imp‰rio bizantino. alta idade m‰dia – imp‰rio bizantino o...

Download IMP‰RIO BIZANTINO. ALTA IDADE M‰DIA – IMP‰RIO BIZANTINO O processo de forma§£o do mundo feudal Aceleramento s©culo V - queda do Imp©rio Romano do Ocidente

Post on 17-Apr-2015

124 views

Category:

Documents

9 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • IMPRIO BIZANTINO
  • Slide 2
  • ALTA IDADE MDIA IMPRIO BIZANTINO O processo de formao do mundo feudal Aceleramento sculo V - queda do Imprio Romano do Ocidente - Alta Idade Mdia. As transformaes na Europa, dominada pelos brbaros germnicos, resultou em reinos quase sempre frgeis e efmeros.
  • Slide 3
  • Formao do feudalismo *Decadncia do comrcio *Ruralizao econmica *Fortalecimento do poder local por meio dos senhores feudais *Ascenso da igreja e do teocentrismo *Invaso brbara na Europa CARACTERSTICAS DA ALTA IDADE MDIA DO SC. V AO X
  • Slide 4
  • Constantinopla - o principal centro econmico-poltico do que havia sobrado do Imprio Romano. Foi edificada na cidade grega de Bizncio, entre os Mares Egeu e Negro, pelo imperador Constantino (a o motivo do nome da cidade ser Constantinopla). CIVILIZAO BIZANTINA (IMPRIO ROMANO DO ORIENTE)
  • Slide 5
  • Constantinopla
  • Slide 6
  • Slide 7
  • Istambul e o Mar de Mrmara (ao sul), o estreito de Bsforo e o Mar Negro (ao norte), (NASA).
  • Slide 8
  • Ponte do Estreito de Bsforo
  • Slide 9
  • Estreito de Bsforo http://www.dialogosuniversitarios.com.br/UserFiles/91/Image/Viagens/bosphor.jpg
  • Slide 10
  • * Com uma localizao to estratgica = foi tornada na nova capital do imprio. * Por estar entre o Ocidente e o Oriente, desenvolveu um ativo e prspero comrcio na regio, alm da produo agrcola, fazendo com que se destacasse do restante do imprio romano, que estava parado e em crise.
  • Slide 11
  • O Imprio Romano do Oriente tinha por base: * um poder centralizado e desptico; * um intenso desenvolvimento do comrcio, que serviu de fonte de recursos para enfrentar as invases brbaras. * A produo agrcola usou grandes extenses de terra e trabalho de camponeses livres e escravos.
  • Slide 12
  • O Imprio Romano do Oriente ou Imprio Bizantino resistiu s invases brbaras - durou 11 sculos. *A mistura de elementos ocidentais e orientais foi possvel devido a intensa atividade comercial e urbana, dando grande esplendor econmico e cultural.
  • Slide 13
  • O Imprio Bizantino (1400) O cerco a Constantinopla.
  • Slide 14
  • Restos da muralha de Constantinopla. http://pt.wikipedia.org/wiki/Queda_de_Constantinopla
  • Slide 15
  • As cidades bonitas e luxuosas; *Doutrina crist mais valorizada e discutida em detalhes entre a sociedade; *Costumes romanos foram preservados - estrutura poltica e administrativa; *Idioma oficial foi o latim; **Mas depois tudo isso foi superado pela cultura helenstica (grego-asitica). Com esse impulso o grego acabou se tornando o idioma oficial, no sc. VII.
  • Slide 16
  • Um forte aspecto da civilizao bizantina foi o papel do imperador, que tinha poderes tanto no exrcito como na igreja, sendo considerado representante de Deus aqui na terra, (no muito diferente de outras civilizaes!). O mais destacado imperador foi: Justiniano.
  • Slide 17
  • Era de Justiniano (527-565) Imperador Teodsio = diviso do imprio romano em 395: * Ocidente - Honrio *Oriente - Arcdio. * Com essa diviso, criou-se muitas dificuldades entre os imperadores para manter um bom governo, principalmente devido as constantes invases brbaras.
  • Slide 18
  • *Sculo V = imperador Justiniano = Imprio Bizantino = apogeu. * Ampliam-se fronteiras do imprio - expedies que foram at a Pennsula Itlica, Ibrica e ao norte da frica. *Tantas conquistas = muitos gastos aumentam os impostos = diversas revoltas camponesas = pagamento de impostos abusivos ou o trabalho pesado.
  • Slide 19
  • Revolta de Nika (532) *foi suprimida de maneira bem violenta pelo governo; *morte de 35 mil pessoas; *Mas a atuao de Justiniano foi mais expressiva dentro do governo. Um exemplo, entre 533 e 565, iniciou- se a compilao do direito romano.
