zamentos, mas com possede bola.Penso que podemosfazer um time assim, algoque se identifica com atorcida. Me lembro sem-lhes), segundo a im-prensa inglesa. Ou seja,s a, so 128 milhesde libras (quase R$ 487milhes). As finanasdo clube devem serequilibradas para acontratao de reforosaps uma temporadapfia, sem ttulos e se-quer uma vaga na Ligados Campees desteano. O United j anun-ciou duas novidades,Luke Shaw e AnderHerrera, e ainda esperaconcretizar outras ne-gociaes, como um za-gueiro, um volante eum atacante. Hum-mels, Vidal e Di Mariapodem ser os nomes.O contrato com anova fornecedora dematerial esportivo , dis-parado, o maior da Eu-ropa. O Real Madrid,clube que mais ganhaBlatter fica surpreso comeleio de Messi comocraque da CopaNem o presi-dente da Fifa, Jose-ph Blatter, enten-deu direito a eleiode Lionel Messicomo craque daCopa do Mundo de2014. Nesta segun-da-feira, em cerim-nia de balano doMundial no Maraca-n, o lder da entida-de que rege o fute-bol mundial foi con-vidado a opinar so-bre a escolha. E semostrou surpreso.Blatter riu aoreceber a pergunta.E brincou:- Devo ser di-plomtico?Acabou sendosincero. Mesmo as-sim, o dirigente va-lorizou a atuao doargentino na Copa.- Eu mesmo fi-quei um pouco sur-preso quando vi queMessi foi eleito o me-lhor jogador. Mas sevoc pensar no come-o do torneio, em quea Argentina fez seucaminho at a final, seolhar os gols marca-dos por Messi em di-ferentes momentos,eles foram gols deci-sivos. Foi uma deci-so...A escolha feitaaps anlise do Gru-po de Estudos Tcni-cos da FIFA (TSG, nasigla em ingls). AFifa, constrangidacom os questiona-mentos escolha, ad-mite que vai repensaros mtodos da eleioe os diferentes pesosdados a cada pontolevado em considera-o na hora de se es-colher o melhor daCopa.pre da torcida do Cruzeiroe do Atltico-MG. O Atl-tico-MG tem caractersti-ca de velocidade, de impul-so, e o Cruzeiro sempremais acadmico. Ento,acho que a caracterstica doAtltico-MG tem que seessa, jogar com velocidadeporque temos jogadoresassim, como o Tardelli. otipo de jogador que a torci-da se identifica e que seidentifica com a filosofia doclube.O Maicosuel o outrojogador neste estilo, muitorpido, participativo e podeser importante para o se-gundo semestre.15 DE JULHO DE 2014em sua parceria com aAdidas, recebe somen-te 31 milhes de libras(R$ 117 milhes) porano. O Chelsea, o mai-or representante daempresa na Inglaterraat ento, ganha 30milhes (R$ 114 mi-lhes), mesmo que aPuma paga ao Arsenal.A comparao como futebol brasileiro, en-to, demonstra umasuperioridade aindamaior do valor pagopela empresa alem aosDiabos Vermelhos. OFlamengo, maior re-presentante dela nopas, recebe R$ 35 mi-lhes anuais. Exata-mente oito vezes a me-nos do que o clube in-gls, que acaba de setornar a equipe com omais lucrativo acordocom uma fornecedorade material do mundo. O treinador testou o lateral-esquerdo Emerson Conceio no setor16 | GAZETA DE VARGINHA 15 DE JULHO DE 2014COPA DO MUNDOFoi como em umjogo de xadrez. As peasestavam dispostas no ta-buleiro. Apenas uma jo-gada de mestre seria ca-paz de definir o cam-peo. No tempo normal,este lampejo no veio. Osuspense se mantevecom tons dramticos degol em impedimento,bola na trave e erros ali,justamente na hora H. Oxeque-mate veio apenasno segundo tempo daprorrogao. Aos seteminutos, Gtze recebeulivre na rea, matou nopeito e fuzilou as redesdo goleiro argentinoRomero. Era o gol do te-tra, um tento para coro-ar uma gerao de ven-cedores que jamais dei-xaram de acreditar queeste dia chegaria. O Ma-racan se rendeu ao ta-lento alemo.A sina dos tetracam-pees mundiais perma-nece. Repetindo Brasil eItlia, 24 anos aps o t-tulo, justamente sobre osargentinos, na Itlia, em1990, a Alemanha voltaao topo do mundo. Dequebra, a Alemanha ain-da entrou para a hist-ria ao dar fim a hegemo-nia sul-americana emCopas disputadas nocontinente americano.Nmeros de uma equi-Alemanha tetra no MaracanFelipo no mais o tcnico da seleoLuiz Felipe Scolarino mais tcnico da se-leo brasileira. A derro-ta vexatria para a Alema-nha, por 7 a 1, nas semifi-nais da Copa do Mundo, eo outro revs em segui-da, na disputa pelo ter-ceiro lugar, por 3 a 0,para a Holanda, decreta-ram a queda do coman-dante. Felipo assumiuno final de 2012, mesesantes da Copa das Confe-deraes, em 