Aprenda xadrez com Garry Kasparov

Download Aprenda xadrez com Garry Kasparov

Post on 21-Dec-2014

2.030 views

Category:

Documents

35 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. Aprenda Xadrez com Garry Kasparov Repleto de idias e estratgias geniais 1 </li> <li> 2. 2 </li> <li> 3. Sumrio Notao Algbrica ............................................................................ LIO 1 Por Que Estudar Xadrez? ................................................. LIO 2 Idias e Tcnicas ............................................................... LIO 3 Equilbrio Material ........................................................... LIO 4 A Importncia do Centro .................................................. LIO 5 Como Ganhar Espao ....................................................... LIO 6 Estruturas de Pees ........................................................... LIO 7 Dinamismo e Iniciativa ..................................................... LIO 8 Evitando Desastres na Abertura ........................................ LIO 9 Negligenciando os Princpios da Abertura ........................ LIO 10 O Objetivo da Abertura ................................................... LIO 11 A Escolha da Abertura .................................................... LIO 12 A Arte do Planejamento .................................................. LIO 13 Forando as Continuaes .............................................. LIO 14 Sacrifcios de Dama ........................................................ LIO 15 Estratagemas Tticos ....................................................... LIO 16 O Final ............................................................................. LIO 17 Mtodos de Ataque .......................................................... LIO 18 Ataque ou Defesa ............................................................. LIO 19 Contra-ataque ................................................................... LIO 20 A Oposio ....................................................................... LIO 21 O Ataque no Final ............................................................. LIO 22 Fortalezas no Tabuleiro ..................................................... LIO 23 A Beleza do Xadrez ........................................................... LIO 24 Dedique-se Bastante .......................................................... ndice de Jogos e Posies .................................................................. 3 4 5 8 13 18 24 29 34 39 44 50 56 63 69 74 79 84 89 94 99 104 109 114 120 125 128 </li> <li> 4. Notao Algbrica Os lances que aparecem neste livro so escritos segundo a "notao algbrica", uma denominao pomposa para descrever um mtodo muito simples de se anotar os movimentos. Os leitores que j estiverem familiarizados com o sistema podem passar direto para as lies propriamente ditas; mas aqueles que s conhecem anotao descritiva ou que tenham pouca experincia em xadrez iro considerar til o material que se segue. Partimos do princpio de que os nossos leitores j sabem jogar xadrez. Cada pea representada por um smbolo, conforme se segue: Peo Cavalo Bispo Torre Dama Rei !""""""""# tMvWlVmT% OoOoOoOo% + + + +% + + + + % + + X + +% + + + + % pPpPpPpP% RnBqKbNr% /) p n b r q k As casas do tabuleiro so descritas por meio de um sistema de coordenadas, a cada uma correspondendo um par formado por uma letra e um nmero a letra para a coluna e o nmero para a fileira (veja o diagrama). A casa marcada com um X denominada "e4". O princpio exatamente o mesmo aplicado no jogo "batalha naval". No h mistrio algum nisto! 4 </li> <li> 5. LIO 1 Por Que Estudar Xadrez? A proposta da revista Sport in the URSS, de publicar uma srie de lies minhas para os seus leitores, me pegou um pouco de surpresa; porque eu mesmo ainda estou estudando as sutilezas do xadrez. Depois de pensar um pouco, eu resolvi que, escrever a respeito da minha compreenso e da minha interpretao dos fundamentos do xadrez, tambm seria til para mim. Eu sou um apaixonado pelo xadrez; esta paixo j dura muitos anos e para sempre. Eu estou sempre estudando xadrez, e estudando minuciosamente. Mesmo quando eu analiso aquilo que j fiz e trao planos para o futuro, no consigo deixar de me impressionar diante da inesgotabilidade do xadrez e de me tornar cada vez mais convencido da sua imprevisibilidade. Veja por voc mesmo: j foram disputados milhes de partidas e milhares de livros foram escritos, sobre vrios aspectos do jogo. E assim mesmo no existe um mtodo ou uma frmula capaz de garantir a vitria. No h critrios, matematicamente comprovados, para avaliar-se sequer um lance, quanto