jornal 22-07-2011

Download Jornal 22-07-2011

Post on 24-Mar-2016

227 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

IPATINGA TIMÓTEO Prefeito espera solução hoje em audiência na Justiça Federal; recursos destinados ao hospital serão redirecionados para atenção básica no município Página 05Página04 MAGENTA AMARELO PRETO O prefeito Chico Simões (PT) decretou nesta quinta- feira (21) estado de calamida- de pública na saúde do muni- cípio. Hoje, uma audiência na Jus- Região Metropolitana do Vale do Aço - Ano V - Número 1.184 - Sexta-feira, 22/07/2011 - R$ 0,70 CIANO Página 08 Página 05 6

TRANSCRIPT

  • CIANO MAGENTA AMARELO PRETO

    JORNAL DE VERDADE

    DIRIOPOPULARRegio Metropolitana do Vale do Ao - Ano V - Nmero 1.184 - Sexta-feira, 22/07/2011 - R$ 0,70

    w w w. d i a r i o p o p u l a r m g. c o m . b r

    ChICO SImES DECREtA CALAmIDADE NA SADE

    Servidores prometem paralisao

    E-mail falsousa nomede Nardyello

    Demolio de prdio serconcluda hoje

    CAC oferecerCTPS digital

    6

    Segundo a PM, autores do atentado so os mesmos que tentaram roubar o terminal no Iguau

    OFICINAS - O projeto Oficinas Culturais, que este ano completa uma dcada, ir oferecer cinco oficinas. Para a primeira etapa, participam o Estdio Encantos da Dana, com a Oficina de Dana do Ventre, ministrada por Michelle Dolabe-la, de Belo Horizonte (foto); e o Espao Cultural Casa Laboratrio, que prope a oficina O Ser em Cena Interpretao para Cinema.

    Os servidores pblicos munici-pais de Ipatinga decidiram, em as-sembleia na noite de ontem (21) en-trar em greve, informou o Sindicato dos Servidores Pblicos de Ipatinga (Sintserpi). O motivo do impasse o projeto enviado pelo prefeito Ro-bson Gomes ao Legislativo Munici-pal, concedendo reajuste de 6,47%, para pagamento parcelado. Segundo a presidente do sindicato, Helenir Lima, a greve ser para todos os seto-res e por tempo indeterminado.

    O vereador Nadyello Rocha (PMDB) alerta para um email fal-so, em seu nome, que est sendo veiculado simulando um ataque ao deputado estadual Luiz Carlos de Miranda. O texto apresentado no email trata de forma pejorativa o deputado e tem a clara inteno de causar dano ao vereador. On-tem, foi protocolado no 12 Depar-tamento de Polcia Civil pedido de investigao sobre o caso.

    A Prefeitura Municipal conclui nesta sexta-feira (22) a demolio de um antigo prdio localizado rua Nossa Senhora das Graas, esquina com rua Diamantina, no Novo Cen-tro, na rea conhecida como Cra-colndia. A interveno comeou no dia 24 de junho. Porm, devido exis-tncia de um imvel construdo bem ao lado do casaro, que ameaava a se-gurana dos moradores, a demolio no pde ser concluda.

    O Centro de Ateno ao Cida-do (CAC) do Centro vai oferecer, a partir de agosto, o servio de con-feco de carteira de trabalho e pre-vidncia social (CTPS) na verso di-gital.

    Em mais uma ousada tentativa de conseguir dinheiro fcil, crimi-nosos tentaram em vo explodir um caixa eletrnico na madruga-da de ontem, em Santana do Pa-raso. Essa foi a segunda tentativa registrada no Vale do Ao em me-nos de uma semana. O terminal do banco Bradesco, situado na

    rua Getlio Vargas, 183, prximo praa da Matriz, ficou comple-tamente destrudo. Contudo, o cofre onde ficava o dinheiro no foi danificado. Segundo a Pol-cia Militar, os autores do atenta-do so os mesmos que tentaram levar dinheiro do terminal banc-rio no Iguau.

