Agudo - Charlene Oliveira Trindade

Download Agudo - Charlene Oliveira Trindade

Post on 18-Nov-2014

1.927 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. POLO: Agudo DISCIPLINA: Elaborao de Artigo Cientfico PROFESSOR ORIENTADOR: Ronaldo Martins Glufke 27/11/2010 Aprendizagem colaborativa mediada pelo blog do Moodle Collaborative learning mediated by blog from Moodle TRINDADE, Charlene Oliveira Licenciada em Letras- Habilitao Ingls e Literaturas pela Universidade Federal de Santa MariaResumoCom o suporte nas pesquisas tericas acerca da aprendizagem colaborativa e as novasTecnologias da Informao e da Comunicao (TIC) aplicadas ao Ensino a Distncia, pretendeu-se investigar o uso da ferramenta blog do ambiente Moodle como ferramenta colaborativa deensino e como recurso de aprendizagem na atividade de ensino a distncia Pesquisa na Internet.Os resultados apontam essa ferramenta como um recurso eficiente, interativo e ldico deaprendizagem, a qual tambm promoveu um trabalho cooperativo e otimizou a aprendizagem docontedo da disciplina. Esse estudo tambm traz contribuies sobre a utilizao dos blogs naeducao a fim de estimular futuras pesquisas envolvendo essa ferramenta.Palavras-chave: blogs, aprendizagem colaborativa, educao a distncia.AbstractSupported in theoretical researches on collaborative learning and information and communicationtechnologies applied to distance learning, we sought to investigate the use of blog fromenvironment Moodle as a tool for collaborative teaching and as a learning resource at the teachingdistance activity Pesquisa na Internet. The results indicate that this tool is an efficient, interactiveand playful learning resource, which also promoted a cooperative work and enhanced the learningof the content of the discipline. This study also includes contributions about the use of blogs ineducation in order to stimulate future researches involving this tool.Key-words: blogs, collaborative learning, distance education. </li> <li> 2. INTRODUO A Educao a Distncia (EAD) e as novas Tecnologias da Informao e daComunicao (TIC) esto transformando a cultura educacional, favorecendo adisseminao e a democratizao do ensino em diferentes nveis e maneiras deinterao. Nesse contexto, os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) criamoportunidades para o compartilhamento do acesso s informaes e o trabalho de formacooperativa entre professores e alunos, alm de possuir ferramentas que disponibilizamcontedos e aperfeioam a aprendizagem colaborativa. Entre essas ferramentas,destaca-se a tecnologia dos blogs. Essa tecnologia, antes vista apenas como um dirio virtual, onde o usurio faziaseu uso apenas para publicaes pessoais acerca de um determinado assunto que ointeressasse de maneira compartilhada com a comunidade virtual, est se tornando umrecurso pedaggico cada vez mais presente no processo de ensino-aprendizagem. Boeira(2009, p.3) considera o blog como um ambiente que possibilita debates de ideiasindependentes da localizao das pessoas, estimulando comunicao, ademocratizao de ideias, de informaes e conhecimentos com liberdade de expresso. O uso do blog na educao est transformando-se num meio de construocoletiva da aprendizagem uma vez que essa ferramenta estimula a comunicao, ademocratizao de ideias, informaes e conhecimentos, construindo-se, dessa forma, aaprendizagem de forma colaborativa. Na condio de utilizao do blog como recursoeducacional, Boeira (2009) afirma que os alunos no so mais apenas receptorespassivos de informaes, eles tambm devem contribuir com o processo deaprendizagem, uma vez que esse processo ativo, no qual tanto o aluno quanto oprofessor participam. Essa ferramenta est sendo potencialmente explorada na rea educacional nosltimos tempos, principalmente no ensino presencial, onde os professores estobuscando romper as prticas tradicionais de ensino, possibilitando uma construo doconhecimento de maneira mais colaborativa e tambm mais ativa dos alunos. Porm, naEAD atravs da utilizao dos AVA, esse recurso tem sido pouco explorado pelacomunidade acadmica, no curso de Letras Espanhol/UAB/EAD, esse recurso j foiutilizado como um portflio que possibilitou aos alunos o arquivamento e consulta deinformaes e materiais salvos. </li> <li> 3. O corpus deste trabalho foi o Curso de Graduao a distncia de Letras habilitao Espanhol e respectivas Literaturas, oferecido pela Universidade Federal deSanta Maria (UFSM), atravs da Universidade Aberta do Brasil (UAB). um curso comdurao de quatro anos, com vagas divididas entre os polos dos municpios gachos deQuara, Itaqui, Tapejara, So Loureno do Sul, Jaquirana e So Francisco de Paula. Essecurso utiliza a tecnologia do AVA Moodle - Modular Object-Oriented Dynamic LearningEnvironment (MOODLE, 2010), um ambiente de aprendizagem de