revolução da palha em iraquara

Download Revolução da palha em Iraquara

Post on 23-Jul-2016

215 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Zine registro da Residncia Artstica com Bruna Maresch, Nara Milioli, Anne Solimar e os amigos da Casa de Tup, espao cultural localizado em Iraquara/BA.

TRANSCRIPT

  • A REVOLUO DA PALHA EM IRAQUARA!

    Ningum junta mais estrumopra aduba plantaoo plstico acabou com a palhao arteso passa fomeQue na sua propriedadeNo haja desmatao

    No faa queimada na roaPois no a soluoJunte a palhaE cubra a terraAcredite e ver!Assim diz, um cancioneiro popular

  • Vista de Iraquara

  • A Revoluo de uma palha!

    Uma Revoluo pode comear a partir de uma nica palha!Masanobu Fukuoka

    Masanobu Fukuoka foi quem introduziu a revoluo da palha entre ns. Apenas observando os campos de arroz japoneses, lanou os princpios da agricultura sel-vagem que consistem em: no cultivar, no utilizar fertilizantes qumicos, no mon-dar nem mecnica, nem quimicamente e no depender de produtos qumicos. Tudo que fez, na verdade, foi retomar a herana do trabalho simples e prximo terra de seus antepassados, recusando-se a adotar os procedimentos do modelo de agricul-tura intensiva associado monocultura e dependncia do agricultor aos insumos do mercado. De acordo com Fukuoka, a razo pela qual as tcnicas aperfeioadas parecem necessrias porque o equilbrio foi de tal modo rompido por estas mesmas tcni-cas que a terra se tornou dependente delas. Pelo contrrio, ele recomenda recobrir o solo com palha, para interromper por um momento a germinao de plantas es-pontneas, e semear atravs de bombinhas de sementes: No h mtodo mais fcil nem simples para fazer crescer as sementes. Este mtodo pouco mais requer que semear mo e espalhar palha, mas precisei de mais de trinta anos para atingir essa simplicidade (2008, p. 43) Espalhar palha relaciona-se com tudo: com a fertilidade da terra, a germinao das sementes e ervas espontneas, a proteo contra os animais, a irrigao das cul-turas. A palha alimenta, protege e umedece a terra. Ao suprimir as prticas agrcolas inteis, o trabalho do agricultor se transfor-ma, contemplador, o agricultor precisa observar as relaes naturais do lugar, estar atento ao ciclo das estaes e das luas, para saber qual o momento certo de cultivar:

    Podemos cultivar legumes em qualquer lugar onde o crescimento das ervas daninhas for variado e forte. A familiarizao com o ciclo anual e com o esquema de crescimento das ervas daninhas e das gramneas muito importante. Observando a variedade e o taman-ho das ervas daninhas num determinado espao, podemos avaliar de que tipo de solo se trata e quais so as suas deficincias. (2008, p. 70)

    O mais importante no a tcnica de cultivo, mas o estado de esprito do agricultor!

    (FUKUOKA, Masanobu. A revoluo de uma palha. 2 ed. Via Optima Editorial: Porto, 2008.)

  • Pegamos um avio para Salvador com destino a Iraquara, uma ci-dade que se localiza no corao da Bahia, com a inteno de levar se-mentes de Santa Catarina e fazer a Revoluo da Palha em Iraquara. A cidade rural e vive do culti-vo de palma e feijo gand. Clima quente e seco, o vermelho da terra salta na vista.

    Fomos recebidas pela Sol na Casa de Tup, um espao cultural que realiza aes com crianas da regio. A Sol preparou uma pro-gramao para nos receber e pas-samos duas semanas envolvidas com o lugar e com as pessoas in-crveis que encontramos por l.

    Esta a Casa de Tup!

    Vamo cat palha!?

    Antes ouve como tudo comeou.

  • Comeamos tirando da mala as sementes que trouxemos de Santa Catarina pra trocar em Iraquara. Espcies variadas de espontneas dis-seminadas na ilha e que imaginamos que poderiam se dar bem no clima seco do serto, como aroei-ra, crotalria, capins diversos, pico...

