império mali

Download Império Mali

Post on 05-Jul-2015

644 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

IMPRIO MALIUniversidade Estadual de Gois Histria da frica Prof. Jlia Bueno Alunos: Rogrio Oliveira Vincius Cardoso

DIFICULDADES NO RESGATE HISTRICOPor falta de documentos e informaes sobre a formao e histria do Imprio de Mali, o pesquisador encontra dificuldade em fazer o resgate histrico. Vestgios arqueolgicos como: vasos, potes, panelas, restos de alimentos e fogueiras, so difceis de serem encontrados

DIFICULDADES NO RESGATE HISTRICOSo os Griots os principais responsveis por manter vivo os relatos da vida e cotidiano dos Malis. Os Griots so cantores, poetas ou msicos que recebem a tradio oral e repassam populao Malinesa

HISTRIA

Por volta do sculo XIII, existia um povo chamado Mandinga que pertencia ao pequeno reino de Mali. Liderados pelo prncipe mandinga Sundiata Keita, insurgiu contra o povo Sosso de Gana. Sendo capiturados na Batalha de Kirina em 1235.

HISTRIAEra habitual entre o povo Mandinga, por seus conhecimentos o uso de ervas medicinal e a existncia de mgicos encantadores. Muitos deles foram trazidos para o Brasil no perodo do Trfico Negreiro. Da a associao do termo mandinga s prticas exotricas.

HISTRIACinco anos aps a vitria do povo Mandinga ao reino Sosso de Gana, o prncipe Sundiata Keita comandou o povo Mandinga, conquistando Gana. Cinco anos aps a vitria do povo Mandinga ao reino Sosso de Gana, o prncipe Sundiata Keita comandou o povo Mandinga e passou a reinar no que passou a ser o territrio do Imprio Mali. Sindiata Keita se converte ao Islamismo onde lhe foi atribudo o ttulo de Mansa.

Mansa

H uma Converso dos reis do Mali ao islamismo, com peregrinao dos soberanos a Meca, como um bom mulumano. Principal Rei Mali: Kankan Mussa (tambm chamado Mansa Mussa ou Kango),Seculo XII

Nesse perodo, o Mali o auge com o imprio do Tamanho de toda a Europa Ocidental O imprio representou bom recanto do saber para uma Europa mergulhada na Guerra dos Cem Anos

Imprio no Auge.

Mansa organiza o novo Imprio Mali, dividindo-o em provncias com capital em Niani localizado ao sul de Mali. Da capital Niani do novo imprio a estrada direcionada ao noroeste do continente surgiu duas grandes cidades negras: Djenn e Tombuctu.

Tombuctu estava situada s margens do Rio Nger; Servia de ponto de parada para as caravanas que atravessavam o deserto do Saara; Comrcio dos produtos africanos e orientais.

Por Tombuctu circulavam sal e ouro das minas do Imprio Mali, tecidos, gros e noz-de-cola das flores, alm de peles, plumas, marfim e instrumentos de metal. No sc. XIV, Tombuctu se transformou num importante centro intelectual do mundo, reunindo cerca de 150 escolas com muitos estudantes oriundos de outras partes do territrio africano.

O conhecimento produzido e ministrado em rabe na universidade permaneceu restrito a elite, no chegou a incorporar todas as lnguas e culturas locais. O que torna ainda mais difcil o estudo desse imprio.

Com a morte do rei Mansa Mussa (1337), houve uma gradativa perda influncia do imprio, passando por Solido ( rei irmo de Mansa Mussa, reinado at 1360) com sua morte h uma decadncia que ao final os portugueses tem contato.

REFERNCIASLAMPRIA, Jos D. Etno-Histria do Imprio Mali, Lisboa, 1959; SOUZA, Marina de Melo e. frica e Brasil africano. So Paulo - tica LAMBERT, Jean Marie. Historia da frica Negra. Editora Kelps, Goiania, 2001. GIORDANI, Mario Curtis. Historia da Africa Anterior aos Descobrimentos 3 edio . Editora Vozes, Petrpolis, 1997.