colÉgio estadual professora helena .conteúdos estruturantes 62 metodologia 66 avaliação 68

Download COLÉGIO ESTADUAL PROFESSORA HELENA .Conteúdos Estruturantes 62 Metodologia 66 Avaliação 68

Post on 03-Dec-2018

218 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • COLGIO ESTADUAL PROFESSORA HELENA WYSOCKI

    ENSINO FUNDAMENTAL E MDIO

    PROJETO POLTICO-PEDAGGICOPROJETO POLTICO-PEDAGGICO

    ARAUCRIA PR

    2010

  • COLGIO ESTADUAL PROFESSORA HELENA WYSOCKI

    ENSINO FUNDAMENTAL E MDIO

    PROJETO POLTICO-PEDAGGICO

    ARAUCRIA PR

    2010

    2

    Projeto Poltico-pedaggico elaborado pela equipe de profissionais deste Estabelecimento de ensino

  • NDICE

    Tpico pginaApresentao 8Organizao da Entidade Escolar 13

    Identificao 13Caractersticas do Municpio e Perfil da Comunidade 13Histrico 14Condies de Funcionamento 15Relao Corpo Docente, Tcnico e Administrativo 16

    Objetivos Gerais 19Marco Situacional 20

    Formao Continuada de Professores 32Comprometimento dos Professores com o Projeto-

    poltico-pedaggico 32

    Relaes de Trabalho na Escola

    32

    Participao dos Pais 33Contradies e Conflitos Presentes na Prtica Docente 33Critrios de Organizao e Distribuio de Turmas 33Organizao da Hora-Atividade 34Escola no Atual Contexto da Realidade Brasileira 34Educao Especial 35Progresso Parcial 35Currculo Inclusivo 35Jogos Escolares 36Sala de Apoio 36Programa Mais Educao 36CELEM 36PDE Escola 36

    Marco Conceitual 37Marco Operacional 39

    Linhas de Organizao do Trabalho Pedaggico

    Escolar 39Instncia Colegiada 39

    Definio de Aes Relativas Formao Continuada 41

    Proposio de Diretrizes para Avaliao Geral de

    Desempenho de Pedagogos e Funcionrios 42

    Aes Relativas Recuperao Paralela 43

  • Organizao do Trabalho Pedaggico e da Prtica

    Docente a partir do Currculo enquanto Ncleo do PPP 43

    Matriz Curricular 44

    Do Ensino Fundamental 45

    Do Ensino Mdio 47

    Proposta Pedaggica para o Ensino Fundamental e Mdio 48

    Artes e Arte 48

    Objetivos 50

    Contedos Estruturantes 50

    Metodologia 56

    Avaliao 57

    Referncias Bibliogrficas 58

    Cincias 60

    Objetivos 61

    Contedos Estruturantes 62

    Metodologia 66

    Avaliao 68

    Referncias Bibliogrficas 70

    Educao Fsica 72

    Objetivos 74

    Contedos Estruturantes 75

    Metodologia 82

    Avaliao 84

    Referncias Bibliogrficas 85

    Ensino Religioso 85

    Objetivos 87

    Contedos Estruturantes 88

    Metodologia 89

    Avaliao 89

    Referncias Bibliogrficas 91

    Geografia 91

    Objetivo 96

    4

  • Contedos Estruturantes 97

    Metodologia 110

    Avaliao 116

    Referncias Bibliogrficas 118

    Histria 119

    Objetivos 120

    Contedos Estruturantes 121

    Metodologia 127

    Avaliao 128

    Referncias Bibliogrficas 129

    Lngua Portuguesa 131

    Objetivos 133

    Contedos Estruturantes 133

    Metodologia 146

    Avaliao 151

    Referncias Bibliogrficas 153

    Matemtica 153

    Objetivos 154

    Contedos Estruturantes 155

    Metodologia 159

    Referncias Bibliogrficas 161

    Lngua Estrangeira Moderna - Ingls 161

    Objetivos 170

    Contedos Estruturantes 173

    Metodologia 180

    Avaliao 189

    Referncias Bibliogrficas 191

    Biologia 191

    Objetivos 192

    Contedos Estruturantes 194

    Metodologia 198

    Avaliao 200

  • Referncias Bibliogrficas 201

    Filosofia 201

    Objetivos 203

    Contedos Estruturantes 204

    Metodologia 205

    Avaliao 207

    Referncias Bibliogrficas 208

    Fsica 209

    Objetivos 210

    Contedos Estruturantes 210

    Metodologia 216

    Avaliao 216

    Referncias Bibliogrficas 217

    Qumica 217

    Objetivos 219

    Contedos Estruturantes 220

    Metodologia 224

    Avaliao 224

    Referncias Bibliogrficas 225

    Sociologia 226

    Objetivos 227

    Contedos Estruturantes 227

    Metodologia 229

    Avaliao 230

    Referncias Bibliogrficas 231Adendos 232

    Estgio no-obrigatrio 232

    Anexos 236

    6

  • Um extraterrestre recm-chegado

    Terra examinando o que em geral

    apresentamos s nossas crianas na

    televiso, no rdio, no cinema, nos

    jornais, nas revistas, nas histrias em

    quadrinhos e em muitos livros poderia

    facilmente concluir que fazemos

    questo de lhes ensinar

    assassinatos, estupros, crueldades,

    supersties, credibilidade e

    consumismo. Continuamos a seguir

  • este padro e, pelas constantes

    repeties, muitas das crianas

    acabam aprendendo essas coisas.