    O quintal da Casa de Tup se tornou nosso laboratrio, inici-amos uma compostagem e cuidamos dos canteiros que j es-tavam por l, identificando as plantas que ningum conhecia.

    ia a Erva de Touro!!

  • Cuidado com os Bonitinhos!!!

    Conhece a ex-presso: lata dgua

    na cabea?

    Pois , em Iraquara antes de ter gua

    canalizada, todo mundo ia buscar gua neste poo. As tias e avs levavam gua pra casa com uma

    lata na cabea.

    Hoje no precisa mais, pois tem a bomba dgua.

    Sol nos levou at o Poo de Manoel Flix, onde foi a fundao da ci-dade, l que ou-vimos a histria do lugar.

    Ali se fundou esta cidade, formada de um solo poroso suspenso sobre grutas e

    lagos subterrneos. Por isso, aqui nos sentimos leves e o tempo pas-sa diferente. Pensando bem, Ira-quara tambm uma ilha, mas uma

    ilha no meio do serto.

    O poroso causa vertigens!

    Presta ateno! Conta-se queManoel Flix, mdium e fundador do povoado, indo em di-reo Paraba, encontrou um poo de guas salobras no

    meio do serto.

  • Pelas ruas de Iraquara

    O povo por aqui tem costume de arrancar o pouco mato que cresce e queimar na frente de casa. Comeamos a catar palha pela cidade e levar para uma praa de cho batido, utilizada para amar-rar os cavalos no dia da feira.Teve gente que estranhou e gen-te que achou normal, vinham con-versar, falar sobre plantas que conheciam e suas propriedades.

    T vendo esta trepadeira, a

    frutinha dela doce e serve pra cura um monte de mal, vou levar pra minha

    fia!

    To pegando remdio pra prstata.

    Seu Zu, que voc t fazendo?

    lha isso Sol, uma plantinha que cresce na beira

    da rua!!!!

  • Quem disse que ningum junta palha em Iraquara?

    SIM!

    VAI UMA PALHA A?

    OBRIGADA!

  • Olha a palha!

    Que ser que elas vo fazer com

    essa palha?

    Que doidas!!!

  • Produo de cartazes, lambe-lambes e claro, o Manifesto da Palha, para distribuir e colar na cidade.

    J FAZEM TRS DIAS QUE CHEGAMOS NA PRAA DE MANH E ALGUM BOTOU FOGO NA PALHA QUE JUNTAMOS! PRECISAMOS TOMAR UMA PROVIDNCIA!!!!!

    Mos obra!!

  • No outro dia, os cartazes surtiram efeito, ningum mais queimou palha na praa!

  • E TEM MAIS PALHA A CAMINHO! Pica palha a pra gente joga no nosso cantei-

    rinho!

    HEHEHE! PICA PALHA!!

    Misso Cumprida!Quanta palha,

    quanto bichinho!!!!

  • Agora a praa t cheia de guardio!

    Pode deixar que eu molho as plan-

    tas pra voc!!!

  • Pode entr!

    Mas antes de ir embora, um encontro mais que especial...

    O meninas, vocs no podem ir embora sem conhecer o meu jardim!

    ISSO QUE REVOLUO DA PALHA!!!!!

  • No jardim do Vadinho d pra se perder. Tem muita vida! Muita palha, passarinho, gatinho e planta milagrosa, ele nos deu vrias sementes pra levar de volta pra Santa Catarina e disseminar nos nossos jardins.

    Viva a palha!!!!

    A palha riqueza no serto!

  • Antes de sairmos de Iraquara preparamos uma ao especial, que s podia ser um grande bombardeio de sementes no quintal da Casa de Tup. Adivinha quem gostou da ideia?

    FIM!

  • A Revoluo da Palha em Iraquara foi um trabalho desenvolvido durante o perodo de Residncia Artstica em agosto de 2014 em Iraquara- BA, na Casa de Tup.

    Com a participao de Bruna Maresch, Anne Solimar Sol e Nara Milioli.