XIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria Cláudio Jerônimo da Silva UNIAD - Depto Psiquiatria UNIFESP/EPM Perfil e dificuldades no tratamento de usuários.

Download XIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria Cláudio Jerônimo da Silva UNIAD - Depto Psiquiatria UNIFESP/EPM Perfil e dificuldades no tratamento de usuários.

Post on 16-Apr-2015

113 views

Category:

Documents

8 download

TRANSCRIPT

Slide 1 XIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria Cludio Jernimo da Silva UNIAD - Depto Psiquiatria UNIFESP/EPM Perfil e dificuldades no tratamento de usurios de maconha Ambulatrio de Maconha UNIAD Slide 2 Objetivos Traar o perfil de 85 pacientes que procuraram tratamento no ambulatrio de maconha da UNIAD em 2001 Traar o perfil de 85 pacientes que procuraram tratamento no ambulatrio de maconha da UNIAD em 2001 Refletir sobre a demanda de tratamento para uso ou dependncia de maconha Refletir sobre a demanda de tratamento para uso ou dependncia de maconha Refletir sobre polticas existentes e a interferncia delas na atitude da sociedade e no uso global de maconha Refletir sobre polticas existentes e a interferncia delas na atitude da sociedade e no uso global de maconha Slide 3 MACONHA Slide 4 Sndrome de abstinncia da maconha Irritabilidade Irritabilidade Nervoso Nervoso Inquietao Inquietao Sintomas depressivo Sintomas depressivo Raiva aumentada Raiva aumentada Insnia Insnia Sonhos desagradveis Sonhos desagradveis Diminuio do apetite Diminuio do apetite Dores de cabea Dores de cabea Budney et al, Addiction, 1999 Slide 5 Prevalncia Maconha a droga ilcita mais usada; Maconha a droga ilcita mais usada; O uso na vida passou de 2,8% em 1987 para 7,6% em 1997 (CEBRID); O uso na vida passou de 2,8% em 1987 para 7,6% em 1997 (CEBRID); Levantamento domiciliar no estado de So Paulo: 5,6% de uso na vida; Levantamento domiciliar no estado de So Paulo: 5,6% de uso na vida; Universitrios da USP: a maconha vem em 3o lugar; Universitrios da USP: a maconha vem em 3o lugar; uso precoce de maconha aumenta o perfil de problemas. uso precoce de maconha aumenta o perfil de problemas. Slide 6 ESTUDANTES DE 1o E 2o GRAUS 10 CAPITAIS BRASILEIRAS (Cebrid, 1997) Slide 7 Por que um ambulatrio de maconha ? Aumenta a demanda no Servio pblico e privado; Aumenta a demanda no Servio pblico e privado; Incio do uso cada vez mais precoce; Incio do uso cada vez mais precoce; Progresso do uso mais rpida; Progresso do uso mais rpida; Aumentam os problemas relacionados ao uso; Aumentam os problemas relacionados ao uso; Aumenta o nmero de estudos publicados na literatura internacional. Aumenta o nmero de estudos publicados na literatura internacional. Slide 8 Ambulatrio de maconha Incio em janeiro/ 2000 (200 pacientes) Incio em janeiro/ 2000 (200 pacientes) 4 sesses semanais consecutivas: 1- Triagem, 2- Consulta psiquitrica, se necessrio, 3- Tratamento individual de 4 sesses, baseado em informao, motivao e preveno de recada, 4 - Follow-up de 15 dias e 45 dias. 4 sesses semanais consecutivas: 1- Triagem, 2- Consulta psiquitrica, se necessrio, 3- Tratamento individual de 4 sesses, baseado em informao, motivao e preveno de recada, 4 - Follow-up de 15 dias e 45 dias. Equipe: coordenador, supervisora, psiquiatra e 4 terapeutas. Equipe: coordenador, supervisora, psiquiatra e 4 terapeutas. Junguermam, F, 2001 Slide 9 1 a SESSO: Apresentao e informao 1. Histria de uso e Tratamentos anteriores 2. Apresentao do tratamento 3. Efeitos do uso da droga (trabalhar livro) 4. Convite ao