  • Slide 20
  • Este era dividido em: cdigo: conjunto das leis romanas a partir do sculo II. digesto: comentrios de juristas sobre essas leis. institutas: princpios fundamentais do direito romano.
  • Slide 21
  • novelas: novas leis do perodo de Justiniano. E tudo isso resultou no: corpo do direito civil, no qual serviu de base para cdigos e leis de muitas naes frente.
  • Slide 22
  • essas leis determinavam os poderes quase ilimitados do imperador e protegiam os privilgios da igreja e dos proprietrios de terras, deixando o resto da populao margem da sociedade.
  • Slide 23
  • Na cultura: Justiniano construiu a Igreja de Santa Sofia, com seu estilo arquitetnico prprio o bizantino cujo esplendor representava o poder do Estado junto com a fora da Igreja Crist.
  • Slide 24
  • Na poltica: aps a revolta de Nika, Justiniano consolidou seu poder monrquico absoluto por meio do cesaropapismo. Cesaropapismo: ter total chefia do estado (como Csar) e da igreja (como o papa).
  • Slide 25
  • GRANDE CISMA Cesaropapismo = conflitos entre o imperador e o Papa. 1054: Cisma do Oriente, dividindo a igreja Catlica em duas partes: Igreja Ortodoxa- com sede em Bizncio, e com o comando do imperador bizantino. Igreja Catlica Apostlica Romana- com sede em Roma e sob a autoridade do Papa.
  • Slide 26
  • DECADNCIA DO IMPRIO Depois da morte de Justiniano (565), houve muitos ataques que enfraqueceram a administrao do Imprio. Bizncio foi alvo da ambio das cidades italianas. Sendo que Veneza a subjugou e fez dela um ponto comercial sob explorao italiana.
  • Slide 27
  • Essa queda no foi de imediato, levou algum tempo, o imprio perdurou at o sc. XV, quando a cidade caiu diante dos turcos- otomanos, em 1453, data que usada para marcar o fim da Idade Mdia e o incio da idade moderna.
  • Slide 28
  • As conseqncias: surgimento do imprio Turco- Otomano =uma ameaa para o Ocidente. a influncia da cultura clssica antiga, preservada em Constantinopla, e levada para a Itlia pela migrao dos sbios Bizantinos. a interrupo do comrcio entre Europa e sia, acelera a busca de um novo caminho para o Oriente.
  • Slide 29
  • SOCIEDADE E ECONOMIA O comrcio era fonte de renda do imprio. Sua posio estratgica entre sia e Europa serviu de impulso para esse desenvolvimento comercial.
  • Slide 30
  • O estado fiscalizava as atividades econmicas - supervisionava a qualidade e a quantidade das mercadorias, como: perfumes, seda, porcelana e peas de vidro. Alm das empresas dos setores de pesca, metalurgia, armamento e tecelagem.
  • Slide 31
  • RELIGIO A religio bizantina foi uma mistura de diversas culturas, como gregos, romanos e povos do oriente. Mas as questes mais debatidas eram:
  • Slide 32
  • Monofisismo: estes negavam a natureza terrestre de Jesus Cristo. Para eles Jesus possua apenas a natureza divina, espiritual. Esse movimento teve incio no sculo V com auge no reinado de Justiniano.
  • Slide 33
  • Iconoclastia: para estes a ordem era a destruio das imagens de santos, e a proibio do uso delas em templos. Com base na forte espiritualidade da religio crist oriental. Teve apoio no sculo VIII, com o imperador Leo II, que proibiu o uso de imagens de Deus, Cristo e Santos nos templos e teve forte apoio popular.
  • Slide 34
  • - Sociedade Hierarquizada (em camadas sociais com pouca mobilidade): Imperador e sua famlia, assessores do imperador, alto clero, elite (grandes proprietrios rurais, grandes comerciantes), camada mdia (pequenos comerciantes, artesos, baixo clero), camada pobre formada por camponeses.
  • Slide 35
  • Istambul
  • Slide 36
  • Universidade de Istambul.
  • Slide 37
  • Palcio de Topkap http://www.flickr.com/photos/viagensimagens/1343388257/sizes/l/
  • Slide 38
  • Mesquita Azul
  • Slide 39
  • Hagia Sophia, Baslica de Santa Sofia, construda em Constantinopla pelo Imperador Justiniano (527565) atual Istambul
  • Slide 40
  • Baslica de Santa Sofia
  • Slide 41
  • http://www.estadao.com.br/fotos/turquia2(2).jpg

View more >