gazeta de varginha - 24/12/2013

Download Gazeta de Varginha - 24/12/2013

Post on 10-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 8.896

TRANSCRIPT

  • PGINA 2

    PONTOPONTOPONTOPONTOPONTO DEDEDEDEDE VISTVISTVISTVISTVISTAAAAA

    Gnesis 11

    Mx: 24 / Mn: 19

    A torre de Babel

    Vereadores rejeitam projeto queaumenta o IPTU dos varginhensesProjeto de Lei de autoria do Executivo foi rejeitado por 10 votos a 3, em reunio extraordinria

    Por 10 votos contr-rios e trs a favor, a C-mara de Varginha rejei-tou o Projeto de Lei deautoria do Executivo querevisa a Planta Genri-ca do Municpio - PGV -e acarretaria em um re-ajuste do IPTU Impos-to Predial e TerritorialUrbano para o ano de2014.

    O placar foi de dezvereadores contrrios, eapenas trs favorveis.Um vereador estava au-sente e o presidente svota em caso de empate.Caso queira, o prefeitopode fazer o reajuste, pordecreto, e arcar sozinhocom o desgaste poltico.

    Todos concordam que preciso um reajuste naPGV, principalmentepara corrigir distores.

    Hoje, imveis em bairrospopulares esto pagando,proporcionalmente, maisIPTU que lotes em locaismuito valorizados, inclu-sive em reas comerciais.

    No entanto, a maio-ria, que rejeitou o proje-to, justifica o veto ao pro-jeto afirmando que os au-mentos teriam de ser es-calonados em um prazolongo. Uma emenda davereadora, Racibe daAcrenoc (PP), aprovada,propunha que os descon-tos previstos para o pr-ximo ano (de at 90%)perdurassem durantetodo o mandato do prefei-to Antnio Silva. Masnem assim os vereadoresse sentiram sensibiliza-dos.

    Comrciode Varginha

    funcionahoje at as18 horas

    ESPORTE/PGINA 16

    LOCAL/PGINA 03

    EDIO 8.896R$ 1, 00 VARGINHA, 24 DE DEZEMBRO DE 2013

    DEUS FIEL

    Polcia investiga morte de mulher de40 anos na zona rural em Varginha

    Boa Esporte anuncianovo tcnico e

    reforos para 2014

    A Polcia Civil inves-tiga a morte de uma mu-lher de 40, que teria pu-lado de um carro em mo-vimento e sido atropela-da pelo companheiro naestrada que liga Vargi-nha ao Distrito da Floraem Trs Coraes na ma-drugada deste domingo

    (22). Segundo o boletimde ocorrncia da PolciaMilitar, Francine Mar-tins era dona de casa eestava com o companhei-ro, um homem de 26anos, quando se aciden-tou e morreu.

    LOCAL/PGINA 05

    Hoje, 24 de dezembro,vspera de Natal, o co-mrcio de Varginha fun-ciona at as 18 horas. Epara quem ainda no foiconhecer a Casa do Pa-pai Noel da ACIV, estatera-feira (24) o lti-mo dia, com funciona-mento das 9h s 16h.

    gazetadevarginha@gmail.com

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

    twitter.com/gazetavarginha

  • CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no se responsabiliza

    por conceitos emitidos em artigos

    assinados, mesmo sob

    pseudnimos, que so de inteira

    responsabilidade de seus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes

    Sindjori - MG 312/99 -Administrao/Reviso:Lanamara Silva - Paulo

    Ribeiro da Silva Fernan-des

    (Jornalista e superinten-dente de redao-

    TB.16.851) - Horrio defuncionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departa-mento de Publicidade

    Av. dos Imigrantes, 445

    Telefones

    (35)3221-4668

    (35)3221-4845

    - Santa Maria - CEP37022-560 -

    VARGINHA/MGE-mail: gazetade

    varginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.

    com.brEndereo eletrnico:

    www.gazetavarginha.com.br

    Palavras de Vida

    24 DE DEZEMBRO DE 201302 | GAZETA DE VARGINHA

    PONTO DE VISTA

    A torre de Babel

    1 - E era toda a ter-ra de uma mesma ln-gua e de uma mesmafala.

    2 - E aconteceu que,partindo eles do orien-te, acharam um valena terra de Sinar; ehabitaram ali.

    3 - E disseram unsaos outros: Eia, faa-mos tijolos e queime-mo-los bem. E foi-lheso tijolo por pedra, e obetume por cal.

    4 - E disseram: Eia,edifiquemos ns umacidade e uma torrecujo cume toque noscus, e faamo-nos umnome, para que nosejamos espalhadossobre a face de toda aterra.

    5 - Ento desceu oSenhor para ver a ci-

    dade e a torre que os fi-lhos dos homens edifi-cavam;

    6 - E o Senhor disse:Eis que o povo um, etodos tm uma mesmalngua; e isto o que co-meam a fazer; e ago-ra, no haver restriopara tudo o que eles in-tentarem fazer.

    7 - Eia, desamos econfundamos ali a sualngua, para que noentenda um a lnguado outro.

    8 - Assim o Senhor osespalhou dali sobre aface de toda a terra; ecessaram de edificar acidade.

    9 - Por isso se chamouo seu nome Babel, por-quanto ali confundiu oSenhor a lngua de todaa terra, e dali os espa-

    lhou o Senhor sobre aface de toda a terra.

    10 - Estas so as ge-raes de Sem: Sem erada idade de cem anos egerou a Arfaxade, doisanos depois do dilvio.

    11 - E viveu Sem, de-pois que gerou a Arfa-xade, quinhentos anos,e gerou filhos e filhas.

    12 - E viveu Arfaxa-de trinta e cinco anos, egerou a Sel.

