Políticas Públicas e Álcool Ronaldo Laranjeira UNIAD – UNIFESP/EPM.

Download Políticas Públicas e Álcool Ronaldo Laranjeira UNIAD – UNIFESP/EPM.

Post on 17-Apr-2015

108 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Polticas Pblicas e lcool Ronaldo Laranjeira UNIAD UNIFESP/EPM
  • Slide 2
  • Conceitos Bsicos Situao Atual um problema de sade pblica. Requer a interveno integrada de diversos setores do poder pblico. O lcool um produto que deve estar sujeito a regulamentao governamental. Deve haver uma compensao social pelos danos causados. necessrio o apoio da comunidade.
  • Slide 3
  • Conceitos Bsicos Situao Atual O nvel de consumo de lcool da populao como um todo est significativamente ligado com o nvel de problemas relacionados com o lcool que a populao experimenta.
  • Slide 4
  • Tipos de Problemas Problemas Fsicos Agudos Acidentes, complicaes mdicas agudas. - Crnicos Hipertenso, dano cerebral, neurite, AVC, Doena heptica, Cncer (Orofaringe, Laringe, Esfago, Estmago, Fgado, Reto, Mama).
  • Slide 5
  • Tipos de Problemas Problemas Psicolgicos Agudos Controle emocional comprometido, suicdio. - Crnicos Memria recente, Demncia, Alucinose, Dependncia, Delirium Tremens.
  • Slide 6
  • Tipos de Problemas Problemas Sociais Agudos Trabalho, Violncia (Geral e Domstica), Acidentes Carro. - Crnicos Quebra familiar econmica social.
  • Slide 7
  • Tipos de Problemas No afeta somente o indivduo - Famlia (esposa, crianas, economia familiar). - Pblico (vtimas beber e dirigir e violncia). - Sociedade (custo produo, sade, seguro, leis, previdncia).
  • Slide 8
  • Como enfrentar o problema? Polticas de amplo espectro j testadas em outros pases e recomendadas pela OMS Polticas direcionadas disponibilidade. Polticas direcionadas diminuio do acesso. Contextos sociais especficos. Mudanas de Atitude. Intervenes direcionadas ao individuo.
  • Slide 9
  • Conceito - Poltica Arte de governar um Estado e regular suas relaes com os outros. Conjunto de princpios que regulamentam e delimitam as aes de uma comunidade.
  • Slide 10
  • Princpios Todas as pessoas tm o direito a uma famlia, comunidade e ambiente de trabalho protegidos de acidentes, violncia e outras conseqncias negativas do consumo do lcool. Todas as crianas e adolescentes tm o direito de crescer em um ambiente protegido das conseqncias negativas do consumo do lcool, e, na medida do possvel, da promoo de bebidas alcolicas.
  • Slide 11
  • Diminuio da Disponibilidade Preo Baixo preo tem correlao positiva com o consumo global. Taxao lcool no deveria estar sujeito s mesmas leis de mercados que produtos incuos sade.
  • Slide 12
  • Diminuio da Disponibilidade Restrio ao acesso Densidade de pontos de venda. Horas e dias de venda. Idade mnima. Treinamento dos vendedores e servios. Responsabilidade criminal vendedor. Tipos de bebidas disponveis no mercado teor.
  • Slide 13
  • Diminuio da Disponibilidade Atravs do Sistema de Licena Atravs do Sistema de Licena Compensao social. Controle social do consumo. Financiamento do projeto.
  • Slide 14
  • Mudana da Atitude Propaganda: restries/proibio. Campanha na mdia. Educao nas escolas. Informaes nos rtulos.
  • Slide 15
  • Intervenes na Organizao Assistencial Cuidados primrios de sade intervenes breves. Organizao de servios especializado em diversos nveis: comeando pelos nveis com maior relao custo-benefcio.
  • Slide 16
  • Programas Preventivos seletivos Grupos de Risco: jovens com alterao de conduta, etc. Grupos especficos: Programa dirigido aos policiais, profissionais de sade. Beber e dirigir: percepo do risco, punio, tratamento dos casos.
  • Slide 17
  • Plano de Ao Aes sobre disponibilidade em ambientes onde o lcool e o fumo so consumidos, em especial pelos jovens. Mudana de atitudes relacionadas ao lcool e drogas atravs de aes educativas e contnuas em todos os ambientes aonde os jovens estiverem. Reduo das complicaes relacionadas ao uso de drogas com uma rede de tratamento.
  • Slide 18
  • Desenho esquemtico regulao da disponibilidade CONSUMO REGULAO E CONTROLE FORMAIS VENDAS (VAREJO ) NORMAS SOCIAIS SANES LEGAIS CONSEQUENCIAS ECONMICAS, SOCIAIS E DE SADE PRESSO SOCIAL POR LEIS E FISCALI-ZAO DEMANDA ACEITAO SOCIAL PADRES DE CONSUMO BEBER E DIRIGIR PRESSO POR FISCALIZAO E SANES DEMANDA POR SERVIOS COMUNITRIOS
  • Slide 19
  • Aes sobre disponibilidade Criao de sistema de licenas. Controle sobre os pontos de venda de lcool. Controle idade mnima de consumo. Responsabilidade de quem vende. Aumento do preo.
  • Slide 20
  • Aes educativas Programas nas escolas baseados em evidncias. Educao pblica efetiva. Envolvimento de todos em contato com jovens.
  • Slide 21
  • Aes para reduzir complicaes Poltica de tratamento no SUS. Tratamento na Comunidade. Criao de diversos Nveis de Assistncia tantos quantos forem as necessidades dos pacientes.
  • Slide 22
  • Avaliao Criar forma de avaliao constante. Censo escolar regular.
  • Slide 23
  • O impacto esperado Reduo global do consumo. Reduo dos danos relacionados ao lcool Violncia domstica Acidentes automobilsticos Agresses em geral Morbidade e mortalidade relacionadas Intoxicaes pblicas Reduo do sucesso dos adolescentes em obter bebidas Criar um clima social propcio para outras polticas.
  • Slide 24
  • Contatos Ronaldo Ramos Laranjeira UNIAD Rua Botucatu 394 11 5575 1708 UNIAD Rua Botucatu 394 11 5575 1708 Consultrio Rua Borges Lagoa 564 - conj 44 11 5579 0640 Consultrio Rua Borges Lagoa 564 - conj 44 11 5579 0640 E-mail: laranjeira@psiquiatria.epm.br E-mail: laranjeira@psiquiatria.epm.br

Recommended

View more >