motivação e sucesso no marketing multinível

Download Motivação e Sucesso no Marketing Multinível

Post on 06-Jun-2015

804 views

Category:

Marketing

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Motivação e Sucesso no Marketing Multinível. O caminho para crescer e ter sucesso financeiro.

TRANSCRIPT

  • 1. MOTIVAO E SUCESSO ORIENTAES MOTIVACIONAIS MANOEL MIGUEL Escritor, Palestrante, Coach em Sade e Estilo de Vida www.vivermaiscomsaudeefelicidade.com

2. MOTIV - AO Motivo para a ao; Emoes que impulsionam as pessoas; Influenciam seu jeito de ver os fatos. 3. DEFININDO MOTIVAO Processo responsvel pela intensidade, direo e persistncia dos esforos de uma pessoa para o alcance de uma determinada meta; Intensidade: O quanto de esforo a pessoa dispende; Direo: De encontro aos objetivos organizacionais, tanto da matriz, quanto do distribuidor enquanto organizao; Persistncia: Quanto tempo uma pessoa consegue manter seu esforo. 4. O QUE ESTAR MOTIVADO? Estar bem espiritualmente Estar em paz consigo mesmo Estar em paz com a famlia Acreditar que possvel Pensar positivo Agir com clareza e objetivo Ser persistente Ler e assistir contedos motivacionais 5. ONDE VOC QUER CHEGAR? Buscar a excelncia Ser extraordinrio Fazer o bsico O QUE VOC PRECISA FAZER PARA ALCANAR SEUS OBJETIVOS? O QUE EST SENDO FEITO? COMO DEVE SER FEITO? QUANDO DEVE COMEAR SEU PROJETO? QUAIS SO OS PASSOS A SEREM SEGUIDOS? QUEM O RESPONSVEL PELO SEU PROJETO? QUAIS SO AS PESSOAS ENVOLVIDAS? O QUE PRETENDE FAZER QUANDO CONQUISTAR SUAS METAS? 6. MOTIVAO = ENTUSIASMO UMA QUESTO DE ENTUSIASMO Que tal ter um Deus dentro de voc? A palavra entusiasmo vem do grego e significa: ter um Deus dentro de si. Os gregos eram politestas (acreditavam em vrios deuses). A pessoa entusiasmada era aquela que acreditava em um desses deuses e, com isso, conseguiriam mover o mundo e fazer as coisas acontecerem. Assim, se a pessoa fosse entusiasmada por Ceres (deus da agricultura), a pessoa conseguiria fazer uma boa colheita. Segundo os gregos, somente pessoas entusiasmadas eram capazes de vencer os desafios do cotidiano. Era preciso entusiasmar- se. Em sua obra, Aristteles questiona qual seria o bem, cuja procura a motivao fundamental do comportamento humano. Ele revela, ento, que existe uma verdadeira unanimidade: a FELICIDADE!! E que viver bem e ser bem sucedido o mesmo que ser feliz para a maioria das pessoas. 7. MOTIVAO: PSICOLOGIA HUMANISTA o que uma pessoa quer ser, ela consegue ser. Abraham Maslow 8. MOTIVAO: TEORIA DE MASLOW Abraham H. Maslow: Segundo Maslow, New York (1908-1970), dentro de todo ser humano existe uma hierarquia de necessidades: 1- As necessidades de carncia, que devem ser satisfeitas para que os indivduos se sintam saudveis e seguros. 2- As necessidades de crescimento, que esto relacionadas ao desenvolvimento e realizao do potencial de cada pessoa. media que cada uma dessas necessidades substancialmente satisfeita, a necessidade imediatamente superior se torna dominante. 9. HIERARQUIA DAS NECESSIDADES DE MASLOW: apresentou uma teoria da motivao, a qual as necessidades humanas esto organizadas e dispostas em uma hierarquia de importncia e de influencia. 