toxina botulínica a 100 u pÓ liÓfilo injetÁvel .transsináptica retrocedente da atividade da

Download toxina botulínica A 100 U PÓ LIÓFILO INJETÁVEL .transsináptica retrocedente da atividade da

Post on 19-Sep-2018

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • XEOMIN

    toxina botulnica A 100 U

    P LIFILO INJETVEL

    Biolab Sanus Farmacutica Ltda.

  • Biolab Sanus Xeomin 11/2013 1

    BULA DO PROFISSIONAL DE SADE

    IDENTIFICAO DO MEDICAMENTO

    Xeomin

    toxina botulnica A

    APRESENTAES: P lifilo para soluo injetvel Frasco ampola com 100 unidades DL50. Cartucho com 1 frasco ampola. VIA IM USO ADULTO COMPOSIO: Cada frasco ampola contm: toxina botulnica A (150 kDa), isenta de complexos proteicos....100 unidades DL50* Excipientes: sacarose e albumina humana. * Uma unidade corresponde dose letal mdia (DL50) quando o produto reconstitudo injetado intraperioneamente em ratos sob condies definidas. Devido diferena no teste de (DL50), estas unidades so especficas para o XEOMIN

    e no so intercambiveis com outras preparaes de toxina botulnicas. INFORMAES TCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SADE

    1. INDICAES: XEOMIN destinado ao tratamento sintomtico do blefarospasmo e da distonia cervical com

    componente rotacional predominante (torcicolo espasmdico) em adultos e espasticidade dos membros

    superiores em adultos.

    XEOMIN tambm est indicado para a melhora temporria da aparncia das linhas faciais

    hipercinticas.

    2. RESULTADOS DE EFICCIA:

    ESTUDO COM XEOMIN EM BLEFAROSPASMO

    Foi realizado estudo clnico multicntrico, randomizado, duplo cego com XEOMIN e produto de

    referncia em 304 pacientes com idade entre 18 e 75 anos de idade, originados de 42 hospitais localizados

    na Europa e Israel 2,3.

    Concluram que os efeitos do produto XEOMIN em blefarospasmo avaliados neste estudo multicntrico

    demonstrou que os objetivos primrios foram plenamente atingidos. Os resultados confirmam eficcia

    clnica e funcional no tratamento do blefarospasmo.

    EFICCIA DO XEOMIN NO TORCICOLO ESPASMDICO O estudo da eficcia do XEOMIN no tratamento do torcicolo espasmdico foi o maior estudo

    multicntrico, duplo cego e randomizado realizado com toxina botulnica at o presente momento1,2.

  • Biolab Sanus Xeomin 11/2013 2

    Foram recrutados 463 pacientes com idade entre 18 e 75 anos em 51 centros distribudos pela Europa e

    Israel.

    A avaliao clnica global feita pelos pacientes e mdicos que acompanharam o tratamento foi

    considerada altamente positiva.

    O produto XEOMIN que representa uma nova preparao de toxina botulnica A demonstrou ser eficaz

    e bem tolerado no tratamento do torcicolo espasmdico.

    Referncia bibliogrfica

    1. BENECKE R. et al. A new Botulinum toxin type A free of complexing proteins for treatment of cervical dystonia. Neurology, v.64, p.1949, 2005.

    2. JOST W. et al. Botulinum Neurotoxin Type A Free of Complexing Proteins (XEOMIN) in Focal Dystonia. Drugs 2007; 67(5): 669-683

    3. ROGGENKMPER P. et al. Efficacy and safety of a new Botulinum toxin type A free of complexing proteins in the treatment of blepharospasm. Journal of Neural Transmission, v.113, p.303-312, 2006.

    EFICCIA DE XEOMIN EM ESPASTICIDADE Espasticidade aps acidente vascular cerebral (AVC). Em um estudo clnico (duplo-cego, controlado

    por placebo, multicntrico, nmero EudraCT 2005-003951-11) realizado em pacientes com espasticidade

    dos membros superiores aps AVC, 148 pacientes foram randomizados para receberem Xeomin (N=73)

    ou placebo (N=75), de acordo com as recomendaes de dose para o tratamento inicial apresentada na

    posologia da bula. A dose cumulativa aps at 6 tratamentos repetidos em um ensaio clnico foi, em

    mdia, 1.333 unidades (no mximo 2.395 unidades) durante um perodo de at 89 semanas. Os

    participantes tinham um histrico de AVC ( 6 meses desde o ltimo episdio) e apresentavam

    espasticidade focal no pulso e nos dedos com um escore de 2 na Escala Ashworth para os flexores do

    pulso e dos dedos.