    13 - E viveu Arfaxa-de depois que gerou aSel, quatrocentos etrs anos, e gerou filhose filhas.

    14 - E viveu Seltrinta anos, e gerou aber;

    15 - E viveu Sel, de-pois que gerou a ber,quatrocentos e trsanos, e gerou filhos e fi-

    lhas.16 - E viveu ber

    trinta e quatro anos, egerou a Pelegue.

    17 - E viveu ber, de-pois que gerou a Pele-gue, quatrocentos etrinta anos, e gerou fi-lhos e filhas.

    18 - E viveu Peleguetrinta anos, e gerou aRe.

    19 - E viveu Pelegue,depois que gerou a Re,duzentos e nove anos,e gerou filhos e filhas.

    20 - E viveu Re trin-ta e dois anos, e geroua Serugue.

    21 - E viveu Re, de-pois que gerou a Seru-gue, duzentos e seteanos, e gerou filhos e fi-lhas.

    22 - E viveu Seruguetrinta anos, e gerou a

    Naor.23 - E viveu Serugue,

    depois que gerou aNaor, duzentos anos, egerou filhos e filhas.

    24 - E viveu Naorvinte e nove anos, e ge-rou a Ter.

    25 - E viveu Naor, de-pois que gerou a Ter,cento e dezenove anos,e gerou filhos e filhas.

    26 - E viveu Ter se-tenta anos, e gerou aAbro, a Naor, e a Har.

    27 - E estas so as ge-raes de Ter: Ter ge-rou a Abro, a Naor, ea Har; e Har gerou aL.

    28 - E morreu Harestando seu pai Terainda vivo, na terra doseu nascimento, em Urdos caldeus.

    29 - E tomaram

    Gilclr ReginaGilclr ReginaGilclr ReginaGilclr ReginaGilclr Regina

    Gosto muito do verbocontrariar. Isso mesmo,contrariar os acomodados.Sim, os acomodados na f,os acomodados nas me-tas, os acomodados nosrelacionamentos, na vidae no trabalho. Sabemosque mesclar disciplinacom entusiasmo a pon-te entre os sonhos e a re-alidade. O preo a pagar muito treinamento eestudo.Para conquistarpessoas preciso cultivara paixo e o encantamen-to muitas vezes vem pelotrabalho. Isso fideliza pes-soas e ajuda a manter aadmirao.

    No mundo ns somos30% sonhadores, 69%destruidores e sonhos eapenas 1% criadores desonhos. E estes no somelhores do que eu ouvoc, no tem um histri-co de vida melhor, notem um QI mais alto. Sopessoas que praticam apalavra mais importantedo dicionrio: Atitude. Epraticam essa atitude comaltitude. Ou seja, no autoajuda e sim Ajudado Alto.

    A credibilidade con-quista, a confiana con-quista, mas a atitude en-canta. O resultado disso

    que voc ganha umvendedor que vende eno cobra comisso, ouseja, um cliente que indi-ca para todo mundo.Nasce a a maior ferra-menta de marketing epropaganda do mundo, oboca-a-boca.

    O que leva as pesso-as ao sucesso? O que levaum profissional ser umvencedor? O que leva oser humano ao melhoresresultados na vida? Serque vale a mxima quedinheiro atrai dinheiro?Ou ainda vale achar quepensar positivo j lhe dtudo o que voc deseja?

    Todas as respostasapontam para o mesmocaminho. A questo doplanejamento no tudoe somente pensar positi-vo e no agir no levavoc a lugar algum. En-to a palavra correta execuo. No adiantaapenas ler o livro O Se-gredo que trata da lei daatrao e no fazer nada.Tem que sair do campodas ideias para o mundoreal. Tem que sair da zonade conforto, da acomoda-o. Muita gente plane-ja, mas falha na hora deexecutar. Voc do tipoque fala eu te amo ou do tipo que fala eu tam-bm. Sim, estes ltimos

    Gnesis 11Abro e Naor mulhe-res para si: o nome damulher de Abro eraSarai, e o nome damulher de Naor eraMilca, filha de Har,pai de Milca e pai deIsc.

    30 - E Sarai foi es-tril, no tinha filhos.

    31 - E tomou Ter aAbro seu filho, e aL, filho de Har, fi-lho de seu filho, e aSarai sua nora, mu-lher de seu filhoAbro, e saiu com elesde Ur dos caldeus,para ir terra de Ca-na; e vieram atHar, e habitaramali.

    32 - E foram os diasde Ter duzentos ecinco anos, e morreuTer em Har.

    esto sempre na zona deconforto e nunca tomama iniciativa. Assim o sen-tido de emergncia daspessoas. Urgncia aqui-lo que algum no fez emtempo hbil e agora querque voc faa em temporecorde. A tecnologia tam-bm no chega a ser ogrande diferencial.Quanto tempo dura umnovo sistema? Toda novi-dade tecnolgica tem umtempo de vida muito cur-to at ser copiada pelaconcorrncia. Uma ver-dadeira guerra de tits.E, afinal, a mquina pre-cisa do homem para aper-tar o boto. At a motiva-o do ser humano as-sim, dura o tempo de umbanho. preciso tomarbanhos de motivao di-ariamente.

    A diferena real estnas pessoas fiis e com-prometidas, na escolha eformao das equipes, naidentificao das pessoascertas para os lugares cer-tos. O que motiva as pes-soas a fazer o que fazem?O que motiva o mundoso as pessoas. Mas o quemotiva as pessoas? A res-posta novamente est napaixo, no olho brilhan-do que proporciona umamotivao elevada. Omaior desafio de um lder

    no se acomodar e man-ter esse foco: a chama ace-sa de sua equipe. A pala-vra chave confiana. Econfiana um valorpara quem a d e