5- Necessidades de autorrealizao 4- Necessidades de estima 3- Necessidades sociais 2- Necessidades de segurana 1- Necessidades fisiolgicas 10. MOTIVAO: HIERARQUIA DAS NECESSIDADES DE MASLOW A TEORIA DA HIERARQUIA DAS NECESSIDADES DE MASLOW SE FUNDAMENTA NOS SEGUINTES ASPECTOS: Um nvel mais elevado s surge no comportamento de um indivduo quando o nvel mais baixo estiver satisfeito; Nem todo indivduo consegue chegar ao topo da pirmide de necessidades; Quando as necessidades mais baixas no estiverem satisfeitas o indivduo no consegue avanar para a prxima necessidade; Cada pessoa sempre possui mais de uma motivao; A possibilidade de frustao de certas necessidades passa a ser uma ameaa psicolgica para a realizao dos sonhos e conquistas de cada indivduo. 11. MOTIVAO: TEORIA DOS DOIS FATORES Frederick Herzberg, desenvolveu a Teoria dos Dois Fatores que interferem na satisfao e sucesso do ser humano e a publicou em seu livro The Motivation to Work ou A Motivao para Trabalhar. Aps ouvir vrias pessoas da rea industrial de Pittsburgh, chegou concluso que os fatores que interferem na satisfao e sucesso das pessoas so divididos em dois: Motivacionais (os que agradam) e Higinicos (os que desagradam). Fatores Higinicos: Necessrios para evitar que a pessoa fique insatisfeita. Exemplo: Benefcios, Qualidade do Produto, timos Ganhos, Clima Organizacional, Oportunidades de Crescimento, etc. A ausncia desses fatores desmotiva, mas a presena deles no garantia de motivao. So insatisfacientes, extrnsecos e ambientais. Fatores Motivacionais: Referem-se ao contedo do cargo, s tarefas e s atividades relacionadas com o cargo em si. Incluem liberdade de decidir como executar o trabalho, uso pleno de habilidades pessoais, responsabilidade total pelo trabalho, definio de metas e objetivos relacionados ao trabalho e autoavaliao de desempenho. So chamados fatores satisfacientes. A presena produz motivao, enquanto a ausncia no produz satisfao. Tambm chamados de intrnsecos. 12. FREDERICK HERZBERG TEORIA DOS DOIS FATORES Fatores que levam insatisfao Fatores que levam satisfao Poltica da Empresa Crescimento Condies do ambiente de Trabalho Desenvolvimento Relacionamento com outros funcionrios Responsabilidade Segurana Reconhecimento Salrio Realizao 13. MOTIVAO: TEORIAS DA MOTIVAO X E Y (MC GREGOR) MC GREGOR em seus estudos do comportamento humano, desenvolveu duas teorias, sendo a primeira bastante negativa e a segunda muito positiva. Ele chegou a essas teorias depois de analisar cuidadosamente a maneira como os administradores, chefes, supervisores e patres lidavam com seus funcionrios. Segundo ele, os superiores tratavam os seus subordinados de acordo com o grau de subordinao que estes demandavam e seus hbitos estariam diretamente relacionados as demandas das pessoas que estavam abaixo deles. 14. MOTIVAO: TEORIA DA MOTIVAO X (MC GREGOR) As pessoas no gostam de trabalhar por natureza e tentaro evitar o trabalho sempre que possvel. (possivelmente encontraro desculpas para no trabalhar); Precisam ser coagidos, controlados ou ameaados de punio para que atinjam as metas; As pessoas evitam responsabilidades e buscam orientao formal sempre que possvel; A maioria das pessoas coloca a segurana acima de todos os fatores associados ao trabalho e mostram pouca ou nenhuma ambio. Obs.: Como o Distribuidor Autorizado seu prprio patro, essa briga interna, com ele mesmo. Cabe a ele fazer uma autoavaliao. 