companheiro Tratamento breve Junguermam, F, 2001 Slide 10 2 a SESSO: Situaes de alto risco 1. Razes para largar/ diminuir (quadro dos prs e contras) 2. Situaes de alto risco (identificar por um questionrio) 3. Conversa com companheiro (objetivo: aumentar motivao para mudar, identificar SAR e formas de melhor lidar) Tratamento breve Junguermam, F, 2001 Slide 11 3 a SESSO: Estgios de mudana e plano de ao 1. Rever passado quanto ao consumo e SAR (trabalhar antecedentes para recaida, se as ultrapassou, aumentar auto-estima, se no, trabalhar formas de enfrentar ) 2. Identificar estgio de mudana (Espiral de mudana) 3. Plano para parar/ diminuir consumo (formulrio de mudana) Tratamento breve Junguermam, F, 2001 Slide 12 4 a SESSO: Alternativas de vida e concluso 1. Rever passado quanto ao consumo e SAR 2. Alternativas de vida (rotina) 3. Reforar plano e motivao 4. Falar sobre futuro. Tratamento breve Junguermam, F, 2001 Slide 13 Dados preliminares Amostra de 85 pacientes: Sexo: 90% so homens; Sexo: 90% so homens; Encaminhamentos: Encaminhamentos: 28% trazidos pela me; 29% encaminhados 13% veio por conta prpria 13% veio por conta prpria. Junguermam, F, 2001 Slide 14 Idade Idade atual: Idade atual: mdia de 19 anos, de 14 a 55 anos 67% entre 15 e 21 anos. Idade de incio de consumo: Idade de incio de consumo: mdia de 14 anos, de 9 a 25 anos 72% iniciou uso entre 12 e 16 anos. Junguermam, F, 2001 Slide 15 Dados demogrficos: Escolaridade: Escolaridade: 56% tm ensino mdio incompleto. Ocupao: Ocupao: 38% estudantes, 25% desempregados. Estado civil: Estado civil: 80% solteiros Junguermam, F, 2001 Slide 16 Histria do consumo da maconha: Tempo de consumo de maconha: Tempo de consumo de maconha: 30% consome de 3 a 5 anos; 17% de 1 a 3 anos; 13% de 7a 10 anos; 11% de 10 a 15 anos; 11% mais de 15 anos; 7% de 6 meses a 1 ano; 7% de 5 a 7 anos. Padro de uso nos ltimos 3 meses: Padro de uso nos ltimos 3 meses: 55% usa mais de 1 vez por dia. Junguermam, F, 2001 Slide 17 Uso de outras substncias: 50% usando lcool, seguida de tabaco e raramente cocana/ crack, solventes. 50% usando lcool, seguida de tabaco e raramente cocana/ crack, solventes. 5 primeiras drogas mais usadas: lcool, tabaco, maconha, solventes e cocana. 5 primeiras drogas mais usadas: lcool, tabaco, maconha, solventes e cocana. Outros tratamentos para uso de drogas: Outros tratamentos para uso de drogas: 60% o primeiro tratamento, 60% o primeiro tratamento, 14% j fez ambulatorial, 7% internado em CT e 14% j fez ambulatorial, 7% internado em CT e 6% frequentou NA. 6% frequentou NA. Junguermam, F, 2001 Slide 18 Outros dados relevantes: Consumo de maconha na famlia: Consumo de maconha na famlia: 41% no tem; 41% no tem; 18% tm irmos usurios; 18% tm irmos usurios; Conflitos na famlia devido ao uso de maconha: Conflitos na famlia devido ao uso de maconha: 75% relataram ter conflitos. 75% relataram ter conflitos. Junguermam, F, 2001 Slide 19 Motivao Pr -contemplao Trmino Determinao Ao Manuteno Contemplao Recada Slide 20 MACONHA & PROBLEMAS Dependncia Problemas III III IV 1.Qual a quantidade de baixo risco ? 2.Qual o perfil de problemas ? 3.Quem sero aqueles que vo desenvolver problemas ? 4.Quem sero aqueles que vo desenvolver dependncia ? Slide 21 MACONHA & LEGISLAO Polticas adequadas Proibio Legalizao (?) Danos Slide 22 Cludio Jernimo da Silva E-mail: claudiojeronimo@uol.com.br claudiojs@einstein.br claudiojs@einstein.br claudioj@psiquiatria.epm.br claudioj@psiquiatria.epm.br Telefone/Fax: (0xx11) 5579 0640 Correspondncia

Recommended

View more >