As Doze Tribos de Israel

Download As Doze Tribos de Israel

Post on 03-Jul-2015

6.751 views

Category:

Documents

10 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL Introduo: Chamou Jac a seus filhos, e disse: Ajuntai-vos. . . e ouvi. Em suas palavras de despedida a seus filhos, Jac elevou -se estatura incomum do profeta que fala em linguagem potica de inspirao. Ele convocou cada filho por sua vez, beira de sua cama, para ouvir suas palavras de bno, de censura, ou de maldio. Em cada caso ele destacou alguma caracterstica notvel do carter, avaliando o homem e o seu grupo familiar. As palavras de Jac constituram uma predio dos futuros acontecimentos com base no conhecimento que o pai tinha do carter de cada filho. Os homens compreenderam os pronunciamentos solenes de seu pai como predies significativas e determinantes. Todos os filhos de Jac estavam vivos. Seu chamado que os fez reunir-se foi um preceito para que eles se unissem em amor e no se misturassem com os egpcios; e predisse que no iriam a separar-se como o fizeram os filhos de Abrao e de Isaque, seno que todos deviam formar um s povo. No vamos considerar este discurso como expresso de sentimentos particulares de afeto, ressentimento ou parcialidade, seno como linguagem do Esprito Santo que declara o propsito de Deus a respeito do carter, as circunstncias e a situao das tribos que descendiam dos filhos de Jac, e que podem identificar -se em suas histrias. Tribos de Israel. O arranjo tribal em Israel baseava -se na descendncia dos 12 filhos de Jac. Estes doze chefes de famlia produziram as doze tribos de Israel . As 12 tribos so: Rben, Simeo, Levi, Jud, Zebulom, Issacar, D, Gade, Aser, Naftali, Benjamim, Manasss e Efraim.</p> <p>Smbolo da tribo de Rubem</p> <p>Tribo: RUBEN Pedra: Turquesa Cor: Vermelho Efetivo: 46.500 Prncipe: Elisur, Estandarte Estandarte (2): Face de Homem</p> <p>ou</p> <p>filho</p> <p>de</p> <p>Granada Fogo homens Sedeur (1): Mandrgora</p> <p>Ruben ou Reuven: Do hebraico, significando "veja um filho!" Na Tor, Reuven foi o primeiro filho de Yaacov e Leah. Sua me era a esposa menos favorecida de Jac, Lia, que chamou o menino de Rubem porque, segundo ela mesma disse, Jeov tem olhado para a minha misria, sendo que agora meu esposo comear a amar -me . Jac falou diretamente a Rben, seu filho mais vel ho, mas o que lhe disse no foi elogioso. Um pecado muito antigo havia encontrado Rben (Gn 35:22, Nm 32:23) O primognito de Lia destacava-se entre seus irmos. Mas ele perdeu seus direitos naturais. Seu lugar de primognito favorecido foi dado a Jos. Como filho mais primognito de Jac, Rben deveria ter sido um homem forte e de grande dignidade, que traria honra para o pai de famlia. Em vez disso, tornou -se um homem fraco, que desgraou sua famlia ao profanar o leito de seu pai. Seu indescritvel pec ado com Bila deu evidncia de uma fraqueza moral que significa runa. Seus privilgios de sacerdote seriam passados a Levi. Seu direito de ser o chefe das tribos de Israel, isto , seus direitos reais, seriam de Jud.</p> <p>Assim Rben, dotado de dignidade, di reitos de primogenitura e superioridade natural, perderia o direito a todo e qualquer lugar de poder e influncia por causa da instabilidade do seu carter. Suas paixes incontroladas (impetuoso como a gua) foram descritas na expresso hebraica, "gua sem represso jorrando em torrente espumante" (v. 4). O carter de Rubem era instvel como a gua. A atitude arrogante de Rben e seu modo de vida temerrio Embora capaz de sonhos, planos e boas intenes, no se podia contar com ele para a realizao dos mesmos. difcil encontrar nas escrituras algum membro da tribo de Rben que tenha se destacado como um lder. A populao da tribo etrou em declnio entre o xodo e a entrada na terra prometida (Nm 1:20-21, 2:11, 2:7), passando de stimo para nono