mais uma posio. Os experts em xadrez no tm dvidas de que, na maioria das posies, h mais de uma continuao recomendvel e cada um escolhe o "melhor" lance com base na sua prpria experincia, capacidade analtica e at mesmo carter. Nem mesmo a possibilidade do emprego de computadores, para anlise, parece sria no presente, uma vez que ainda no foi encontrado um algoritmo [definitivo] da partida de xadrez, e no h programa algum capaz de lidar confiavelmente com suas complicaes mltiplas. E por que falar a respeito de detalhes, posies e estgio da partida 5 </li> <li> 6. quando nem mesmo h uma resposta para a pergunta O que o xadrez? Um esporte, uma arte ou uma cincia? Alguns diro: Os jogadores de xadrez participam de torneios e disputam partidas, lutam para vencer e o resultado importante para eles - o que significa que o xadrez um esporte. Ele desenvolve a fora de vontade e ajuda as pessoas a se tomarem mais fortes. E como pode algum convencer outro da correo da opinio daqueles que sempre se impressionam com a beleza das combinaes e da lgica das tticas do xadrez? Para estes um engenhoso sacrifcio da Dama em uma partida perdida uma fonte de prazer, ao passo que uma partida montona, forada, os deixa indiferentes. Para estes o xadrez uma arte, capaz de trazer felicidade e de dar sentido aos momentos de lazer. Ao mesmo tempo, h tambm muitos entusiastas capazes de passar noites em claro resolvendo um problema do tipo: Por que as Pretas moveram a Torre para a casa d8 em vez de mover o Cavalo para a casa c6? Por que a posio das Pretas melhor? Para estes o xadrez principalmente uma cincia baseada no raciocnio lgico. Eu gosto do xadrez pela sua versatilidade e pela sua multiplicidade. Foi a beleza e o brilhantismo dos golpes tticos que me cativaram ainda na infncia. Primeiro admirando este brilhantismo, e depois buscando-o nas minhas prprias partidas, e a seguir tentando jogar bonito - tais foram os estgios do meu crescimento como um prisioneiro da arte do xadrez. Mas depois veio a poca em que comecei a competir com os outros, a tomar parte em torneio aps torneio, e isto quer dizer que tive que comear a trilhar o caminho do xadrez como esporte. Eu ainda gosto de jogar bonito, mas no mais posso ser indiferente aos meus resultados; a se vou ganhar ou terminar nas ltimas posies. Eu quero vencer, eu quero derrotar todos, mas quero faz-lo com estilo, em um combate esportivo honesto. O ex-campeo mundial, Mikhail Botvinnik, que eu considero meu professos um acadmico do xadrez, cujo trabalho me ajudou a abordar o xadrez cientificamente. Ele despertou em mim o prazer de pesquisar e de resolver os inumerveis problemas do jogo. Ao longo de meus 6 </li> <li> 7. !""""""""# + V +tL% + +p+ Oo% + + + +% + + + + % + + + +% + Q + + % pP OoOpP% + +r+ +k% /) preparativos para as competies, e durante minhas anlises de partidas e aberturas, de repente, percebi que estava tentando estudar meticulosa e metodicamente, com uma persistncia tpica de um pesquisador. Estou convencido de que a minha afeio por todos estes aspectos do xadrez ir contribuir para preservar a minha paixo, pelo resto da minha vida. Meus pais me ensinaram a mover as peas quando eu tinha cinco anos, e eu fiquei fascinado. Um ano mais tarde, fui levado para um grupo de xadrez no Clube de Jovens Pioneiros em Baku, onde eu me imaginava em um reino de jogadores de xadrez. Desejando convencer-nos do carter paradoxal do xadrez, o nosso instrutor arrumou as peas sobre o tabuleiro, logo em uma das primeiras sesses; veja o diagrama a seguir. Esta posio, onde os pequenos Pees derrotam o inimigo, era to surpreendente que parecia um conto de fadas, e tomei-me incapaz de viver sem o xadrez desde ento. Sempre admirei esta posio. Eu sempre gostei de atacar desde a infncia; ainda gosto de jogar na ofensiva. Dediquei muito tempo para estudar os fundamentos, que parecem no ter nenhuma influncia direta no jogo mas que - estou convencido - so necessrios tanto para um Grande Mestre quanto para um amador que queira melhorar o seu jogo e obter agradveis resultados em torneios. Para atingir o seu alto padro de jogo, um Grande Mestre tem que gastar milhares de horas estudando centenas de partidas. Seu talento jamais se desenvolveria sem tamanho trabalho. Se voc gosta de jogar xadrez mas no tem tempo para dedicar-se a um estudo independente, mas assim mesmo quer derrotar seus amigos, voc ter que gastar algumas dezenas de horas debruado sobre o tabuleiro. Nesta srie de artigos, tento expor a minha compreenso dos fundamentos, em uma linguagem que seja clara para todos, e falar sobre as sutilezas que so imprescindveis aos verdadeiros amantes do xadrez. 