projetando experiências mobile

Download Projetando Experiências Mobile

Post on 12-Apr-2017

326 views

Category:

Mobile

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • P R O J E TA N D O E X P E R I N C I A S M O B I L E

    C E S A R B A R I Z O N A L F R E D O S C H A I T Z A

  • P O R Q U E M O B I L E I M P O R TA ?C R E S C I M E N T O

    P R O B L E M A S E N E C E S S I D A D E S

    C O N T E X T O D E U S O

    C O M P O R TA M E N T O S

  • C R E S C I M E N T O

  • C R E S C I M E N T O _ V E N D A S

    As previses eram de que a venda de smartphones ultrapassaria o comrcio global de desktops, laptops e notebooks em 2012.

    Isso aconteceu dois anos antes, no ltimo quarto de 2010.

    2010

    2012

  • C R E S C I M E N T O _ V E N D A S

    Previa-se que 1 bilho de smartphones seriam despachados em 2016.

    Isso j acontece agora.

    Smartphones

    PCs

    Tablets

  • C R E S C I M E N T O _ P R I O R I Z A O D O G O O G L E PA R A S I T E S M O B I L E F R I E N D LY

    A partir de abril de 2015, o Google prioriza sites mobile friendly como resultados de busca feita em smartphones.

    http://googlewebmastercentral.blogspot.com.br/2015/02/finding-more-mobile-friendly-search.html

    http://googlewebmastercentral.blogspot.com.br/2015/02/finding-more-mobile-friendly-search.html

  • C R E S C I M E N T O _ U S O

    6 em cada 10 espectadores usam o mobile ao mesmo tempo que assistem TV.

    62% dos usurios tm mais de 25 anos

    47% dos usurios de smartphones so da classe C, totalizando mais de 48,3 milhes de pessoas.

    A classe C movimenta 495 bilhes de reais em renda prpria por ano.

  • P R O B L E M A S E N E C E S S I D A D E S

  • P R O B L E M A S E N E C E S S I D A D E S _ P O N T O S D E C O N TAT O

    O mobile muitas vezes o nico ponto de contato do usurio com a internet.

  • P R O B L E M A S E N E C E S S I D A D E S _ I N M E R A S T E L A S

    Mais de 34 resolues diferentes so comuns no mercado.

    http://stats.areppim.com/stats/stats_mobiresxtime.htm

    http://stats.areppim.com/stats/stats_mobiresxtime.htm

  • P R O B L E M A S E N E C E S S I D A D E S _ I N M E R A S T E L A S

    Alm de wearables.

  • C O N T E X T O D E U S O

  • C O N T E X T O S D E U S O _ F AT F I N G E R F R I E N D LY

    Considere suas reas de toque para necessidades diferentes.

  • C O N T E X T O S D E U S O _ AT E N O R E D U Z I D A

    Seu usurio pode estar em qualquer lugar, fazendo qualquer outra coisa.

  • C O N T E X T O S D E U S O _ L I M I TA O D E E S PA O

    Seja direto, no h lugar para excessos.

  • C O N T E X T O S D E U S O _ C O N E X O

    Smartphones nem sempre contam com uma conexo de dados estvel.

  • C O M P O R TA M E N T O S

  • C O M P O R TA M E N T O S _ A M B I E N T E S E H O R R I O S D E U S O

    Se antes a navegao acontecia em momentos especficos do dia, em um determinado ambiente e contexto apropriados, hoje ela muito mais constante, fluida e feita em vrios dispositivos e espaos ao mesmo tempo: o usurio pode comear no smartphone e terminar na televiso.

    Morning7 a.m.

    Commute10 a.m.

    Work11 a.m.

    Lunch12 a.m.

    Meeting4 p.m.

    Dinner8 p.m.

    Movie10 p.m.

  • C O M P O R TA M E N T O S _ P R O X I M I D A D E E P E R S O N A L I Z A O

    O smartphone tornou-se um pertence muito prximo, sendo altamente personalizvel, fortalecendo um lao emocional entre o gadget e o usurio.

    Assim como o smartphone fica com a cara do dono, este acaba esperando que apps e sites o "entendam" to bem quanto seu aparelho o faz.

  • C O M P O R TA M E N T O S _ M I C R O M O M E N T O

    Eles acontecem a todo momento, fazendo uso de um gadget (na maioria das vezes o smartphone) que uma pessoa precisa descobrir, aprender, comparar, encontrar, comprar algo.

    "Como chego l?" "Onde encontro isso?" "Quanto custa o que quero?"

    https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/articles/how-micromoments-are-changing-rules.html

    https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/articles/how-micromoments-are-changing-rules.html

  • C O M P O R TA M E N T O S _ M I C R O M O M E N T O

    Os consumidores mudaram. Seu jeito de percorrer uma jornada de consumo tambm mudou. No se est mais on-line. Vive-se on-line.

    69% das pessoas que viajam a lazer e tm um smartphone buscam por ideias de viagem em momentos livres, como numa fila ou esperando o metr.

    82% dos usurios de smartphone consultam seus aparelhos enquanto esto na loja decidindo o que comprar.