2013, ondeo Brasil conquistou o t-tulo em cima da Espanha,vencendo por 3 a 0 noMaracan. Foram 29 jo-gos no comando da Sele-o, com 19 vitrias, seisempates e quatro derro-tas. Na Copa do Mundodeste ano, foram sete jo-gos, com duas derrotas,trs vitrias e dois empa-tes.Aps a derrota para aHolanda no Estdio ManGarrincha, em Braslia,na coletiva de imprensa,Felipo entregou o car-go para a ConfederaoBrasileira de Futebol(CBF), como, segundo oprprio, j havia ficadoacertado com a entidade.A CBF aceitou o pedidode Felipo e confirmou ademisso de Luiz FelipeScolari, Carlos AlbertoParreira e de toda a co-misso tcnica que traba-lhou na Copa do Mundo. Assim, o Brasil parteem busca de um novotcnico para assumir oprojeto que ter comope que no se cansa dequebrar recordes, pulve-rizar tabus e dar espet-culo.O Maracan, palcosagrado do pas do fu-tebol, foi testemunha daconsagrao da tcnica,da bola trabalhada, dasjogadas ensaiadas, dapreciso no toque e daorganizao de uma ge-rao que se preparoupara a glria. Foram trsmundiais seguidos ba-tendo na trave, terceiroslugares angustiantes. AAlemanha merecia mais.Se o hexa no veio, pre-valeceu em campo o fu-Capito Philip Lahm levanta a taa do tetracampeonato alemo na Copa do MundoMario Gtze supera Romero para marcar o goldo ttulo da Alemanha contra a Argentinatebol da seleo maisbrasileira da Copa doMundo de 2014. O timeque conquistou um lu-gar no corao verde eamarelo com gestos sim-plrios, mas com um ca-rinho que o to crtico efantico torcedor brasi-leiro no esquecer ja-mais.ponto alto a Copa do Mun-do de 2018, na Rssia,passando pela Copa Am-rica do Chile, em 2015, eFelipo e sua comisso tcnica deixam a seleo aps vexame nos dois ltimos jogosdas Eliminatrias Sul-Americanas para o Mun-dial, que o pas volta a dis-putar aps ser sede doevento.Substituto de ManoMenezesFelipo substituiuMano Menezes, aposta daCBF para comear o pro-cesso de reformulao daseleo brasileira. A der-rota para o Mxico na de-ciso da medalha de ouronas Olimpadas de Lon-dres 2012, porm, come-ou a minar o treinador,que acabou sucumbindoem novembro de 2012.Chamado por Jos MariaMarin, presidente daCBF, Luiz Felipe Scola-ri, campeo do mundocom o Brasil em 2002,aceitou, e no primeiro anocomo treinador do pasconquistou a Copa dasConfederaes, comcampanha que colocou aSeleo novamente comouma das favoritas ao ttu-lo mundial em casa.Construir para desenvolver!!!FBRICA DEBLOCOSLUCIANO Avenida dos Imigrantes, 4.425Vargem - Varginha - MGFone: 3223-8833 / 9971-0206Blocos - CanaletasAreias - BritasA Fbrica de Blocos Luciano tem atendido grandes obrasem Varginha e regio! Com qualidade e presteza tem feitocom que seus clientes se mantenham sempre satisfeitos.ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, JULHO DE 2014ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, JULHO DE 2014TV MARCA MITSUBISHI 20 POLEGADAS DE TUBO R$ 150,00.VENDE-SEINTERESSADOS FAVORENTRAREM CONTATOPELO TELEFONE35.3219-3333(HOTEL SLEEP INN)ENDEREO:Av. Princesa do Sul,3333 - Jardim Ander,Varginha - MGA Construtora Cherem Ltda, oferece vagas de emprego na rea da Construo Civil para Porta-dores de Necessidades Especiais para as seguintes funes: Pedreiro, Servente, Pintor, Carpin-teiro, Bombeiro.Os interessados entrar em contato no Tel.: 35-8417-6774 falar com Rosane , ou canteiro de obrassituado Rua Lidia Alvarenga de Carvalho, 515 Bairro: Dos Carvalhos Residencial NovoTempo Varginha/MG.VAGAS DE EMPREGOAgora em novo showroompara seu melhor conforto!Muitos modelos de:- Persianas (rol / painel / madeira / com controle remoto)- Papel de parede vinlico- Pisos laminados- Portas e janelas em vidro temperadoColocao especializadaAv. Plnio Salgado, 538 - Vila PintoTelefone: (35) 3221-5831www.divipiso.com/vendas@divipiso.comVVVVVenha nos fazer uma visitenha nos fazer uma visitenha nos fazer uma visitenha nos fazer uma visitenha nos fazer uma visita!a!a!a!a!ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, JULHO DE 2014Assine Jornal Gazeta de VarginhaANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, JULHO DE 2014Av. So Jos, 317 - Sala 05 - Varginha - (35) 3221-5366NELSONRPRADOClnica de OtorrinolaringologiaR. Jos Cristiano do Prado, 254, Paraguau - (35) 3267-1911Telefone: (35) 3221-4668Email: gazetacomercial2@gmaill.com