lugar em numero de membros. Dat e Abiro eram da tribo de Rben e lideraram a revolta de Cor (Nm 16:1), que levou a morte de milhares de pessoas. A revolta de Dat e Abir, homens de Ruben, contra a autoridade de Moiss (Nmeros 16:1) e possivelmente contra a posio especial de Levi pode ser significativa. Ruben pode estar clamando por sua velha primazia, penalizada pelo pecado (Gnesis 49:3 -4). A tentativa falhou e o julgamento de Deus foi uma lio importante (Nmeros 16:33). Ruben, Gade e metade da tribo de Manasss pediram para ficar nas terras ricas em madeira e bem-irrigadas a leste do Jordo, conquistadas de Seom, o rei amorreu, e de Ogue, rei de Bas. Esse pedido egosta ( porque envolveria no participar da dura luta atravs do Jo rdo) foi diretamente denunciada por Moiss. Entretanto, com a promessa das duas tribos e meia de sustentarem o maior peso da luta para seus irmos no oeste, seu pedido foi atendido (32:20-22). Eles eram evidentemente bons soldados e Josu os mandou para casa no fim da campanha (Josu 22:1-6). Embora vivendo a leste do Jordo e separados de seus irmos pelo que era na poca um obstculo natural insupervel, eles no tinham desejo de formar um estado independente. Mostraram isso construindo um grande altar memorial no ponto em que atravessaram o Jordo em seu caminho para casa (22:10).</p> <p>O e c de Rbe no atende ao c amado de Debora e de Baraque para lutar contra os cananeus (Jz 5 15-16 Ao que parece no tinham coragem e a ousadia necess rias para entar na batalha, mas, anos depois, mandaram soldados para ajudar Davi em Hebrom (1 Cr 12 37 Esta tribo realizou um servio agradvel a Deus em seu zelo contra os adoradores do bezerro de ouro (x 32 Tendo sido separados por Deus como sacerdotes, nesse carter foram espalhados pela nao de Israel. ! </p> <p>S mbolo da tribo de Jud</p> <p>Tribo: Pedra:r Sardius Cor: Efetivo: Prncipe: Nason, Estandarte: Espada da justia, escudo de Deus. </p> <p>A A CA Filho de Jac e de Lia neto de Isaac bisneto de Abro trineto de Tar e J tetraneto de Nacor Jud foi o patriarca da tribo de Israel que se tornou a mais importante dentre todas De sua linhagem descendeu o rei Davi e o Messias Jud , o quarto filho de Jac com Lia, recebeu o primeiro inqualificvel louvor do velho patriarca. Levava sobre si a esperana de Israel. No tendo o direito da primogenitura, nem dignidade excepcional, ou poderes espirituais, sobressairia como o poderoso lder de um povo, que entusiasticamente haveria de admirlo e louv-lo. ! ! "</p> <p>ou 74.600 filho</p> <p>de</p> <p>JUD Cornalina Vermelho homens Aminadabe Leo</p> <p>Jud ou Judah: Judah est entre os nomes bblicos mais usados no Talmud. O nome aparece pela primeira vez no Livro de Bereshit, onde Judah o quarto filho de Jacob. derivado do hebraico, e significa "louvor dar graas elogiar Segundo telogos e alguns historiadores, por volta do sculo XV a.C. ocorreu o xodo dos hebreus do Egito para a terra de Cana. A narrao do livro do xodo descreve esta poca, e posiciona a tribo de Jud como a mais numerosa de todas as tribos de Israel (desconsiderando-se a tribo de Jos, tradicionalmente dividida entre as meia -tribos de Efraim e Manasss).</p> <p>Jud fez jus a seu nome. Ele fundou a tribo de Israel que deu a Israel seus reis sendo que alguns deles foram lderes tementes a Deus e que, por fim, trouxe ao mundo Jesus Cristo (Hb 7:14). Jud era uma tribo de conquistas e de liderana e permaneceu fiel a linhagem de Davi quando a naao se dividiu. Uma vez que Deus escolheu Jud para ser a tribo de dos reis, era lgico associar essa tribo com um leo, o rei das feras (Nm 24:9, Ez 19:1 -7, Mq 5:8, Ap 5:5). Jud era temido pelos seus inimigos, pois como um leo os perseguia sem descanso at que a vitria fosse sua. Ento, tendo completado sua misso, ele retornava su a fortaleza de suas montanhas para descansar