apostila iaw 4sf

Download Apostila IAW 4SF

Post on 03-Jan-2016

409 views

Category:

Documents

19 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Manual Descritivo do ProdutoSistema IAW4SF

    Pgina 1

    MDP4SF

    Magneti Marelli 2004

    1) IntroduoO sistema Magneti Marelli IAW4SF pertence categoria dos sistemas decontrole de motor chamado de; Sistema de Gerenciamento de Motor, poiscontempla a gesto de vrios sub-sistemas de gerenciamento que abrangemtodas as mais diversas condies de funcionamento do motor e solicitaestais como:

    I) Sistema de injeo eletrnica de combustvel.II) Sistema de ignio eletrnica.III) Sistema de controle de detonao (knock)IV) Interface digital com sistema Immobilizer.V) Auto-gesto de controle para emisses veiculares/evaporativas.VI) Sistema de auto-diagnstico.VII) Sistema de recovery de falhas.VIII) Estratgia de auto-adaptativo.IX) Estratgia Flex Fuel SFS (Software Flex Fuel Sensor)

    Todos os sistemas citados acima possuem estratgias de funcionamento bemdefinidas onde cada um tem a sua prpria gesto de sensores e atuadores,porem os sistemas interagem entre si, formando um sistema nico e verstil degerenciamento.O sistema completo controlado atravs de uma unidade eletrnica decomando, chamada de ECU, onde a mesma possui uma arquitetura decomponentes eletrnicos chamada hardware, o hardware microprocessado(eletrnica digital baseada em microprocessador) sendo que o controle destehardware feito atravs de informaes lgicas prprogramadas, chamadasde software.A integrao entre hardware, software, sistemas de interface e componentesfsicos(sensores e atuadores) que caracteriza a extrema flexibilidade decontrole e interoperabilidade entre o motor de combusto e outros sistemasdisponveis no veculo.A Magneti Marelli dispe de uma completa gama de produtos que vai desdecomponentes fsicos at unidades eletrnicas de comando, atendendo as maisvariadas solicitaes de nosso clientes.

  • Manual Descritivo do ProdutoSistema IAW4SF

    Pgina 2

    MDP4SF

    Magneti Marelli 2004

    1.1) Aplicabilidade

    O sistema IAW4SF tem o seguinte escopo de aplicao para FIAT do Brasil:

    Aplicao Combust SG NCliente Software HWPalio RST2 1,8L Benzina BA 55196636 509007819300 01Palio 1.8 8V Gasolina GA 55195203 509007750000 01Palio RST2 1,0L HP Gasolina PA 55193412 509007614200 01Palio RST2 1,0L FIRE Gasolina PA 55195202 509007750100 01Palio Young HP Gasolina PC 55193413 509007626100 02178 FIRE 1,0L HP Gasolina PC 55195201 509007750300 02178 FIRE 1,0L HP Benzina PT 55195441 509007789400 02Palio 1,8L 8V lcool AL 55195440 509007795300 03Palio 1,8L 8V SFS GB 55195205 509007758400 03Pick-up 1,8L 8V SFS KF 55197211 509007879900 03

  • Manual Descritivo do ProdutoSistema IAW4SF

    Pgina 3

    MDP4SF

    Magneti Marelli 2004

    2) Generalidades.

    2.I) Sistema de injeo eletrnica de combustvel.

    O sistema de injeo eletrnica de combustvel tem por objetivo primrioanalisar as condies de funcionamento do motor em um determinado instantee disponibilizar de forma correta a quantidade de combustvel necessria aofuncionamento do motor acionando um conjunto de vlvulas eletromagnticasdenominadas injetores onde a quantidade de combustvel determinada pelotempo que os injetores permanecem abertos.As principais caractersticas do sistema de injeo eletrnica de combustvelso:

    1-Sistema do tipo indireto, ou seja, os injetores so posicionados no coletor deadmisso o mais prximo o possvel das vlvulas de admisso, fora da cmarade combusto.2-Os injetores so produzidos em material inoxidvel, permitindo a utilizao dequalquer concentrao de lcool no combustvel.3-O circuito de alimentao de combustvel feito atravs de bomba eltrica derecalque, e o retorno de combustvel para o tanque do tipo returnless, ouseja, no possui tubulao de retorno, o regulador de presso posicionadoprximo ao conjunto de bomba/bia, dentro do tanque de combustvel. 4-O sistema possui pilotagem dos injetores do tipo seqencial / fasado, ou seja,o sistema reconhece a fase do motor, e os injetores sero pilotados naseqncia de ignio do motor.5-O reconhecimento da quantidade de massa de ar admitida pelo motor dotipo speed density, ou seja, o calculo da massa de ar admitida pelo motor feita atravs da medio da temperatura e presso do coletor de admisso.6-Flexibilidade da estratgia de funcionamento, possibilitando operar o sistemano modo open loop, e close loop.

  • Manual Descritivo do ProdutoSistema IAW4SF

    Pgina 4

    MDP4SF

    Magneti Marelli 2004

    2.II) Sistema de ignio eletrnica.

