nepomuceno web

Download Nepomuceno Web

Post on 25-Jul-2015

579 views

Category:

Technology

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1. Web: o que vir? 2. A rede dos engarrafados 3. A rede dos engarrafados Volume de carros Engarrafamentos No tem hora ou lugar Saber onde est a informao relevante fundamental para no se perder tempo e tomar a deciso correta no tempo certo. 4. A rede dos engarrafados Modelo tradicional para resolver o problema rep rter 5. A rede dos engarrafados Novomodelo 6. A rede doconhecimento Volume de dados Engarrafamentos de informa o No tem hora nem lugar Saber onde est a informao relevante fundamental para no se perder tempo e tomar a deciso correta no tempo certo. 7. Modelo tradicional para resolver o problema A Web 1.0 conteudista 8. Novomodelo A Web 2.0 animador 9. Novomodelo A Web 2.0 10. Questo terica: Vivemosnasociedade do conhecimento ou emmais umasociedade do conhecimento? 12. 1450 (inveno da prensa Gutemberg) 0 Em 2012, a populao do planeta vai atingir7 bilhes de habitantes 13. Ser que conseguiramosnos alimentar, nos vestir, nos reproduzir se no tivssemos evoludo os sistemas de conhecimento ao longo da histria? 14. Assim, se vivemos mais uma sociedade do conhecimento temos que compreender como os sistemas de conhecimento evoluem, como so os seus movimentos para compreender a passagem do computador para a Internet e desta para a Web 2.0. 15. A mdia precisa ser vista como um sistema, um sistema em contnua mudana, no qual elementos diversos desempenham papis de maior ou menor destaque. (Fonte: Brigs e Burke uma histria social da mdia) 16. Nenhum organismo biolgico ou instituio humana, que sofra uma mudana de tamanho e uma conseqente mudana de escala, passa por isso sem modificar sua forma ou conformao, (GALILEU, h mais de 370 anos). 17. O conhecimento, potencialmente armazenadoem estoques de informao, acumula-se exponencialmenteem estruturas que lhe servem de repositrio. Mesmo colocando-se filtro de entrada paralimitar qualitativamente ocrescimento destes estoques, a coisa toda tender a ruir em pedaos, devido ao seu prprio peso, a menos que se modifique as propores relativas da estrutura em relao ao seu contedo fsico, ( D'ArcyThompson,1961). 18. Sistemas de Conhecimento 19. Demandas SistemasConhecimento de informao e comunicao Sobrevivncia 20.

    • Demandas
    • Participantes
    • Interaes
    • Tecnologias
    • Cdigos

SistemasConhecimento Elementos 21.

    • Urgentes
    • De mdio prazo
    • De longo prazo

SistemasConhecimento Demandas 22. Promotores (dentro/responsveis) Co-promotores (dentro e fora) Usurios (fora) SistemasConhecimento Participantes 23. Um-um Um-muitos Muitos-muitos Um-mquina Mquina-Mquina SistemasConhecimento Interaes 24. Informao Comunicao Infra-estrutura (plataforma) SistemasConhecimento Tecnologias 25. Idiomas Interfaces SistemasConhecimento Cdigos 26. U+D=S U surios +D emandas = S ofisticao Conhecimento Sistemas Frmula 27. Movimento contnuo Entropias E E E E 28. Entropia: Limitao no ambiente do conhecimento que se mostra incapaz de atender as demandas de informao e comunicao. 29. Movimento contnuo Novo ambiente E E E E NA NA NA 30. SilncioFala Escrita Prensa Digital Rede 4 Bilhes 2 Bilhes Milhes Milhares Centenas Dezenas Massa 31. SilncioFala Escrita Prensa Digital Rede Muitosparamuitos Um paramuitos Um para Muitos Massa 33. Desafio permanente:

    • Velocidade
    • Relevncia
    • Facilidade deacesso

X

    • Demora
    • Rudo
    • Dificuldade de acesso

34. Como medir resultados? (Viso geral) Demanda de Conhecimento X Atendimento da Demanda 37. ...o patinho feio que cresceu... ...e virou cisne! A Web 2.0 .... 38. WEB 2.0 = Crescimento Banda Larga Junho - 2006 Fonte: Telex http://www.teleco.com.br/comentario/com94.asp 39. Brasil tem 8 milhes de usurios banda larga Quarta-feira, 05 de maro de 2008 - 17h45 Em dois anos, Brasil dobrou o nmero de conexes banda larga para, diz estudo da Cisco. O nmero de conexes fixas e mveis de acesso Internet em alta velocidade cresceu em 2007 no Brasil, ultrapassando a marca de 8 milhes, informa pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela fabricante de equipamentos de rede Cisco. Esse nmero representa o dobro do que havia em 2005. Segundo levantamento da companhia, realizado com a empresa de pesquisa de mercado IDC, o pas registrou em 2007 adio de 1,74 milho de conexes de banda larga fixa, o que levou a base em uso para 7,493 milhes ao final do ano passado. As conexes banda larga por telefonia celular somaram 602 mil, mais que dobrando em relao aos dados do terceiro trimestre do ano passado. A pesquisa somente comeou a medir essa modalidade no segundo trimestre de 2007. Com o significativo avano da banda larga mvel, a Cisco, que tinha expectativa de o Brasil ter 10 milhes de conexes rpidas de acesso Web at 2010, prev agora que o nmero poder chegar a 15 milhes, sendo 12 milhes fixas e 3 milhes mveis. WEB 2.0 = Crescimento Banda Larga Maro - 2008 40. WEB 2.0 = Crescimento dos sites de relacionamento O nmero deusurios das redes sociaisdos cinco maiores pases da Amrica Latina( Brasil, Mxico, Argentina, Colmbia e Chile )cresceu mais que o dobro entre o perodo de janeiro de 2007 e janeiro de 2008 , segundo dados da pesquisa realizada pela consultoria Analytics 2.0 usando dados da comScore. Segundo pesquisa do IBOPE / NetRatings,18,5 milhes de brasileiros acessaram redes sociais durante o ms de maio/2008 . 41. WEB 2.0 = Crescimento dos sites de relacionamento Tempo gasto em sites de redes sociais no mundo, por regi o, em agosto de 2007 (mdia de minutos por ms e por usurio) 42. O que provocou a mudana? Web 1.0 Web 2.0 Conexo discada lenta + Pagamento por uso + Conexo mais cara = Menos tempo on-line Banda larga rpida + Pagamento fixo + Conexo menos cara = Mais tempo on-line 43. Nosso querido usurio MUDOU! Blog Comunidade Criar Enciclopdias 44. O que vir? 45. 1- seja l qual for o novo ambientede conhecimento ele j est no meio de ns, em fase de laboratrio que ir se expandir no futuro; 2- a colaborao, nova soluo para o problema do impasse da comunicao hierrquica, vai gerar novas solues e uma gama enorme de novos problemas; 46. 3- vamos desenvolver a auto-gesto informacional, que precisar cada vez mais de agentes inteligentesPara organizar as colmias (vide globoonliners); 4- os profissionais da informao, da comunicao do conhecimento e depois os prprios usurios vo se relacionar cada vez mais com os agentes inteligentes (robs), calibrando-os para dar sentido ao mar de colaborao; 47. 5- evoluiremos da rica interao muito para muitos, ltima jornada isolada do homem na gerao do conhecimento, para a introduo da relao h omem-rob ; 6- para a chegada, logo depois, da relaorobs-robs , sempre a procura de um sistema de conhecimento mais complexo, que atenda as necessidades da populao cada vez mais numerosa, que demanda novos servios e produtos para poder sobreviver. 48. O que queres mestre? HAL O ROB DE 2001 UMA ODISSIA NO ESPAO 49. Obrigado! Minhas direes: [email_address] http://twitter.com/cnepomuceno http://cnepomuceno.wordpress.com Skype: cnepomuceno1 MSN:[email_address] Delicious:http://delicious.com/nepomuceno