na segurana de uma fortaleza que ningum podia invadir. Apoderar-se-ia do cetro ou basto que simbolizaria seu inteiro domnio no papel de guerreiro, rei e juiz. Qualquer nao seria feliz, segura e honrada com Jud como chefe e protetor. A bno de Jac prometeu a Jud: liderana, vitria e reinado. (Gn 49:8-12) Jud, a ti te louvaro os teus irmos; a tua mo ser sobre o pescoo de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinaro. Jud um leozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leo, e como um leo velho; quem o despertar? O cetro no se arredar de Jud, nem o legislador dentre seus ps, at que venha Sil; e a ele se congregaro os povos. Ele amarrar o seu jumentinh o vide, e o filho da sua jumenta cepa mais excelente; ele lavar a sua roupa no vinho, e a sua capa em sangue de uvas. Os olhos sero vermelhos de vinho, e os dentes brancos de leite. Paz, abundncia e prosperidade prevaleciam na terra de Jud. As vin has eram to viosas e as uvas to abundantes que o cavaleiro conquistador podia amarrar as rdeas do seu cavalo nos grandes ramos e desfrutar de seus frutos suculentos. O vinho era to abundante que os homens podiam lavar suas roupas nele, se assim o quis essem. Uvas excelentes forneciam o mais fino sustento. Os olhos de Jud no ficariam vermelhos com excesso de bebida (cintilantes de vinho, v. 12), mas "brilhantes de prosperidade" (NBC) e seus dentes seriam "mais brancos do que o leite" (brancos de leite). Isto , a terra de Jud seria divinamente abenoada (Gn 49:11-12). Com o exlio babilnico, Jud no perde sua identidade bsica, embora fosse um povo que no estava em sua prpria terra. Uma pequena porcentagem retornou para sua ptria durante o perodo persa, embora os dois grupos tenham em ltima instncia, participado da atuao providencial de Elohim. O remanescente que voltou terra tornou-se o canal pelo qual veio o Messias prometid o.</p> <p>O nome aparece em registos cuneiformes como Yaudu, Yahudu e Yakudu e tambm, na sua forma aramaica, no Papiro Aramaico de Elefantina, do sculo V AC, assim como em antigas moedas hebraicas e asas de cntaros encontradas na Palestina. Era o nome oficial da provncia persa estabelecida por Ciro (Ed 5:8). O termo Jud na Bblia - para alm de ser um nome prprio - pertence a trs estdios da histria hebraica: primeiro a tribo descendente de um dos doze filhos de Jac, mais tarde o reino composto principalmente por esta tribo e finalmente o povo judeu repatriado aps o exlio. Historicamente, esta terceira situao era uma continuao do reino de Jud, composto pelo remanescente do povo hebreu - agora chamados judeus - e que passaram a viver na Palestina. Deixaram, contudo, de ser uma nao independente e passaram a estar sob domnio persa. 1 - A tribo de Jud - Os descendentes de Jud, o quarto filho de Jac (Gn 29:32 -35). Encontrava-se dividida em cinco famlias principais, trs das quais descendiam dos f ilhos de Jud e duas dos seus netos (Nm 26:19-21; 1Cr 2:3-6). Naassom mencionado como um prncipe da tribo de Jud, sob o comando de Moiss no deserto (Nm 1:7; Nm 2:3; Nm 7:12 17; Nm 10:14). Outro proeminente lder durante as vagueaes pelo deserto foi Calebe, filho de Jefon, que foi tambm o espia representando a sua tribo (Nm 13:6; Nm 34:19). Jud foi a primeira tribo a tomar posse do seu territrio aps a morte de Josu. Com a ajuda da tribo de Simeo, os homens de Jud dirigiram-se para a regio montanhosa da zona sul da Palestina Oeste, fizeram com que os cananeus deixassem muitas das suas cidades e ocuparam essas cidades e redondezas (Jz 1:1 -20). O territrio atribudo a Jud situava-se na zona sul de Canaan. Js 15:1-12 descreve as suas fronteiras, declarando que a fronteira sul comeava na extremidade mais a sul do Mar Morto, passava pelo Deserto de Zim, ladeava Cades-Barneia, no sul e chegava ao rio do Egipto , o Wdi el- Arsh, seguindo