produÇÃo de raÇÕes - .eu sou uma pessoa que devo agradecer a todos e por tudo, pois sou uma...

Download PRODUÇÃO DE RAÇÕES - .Eu sou uma pessoa que devo agradecer a todos e por tudo, pois sou uma pessoa

Post on 10-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • i

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIS REGIONAL JATA

    CURSO DE ZOOTECNIA ESTAGIO CURRICULAR OBRIGATORIO

    SAULO DUARTE DE OLIVEIRA

    PRODUO DE RAES

    JATA - GO

    2016

  • ii

    SAULO DUARTE DE OLIVEIRA

    PRODUO DE RAES

    Orientadora: Prof Dra. Ana Luisa Aguiar de Castro

    Relatrio de Estgio Curricular Obrigatrio apresentado Universidade Federal de GoisUFG, Regional Jata, como parte das exigncias para a obteno do ttulo de Bacharel em Zootecnia.

    JATA GO

    2016

  • iii

  • iv

    .

    Dedico

    Aos meus pais e ao meu irmo, por tudo que sempre se dispuseram a me

    ajudar e agradeo a todos os meus amigos por todos os momentos.

  • v

    AGRADECIMENTOS

    Eu sou uma pessoa que devo agradecer a todos e por tudo, pois sou uma

    pessoa muito dependente. Dependo todos os dias de muitas pessoas, dependo de uma

    informao, de uma opinio, de uma palavra ou at mesmo uma frase carismtica, e isso

    quem mais me proporciona so meus amigos e meus companheiros de guerra ou posso

    assim dizer companheiros de vida! Pois eles no vieram atoa nesse mundo e nem na

    minha vida! Sou grato a todos por me ensinarem coisas pessoais, profissionais, e por que

    no, as malandragens que precisamos ter para sobreviver.

    Agradeo a minha famlia, Saidio Duarte de Oliveira, Eliane Pereira Duarte de

    Oliveira, Sebastio de Oliveira e no posso esquecer da minha cunhada, que tomou meu

    lugar na minha casa, Nayane Oliveira Almeida pelo carinho, amor, honestidade e respeito

    que todos eles tm comigo. Eu amo todos vocs, do fundo do meu corao e desejo tudo

    de melhor que a vida pode oferecer para vocs.

    Eu tenho muito que receber pelos meus servios prestados Republica

    Lisossomos, tanto profissional quanto pessoal. Meus amigos Leonardo Alves Gomes,

    Otavio Pereira Martins, Douglas de Paula dos Anjos, Vicente Carvalho de Paula Filho,

    Nayane Gonalves, Irene Gonalves, Amanda Gomes Prado vocs so as pessoas que

    eu tanto admiro e so as pessoas que mais me ajudaram dentre outras pessoas e

    particularmente a Ana Paula de Jesus voc me ensinou o que ter uma pessoa para

    sempre contar e mostrou o que toda pessoa quer ter em toda a sua vida que amor e

    carinho e muita f, eu sou muito grato a vocs e espero que neste caminho da vida todos

    ns possamos ser os melhores e fazer o melhor de ns como fazemos em nossa casa e

    isso oque nos uniu e que sempre vai nos unir. Isso sim uma casa de famlia

    Republica Lisossomos - agressivando os horizontes.

    Deus colocou algo inesperado em minha vida, apesar de no t-la visto nascer

    eu sinto que um pedao meu e eu tenho o prazer de sentir e ganhar o seu carinho

    todos os dias, obrigado senhor por ter colocado a minha cachorra cachorra em meu

    caminho.

    Eu agradeo todos os dias por ter realizado meu estagio na COMIGO, devido ter

    realizado um trabalho fascinante e com pessoas que me deram muito apoio, e muito

    conhecimento profissional e pessoal. Aprendi com a Anna Beatriz Escarpellin Machado o

    que ser um profissional dedicado, educado, muito respeitador, e melhor de tudo,

    respeitado por todos que sabem sua capacidade profissional. Eu a idolatro, gostaria ser

    pelo menos 30% do que ela !!! Ana Carolina Parize, que me ensinou a impor e

    expressar o que eu quero. Maciel Miranda, Joo Neto e todos, muito obrigado por tudo.

  • vi

    RESUMO

    O presente trabalho foi realizado no perodo de 12 de maio a 12 de agosto de 2016,

    totalizando 360 horas, na empresa Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do

    Sudoeste Goiano (COMIGO) sob superviso do Zootecnista Wilson Aparecido Marchesin

    objetivando obter conhecimento e treinamento prtico na rea de Nutrio Animal,

    atravs do acompanhamento dos trabalhos eda rotina das etapase tcnicas para

    produes de raes extrusadas, peletizadas, fareladas e trituradas desde o recebimento

    da matria prima at a estocagem de produto acabado para carregamento. De acordo

    com o observado nesse perodo podemos concluir que o conhecimento da composio

    bromatolgica dos nutrientes, da sua qualidade e do seu processamento, so

    fundamentais para a produo de uma rao de qualidade.

    Palavras-chave: avaliao bromatolgica, fabrica de rao, umidade, granulometria.

