aprendendo alemao sozinho

Download aprendendo alemao sozinho

If you can't read please download the document

Post on 24-Jul-2015

108 views

Category:

Education

7 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • J. ADAMS W. WELLS E. S. JENKINS

    -ALEMAO

    PIONEIRA ~ ~

  • APRENDA sOZINHO ,.""

    ALEMAO UM LIVRO PARA AUTODIDATAS NO ESTUDO DA LNGUA ALEM, BASEADO NA OBRA DE SIR JOHN ADAMS, M. A., LL. D., COMPLET A-MENTE REFUNDIDA E AMPLIADA POR SYDNEY W. WELLS, B. A. E POSTERIORMENTE REVISTA

    POR E. S. JENKINS, B. A.

    TRADUO E ADAPTAO

    DE

    MILTON CAMPANA

    LIVRARIA PIONEIRA EDITRA 1965

    Ttulo do original ingls

    Teach Yourself Gennan

    MCMLXIV

    Direitos Reservados :E:NIO MATHEUS GUAZZELLI & CIA. LTDA. Rua XV de Novembro, 228 - 4. andar, sala 412

    So Paulo - Brasil

    Impresso nos Estados Unidos do Brasil Printed in tlle United States of Brazil

  • NDICE

    PREF CIO E INTRODUO ..... 5

    PARTE I

    o Alfabeto Alemo

    A Pronncia Alem

    L I O I. A Sentena Simples. Nomes Masculinos Femininos e

    9

    9

    Neutros ...................................... 21 II. O Verbo Fraco ................................ 27

    III. Os Casos ..................................... 31 IV. Haben, Sein e o Imperfeito ..................... 36 V. Adjetivos Demonstrativos. Algumas Preposies .... 39

    VI. Declinao dos Substantivos Alemes .. . . . . . . . . . . 43 VII. Artigo Indefinido e Adjetivos Possessivos .......... 48

    VIII. Regras para o Gnero .......................... 52 IX. Particpio Passado dos Verbos ................... 55 X. Pronomes Pessoais ............................. 59

    XI. Verbos Fortes ou Irregulares .................... 62 XII. Preposies e Werden .......................... 67

    XIII. Declinaes dos Adjetivos .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 77 XIV. Pronomes Relativos ............................ 82 XV. Ordem das Palavras (A Construo Alem ou Wortfolge) 88

    XVI. Outros Pronomes .............................. 91 XVII. Auxiliares de Modo. O Imperativo ................ 97

    XVIII. Verbos Compostos de Partculas Separveis e Inse-parveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 104

    XIX. Nmeros, Datas, Horas, Idades e Cartas .......... 115 XX. Dos Comparativos ................. . . . . . . . . . . .. 123

    3

  • LIO XXI.

    XXII. XXIII. XXIV. XXV.

    XXVI. XXVII.

    XXVIII. XXIX. XXx.

    Pronomes Possessivos e Correlativos ............. . Ordem das Palavras (W ortfolge ) ............... . O Imperfeito de Werden .................. . .... . Da Regncia Verbal ........................ .. . O Particpio Presente .................. .... ... . Verbos com Sein. O Infinitivo ................. . O Subjuntivo. O Discurso Indireto ............... . A Orao Condicional .............. .. ........ . Verbos Reflexivos ........................ . .... . Verbos Impessoais

    Das Oraes Participiais Intercaladas

    PARTE II

    Chave dos Exerccios

    Concluso

    131 134 141 144 148 153 158 164 167 174 179

    183 221

    Apndice "A": Tabela das Declinaes Alems; Lista Especial de Substantivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. 223

    Apndice "B": Lista Alfabtica de Verbos Fortes ou Irregulares 226

    4

  • PREFACIO E INTRODUO

    Neste ltimo quarto de sculo, tem progredido extra-ordinriamente o estudo das lnguas vivas. Todavia, o idioma alemo, psto que um dos mais importantes do mundo (comercial, tcnica, cientfica e literriamente fa-lando), no tem tido, aqui no Brasil, a difuso que merece, eis que as dificuldades de seu aprendizado tm sido enor-memente exageradas, dificuldades estas oriundas da falta de critrio acertado ou de orientao segura na escolha do mtodo a ser empregado para dominar a lngua. Assim, por exemplo, enquanto se atribua importncia excessiva ao estudo da gramtica e leitura das obras clssicas, o ensino da conversao era relegado a um plano secundrio, fato que no ajudava em nada ao homem prtico, dese-joso de viajar. Nessas condies, embora adquirindo o es-tudante considervel vocabulrio passivo, atravs de lei-turas, achava-se, todavia, inabilitado a falar o idioma, por no ter sua disposio um vocbulrio ativo com o qual conversar desembaraadamente e fazer-se entender por um cidado da Alemanha.

    O presente livro atende s exigncias dos indivduos que queiram aprender a Unguagem da conversao, para fins de viagens, intercmbio comercial e cultural, etc. Os vocabulrios classificados so, para tal fim, utilssimos, esperando-se, ademais, que o espectro das declinaes ale-ms no mais aterrorize o estudante, graas maneira pela qual elas so expostas nesta obra.

    5

  • Assim, qualquer pessoa que siga ste curso conscien-ciosamente estar habilitada a ler, falar e escrever em alemo, com algum grau de xito. Preciso e desemba-rao dependero no s da habilidade natural de cada um, mas tambm da firme resoluo de estudar com regula-1-idade: um curto espao de tempo todos os dia,r:; durante um longo perodo muito melhor do que esforos gigan-tescos despendidos de vez em quando.