cdigo livre, aberto egratuito, levando-se em questo suas principais funcionalidades e recursos como o blog,wiki, glossrio, bate-papo (chat), tarefa, questionrio, entre outros. Assim sendo, esse trabalho tem o objetivo de estudar o uso do blog comoferramenta colaborativa de ensino e como recurso de aprendizagem da atividade deensino a distncia chamada de Pesquisa na Internet, aplicada na disciplina deInstrumentalizao para acesso informao do curso referido. Pretendeu-se verificar seesse tipo de ferramenta realmente promove a interatividade e o trabalho colaborativo ecooperativo no mbito do ensino a distncia, alm de avaliar os resultados obtidos dostrabalhos dos alunos bem como otimizar a aprendizagem acerca do contedo dadisciplina. Dessa forma, esse artigo est organizado da seguinte forma: A seo 2,Aprendizagem colaborativa e ferramentas de colaborao do ambiente Moodle, mostra asprincipais ferramentas de colaborao disponibilizadas pelo AVA Moodle. A seo 3,intitulada Blog do Moodle como ferramenta de auxlio na aprendizagem colaborativa, trazas caractersticas da ferramenta blog do Moodle e a razo dessa atividade ser mediadapor esse recurso. As subsees 3.1 e 3.2 relatam o pblico-alvo, assim como o objetivoda disciplina e do projeto de ensino e a ferramenta de mediao dessa atividade a fim deque ocorra uma aprendizagem significativa para os alunos. Por fim, sero explicitados osresultados da aplicao dessa atividade de ensino a distncia e, na concluso, soapresentadas as consideraes finais acerca de todo esse processo de criao, aplicaoe avaliao da atividade atravs da ferramenta blog.2. Aprendizagem colaborativa e ferramentas de colaborao No contexto educacional, conforme explica Correia (2010), aprender de formacolaborativa significa aprender em equipe, desenvolver e explorar conceitos, trabalharpara o entendimento mtuo e buscar solues para os desafios conjuntamente, ou seja, a </li> <li> 4. aprendizagem ocorre atravs do esforo intelectivo entre os alunos ou entre alunos eprofessores. Atravs de uma aprendizagem colaborativa, os alunos podem produzir melhoresresultados do que se trabalhassem individualmente, pois colaborativamente os membrosde um grupo podem cooperar com as capacidades, conhecimentos, esforos e interagirentre os seus colegas com entendimentos, pontos de vista e vivncias diferentes. Oresultado disso que os participantes, colaborativamente, conseguem identificar falhas noprocesso de conhecimento e podem buscar novos raciocnios, informaes e refernciaspara um novo entendimento. importante ressaltar que um trabalho colaborativo no sinnimo de soma ou conjunto de vrios trabalhos individuais, muito mais do que isso,uma vez que exige envolvimento individual, sendo que esse envolvimento focalizado nogrupo enquanto uma entidade, exige-se uma formulao de objetivos comuns ecoordenao das atividades. Dessa forma, Correia (2010, p. 4) diz que o envolvimentotem que ir para alm da simples interao (...). , assim, um processo social que requer oenvolvimento de todos os membros da equipe. Segundo Fuks, Gerosa e Lucena (2003, p. 19), o grupo tambm tem maiscapacidade de gerar criativamente alternativas, levantar as vantagens e desvantagens decada uma, selecionar as viveis e tomar decises. Nessa situao de aprendizagem,exige-se dos alunos um papel mais autnomo e flexvel na busca do conhecimento, numclima de responsabilidade e autonomia; por outro lado, exige-se menos controle por partedo professor, conforme Correia (2010). No contexto da EAD, so exploradas vriastecnologias do ensino a distncia, como as hipermdias, as ferramentas de comunicaosncrona e assncrona e as tecnologias da cibercultura. Entretanto, mais do que essasevolues nesse contexto educacional, deve-se ressaltar o novo modo de ensino, depedagogia, favorecendo as aprendizagens personalizadas e a aprendizagem coletiva emrede, e tambm o novo papel do professor. Nesse contexto, o professor incentivado atornar-se um animador da Inteligncia coletiva de seus grupos de alunos em vez de umfornecedor direto de conhecimentos, afirma Lvy (1999, p.158), com isso, os professorescompartilham informaes com os alunos e esto sempre atualizando seusconhecimentos e suas competncias pedaggicas. Esse autor ainda destaca que aformao continuada dos professores uma das evidncias dos mtodos deaprendizagem a distncia, desse modo, a funo principal do professor no mais aquelade simplesmente disseminar o conhecimento, mas de difundi-lo no sentido de incentivar aaprendizagem e o raciocnio conjuntamente. </li> <li> 5. O professor torna-se um animador da inteligncia coletiva dos grupos que esto a seu encargo. Sua atividade ser centrada no acompanhamento e na gesto das aprendizagens: o incitamento troca dos saberes, a mediao relacional e simblica, a pilotagem personalizada dos