15. MOTIVAO: TEORIA DA MOTIVAO Y (MC GREGOR) As pessoas podem achar o trabalho como algo to natural quanto descansar ou se divertir; As pessoas demonstram auto-orientao e autocontrole quando esto comprometidas com as metas ou objetivos; A pessoa mediana capaz de aprender, aceitar e at a buscar a responsabilidade pessoal e da equipe. No espera pelo seu superior; A capacidade de tomar decises inovadoras est presente na pessoa e no privilgio de quem est em posies hierrquicas superiores; Obs.: Para motivar pessoas com essas qualidades importante o processo decisrio participativo, tarefas desafiadoras e de muita responsabilidade, alm de um bom relacionamento com o grupo. 16. VOC CONHECE ALGUM QUE PRATICA A TEORIA DA MOTIVAO Y DE MAC GREGOR? 17. MOTIVAO: TEORIA DE HENRY MURRAY Teoria das necessidades manifestas. Henry Murray define as necessidades como, dotadas de dois componentes: Direo e Intensidade. Identificou mais de 20 necessidades que os indivduos podem possuir, como, entre outras: realizao, afiliao, autonomia e poder. Longe de serem herdadas, essas necessidades, segundo Murray, eram aprendidas. Rejeitando uma hierarquia entre elas. Ele afirmou que mltiplas necessidades motivam simultaneamente o comportamento. 18. MOTIVAO: OUTRAS TEORIAS Teoria ERC Teoria dos Dois Fatores Higiene de Herzberg Teoria da Fixao de Objetivos - Metas Teoria do Reforo Teoria da Equidade Teoria da Expectativa Teoria da Motivao para Realizao Teoria da Temporariedade 19. TEORIA DA FIXAO DE OBJETIVOS - METAS Lutar por um objetivo a maior fonte de motivao no trabalho; Um objetivo diz ao indivduo o que precisa ser feito e quanto de esforo ter que dispender no seu alcance; Objetivos especficos melhoram o desempenho. Objetivos mais difceis, quando aceitos, melhoram muito mais o desempenho do que os mais fceis. O feedback tambm conduz a melhores desempenhos; As pessoas tendem a resistir (no aceitar) quando o objetivo difcil. Mas quando participam da sua fixao, existe maior probabilidade delas aceitarem um objetivo difcil. Autoeficcia se refere convico individual de que se capaz de realizar uma determinada tarefa. A confiana na obteno de resultado maior. Responde melhor ao feedback negativo com determinao e motivao. 20. HIPTESES SOBRE A MOTIVAO HUMANA 21. QUAL O SEU OBJETIVO? ONDE QUER CHEGAR? EXEMPLO DO GENERAL CORTEZ. Quando ele foi conquistar o Mxico, logo aps o desembarque em terra firme, incendiou todas as caravelas e disse: quando voc est com um p em um lugar, mas pensando em dois ou trs outros, voc no vai para lugar nenhum! 22. PLANTE PESSOAS COLHA RESULTADOS voc Filho Neto Neto Filho Neto 23. VOC EST PREPARADO PARA LIDAR COM PESSOAS? 24. FCIL FORMAR UMA REDE? fcil encontrar pessoas de qualidade para formar sua rede de marketing multinvel? Qual a dificuldade que voc tem encontrado? Compartilhe sua experincia com os demais distribuidores; Sugira alternativas reais de trabalho em equipe, se as tiver. Lembre-se: Tem muita gente atuando como Distribuidor Autorizado no Brasil inteiro. Muitos deles com bastante sucesso. Possivelmente voc conhece alguns. 25. INVISTA EM VOC E NA SUA REDE 26. MOTIVAO: UMA HISTRIA REAL Um homem investe tudo o que tem numa pequena oficina. Trabalha dia e noite, inclusive dormindo na prpria oficina. Para poder continuar com o negcio empenha as joias da prpria esposa. Quando apresentou seu trabalho a uma grande empresa. No se interessaram pelo seu projeto, dizendo que no atendia ao padro de qualidade exigido. O homem desiste? No!!! Volta escola por mais do