universidade federal de santa catarina .hebraico hindi holandês húngaro inglês islandês italiano

Download UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA .hebraico hindi holandês húngaro inglês islandês italiano

Post on 07-Feb-2019

223 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CINCIAS HUMANAS

DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA SOCIAL

Rinkebysvenska: identidade e linguagem do jovem sueco de origem estrangeira em um

bairro de Stockholm, Sucia.

Dissertao apresentada por Abel Jos Abreu de Oliveira ao Programa de Ps- Graduao em Antropologia Social, da Universidade Federal de Santa Catarina, como requisito parcial obteno do grau de Mestre, tendo como orientador a professora Dr3 Ilka Boaventura Leite.

Florianpolis, 24 de junho de 2002

Rinkebysvenska: identidade e linguagem do jovem sueco de origem estrangeira, num

bairro de Stockholm, Sucia.

Agradecimentos:

Professora Dr3 Ilka Boaventura Leite, pelo acesso ao PPGAS e orientao da pesquisa.

Aos amigos suecos-suecos, suecos de origem estrangeira e imigrantes.

Florianpolis, 24 de junho de 2002

Rinkebysvenska: identidade e linguagem do sueco de origem estrangeira, num bairro

de Stockholm, Sucia.

SUMRIO

Lista de Figuras.................................................................................................................v

Resumo.............................................................................................................................. vi

PARTE I

1.1 Introduo.....................................................................................................................7

1.2 Do projeto ao trabalho de cam po.............................................................................15

1.3 Discusso terica........................................................................................................ 28

PARTE II

2.1 Discurso fundador da identidade nacional sueca...................................................36

2.2 O histrico de Rinkeby at sua caracterizao como bairro de imigrantes; formas de sociabilidade destacadas por moradores de Rinkeby......................... 50

PARTE IU

3.1 Conversas sobre o rinkebysvenska.............................................................................64

3.2 O rnkebysvenka: usos e contextos dessa linguagem................................................86

3.3 Consideraes finais................................................................................................95

Referncias bibliogrficas...............................................................................................100

Figura 1: Mapa de Rinkeby........ ..................-------------- ----------------- -------9

Figura 2: Rinkeby e bairros suburbanos vizinhos................................................ 10

Figura 3: Localizao geogrfica de Rinkeby e demais bairros de Stockholm....11

Figura 4: Lnguas faladas em Rinkeby, catalogadas, dentre as mais de cem

estimadas................................................ ~.................... ......................... ............. 12

Figura 5: Distribuio dos moradores de Rinkeby, nascidos fora da Sucia,

por campos de origem.............................................................................................13

Figura 6: Distribuio dos moradores de Rinkeby por faixas de idade................ 14

LISTA DE FIGURAS

RESUMO

Rinkebysvenska: identidade e linguagem do jovem de origem estrangeira em um bairro de Stockholm, Sucia, fruto de uma experincia relacionai e dinmica realizada no campo. Procuro descrever o contexto e as interaes sociais nos quais emerge o rinkebysvenska, linguagem desenvolvida por adolescentes de origem estrangeira, moradores de Rinkeby. Comeo por me referir aos motivos que me levaram escolha do tema de pesquisa, passo ao relato da experincia de campo e introduzo as categorias nominativas que adotei. Aps a discusso terica, analiso o discurso fundador da identidade nacional sueca e menciono fronteiras sociais entre os sujeitos envolvidos. Procuro apresentar uma etnografia de Rinkeby - bairro suburbano de Stockholm de maioria imigrante - e apresento exemplos de formas de sociabilidade destacadas por seus moradores. Reservo a parte final da pesquisa ao rinkebysvenska, procurando revelar, atravs dos pontos de vista de diferentes interlocutores, usos e contextos dessa linguagem bem assim como relaes entre o rinkebysvenska e conflitos com a sociedade de acolhimento. Procuro ainda problematizar a identidade do jovem de origem estrangeira na atualidade, com base no exemplo estudado.

ABSTRACT

Rinkebysvenska: identity and language of the young people with foreign background, in a suburb of Stockholm, Sweden its a relational and dinamic experience carried out on the field. Through this research I try to describe the context and the social interactions where rinkebysvenska emerges, a language developed by young people with foreign background, dwelling in Rinkeby. I start relating the reasons that lead me to choose this research theme and field experience. Then, I introduce the nominative categories that I have adopted. After a theoric discussion, I analise the founding speech of Swedish national identity and make a reference to the social boarders between the people envolved. Next, I try to present na etnography of Rinkeby, a suburban quarter of Stockholm, where the majority are immigrants. Later, I present examples of sociability manners that are accentuated by the dwellers. I reserve the final part of the research for rinkebysvenska, through some interlocutors viewpoints, I try to present the uses and contexts of this language, as well as the relations between the language and the conflicts with the Swedish society. Finally, my aim is to problemize Rinkebys young peoples identity on the basis of the studied case.