percursos de aprendizagem etc (LVY, 1999, p.171). Alm de tudo isso, trabalhar em grupo motivador, pois cada membro serobservado e avaliado pelo seu grupo, e ao discutir conceitos e ideias com os colegas, oindivduo coopera ativamente no processo de aprendizagem com os seus pares. O ensinoa distncia mediado pelas TIC potencializa a interao entre os participantes do processo.Amoretti (2007, p.3) afirma que a possibilidade tecnolgica de uma comunicaobidirecional permitiu tirar os alunos e professores do isolamento, colocando-os emcontato. Na EAD, o conceito de colaborao inspirado nas teorias construtivista e scio-interacionista do conhecimento, defendidas por Piaget e Vygotsky respectivamente, queem conformidade destacam a importncia da interao social no processo deconhecimento e aprendizagem, ou seja, defendem que as trocas interpessoais sosubsdios necessrios para o desenvolvimento do sujeito. A teoria construtivista evidenciaque a construo do conhecimento ocorre atravs da elaborao mental em interaescom o meio, que adquirem sentido ao mundo do sujeito. Esse sujeito, ento, elabora osconhecimentos, transformando-os atravs da relao com as pessoas e com os objetos,podendo constituir uma relao de cooperao. Conforme Piaget (1973 apudMANTOVANI, 2006, p. 6) ... cooperar na ao operar em comum, isto , ajustar pormeio de novas operaes (qualitativas ou mtricas) de correspondncia, reciprocidade oucomplementaridade, as operaes executadas por cada um dos parceiros. Para Vygotsky (1987 apud MANTOVANI, 2006, p. 7) a colaborao entre paresajuda a desenvolver estratgias e habilidades gerais de soluo de problemas peloprocesso cognitivo implcito na interao e na comunicao. Assim, a aprendizagemocorre atravs da interao com o outro, deflagrando vrios processos internos dedesenvolvimento mental, que tomam corpo quando o indivduo interage com os outroscooperativamente. O trabalho colaborativo, segundo a teoria scio-interacionista, enfatizaa zona de desenvolvimento proximal (ZDP), que segundo Mantovani (2006, p. 7) algocoletivo porque transcende os limites dos indivduos, assim, a aprendizagem acontecepor meio do compartilhamento das diferentes concepes, pela necessidade de explicitarseu pensamento e pelo entendimento do pensamento do outro mediante a interao. </li> <li> 6. O desenvolvimento intelectual tambm foi descrito por Vygostsky atravs do usodas ferramentas cognitivas as quais possibilitam a compreenso do mundo circundantepelas ferramentas intelectuais mediadoras (AMORETTI, 2007). As novas tecnologias,hoje, tm potencial para estabelecer, de maneira diversificada, a interao social, acomunicao e a colaborao no processo de construo do conhecimento dos indivduoscomprometidos com a aprendizagem. As ferramentas cognitivas comunicativas online tm as mesmas funes daquelas descritas por Vygotsky, devendo favorecer a mediao da comunicao entre os atores alm de seduzir, prever, significar e antecipar, buscando explicitar os elementos que esto explcitos em uma classe presencial, favorecendo a comunicao e interaes entre atores de natureza igual (AMORETTI, 2009, p.4). Como exemplo desse potencial tecnolgico, tem-se os AVA, os quais proporcionama troca de ideia entre os indivduos, alm de favorecer o dilogo questionador, reflexes eexecuo de trabalhos coletivos. Dentre esses ambientes, destacamos o Moodle, queconta com as principais funcionalidades de um ambiente virtual de aprendizagem, possuiferramentas de comunicao, de avaliao, de disponibilizao de contedos e deadministrao e organizao como chats, fruns, blogs, glossrio, livro, lio,questionrio, entre outros. O ambiente virtual de aprendizagem Moodle e suascaractersticas sero especificadas com mais detalhes na prxima seo deste trabalho.3. Blog do Moodle como ferramenta de auxlio na aprendizagem colaborativa O ensino a distncia mediado pelas TIC tem possibilitado e disseminado o acesso educao aos mais variados contextos e pblicos e em diferentes nveis de interao ede aprendizagem. Os AVA esto criando novas oportunidades para alunos e professorescompartilharem conhecimentos, vivenciarem novas formas de interao e trabalharem deforma cooperativa, uma vez que esses ambientes esto trazendo novas perspectivas paraa EAD e levando Instituies de Ensino e empresariais a se dedicarem nodesenvolvimento de cursos a distncia e AVA. Associado aos recursos e tecnologiasdisponibilizados pelos AVA, essencial que as atividades de estudo a distncia sejambem preparadas e organizadas pelo professor, isso requer a escolha de uma mediaotecnolgica adequada para a consolidao das interaes e com o foco na aprendizagem. O Moodle um AVA de cdigo aberto, livre e gratuito, no qual os usurios podembaix-lo, us-lo e modific-lo, obedecendo licena estabelecida, e, alm disso, deacordo com De Bastos et al. (...</li></ul>