    69% dos consumidores on-line concordam que a qualidade, o timing ou a relevncia das mensagens de uma empresa afetam sua percepo da marca.

    https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/articles/por-que-mobile.html

    https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/articles/por-que-mobile.html

  • C O M P O R TA M E N T O S _ M I C R O M O M E N T O

    Pensar em micromomentos uma maneira mais eficiente do que se basear apenas em dados demogrficos para atingirmos nossos usurios nos momentos certos.

  • C O M P O R TA M E N T O S _ M I C R O C O N V E R S E S

    Microconverses so mtricas valiosas que consideram engajamento de um pblico ainda em fase de considerao.

    O sucesso do mobile no pode ser atrelado apenas converso final (ltimo clique).

  • C A M I N H O S P A R A O M O B I L EM O B I L E F I R S T

    E S E J H O U V E R U M A V E R S O D E S K T O P ?

    L E V A N TA M E N T O D E D A D O S

  • M O B I L E F I R S T

  • M O B I L E F I R S T

    P R O C E S S O C O N V E N C I O N A L

    Desenvolvimento focado em desktop e notebooks Adaptao para tablets e smartphones

  • M O B I L E F I R S T

    P R O C E S S O M O B I L E F I R S T

    Desenvolvimento focado em smartphones e tablets

    Adaptao de funcionalidades e contedos para notebook e desktop

  • M O B I L E F I R S T

    O Q U E ?Metodologia de desenvolvimento de projetos com o conceito de desenvolver primeiramente pensando em mobile.

    P O R Q U ?As restries de contextos de uso foram manter o foco.

  • E S E J H O U V E R U M A V E R S O D E S K T O P ?

  • E S E J H O U V E R U M A V E R S O D E S K T O P ?

    No, no apenas reduzir tamanhos. Muito pelo contrrio, para garantir legibilidade e reas de toque, necessrio aumentar muitos elementos.

  • E S E J H O U V E R U M A V E R S O D E S K T O P ?

    O importante criar, no apenas transpor.

    Considere contextos de uso, papel do mobile na tarefa desejada, micromomentos, como se diferenciar como um ponto de contato.

    Defina uma personalidade para esses canal.

  • L E V A N TA M E N T O D E D A D O S

  • L E V A N TA M E N T O D E D A D O S

    Use dados, qualitativos e/ou quantitativos, para guiar decises sobre o papel do mobile na sua estratgia, como, quando e o que comunicar aos usurios, determinar relevncias de contedo, etc.

  • C R I A N D O E X P E R I N C I A S M O B I L EC H E C K L I S T

    B O A S P R T I C A S

  • A F F O R D A N C E

  • C H E C K L I S T _ A F F O R D A N C E

    Affordance a qualidade de um objeto ser utilizado da maneira como foi projetado para ser.

    Projetos digitais necessitam transmitir com clareza como os usurios podem interagir com elementos e quais elementos so realmente interativos.

    APERTE

  • C H E C K L I S T _ A F F O R D A N C E

    L O O K A N D F E E LUm elemento interativo deve parecer interativo.

    Um elemento clicvel deve parecer clicvel.

    Um elemento ajustvel deve parecer ajustvel.

    Um elemento arrastvel deve parecer arrastvel.

    J deu pra entender...

  • C H E C K L I S T _ A F F O R D A N C E

    TA P P A B L E R O L A G E M S W I P E

    N E W Y O R K

    I N P U T

  • C H E C K L I S T _ A F F O R D A N C E

    A N I M A E S"Animaes podem efetivamente guiar a ateno do usurio, tanto para informar quanto para agradar."

    Meaningful Transitions - Google Material Design

  • P R O P O R E S

  • C H E C K L I S T _ P R O P O R E S

    Atente-se para a proporo dos elementos em relao ao todo.

  • F E AT U R E S N AT I V A S

  • C H E C K L I S T _ F E AT U R E S N AT I V A S

    Faa uso das features nativas dos dispositivos mveis.

    Localizao (GPS, Wi-Fi, IP, Triangulao)

    Gyroscope 360 (Movimentao)

    udio (Input de udio)

    Vdeo e imagem (Captura de imagens e vdeos)

    Conexes (Bluetooth, NFC)

    Algumas features so acessveis apenas atravs de aplicativos nativos

  • C H E C K L I S T _ F E AT U R E S N AT I V A S

    O Google Maps, em seu modo de navegao, muda a interface para o modo noturno quando detecta que h pouca luz no ambiente. Por exemplo, ao passar por dentro de um tnel.

    Verso mobile da Kayak possibilita a busca de hotis prximos utilizando sua localizao.

    Com o Tilt Scrolling, o Instapaper permite que o usurio troque de artigo sem tocar o aparelho.

  • I N P U T C E R T O N A H O R A C E R TA

  • C H E C K L I S T _ I N P U T C E R T O N A H O R A C E R TA

  • C A L L T O A C T I O N N O M O M E N T O C E R T O

  • C H E C K L I S T _ C A L L T O A C T I O N N O M O M E N T O C E R T O

    Mito: usurios no realizam scroll. Portanto, devemos deixar todos os calls to action importantes acima da "dobra".

    Luke W aponta que, em uma amostra com 25 milhes de sesses, 75% das pessoas realizam scroll antes da pgina ser completamente carregada.

    https://www.youtube.com/watch?v=Y-FMTPsg