pmbok mvlm

Download pmbok mvlm

Post on 02-Jul-2015

140 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informtica

Graduao em Cincia da Computao

Um Processo de Implantao do PMBOK em Organizaes de SoftwareMarcus Vincius Lima e Machado TRABALHO DE GRADUAO

Recife 26 de agosto de 2005

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informtica

Marcus Vincius Lima e Machado

Um Processo de Implantao do PMBOK em Organizaes de Software

Trabalho apresentado ao Programa de Graduao em Cincia da Computao do Centro de Informtica da Universidade Federal de Pernambuco como requisito parcial para obteno do grau de Bacharel em Cincia da Computao.

Orientador:

Prof. Dr. Hermano Perrelli de Moura

Recife 26 de agosto de 2005

Ando devagar porque j tive pressa E levo esse sorriso porque j chorei demais Hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe Eu s levo a certeza de que muito pouco eu sei E nada sei Conhecer as manhas e as manhs, o sabor das massas e das mas preciso amor pra poder pulsar, preciso paz pra poder sorrir preciso chuva para orir Penso que cumprir a vida seja simplesmente Compreender a marcha e ir tocando em frente Como um velho boiadeiro levando a boiada Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou Estrada eu sou Todo mundo ama um dia, todo mundo chora Um dia a gente chega, no outro vai embora Cada um de ns compe a sua histria E cada ser em si carrega o dom de ser capaz De ser feliz Ando devagar porque j tive pressa E levo esse sorriso porque j chorei demais Cada um de ns compe a sua prpria histria E cada ser em si carrega o dom de ser capaz, De ser feliz ALMIR SATER E RENATO TEIXEIRA (Tocando em frente)

Ao meu saudoso pai, in memoriam minha querida me Ao meu amor, Veridianna.

Agradecimentos

To speak gratitude is courteous and pleasant, to enact gratitude is generous and noble, but to live gratitude is to touch Heaven. JOHANNES A. GAERTNER

Inicialmente, gostaria de agradecer aos meus pais Flori e L pelo amor, carinho e incentivo devotados a mim. Meus pais sempre foram fonte de inspirao, de reserva moral e de carter. Tudo que tenho hoje agradeo a eles, pelas oportunidades que eles no tiveram e pelo sacrifcio. A minha av Lind, que cuidou de mim durante cinco anos para que minha me conseguisse concluir o curso de Direito em Minas, pelo carinho e pelas broncas. Juntamente com meu pai, esto olhando por mim l no andar de cima. Ao meu av paterno Pedro Alexandrino pela fora de vontade e pelos conselhos. A minha namorada, pela pacincia e por me agentar. Sem dvida, ela faz parte da minha vida, e espero que por muito tempo. Aos meus melhores amigos de Feira de Santana, Diogo e Marcos Paulo os quais tenho um apreo enorme, por compartilhar comigo os bons e maus momentos. A Paulo, irmo e companheiro velho de guerra, que vem desde 1998 trilhando comigo um caminho de diculdades (o segundo grau, o vestibular em uma cidade completamente desconhecida, morar longe dos pais, assumir as responsabilidades da casa e as bagunas tambm), e estamos hoje ultrapassando mais um obstculo. A tia Tereza, pela fora, acolhida e carinho dados na fase do Vestibular e durante o perodo de adaptao em Recife. A minha tia Rose, que hoje mora na Inglaterra, por guiar os meus primeiros passos na escola. A minha tia-av Teresinha, por acolher e dar conforto a mim e a minha me num momento to complicado de nossas vidas, com a perda de meu pai. s minhas tias Regina e Ana Maria, por me tratarem como um lho, dando carinho e amor. A minha sogra Edna, pelos conselhos que passam desapercebidos no dia a dia, mas que contam em momentos importantes da vida. Ao meu amigo, companheiro de projetos e atualmente de trabalho, Rafael, pelos ensinamentos de vida e pelas peiticas dirias. Aos amigos que z em Recife, Alessandro, Mauro, Ivan, Marcio, Julio, Rafael Duarte, Alexandra, Madson pelo companheirismo e pela contribuio de cada um para meu crescimento pessoal. Aos Chobas, Ivanildo, Isnard, Aquino, Mozart pelas farras e pelas tiraes de onda. Aos companheiros do PET pela caminhada durante estes trs anos. ix

x

AGRADECIMENTOS

Ao meu tutor, Fernando Fonseca, a quem tenho profundo respeito e inestimvel admirao, pelos ensinamentos, puxes de orelha, lies de vida e oportunidades. Ao meu orientador Hermano, a quem nutro profunda admirao como professor e pessoa, pelas oportunidades e pelos ensinamentos que formam o carter de uma pessoa. Aos companheiros do PMK, Paula Coelho, Paulo Gustavo, Juliana e Jeane que compartilharam comigo durante um ano a experincia de vivenciar um projeto, as comemoraes e as frustraes, os erros e os acertos. Aos meus atuais companheiros de projeto no CESAR pelas experincias que vivenciaremos com certeza. Enm, gostaria de agradecer a todos aqueles que no foram citados mas que certamente deixaram suas contribuies.