7 </li> <li> 8. LIO 2 Idias e Tcnicas Antes de discutir os fundamentos da partida de xadrez, eu gostaria de mostrar um trecho de uma partida, e apresentar alguns comentrios meus preparados especificamente para o jogador de nvel mdio. Espero que, aps ler a minha anlise, voc seja capaz de ver, por si mesmo, que qualquer um que queira prover seus movimentos de significado e beleza precisa de muito conhecimento. estudar por duas ou trs horas os princpios bsicos que guiam os primeiros estgios da partida: colocar as prprias peas em ao to rpido quanto possvel e assumir o controle do centro do tabuleiro. 1... Cf6 Este um dos melhores movimentos para as Pretas. As Pretas pem uma pea em jogo e impedem que o adversrio conduza seu Peo para a casa e4, de modo a consolidar seu domnio sobre o centro. 2.c4 Agora as Brancas impedem o avano do Peo da Dama para a casa d5, pois, neste caso, aps 3.cd as Pretas tero de escolher entre 3... Dxd5 4.Cc3, quando as Brancas desenvolvem o Cavalo ao passo que as Pretas tm que mover novamente a Dama, desacelerando o desenvolvimento G. Kasparov F. Gheorghiu Moscou 1982 1.d4 Os jogadores experientes sabem que este lance, assim como o lance do Peo do Rei para a casa e4, o mais lgico e direto, ou para falar de modo mais simples, o melhor para se iniciar uma partida. Cada um de vocs pode chegar mesma concluso, aps 8 </li> <li> 9. de suas peas, ou ficando para trs no desenvolvimento, conforme costuma dizer-se. Se as Pretas tornarem o Peo com o Cavalo via 3... Cxd5, permitiro que as Brancas joguem 4.e4 e mantenham um forte par de Pees no centro, todos eles controlando posies importantes no lado das Pretas, ou seja, as casas c5, d5, e5 e f5. Vamos voltar s primeiras linhas da nossa anlise do movimento 2.c4, onde dissemos que as Brancas impedem.... Este o incio de um conflito consciente no jogo de xadrez. Idias se chocaram, o combate comeou. Quanto maior for a habilidade e o conhecimento de um jogador, tanto melhor estar ele capacitado a detectar a ocorrncia de tais microconflitos, dos quais h dezenas em uma partida, e tanto melhor ser tambm o seu julgamento sobre as conseqncias e as aes futuras. 2... e6 As Pretas abrem uma passagem para o Bispo, e, como se querendo compensar o tempo perdido, preparam-se para levar o seu Peo da Dama para a casa d5. 3.Cf3 As Brancas tm uma boa gama de continuaes fortes, inclusive os lances 3.Cc3 e at mesmo 3.Bg5 ou 3.Bf4. So primordiais compreenso dos princpios de desenvolvimento rpido das peas e a sua implementao prtica durante a abertura. 3... b6 As Pretas preocupam-se com o seu Bispo na casa c8 e preparam-se para coloc-lo em ao na posio principal de combate na casa b7 ou na posio alternativa a6. 4.a3 Para entender este movimento, aparentemente passivo, necessria uma compreenso profunda de medidas preventivas em uma partida. Este movimento discreto das Brancas evita que o Bispo Preto possa exercer uma presso ativa a partir da casa b4, e ao mesmo tempo prepara a conduo do Cavalo Branco casa c3 onde ele pode desempenhar um papel vital na luta pelo centro. 4... Bb7 5.Cc3 Ambos os lados tentam colocar logo as peas em jogo, de modo a consolidar seu poder de fiscalizao das casas centrais do tabuleiro. 5... d5 As Pretas fortalecem, radicalmente, a sua posio no centro. Mesmo assim, o Lance d5 tem as 9 </li> <li> 10. 7... c5 As Pretas poderiam acabar com o plano das Brancas jogando 7... f5, mas o custo seria muito alto. Elas ficariam com um Peo fraco e atrasado na casa e6. 8.e4 Cxc3 9.bc Aqui h um novo ganho por parte das Brancas. Elas conseguiram colocar um forte par de Pees no centro e esto lutando pelo controle da quinta fileira, isto , de territrio inimigo. Os jogadores de xadrez chamam isto de vantagem em espao. 9... Be7 10.Bb5+ Bc6 11.Bd3 Em xadrez nem sempre uma linha reta corresponde menor distncia entre dois pontos. Ao mover o Bispo para d3, em dois lances, as Brancas colheram mais benefcios do que teriam feito caso o tivessem movido para l diretamente. As Pretas tiveram que abdicar do lance mais natural contra o xeque, porque aps 10.Bb5+ Cc6 11.e5 Tc8 12.Da4 Dc7 13.Dxa7 Ta8? 14.Bxc6+ as Brancas venceriam. O Bispo das Pretas fica em uma posio infeliz na casa c6, atrapalhando as suas prprias peas. Os jogadores de xadrez costumam se referir a suas desvantagens, um vez que bloqueia a diagonal do Bispo na casa b7. 6.cd Cxd5 Aps 6...ed, o Bispo na casa b7 teria sido bloqueado pelo seu prprio Peo e correria o risco de continuar imobilizado por algum tempo. Embora uma tal caracterstica na posio das Pretas no seja capaz de, por si s, determinar o sucesso das Brancas, o acmulo consistente de pequenas...</li></ul>