7

PARTE I

1.1 - Introduo

No semestre 2000.1, ao cursar a disciplina Relaes Intertnicas oferecida pelo

PPGAS - Programa de Ps-Graduao da Universidade Federal de Santa Catarina - percebi

vrios pontos de contato entre leituras realizadas e minha experincia como imigrante. No

trabalho final da disciplina procurei conciliar teoria e prtica e o resultado, segundo a

professora, foi um bom ponto de partida para uma dissertao de mestrado. Ao ingressar

no PPGAS em 2001 passei a formar um banco de dados sobre esse projeto, recorrendo

pesquisa bibliogrfica e ao correio eletrnico.

A experincia como imigrante a que me refiro transcorre de abril de 1990 a maro

de 2000, perodo durante o qual viajei repetidamente entre Brasil e Sucia, acumulando

quatro anos em estadas na Sucia. Numa dessas estadas conheci Rinkeby (Fig. 1 e 2), bairro

de Stockholm (Fig.3) de maioria imigrante, conhecido pela variedade de lnguas faladas

(Fig. 4). Em visitas subseqentes soube que moradores adolescentes comunicavam-se entre

si numa linguagem criada por eles mesmos, o rinkebysvenska. Nas situaes de fala que

observei destacavam-se expresses como han b d \ typ, jaba, duva, v/va, estranhas

ao sueco, lngua oficial do pas. O rinkebys\>enska pareceu-me inverter o mito da Torre de

Babel, segundo o qual Jeov introduz diferentes lnguas para abortar um empreendimento

societrio: no rinkebysvenska so expresses de diferentes lnguas que se unem e essa unio

se reproduz entre os falantes. A comunicao entre os falantes dessa linguagem deveria ser

alcanada, supostamente, atravs da lngua a sueca; por que o rinkebysvenska? Ao ingressar

no PPGAS associei essa linguagem a teorias socioculturais relacionadas identidade e

linguagem, priorizando esse tema de pesquisa.

O fenmeno localizado em Rinkeby guarda relao com a crescente globalizao do

planeta. Segundo a revista Veja de 27 de dezembro de 2000, so trinta milhes de pessoas,

todos os anos, a transpor fronteiras entre pases. Esse nmero inclui pessoas que se

deslocam a turismo, sade, estudos, negcios, tambm pessoas impelidas pela fome,

misria, guerra civil, catstrofes ambientais e dvidas impagveis (Stuart Hall, 1999:81).

8

Um dos destinos mais procurados por migrantes a Sucia. O estado de bem-estar

social, instalado pelo governo social-democrata nos anos trinta, confere aos suecos e

imigrantes o direito a um mesmo padro de vida. Nessa medida de mritos inegveis

transparece um ideal de sociedade igualitria, ideal que de certa forma parece desafiado e

desmistificado por descendentes de imigrantes. Nesta pesquisa procuro compreender como

adolescentes, moradores de Rinkeby, revelam a busca de conferir significados a diferentes

experincias, atravs do rinkebysvenska.

Nesta Introduo, procurei apresentar a problemtica da pesquisa e aos motivos que

me levaram a essa escolha; ainda na Parte I, em Do projeto ao trabalho de campo,

apresento um resumo de como decorreram as atividades de campo realizadas na Sucia; em

Reviso da Literatura, introduzo os principais autores que me do suporte terico.

Na Parte II , em O discurso fundador da identidade nacional sueca, investigo o

discurso de construo da suedicidade e a alteridade que emerge na interao entre suecos,

imigrantes e descendentes de imigrantes. Na seqncia, O histrico de Rinkeby at sua

atual caracterizao como bairro de imigrantes, refiro-me construo do bairro e a

formas de sociabilidade destacadas por seus moradores atuais.

Na PARTE III, em Conversas sobre o rinkebysvenska, apresento pontos de vista de

entrevistados sobre o rinkebysvenska e relaes que se estabelecem entre os falantes dessa

liguagem e conflitos com a sociedade de acolhimento. Em Consideraes finais,

problematizo a id