    Que tipo de sociedade no

    poderamos criar se, em vez disso,lhes

    incutssemos a cincia e um sentimento

    de esperana?

    SAGAN, CARL, 1996

    1. APRESENTAO

    Este Projeto Poltico Pedaggico, construdo no coletivo, foi primeiramente

    discutido procurando definir e estabelecer sua relevncia para o planejamento

    educacional. Para a sua construo estabeleceram-se os critrios, pressupostos e

    dimenses que o comporiam.

    Demonstra os objetivos e as estratgias permanentes, tanto no que se refere

    s suas atividades pedaggicas, como s funes administrativas, portanto, faz

    parte do planejamento e da gesto escolar. A questo principal do planejamento

    expressar a capacidade de transferir o planejado para a ao. Assim sendo,

    compete-lhe a operacionalizao do planejamento escolar, num movimento

    constante de reflexo-ao-reflexo.

    A sua importncia deve-se ao fato de que ele passa a direcionar as aes da

    escola. uma ao intencional que deve ser definida coletivamente, com

    conseqente compromisso coletivo. Chamamos de Poltico porque reflete as opes

    e escolhas de caminhos e prioridades na formao do cidado, como membro ativo

    e transformador da sociedade em que vive. Chamamos de Pedaggico porque

    8

  • expressa as atividades pedaggicas e didticas que levam a escola a alcanar os

    seus objetivos educacionais, identificando-a como uma instituio social, voltada

    para a educao e com objetivos especficos.

    O discernimento sobre a realidade que circunda o Colgio Estadual Professora

    Helena Wysocki se expressa no contexto amplo da sociedade: econmico, poltico e

    social, afeta o funcionamento da escola.

    Para definir ou identificar os pressupostos bsicos a partir dos quais entendem

    e justificam suas aes individuais e coletivas, principalmente porque na sua

    formao acadmica, conforme Cardoso:

    No h uma preocupao que d uma viso holstica e crtica que

    possibilite ao principal agente de transformao da sociedade, um

    discernimento de homem e sociedade, que seria um pressuposto

    para o direcionamento do seu pensar e fazer pedaggicos. O

    educador precisa acreditar em possibilidades de mudana e, no

    mbito de sua ao profissional, tenta abrir espaos para a

    emergncia de uma nova racionalidade, que favorea a

    reconstruo da sociedade e a reinveno da cultura.

    (CARDOSO, zio Joo. Teoria da Ao Comunicativa: Uma

    possibilidade para a prxis pedaggica. Dissertao de mestrado.

    UNOESTE, 2005, p.22).

    Assim, para o exerccio de sua profisso o educador dever possuir

    capacitao que abranja o domnio de conhecimentos cientficos, as definies

    normativas de carter poltico-ideolgico, bem como a sua prpria experincia

    pedaggica, embasando aes que visem o bem coletivo, possibilitando melhorias

    de vida aos seus educandos. Segundo Demo (1993)1, desenhar a competncia

    principal esperada do educador e sua atuao na escola; de consolidar a escola

    como o lugar central de educao bsica, prpria viso descentralizada do sistema;

    de indicar as reais funes dos envolvidos no processo educativo, entre outras

    garantias.

    De acordo com Cardoso,

    1 DEMO, Pedro. Desafios Modernos da Educao. 2 ed. Petrpolis/RJ: Vozes, 1993

  • As dificuldades tericas concernentes determinao das razes

    e das motivaes bsicas do fazer educativo resultam, pois, em

    crise de identidade do educador. De fato, a noo de identidade

    s faz sentido diante de certo parmetro, isto , diante da

    apreenso mais ou menos ampla do fenmeno educativo, que

    inclui suas condies de possibilidade, seus agentes, seus meios

    e seus fins.

    A ao educativa escolar no um fazer por fazer, mas um fazer intencional.

    Trata-se da intencionalidade de um coletivo de sujeitos. Essa intencionalidade

    coletiva, porm, impossvel de ser construda sem que haja um mnimo de clareza

    terica no nvel dos sujeitos participantes, isto , sem que os envolvidos nessa

    construo saibam apontar as razes que motivam suas prticas. (CARDOSO, zio

    Joo. Teoria da Ao Comunicativa:

    Uma possibilidade para a prxis pedaggica.

    Dissertao de mestrado. UNOESTE, 2005, p.23).

    A construo de um projeto pedaggico prprio

    demonstra o fazer e o refazer incessante da capacidade cientfica

    dos professores, motivando-os a trabalharem coletivamente, a

    revisarem sempre sua formao, a buscarem atualizao

    constante.

    Pensar educao ir alm da garantia de fragmentos ou

    conhecimentos mal requentados, como se referia Pedro Demo

    (1997)2, mas sim a possibilidade de gerar elementos

    suficientemente fundamentados para a dinmica do sujeito capaz

    de participar e produzir, de ver o todo e deduzir logicamente, de

    planejar e intervir.

    Como processo dinmico que a educao nunca

    ter condies de dar-se por completa, mas sempre estar por

    ser redimensionada, readequada ao modo m

Recommended

View more >