at sua nascente no Mar Mediterrneo. A fronteira este era formada pelo Mar Morto. A fronteira norte comeava na extremidade norte do Mar Morto, dirigindo-se primeiro para norte mas virando para oeste a sul de Jeric. Seguia depois para a Subida de Adunim, provavelmente o Wdi Qelt e terminava em En -Rogel e no Vale de Hinom, a sul de Jerusalm. A partir da, virava para noroeste, na direco de Quiriate-Jearim, depois para sudoeste, na direco de Bete-Semes e finalmente via Jabn (mais tarde Jamnia) para o Mar Mediterrneo, que formava a fronteira oeste. Jud, contudo, nunca tomou posse da plancie junto costa que era, na sua maioria, ocupada pelos filisteus. O territrio de Jud encontrava-se geograficamente dividido em: ( regio montanhosa (Js 15:48), densamente povoada na sua zona ocidental mas praticamente desabitada na seco oriental, onde pouco chovia e que formava o Deserto de Jud (vers. Js 15:61); ( as terras baixas e frteis (Shephelah) que se situavam entre a regio montanhosa e a plancie junto costa (vers. Js 15:33; cf. 1Rs 10:21) e onde se encon travam as mais fortes cidades do pas e (o Neguebe (Js 10:40), um estril e quase rido deserto entre Berseba e Cades-Barneia. Embora a maior parte do territrio de Jud fosse montanhoso, adaptava -se perfeitamente cultura de vinhas (cf. Gn 49:10 -12), incluindo-se no seu territrio o Vale de Escol, a norte de Hebrom (Nm 13:23,24), que actualmente produz um excelente tipo de uvas. O Shephelah, por outro lado, era o celeiro de Jud e uma vez que a sua posse era de grande importncia para o Estado de Jud, as suas cidades foram fortemente fortificadas.</p> <p>Jud foi a tribo do segundo juiz (Otniel) que livrou a nao da opresso de Cus -Risataim, rei da Mesopotmea, no incio do perodo dos juizes (Jz 3:8 -11&gt;&gt;). Jud juntou-se s outras tribos contra Benjamim (cap. Jz 20:1,18), aparentemente no incio do perodo (ver Jz 20:28). No sentido geogrfico, Jud, Simeo e D formavam uma unidade e estas tribos foram as que mais sofreram com a opresso dos filisteus, depois que esta nao passou a dominar no sculo XII a.C. (Jz 10:7; Jz 13:1). Mas Jud parece no ter tido uma grande participao nas guerras das outras tribos contra os vrios opressores que ocuparam Israel no perodo dos juizes. Quando Samuel estabeleceu o primeiro reino, Jud apoiou Sal. Contudo, o facto de as suas foras serem mencionadas separadamente das outras tribos (1Sm 11:8; 1Sm 15:4; 1Sm 17:52), parece querer significar que, possivelmente como resultado de eventos histricos que desconhecemos, ou devido ao seu isolamento geogrfico, Jud era consider ada de forma diferente em relao s outras tribos, que parecem ter formado uma unidade. Aps a morte de Sal, David, um heri da tribo de Jud, foi feito rei em Hebrom, enquanto que as outras tribos seguiram Isbosete, o filho de Sal. Esta diviso durou a t morte de Isbosete, sete anos mais tarde, quando os seguidores da casa de Sal se viraram para David (2Sm 2:4; 2Sm 5:1-3), fazendo dele o rei de todas as doze tribos. Durante mais de sete dcadas, o reino permaneceu sob o domnio da casa real. David mo strou-se prudente ao transferir a sua capital de Hebrom para Jerusalm (cap. 2Sm 5:5), uma cidade que no pertencera a ningum at essa altura, situando-se, portanto, em territrio neutro, uma vez que a inveja tribal se encontrava sempre presente (ver cap. 2Sm 19:41-43).</p> <p>Smbolo da tribo de Zebulom</p> <p>Tribo: dra: Cor: f ti o: rn ip : standarte:% # $ ' % &amp; $ # $ (</p> <p>57.400 Eliabe, filho Ancoradouro)</p> <p>de de</p> <p>ZEBULOM Esmeralda Verde homens Helon Navios</p> <p>abulonou ou Zebulo : Do hebraico, significando "exaltar, honrar", ou "uma casa elevada". Na Tor, Zebulun era o sexto filho de Yaacov e Leah. Nada conhecido, em particular, a respeito de Zebulom, exceto que Serede, Elom e Jaleel foram seus filhos...</p>