  • vii

    SUMRIO

    Pgina

    1. IDENTIFICAO................................................................................................... 1

    2. LOCAL DO ESTAGIO........................................................................................... 1

    3. DESCRIO DO CAMPO DE ESTGIO E DAS ATIVIDADES

    DESENVOLVIDAS ...............................................................................................

    1

    4. DESCRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS......................................... 3

    4.1 CONTROLE DE QUALIDADE............................................................................. 3

    4.2 BOAS PRATICAS DE FABRICAO.................................................................. 10

    5. CONCLUSO ...................................................................................................... 12

    6. REFERENCIAS BIBLIOGRFICAS..................................................................... 13

  • 1

    1. IDENTIFICAO

    Saulo Duarte de Oliveira, filho de Eliane Pereira Duarte de Oliveira e Sebastio de

    Oliveira, natural de GoiniaGO, nascido em 14/09/1991. Cursou o 1 e o 2 grau no

    Colgio Olho Vivo localizado em Aparecida de Goinia. Em 2009 ingressou no Curso

    de Zootecnia da Universidade Federal de Gois Regional Jata, de onde obter o

    ttulo de Bacharel em Zootecnia em 2016.

    2. LOCAL DO ESTAGIO

    O estagio foi realizado na empresa Cooperativa Agroindustrial dos Produtores

    Rurais do Sudoeste Goiano (COMIGO), na unidade industrial das Raes COMIGO,

    localizada na Rodovia BR-060, km 389, Rio Verde, Gois, Brasil.

    A Fbrica de Raes COMIGO, que comeou a operar em 1992, foi escolhida

    para a realizao do Estagio Curricular Obrigatrio, por ser uma empresa regional

    produtora de alimentos para produo animal com grande potencial de produo,

    podendo assim mostrar a rotina e as praticas desde o recebimento da matria prima at a

    estocagem de matria acabada.

    3. DESCRIO DO CAMPO DE ESTGIO E DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

    A Fbrica de Raes COMIGO possui duas plantas estruturais de produo,

    localizadas no mesmo endereo, distanciadas em, aproximadamente, 200 metros. Tem

    capacidade de produo total de 110 toneladas/hora. Nesse total, computados mais de

    95 formulaes diferentes em formas (peletizadas, extrusadas, farelada e trituradas) e

    para atender varias espcies (bovinos, aves, sunos, equinos, ovinos, caprinos, coelhos,

    ces, peixes) em diferentes fases de produo.

    Na fbrica utilizam-se produtos dos cooperados, tais como: milho, sorgo, leo de

    soja, farelo de soja e casca de soja peletizada. Os demais componentes utilizados so

    adquiridos no mercado.

    A fbrica I produz raes para ruminantes e para algumas frmulas de raes de

    equinos. A fbrica II, local de realizao do estgio, produz raes para animais no

    ruminantes, devido isso, no ocorre a utilizao de nitrognio-no-proteico (no utilizado

    na nutrio de no ruminantes devido no ser aproveitado), e h utilizao de produtos

    de origem animal (farinha de vsceras, farinha de carne e ossos 40% e 50%, farinha de

    sangue, leo de vsceras de peixes e farinha de penas), produtos no autorizados para

  • 2

    nutrio de ruminantes. A fbrica II produz raes para equinos, coelhos, aves (galinhas

    poedeiras, avestruz, codornas e frango corte), ces e peixes. A diviso das raes entre

    as duas fbricas visa evitar contaminaes cruzadas.

    A equipe tcnica da fbrica II composta por 110 funcionrios sendo um (01)

    encarregado da fbrica, uma (01) encarregada do controle de qualidade, um (01)

    encarregado das matrias primas. Esses funcionrios trabalham apenas no horrio

    comercial (das 7h50min at as 17h00min). Os demais funcionrios trabalham em dois

    (02) turnos: das 5h40min as 14h00min e das 14h30min as 22h00min. Em cada turno

    trabalham 51 de funcionrios sendo dois (02) encarregados da coleta e analise de

    raes, um (01) encarregado da sala de comando (operao de todo o maquinrio),

    dois (02) encarregados da manuteno dos maquinrios, quatro (04) operadores de

    empilhadeiras e os demais, embaladores e auxiliares de servios gerais.

    A fbrica II dividida nas reas: Portaria (apresentao da nota fiscal da carga e

    coleta de amostra para anlise), balana (conferncia do peso da carga), Moega

    (descarregamento de macroingredientes farelo de trigo, farelo de arroz, farinha de

    carne e ossos, farinha de penas, farinha de vsceras, farinha de sangue, acar,

    protenose, calcrio; Armazenagem (so 27 silos de matria-prima, com capacidade de

    oito ate 30 toneladas cada. Os caso de ingredientes a granel como farelo de arroz, os

    sacos so descarregados e empilhados sobre paletes, no setor de armazenamento),

    Moinho, Mistura (misturador com capacidade de 4 toneladas/batida, potencial de

    produo de 60 toneladas/hora e a mistura de ingredientes totalmente automatizada),

    Processamento da rao (peletizao, extruso), Armazenagem da rao pronta (6 silos

    para carregamento de raes a granel, com capacidade de 8 toneladas cada) e

    Expedio.

    No perodo acompanhado, a fbrica II passava por freqentes auditorias in