    Conforme determinao do parmetro de eficcia primria (taxa de resposta dos flexores do pulso de

    acordo com a escala Ashworth na semana 4, resposta definida como melhora de pelo menos 1 ponto nos 4

    pontos da escala Ashworth), os pacientes tratados com Xeomin (taxa de resposta: 68,5% ) tiveram uma

    probabilidade 3,97 vezes maior de resposta em relao aos pacientes tratados com placebo (taxa de

    resposta: 37,3%, 95% IC: 1,90-8,30; p

  • Biolab Sanus Xeomin 11/2013 3

    Uma resposta ao tratamento foi observada na semana 4 em 95 pacientes (57,6%; n=165) na avaliao PPS

    (per protocol set). A melhora foi verificada em 51 pacientes (63,0%) no grupo 20 U/mL e 44 pacientes

    (52,4%) no grupo 50 U/mL. A diferena na proporo de respostas entre os dois grupos de tratamento foi

    de 10,6% (95% CI -4,4, 24,9), mostrando a no inferioridade da diluio 20 U/mL em relao diluio

    50 U/mL (BARNES M, Acta Neurol Scand. 2010 Apr 26. [Epub ahead of print]).

    EFICCIA DO XEOMIN NAS LINHAS FACIAIS HIPERCINTICAS Durante o desenvolvimento clnico de Xeomin, grandes estudos clnicos prospectivos, randomizados,

    duplo-cegos, controlados e multicntricos foram realizados em adultos para o tratamento de linhas faciais

    hipercinticas. Nesses estudos, no total, foram includos 1486 pacientes com linhas/rugas glabelares e

    periorbitrias laterais.

    Segundo as variveis de eficcia mais utilizadas, os resultados globais mostram que os grupos tratados

    com Xeomin apresentaram taxa de resposta significativamente superior em todos os estudos

    comparativos com placebo. [Carruthers A, Protocol MRZ 602010724 (IND number 100288, data on

    file); Eccleston D, Protocol MRZ 602010617 (EudraCT number 2006-005396-17, data on file); Flynn T,

    Protocol MRZ 602010527 (IND number 100288, data on file); Hanke W, Protocol MRZ 602010741

    (IND number 100288, data on file); Rzany B, Protocol MRZ 602010520 (EudraCT number 2005-

    004416-78, data on file).

    Alm disso, um estudo comparativo em linhas glabelares confirmou a no inferioridade de Xeomin em

    relao ao produto comparativo contendo o complexo de toxina botulnica A convencional (900 kDa), j

    demonstrada em estudos prvios para indicaes neurolgicas, e comprovou a sua eficcia, com taxa de

    resposta de at 96,4%. [Sattler G, Protocol MRZ 60201 /GL /3002 (EudraCT number 2008-002713-40;

    data on file)].

    3. CARACTERISTICAS FARMACOLGICAS

    Farmacodinmica

    A toxina botulnica A bloqueia a transmisso colinrgica na juno neuromuscular pela inibio da

    liberao de acetilcolina. As terminaes nervosas da juno neuromuscular no mais respondem aos

    impulsos nervosos e a liberao de neurotransmissores impedida (desnervao qumica). A recuperao

    da transmisso do impulso restabelecida pela formao de novas terminaes nervosas e placa motora

    terminal.

    O mecanismo de ao pelo qual a toxina botulnica A exerce seu efeito na terminao nervosa colinrgica

    pode ser descrito por um processo de trs passos sequenciais, o qual inclui os seguintes passos:

    1. Ligao nas terminaes nervosas colinrgicas

    2. Entrada ou internalizao no terminal nervoso e

    3. Inibio da liberao da acetilcolina pelo envenenamento intracelular dentro da terminao

    nervosa.

  • Biolab Sanus Xeomin 11/2013 4

    A cadeia pesada da toxina botulnica A se liga com uma excepcional alta seletividade e afinidade aos

    receptores apenas encontrados nos terminais colinrgicos. Aps a internalizao da neurotoxina, a cadeia

    leve quebra especificamente uma protena alvo (SNAP 25), que essencial para a liberao da

    acetilcolina.

    A recuperao aps a injeo normalmente ocorre dentro de 3-4 meses, quando os terminais nervosos

    restabelecem e se reconectam com a placa motora.

    Farmacocintica

    a) Caractersticas gerais da substncia ativa

    Os estudos clssicos de cintica e distribuio no podem ser conduzidos com a toxina botulnica A,

    porque a substncia ativa aplicada em pequenas quantidades (picogramas por injeo) e porque ela se

    liga muito rapidamente e irreversivelmente aos terminais nervosos colinrgicos.

    A toxina botulnica natural um complexo de alto peso molecular, que, alm da neurotoxina (150 kDa),

    contm outras protenas no txicas, como hemaglutinina e no hemaglutininas. Em contraste com os

    preparados convencionais de toxina botulnica A com complexo proteico, XEOMIN contm neurotoxina

    pura (150 kDa) sendo isento de complexo proteicos.

    Assim como muitas outras protenas com este tamanho, a toxina botulnica A tem mostrado submeter-se a

    transporte axonal retrogrado aps injeo intramuscular. Contudo no foi encontrada passagem

    transsinptica retrocedente da atividade da toxina botulnica A no sistema nervoso central.

    O receptor-ligado da toxina botulnica A endocitado no terminal nervoso, primeiramente para alcanar o

    seu alvo (SNAP 25) e ser eventualmente degradado intracelularmente. As molculas de toxina botulnica

    A livres na circulao, que no foram ligadas aos receptores dos terminais nervosos pr-sinpticos

    colinrgicos, sero fagocitadas ou pinocitadas e degradadas como qualquer outra protena livre na

    circulao.

    b) Distribuio da substncia ativa em pacientes

    Estudos farmacocinticos em humanos com XEOMIN no foram realizados pelas razes detalhadas

    acima.

    4. CONTRAINDICAES

    - Hipersensibilidade a substncia ativa toxina botulnica A ou a algu

Recommended

View more >