yoga tibetana do sono e dos sonhos - tenzin wangyal rinpoche

Download Yoga Tibetana Do Sono e Dos Sonhos - Tenzin Wangyal Rinpoche

Post on 30-Nov-2015

1.225 views

Category:

Documents

21 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Tenzin Wangyal Rinpoche

Yoga tibetano do Sono e Sonhos

Editado por Mark Dalby"Karma Yeshe Paldron"Fundao de publicaes e tradues budista

So Petersburgo, 1999

Tenzin Wangyal Rinpoche

Tibetano iogas do sonho e do sono

Editado porMark DahlbySnow Lion PublicationsIthaca, New York1998

Se no formos capazes de fazer a prtica em um sonho, diz Tenzin Wangyal Rinpoche, se toda a noite cair no esquecimento, quais so as nossas chances de manter a conscincia quando a morte chega?D uma olhada nas experincias de sonhos - voc sabe o que voc vai ser na morte.D uma olhada em suas experincias no sonho - e voc vai achar que voc est acordado real.

Este livro d instrues detalhadas sobre sonhos ioga, incluindo as prticas fundamentais que so realizadas durante o dia.Na tradio tibetana, a capacidade de ver os sonhos lcidos - e no um fim em si mesmo, e uma rea adicional que pode ser aprendido, fazendo prtica efetiva de alto nvel, levando a libertao.

Para o sonho yoga yoga deve dormir, tambm chamado de yoga da Clear Light.Esta prtica mais parecida com as prticas tibetanas mais elevados secretos.Sua finalidade manter a conscincia durante o sono profundo, quando os conceitos de operao speras da mente e dos sentidos cessar a sua actividade.A maioria das pessoas no Ocidente no pode sequer imaginar que tal uma profundidade de conscincia possvel, mas nas tradies espirituais do Tibete, o budismo eo Bon, este fenmeno bem conhecido.

Os frutos dessas prticas - aumentar a felicidade e liberdade, como no estado de viglia e durante o sono."A ioga tibetana de sono e os sonhos" oferece mtodos poderosos para se mover em direo libertao.

Tenzin Wangyal Rinpoche, um Bon Lama tibetano, agora vive em Charlottesville, Virginia.Ele o fundador e diretor do Instituto Ligmincha, uma organizao que se dedica pesquisa e prtica dos ensinamentos da tradio Bon.Nascido na ndia, na cidade de Amritsar, onde seus pais tinham fugido da invaso chinesa do Tibete.Ele estudou na budista e professores Bon e recebeu o ttulo de Geshe, o mais alto grau na cultura tradicional tibetana.Desde 1991 ele tem vivido nos Estados Unidos gastam um monte de seminrios de formao em todos os EUA e na Europa.

No livro, Tenzin Wangyal Rinpoche da antiga tradio Bon tibetano, d instrues detalhadas sobre o yoga do sono e dos sonhos.Os frutos dessas prticas - aumentar a felicidade e liberdade, como no estado de viglia e durante o sono."A ioga tibetana de sono e os sonhos" oferece mtodos poderosos para se mover em direo libertao.Directamente dirigidas experincia pessoal do leitor, este livro , certamente, um dos mais profundos trabalhos no campo.

Contedo

Do AutorPrefcioIntroduoComo fazer exerccio fsico

PRIMEIRA PARTE: a natureza dos sonhos1.Sonho e realidade2.Como essas experinciasignornciaaes e seus resultados: Karma e crmica traabom karmaliberao de emoesturvao da conscincia detraos crmicas e sonhomundos Seis samsaric sendochamado de emoes negativas por qu?3 corpo energticoe prana ChannelsChannels (CA)Prana (pulmo)Equilibrar o PranaPrana e menteChakrascavalo cego cavaleiro coxo4.Resumo: como os sonhos surgem5.As imagens de "Me do tantra"Metforas ajudar a compreender a

SEGUNDA PARTE: OS TIPOS DE SONHOS E SEU USO1.Trs tipos de sonhossamsaric sonhosSonhos clarezados Sonhos luz clara2.Uso de sonhosno sonho experimentamanuais e orientaoAdivinhaoEnsinamentos de sonhos3.Abertura Chd4.Dois nveis de prtica

TERCEIRA PARTE: SONHO prtica de yoga1.Vision, ao, sonho, morte2.Fique em paz shamatashamata com esforonaturais shamathashamatha finaisobstculos3.Quatro prticas fundamentaisprimeira prtica: mudar o carma traasegunda prtica: a eliminao do desejo e da aversoterceira prtica: fortalecimento intenesquarta prtica: o desenvolvimento da memria e alegre esforoPermanncia4.Preparando-se para a noiteNine limpeza respiraesGuru Yogaproteo5.Incio PrticaIntroduo ao canal central da conscinciamaior clarezamaior presenadestemor DesenvolverPosefocar a menteSequence6.ConscinciaDesenvolvimento da flexibilidade7.obstculos na descrio Shardza Rinpoche8.Gesto de sonhos e respeito por elas9.Simples prticasobservador mentePreparando-se para dormir10.Unio

QUARTA PARTE: SONHO1.Dormir e adormecer2.Trs tipos de sonosono da ignornciasono samsaricsono luz clara3.Prtica de dormir e sonhar Prtica

QUINTA PARTE: YOGA PRTICA DO SONO1.Dakini Salchzhe Dudalma2.Pr-prtica3.Practice of SleepDive no sono4.Crucible5.Promoo6.Barreiras7.Que apoiae levando-se em8.CombinandoCombinando Clear Light com trs venenosassociao com os ciclos do tempo9.Continuidade

PARTE VI: ATUALIZAES1.Contexto2.Rigpa mente emente, que opera os conceitosde conscincia no-dualidade - Rigpa3.Base - kunzhiConscincia e matria4.Cognio5.Reconhecimento de clareza e vazioequilbrioDistino6.I7.O paradoxo da relao "I"Conclusoapndice.Reviso das prticas sonhaQuatro iniciais prticaspreliminares antes de dormirprincipal prticaGlossrioBibliografia

Do autorQuero agradecer a todos aqueles que contriburam para preparar o livro para publicao, e, antes e acima de tudo - Mark Dalby, meu aluno e amigo prximo, o trabalho com o qual eu estava muito contente.Passamos muitas horas em um caf perto de Berkeley, discutindo questes diferentes.Sem ele, este livro no veria a luz.