Resumo

As transformaes nos ambientes tecnolgicos e econmicos geram muitos desaos e oportunidades, e as organizaes de software devem ser capazes de sobreviver e crescer a estas mudanas em curso. Um caminho para se adaptar a estas mudanas a criao ou reformulao do processo de gerenciamento de projetos via implantao de prticas ecientes, como o PMBOK. Atravs do processo de implantao, a organizao consegue adequar as melhores prticas sua realidade, integrando, evoluindo e melhorando continuamente seus processos e a maturidade em gerenciamento organizacional de projetos. Palavras-chave: Projetos, Processo, Implantao, Gerenciamento de Projetos, Organizaes de Desenvolvimento de Software, PMBOK, OPM3, Maturidade, Gerenciamento Organizacional de Projetos.

xi

Abstract

Shifts in technological and in the economic environment present many challenges and opportunities, and software organizations must be capable to survive and to thrive in the midst of these changes. A way to adapt itself to these changes is the creation or update of the project management process by implementing efcient practices, as the PMBOK. Through the implementation process, the organization obtains to adjust best practices to its reality, integrating, evolving and improving continuously its processes and the maturity in organizational project management. Keywords: Projects, Process, Implementation, Project Management, Software Development Organizations, PMBOK, OPM3, Maturity, Organizational Project Management.

xiii

Sumrio

1

Introduo 1.1 Denio de Processo 1.2 Objetivos do Trabalho 1.3 Organizao do Documento Gerenciamento de Projetos e PMBOK 2.1 Denies Importantes 2.2 Ciclo de Vida do Projeto no PMBOK 2.3 Estrutura do PMBOK 2.3.1 Agrupamento Temporal dos Processos 2.3.2 Agrupamento Estrutural dos Processos 2.4 Outros Padres de Gerenciamento de Projetos 2.4.1 PRINCE2 - Project in a Controlled Environment 2.4.2 IPMA - International Project Management Association 2.4.3 Disciplina de Planejamento e Gerenciamento de Projetos do RUP Gerenciamento Organizacional de Projetos 3.1 Denies Importantes 3.1.1 Gerenciamento Organizacional de Projetos 3.1.2 Maturidade em Gerenciamento de Projetos 3.1.3 Denies e o Relacionamento entre Projeto, Programa e Portflio 3.2 OPM3 3.2.1 Estrutura do OPM3 3.2.1.1 Benefcios Trazidos s Organizaes 3.2.2 Ciclo do OPM3 Processo de Implantao 4.1 Pr-Implantao 4.1.1 Criar Ambiente Favorvel a Implantao do PMBOK 4.1.2 Diagnosticar a Situao Atual da Organizao 4.1.2.1 Realizao de Entrevistas 4.1.2.2 Acesso a Documentao de Processos e dos Projetos 4.1.2.3 Avaliao Inicial da Maturidade em Gerenciamento Organizacional de Projetos 4.1.2.4 Compilao e Anlise do Material 4.1.2.5 Apresentao dos Resultados Encontrados xv

1 3 4 4 5 5 6 8 10 13 15 17 17 17 19 19 20 20 21 22 22 23 23 27 30 30 32 34 35 35 36 36

2

3

4

xvi

SUMRIO

4.2

4.3 5

4.1.3 Estabelecer Metas e Objetivos de Implantao 4.1.4 Denir o Plano de Implantao Implantao 4.2.1 Instanciar PMBOK 4.2.2 Capacitar Pessoal 4.2.3 Identicar e Escolher Projetos Pilotos 4.2.4 Avaliar o Esforo de Implantao Ps-Implantao 4.3.1 Realizar Melhoria Contnua do Processo

36 37 39 39 43 44 45 46 46 47 47 48 49 53

Concluses e Trabalhos Futuros 5.1 Contribuies 5.2 Trabalhos Futuros

A Coleta de Informaes B O Meta-modelo SPEM

Lista de Figuras

2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.7 3.1 3.2 3.3 4.1 4.2 4.3 4.4 4.5 4.6 4.7 4.8 4.9 4.10 4.11

Inuncia das partes interessadas ao longo do tempo Relao entre o produto e os ciclos de vida do projeto O ciclo PDCA Mapeamento entre os grupos de processos e o ciclo PDCA Interaes entre os grupos de processos Fluxograma das interaes entre grupos de processos Viso geral das reas de conhecimento e os processos constituintes Relacionamento entre Projetos, Programas e Portflio Elementos do padro OPM3 Ciclo OPM3 Abordagens para implantao de processos Fluxo de Atividades do Processo de Implantao do PMBOK Criar Ambiente Favorvel a Implantao do PMBOK Diagnosticar a Situao Atual da Organizao Estabelecer Metas e Objetivos de Implantao Denir o Plano de Implantao Instanciar PMBOK Capacitar Pessoal Identicar e Escolher Projetos Pilotos Avaliar o Esforo de Implantao Realizar Melhoria Contnua do Processo

8 9 10 12 13 14 16 21 23 25 28 29 31 33 37 39 40 43 44 45 46 53

B.1 Nveis de Modelos proposto pela OMG

xvii

Lista de Tabelas

2.1 4.1 4.2 A.1 A.2 A.3 A.4 A.5 A.6

Comparativo entre as abordagens PMBOK e o Ciclo PDCA Exemplos de metas e objetivos de implantao Exemplo de priorizao das reas de conhecimento Avaliao da categoria pessoas Avaliao da categoria organizao Avaliao da categoria tipos de projetos Avaliao da categoria processos Avaliao da categoria documentao dos processos Avaliao da categoria ferramentas

11 38 42 49 50 51 51 52 52 54

B.1 Alguns elementos denidos no SPEM

xix

C APTULO 1

Introduo

The Roman bridges of antiquity were very inefcient structures. By modern standards, they