    Saber adequadamente uma lngua implica na capa-cidade de utilizar-se dela desembaraadamente, visando trs objetivos diferentes: ler, escrever e falar.

    Aqules que aprendem uma lngua estrangeira podem querer faz-lo com vistas a sses trs objetivos ou a um ou dois somente, sendo por essa razo que ste livro se destina a habilitar o estudante a desenvolver suas facul-dades intelectuais, to rpidamente quanto possvel, no sentido de ler, escrever e falar o alemo.

    Um lngua um vasto campo que no poder nunca ser plenamente explorado e, para aprend-la, necessrio trabalho rduo, ateno cuidadosa e constante prtica. Se o estudante julga que aprender a falar, escrever ou ler alemo em poucos meses, estudando uma ou duas lies de quando em vez, melhor ser desistir inteiramente do projeto, eis que est apenas perdendo tempo. Todavia, a presente obra, se estudada conscienciosamente, tornar o estudante apto no s a iler, mas tambm a escrever e fa-lar com relativo e singelo desembarao.

    O estudante dever adquirir o hbito de ler em voz alta, formulando perguntas a si prprio e respondendo-as, tanto quanto possvel, tambm em voz alta. importan-tssima a assimilao do vocabulrio que, em grande parte, moderno e prtico, tendo em vista aqules que desejam ler literatura moderna, ouvir transmisses radiofnicas ale-ms ou viajar para a Alemanha. O vocabulrio ter, por-6

  • tanto, de ser dominado de qualquer forma, ainda que de-corando as respectivas listas, sendo, outrossim, utilssimo manter contato persistente e constante com o idioma: as-sim, por exemplo, ao lanar o olhar sbre um objeto cujo nome haja sido esquecido, consultar novamente o voca-bulrio ou dicionrio a fim de refrescar a memria.

    No tocante capacidade de conversao, depender das oportunidades que se tm para falar a lngua ou da convivncia. Conquanto pouco material de conversao propriamente dito seja encontrado neste livro, todos os exerccios, contudo, esto redigidos nos moldes de uma palestra ou conversa, ou seja, sob forma dialogada. Em seguida, reagrupando e dispondo de outra formn o voca-bulrio e as sentenas daquelas, poder o estudante cons-truir sua prpria conversao.

    Damos tambm uma CHAVE dos exerccios, a qual dever ser usada metdica e criteriosamente: fazer os exerccios antes de consultar a referida chave, para, so-mente depois, corrigi-los vista desta. Elaborar, em se-guida, uma retroverso, confrontando subseqentemente a traduo desta com os exerccios originais.

    Recomendamos reviso constante, ainda que tenha sido impossvel, nos limites desta pequena obra, fornecer reviso integral da matria, o que, entretanto, no im-pede que o estudante recapitule ligeiramente, de trs em trs lies, a gramtica e o vocabulrio contido nas mes-mas, o que lhe facilitar sumamente a assimilao da ma-tria anteriormente estudada.

    Desde que todos os exerccios encontram sua contra-parte na Chave, abstivemo-nos de dar Vocabulrio Geral no fim do livro, por julgar desnecessrio faz-lo, visto que o vocabulrio existente em cada lio dever ser de-corado integralmente, a fim de facilitar a tarefa de tra-duzir os exerccios subseQentes.

    7

  • A parte referente Pronncia Alem completa e, se devidamente aprendida, no ter o estudante dificul-dade em falar corretamente e fazer-se entender. Se tiver convivncia ou cantato com pessoas de fala alem, tanto melhor para o aperfeioamento da pronncia.

    Um pequeno aviso: mantivemos todos os exerccios dste livro dentro de certos limites, evitando construes e mincias complicadas, as quais, todavia, o estudante po-der examinar e aprofundar posteriormente, depois de haver dominado com segurana toda a matria encerrada na presente obra, com o que estaro consolidados seus co-nhecimentos fundamentais relativos ao idioma alemo.

    8

  • PARTE I

    1. O Alfabeto Alemo Alguns livros alemes ainda so impressos em letras

    . gticas, embora livros e jornais modernos sejam, em sua maioria, publicados em caracteres latinos. Ademais, as mquinas de escrever alems esto montadas com stes ltimos.

    NOTA. Os caracteres alemes, tambm chamados impropriamente "gticos", derivam da ltima forma de escritas latinas medievais, cuja estrutura era baseada em ngulos e pontas.

    O alfabeto alemo compe-se de 26 (vinte e seis) le-tras, cuja pronncia vai indicada entre parnteses:

    A, a (a: ) N, n (nn) B, b (b: ) 0, o (: ) C, c (ts: ) P, P ( A:) D, d (d: ) Q, q (6:) E, e (: ) R, r ( rr) F, f (ffe) S, s (ss) G, ~ (~u: ) T, t (t: ) H, ( :) U, u (u: ) I, i ( i: ) V, v (fau) ], t (i6tte) W, w (v: ) K, (k: ) X, x (iks) L, 1 (l) Y, Y ( psilonn) M, m (m) Z, z (tsett )

    2. Da Pronncia das Vogais e dos Ditongos Nota preliminar: O sinal (: ) indica que a vogal

    anterior longa.

    9

  • A, a (a:, a) Pronuncia-se como o "a" portugus, podendo, porm,

    ser longa (Sage, Magen) ou breve