    I P A T I N G A

    C R I M E V I R T U A L C R A C O L N D I A

    T I M T E O

    Pgina 05

    ASSALtANtES VOLtAm A atacar caixa eletrnico

    O prefeito Chico Simes (PT) decretou nesta quinta-feira (21) estado de calamida-de pblica na sade do muni-cpio.

    Hoje, uma audincia na Jus-

    tia Federal, com a participa-o de todas as esferas de go-verno, tentar um acordo para reabrir o Hospital Siderrgica, fechado h uma semana.

    Os recursos que a Prefeitu-

    ra destinava ao hospital mais de R$ 100 mil mensais sero direcionados ao atendimen-to bsico da sade no prprio municpio, para compra de ambulncias para levar pacien-

    tes a outros hospitais da regio e tambm na assessoria jurdi-ca aos fabricianenses, para evi-tar possveis constrangimentos dos pacientes em outros muni-cpios.

    Prefeito espera soluo hoje em audincia na Justia Federal; recursos destinados ao hospital sero redirecionados para ateno bsica no municpio

    S A N T A N A D O P A R A S O

    H O S P I T A L S I D E R R G I C A

    Pgina 07

    Pgina 05Pgina 04

    Pgina 03

    Pgina 08

  • Dirio Popular Sexta-feira, 22 de julho de 2011 UtILIDADES2

    ARtIGO

    DIRETOR RESPONSVELFernando Benedito Jr.

    EDITORA RESPONSVELAnna Sylvia Rodrigues e Silva(MG 12319 JP)

    O DIRIO POPULAR uma publicao da A Gazeta Metropolitana Editora e Grfica LTDA.

    CNPJ 07.366.171/0001-88

    FALE CONOSCOTelefone: 3827-0369.diariopopular.redacao@gmail.com ou diariopopular.comercial@gmail.com

    ADMINISTRAO E REDAOAvenida JK, 1290, bairro Jardim Panorama, CEP 35.164-245.

    OFICINARua Anpolis, 55, Veneza II, Ipatinga.

    Havendo indicao de pessoas tecnica-mente preparadas, de conduta ilibada e que se adaptem ao estilo e mode-lo de trabalho da presidente Dilma,

    no vejo que possa haver qualquer tipo de restrio a qual-

    quer partido.

    Do lder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), acenando com a possibilidade do PR possa indicar os sucessores dos servi-dores demitidos do Ministrio

    dos Transportes.

    Eu precisava do cargo para outra pessoa que preci-sava mais desse

    trabalho, no sou nenhum Luan San-tana, meu cach

    modesto.Trecho da carta do vereador

    paulista Agnaldo Timteo (PR) a um antigo aliado, explicando

    porque demitiu uma funcionria e mencionando cobrana de

    propina por oportunistas de seu partido, entre os quais o deputa-do Valdemar Costa Neto (PR-SP).

    Na hora de prote-gerem seus filhos ou seus maridos, as mulheres chi-

    nesas se transfor-mam em tigres.De um chins no site Sina,

    aps assistir ao vdeo de Wendi Deng batendo no homem que

    tentou agredir seu marido, Rupert Murdoch no Parlamento

    britnico.

    FRASES

    O correspondente do jornal espanhol El Pas no Brasil no se conforma. Diz que no entende como aqui no h um movimento dos jovens indignados, como no seu pas. Com tanta corrupo, diz ele, certamente leitor assduo da velha mdia e menos da realidade concreta. Palocci, Ministrio dos Transportes, processo do mensalo. Onde est a juventude brasi-leira? Perdeu a capacidade de se indig-nar? Est corrompida? Est envelhecida? No tem os valores morais da juventude do velho continente?

    Ele se indigna no lugar da nossa ju-ventude, com um pas carcomido pelos hbitos corruptores da velha politica populista e patrimonialista. Aderiu ao Cansei.