    O sistema de ignio eletrnica tem por objetivo primrio ignitar a carga demistura comprimida de ar/combustvel no interior do cilindro, de tal forma iniciar o processo de combusto no momento exato requerido pelos requisitosfsicos do motor de combusto interna.A formao desta carga eltrica feita atravs da excitao dos enrolamentosdo interior de uma bobina eltrica, e a disponibilizao desta carga feitainduzindo-se a mesma a uma vela de ignio, onde um arco voltaico saltarentre os eletrodos da vela iniciando o processo de combusto.O de ignio eletrnica tem as seguintes caractersticas:

    1-Sistema de controle 100% eletrnico, possui sistema totalmentetransistorizado com ausncia de componentes mecnicos mveis.2-Ignio esttica do tipo; distribuitorless, ausncia de distribuidor.3-Transistor de potncia da bobina integrado na bobina, para evitarinterferncia eletromagntica aos componentes eletrnicos da ECU.4-Bobina dupla de alta potencia, possibilitando o uso de uma bobina para cada2 cilindros.

  • Manual Descritivo do ProdutoSistema IAW4SF

    Pgina 5

    MDP4SF

    Magneti Marelli 2004

    2.III)Sistema de controle de detonao (knock)

    A mistura ar/combustvel deve ser inicialmente inflamada alguns graus antes doPMS na fase de compresso, para que esta mistura tenha tempo de queimarantes de o pisto alcanar alguns graus depois do PMS, ponto timo em seobtm a maior energia do processo de combusto. Com apelo atual por desempenho, as taxas de compresso dos motores soextremamente elevadas para se maximizar o rendimento trmico do motor,mas junto com o desempenho, a elevada taxa proporciona uma margem desegurana quanto detonao quase que inexistente em altas cargas.O de controle de detonao, mede o rudo provocado pelo processo dedetonao e toma aes junto estratgia de avano da seguinte forma:A ECU verifica a presena do fenmeno da detonao, atravs do sinal deacelerao proveniente de um sensor junto ao bloco do motor, o sinal tratadosegundo clculos estatsticos processados em tempo real, se aps a anlise forconstatado que existe o fenmeno da detonao, a ECU identifica qual ocilindro est detonando e retira avano gradualmente do cilindro que estdetonando, com o objetivo de no ocorrer danos estruturais srios ao motor.Aps constatar que o fenmeno da detonao no est mais presente, osistema volta a buscar o valor nominal de avano para aquele cilindrogradualmente para evitar o incio de um novo fenmeno.O sistema de detonao possui as principais caractersticas.

    1-Estratgia independente e de alta prioridade de processamento no sistemacom controlador dedicado para gesto de detonao.2-Possibilidade do uso de apenas um sensor de detonao.3-Possibilidade de adaptatividade em funo de incremento de avano.4-Controle virtualmente independente para cada cilindro.

  • Manual Descritivo do ProdutoSistema IAW4SF

    Pgina 6

    MDP4SF

    Magneti Marelli 2004

    2.IV)Interface digital com sistema Immobilizer.

    O sistema Immobilizer um sistema anti-furto baseado na identificao dachave de ignio, e comunicao digital entre o mdulo Immobilizer e diversasunidades de comando existentes no veculo, no qual uma vez reconhecida achave de ignio no momento do key-on, o modulo Immobilizer envia umcdigo especfico de desbloqueio para as unidades de comando existentes noveculo, se a chave no for reconhecida pelo modulo Immobilizer, o mesmo noenvia o cdigo de desbloqueio e o restante dos mdulos de controle tero seufuncionamento bloqueado ou inibido. O sistema Immobilizer um sistemacomposto de chave de ignio com transponder (microship de memria),antena para a chave posicionada no comutador de ignio e mduloImmobilizer.E tem por objetivo reconhecer o cdigo gravado no transponder da chave deignio e desbloquear as unidades de comando que esto em comunicaocom o mdulo Immobilizer.O sistema 4BV est apto se comunicar com o mdulo Immobilizer e gestir asinformaes digitais enviadas por ele, de tal forma a bloquear ou no ofuncionamento do motor pelo bloqueio do controle ou no, dos atuadores dosistema de gerenciamento de motor.

  • Manual Descritivo do ProdutoSistema IAW4SF

    Pgina 7

    MDP4SF

    Magneti Marelli 2004

    2.V)Gesto de controle para emisses veiculares/evaporativas.

    As tecnologias de controle de emisses de poluentes veiculares so hoje umadeterminao legal por parte dos rgos governamentais de diversos paises, eexistem duas formas primrias de minimizar a emisso de poluentes.

    1) Pela otimizao dos componentes fsicos do motor de combustointerna como; desenho de cmaras de combusto mais eficientes,adio de conversores catalticos, pesquisa em coletores deadmisso/escape que proporcionam uma melhor repartio de mistura,adio de vlvulas de controle adicionais e etc.

    2) Pela adoo de novas estratgias de controle dos sistemas deinjeo/ignio do motor de tal forma a tornar mais eficiente o processode combusto e a gesto dos atuadores mais flexvel quanto adesperdcio de combustvel.

    Existem duas forma de controle da gesto de combustvel.1) OPEN-LOOP; A estratgia de controle Open-Loop, trabalha com

    valores da relao A/F pr-fixados em tabelas na memria da ECU,onde este mtodo tm por objetivo no reduzir emisses ou consumode combustvel, mas maximizar o desempenho do motor quandosolicitado pelo usurio.

    2) CLOSE-LOOP: A estratgia de controle Close-Loop, trabalha emuma malha fechada entre a Sonda Lambda, a quantidade decombustvel injetada e a ECU, em tempo real, proporcionando adeterminao correta da relao ar/combustvel dentr