Tambm sou grato a Steven D. Goodman colega e amigo, com conselhos valiosos que melhorou o manuscrito, Sue Ellis Dyer e Chris Baker - para correo editorial da primeira verso do livro, Sue Davis e Laura Shekerdzhian que leram o livro e fez comentrios, e Christina Cox, de Snow Lion Publications, um editor experiente que, colocando suas habilidades ao texto, melhorou significativamente o livro.

Fotografias, que mostram a postura de meditao e yoga sonhos (ss, respectivamente. 96 e 125) fez Antonio Riestra, e serviu como um modelo de Luz Vergara.Figuras chakras Ss.120 e 122 fizeram Monica R. Ortega.Eu tambm quero agradecer a todos aqueles que no mencionei aqui e aqueles que tenham prestado de diversas formas de ajuda para mim.

Dedico este livro Namkhai Norbu Rinpoche, que era na minha vida, uma fonte de inspirao - e como ensinar aos outros, e no meu consultrio particular.

PrefcioNo Tibete, dizendo: "A fim de evitar quaisquer dvidas sobre a autenticidade dos ensinamentos e transmisso precisa ir para a linhagem e histria."Ento eu vou comear este livro com uma breve histria da minha vida.

Nasci logo depois meus pais fugiram do Tibete para escapar da opresso do povo chins.A vida era difcil para eles, ento eu fui para uma escola crist de embarque, onde esperavam os pais cuidar de mim.Meu pai era um budistalama, *e sua me praticou o Bon *.Algum tempo se passou, e seu pai morreu.A me, ento, casou-se novamente, desta vez para o Bon Lama.Tanto ele como sua me queria que eu vivesse em seu contexto cultural, e isso quando eu tinha dez anos de idade, fui para o principal mosteiro Bon, que estava na ndia, em Dolanji onde recebi as ordens monsticas.

Uma vez que eu vivia em um monastrio por um tempo, Lopon (senior tutor) Sangye Tenzin Rinpoche me reconheceu degenerao Kyungtula Rinpoche, um famoso estudioso e professor, escritor e professor de meditao.Ele era bem conhecido como um hbil astrlogo, e no oeste do Tibete e da ndia se tornou famoso como um leo espritos malignos domador.Muitos o conheciam como um curandeiro que possua poderes mgicos.Um de seus clientes era o governante do principado Himachal Pradesh, no norte da ndia.O prncipe e sua esposa, que no podia ter filhos, virou-se para Kyungtulu Rinpoche para cur-los, o que ele fez.Actualmente, a sua Virbhardur filho o primeiro-ministro de Himachal Pradesh.

Quando eu tinha treze anos, minha raiz professor Lopon Sangye Tenzin, um homem de grande conhecimento e alta de implementao, vai passar um dos ensinamentos mais importantes e secretos da tradio Bon: a linha da Grande Perfeio(Dzogchen *)transmisso oral de Zhang Zhung(Shang Shung nengyud *) .Embora eu era muito jovem, meu padrasto Lopon Rinpoche visitou e pediu para ser admitido aos estudos, que eram para continuar todos os dias por trs anos.Lopon graciosamente concordou, mas me disse que, como o resto dos futuros discpulos, para lhe dizer o sonho, visto na noite antes do incio das aulas, por isso ele foi capaz de determinar a nossa disponibilidade.

Alguns alunos no se lembra do sonho, e foi tomado como um sinal de obstculos.Lopon disse-lhes para comear as prticas de limpeza e adiado o incio das aulas, desde que cada aluno no vai ver um sonho.Sonhando com outros alunos testemunharam que eles precisam para executar prtica especfica para se preparar para o exerccio, por exemplo, uma prtica que iria reforar a sua relao com os guardies do Bon *.

Eu tinha um nibus que percorreu toda a casa de meu senhor, quando na verdade a estrada no estava l.No sonho, o condutor era meu amigo, e eu estava de p ao lado dele e entregou o bilhete para todos os que entraram no nibus.Os bilhetes foram um pedao de papel no qual estava escrito o tibetano slaba A. Depois, veio o segundo ou terceiro ano da minha estadia em Dolanji.Eu tinha treze anos de idade, e eu no sabia que nos ensinamentos de Dzogchen A um dos personagens mais importantes.Mentor, como de costume, no disse nada sobre o meu sonho.Sobre o bem que no se espalhou muito, mas eu estava feliz s porque eu estava autorizado a freqentar as aulas.

No tibetano tradio espiritual do professor, muitas vezes usa os sonhos dos alunos, desta forma, para decidir se o aluno a obter esta ou aquela doutrina.E apesar de ter levado um tempo antes de comear a aprender e praticar yoga sonho, neste caso, marcou o incio do meu interesse em sonhos.Fiquei profundamente impressionado pela forma como muito procurados sonhos na cultura tibetana ea religio do Bon, eo fato de que a informao que vem do inconsciente, muitas vezes mais importante do que a informao que pode dar mente conscien

Recommended

View more >