    D pena. Ele no entende nem o nos-so pas, nem o dele. Acha que os jovens se indignam com a corrupo, na forma que a velha mdia a trata, como merca-doria de denncia contra o Estado, a po-ltica, os governos, etc. etc.

    Se comparasse a situao do seu pa-s e do nosso poderia entender bem um ou at mesmo os dois pases. Sugerimos uma agenda para sua viso obnubilada.

    Por que no compara a popularidade do Zapatero com a do Lula? Por que se-r que um enxotado at mesmo por editorial do seu jornal, chegado ao PSOE, que diz que se ele quer fazer algo de vem pra Espanha, deve ir embora imediata-mente e o outro saiu do governo com 87% de popularidade e 4% de rejeio, mesmo tendo toda a mdia contra? O que indignante: ter Zapatero como di-rigente mximo do pas ou a Lula?

    No lhe indigna saber que o seu pa-s, que foi colonizador, se apropriando das riquezas produzidas pelos escravos neste pas, que continua a explorar me-diante os grandes bancos, petroleiras, companhias de telecomunicao a este continente, se encontra, h j quase 4 anos em crise. Enquanto ns, explorados, dominados, submetidos aos organismos internacionais que vocs apoiam, sa-mos a quase trs anos da crise. No lhe indigna isso?

    No lhe indigna que aqui todos os imi-grantes podem se legalizar e ser tratados com igualdade de direitos, enquanto no

    seu pas semanalmente chegam embar-caes com centenas de pessoas prove-nientes da frica que vocs ajudaram a espoliar -, vrios deles j mortos, e so presos e devolvidos a seu continente de origem, tratados como seres inferiores, rejeitados, humilhados e ofendidos?

    No lhe indigna que aqui, com muito menor quantidade de recursos, estamos prximos do pleno emprego, enquanto no seu pas o desemprego bate recor-des, chega a praticamente 50% para os jovens? Em condies que as elites ricas esbanjam dinheiro pelo mundo afora? No lhe indigna isso?

    Daria para continuar falando muito mais. Se lhe indignassem essas coisas, teria sado com os jovens espanhis que continuam a ocupar ruas e praas, indig-nados, eles sim, com tudo isso que passa no seu pas. Eles defendem os imigrantes, os desempregados, todos vtimas princi-pais do governo que seu jornal apoiou at ontem.

    No lhe indigna que Lula seja um l-der mundial, que v frica propor me-didas de luta contra a fome, enquanto o seu pas rejeita os africanos e continua a explorar os recursos daquele conti-nente?

    Creio que, no fundo, o que indigna ao jornalista espanhol que seu pas perdeu a competio para sediar os Jo-gos Olmpicos, derrota com que no se conforma, ento tenta desvalorizar o Rio e o Brasil, com denncias reiteradas e multiplicadas sobre problemas de in-segurana pblica, de atraso nas obras da Copa e das Olimpadas.

    O que indigna sua incapacidade de no compreender nem o seu pas, nem o pas sobre o qual ele deveria fazer co-bertura que permitisse que os leitores compreendessem o Brasil. Mas ele no compreende sequer o seu pas, como vai compreender o nosso?

    indignante realmente. Estivesse na Espanha, estaria com os jovens indig-nados, contra um governo como o que tem eles, com uma mdia como a que tem eles.

    No enredo da sala de aula, estamos acostumados a notar a ausncia de um aluno que dificilmente est pre-sente nas aulas, aquele que normalmente chamado de turista. Do mesmo modo que sentimos facilmente a ausncia de alunos que quase nunca faltam e assim por diante. Se o relacionamento entre professor e alunos influenciado pela ausncia ou presena em classe, cha-ma a ateno a grande influncia desse ambiente sobre um sentimento que, muitas vezes, no temos muito tempo para cultivar: a amizade.

    Apesar de sempre ter existido, a amizade manifesta-se de diversas maneiras, dependen