gazeta de varginha - 26/03/2014

Download Gazeta de Varginha - 26/03/2014

Post on 16-Mar-2016

224 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 8.954

TRANSCRIPT

  • PGINA 02

    PONTO DE VISTA

    xodo 10

    Mx: 27 / Mn: 16

    Nona praga: trevas

    Aps incio das obras, shopping deVarginha lanado oficialmente

    O Grupo Tenco rea-

    liza na noite desta quar-

    ta-feira (26) a solenida-

    de oficial de lanamen-

    to do Via Caf Garden

    Shopping, o primeiro

    empreendimento do

    ramo na cidade. O even-

    to acontece s 20h no sa-

    lo nobre do Varginha

    Tnis Clube, com a pre-

    sena de empresrios e

    autoridades locais.

    E a cidade de Vargi-

    nha est mesmo prestes

    a receber um dos maio-

    res empreendimentos co-

    merciais de sua histria.

    As obras do shopping co-

    Mutiro daLimpeza vaiat o Corcetti

    nesta quarta

    EDIO 8.954R$ 1, 00 VARGINHA, 26 DE MARO DE 2014

    DEUS FIEL

    Polcia Rodoviria usa cmeras para

    multar motoristas na Ferno Dias

    LOCAL/PGINA 03

    Evento ocorre nesta quarta-feira; inaugurao est prevista para o segundo semestre de 2015

    mearam em fevereiro,

    com previso de trmino

    prevista para 2015. Se-

    gundo a Tenco, empresa

    responsvel pela obra, o

    Via Caf Garden deve

    ser inaugurado no se-

    gundo semestre do mes-

    mo ano.

    O centro de compras

    est sendo construdo

    em um terreno com 102

    mil metros quadrados na

    rodovia BR-491 (Aveni-

    da do Contorno), quil-

    metro 241, prximo ao

    terminal rodovirio.

    REGIONAL/PG. 07

    A Polcia Rodoviria

    Federal est utilizando

    as imagens das cmeras

    da concessionria que

    administra a Rodovia

    Ferno Dias para mul-tar motoristas. Entre as

    irregularidades monito-

    radas pela polcia est a

    falta de uso do cinto de

    segurana e pessoas que

    dirigem falando ao celu-

    lar. Mas o principal alvo

    da fiscalizao so os

    motoristas que trafegampelo acostamento.

    LOCAL/PGINA 05

    CONTRA A DENGUE

    Unis realiza SimpsioSul Mineiro de Fisioterapia

    neste final de semana

    LOCAL/PGINA 04

    PGINA 09

    gazetadevarginha@gmail.com

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

  • 11 - No ser assim;agora ide vs, homens,e servi ao SENHOR;pois isso o que pedis-tes. E os expulsaramda presena de Fara.

    12 - Ento disse oSENHOR a Moiss:Estende a tua mo so-bre a terra do Egitopara que os gafanho-tos venham sobre a ter-ra do Egito, e comamtoda a erva da terra,tudo o que deixou asaraiva.

    13 - Ento estendeuMoiss sua vara sobrea terra do Egito, e oSENHOR trouxe sobrea terra um vento ori-ental todo aquele dia

    e toda aquela noite; eaconteceu que pela ma-nh o vento orientaltrouxe os gafanhotos.

    14 - E vieram os ga-fanhotos sobre toda aterra do Egito, e assen-taram-se sobre todos ostermos do Egito; to nu-merosos foram que, an-tes destes nunca houvetantos, nem depois de-les haver.

    15 - Porque cobrirama face de toda a terra,de modo que a terra seescureceu; e comeramtoda a erva da terra, etodo o fruto das rvores,que deixara a saraiva;e no ficou verde algumnas rvores, nem na

    erva do campo, em todaa terra do Egito.

    16 - Ento Fara seapressou a chamar aMoiss e a Aro, e disse:Pequei contra o SE-NHOR vosso Deus, econtra vs.

    17 - Agora, pois, peo-vos que perdoeis o meupecado somente destavez, e que oreis ao SE-NHOR vosso Deus quetire de mim somenteesta morte.

    18 - E saiu da pre-sena de Fara, e orouao SENHOR.

    19 - Ento o SE-NHOR trouxe um ven-to ocidental fortssimo, oqual levantou os gafa-

    CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no se responsa-biliza por conceitos emitidosem artigos assinados, mesmo

    sobpseudnimos, que so de

    inteira responsabilidade deseus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:

    Rodrigo S. Fernandes Sindjori- MG 312/99 - Administra-o/Reviso: Lanamara Silva

    - Paulo Ribeiro da SilvaFernandes

    (Jornalista e superintenden-te de redao-

    M.T.TB.16.851) - Horriode funcionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dos Jornaisdo interior de Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departamento

    de Publicidade Av. dosImigrantes, 445 - Santa

    Telefones(35)3221-4668(35)3221-4845

    Maria - CEP 37022-560 -VARGINHA/MG

    E-mail: gazetadevarginha@gmail.com

    gazetacomercial2@yahoo.com.br

    Endereo eletrnico:www.gazetavarginha.com.br

    Palavras de Vida

    26 DE MARO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHAPONTO DE VISTA

    Nona praga: trevasxodo 10

    Nadia KorosueNadia KorosueNadia KorosueNadia KorosueNadia Korosue

    Se voc da Gera-o Y ou Z e se conside-ra um jovem empreen-dedor, este artigo foi es-crito especialmentepara voc! Fazem parteda Gerao Y os nasci-dos entre 1979 e 1994.So aqueles que assis-tiram revoluo tec-nolgica, tem perfilquestionador, multita-refas e imediatistas.

    J a Gerao Z soos nascidos a partir de1995 e, em sua maioria,so aqueles que convi-vem com computador,chats e telefone celulardesde a infncia. Sobastante ansiosos, arro-jados e costumam fazertudo ao mesmo tempo,estando sempre umpasso frente das ou-tras geraes, pois pos-suem fcil acesso in-formao. Muitos dese-jam empreender e ter oseu prprio negcio.

    Uma pesquisa reali-zada pelo Sebrae mos-trou que 50% dos jo-vens universitrios bra-sileiros tem este objeti-vo. A vontade grande,porm, no costumamter muita pacincia

    nhotos e os lanou noMar Vermelho; no fi-cou um s gafanhoto emtodos os termos do Egi-to.

    20 - O SENHOR, po-rm, endureceu o cora-o de Fara, e este nodeixou ir os filhos de Is-rael.

    21 - Ento disse o SE-NHOR a Moiss: Esten-de a tua mo para o cu,e viro trevas sobre aterra do Egito, trevasque se apalpem.

    22 - E Moiss esten-deu a sua mo para ocu, e houve trevas es-pessas em toda a terrado Egito por trs dias.

    23 - No viu um ao

    para aguardar uma for-mao executiva e vi-sam empreender emalgo que lhes ofereaum retorno em curtoprazo. Por outro lado,um dos receios mais co-muns de errar e fra-cassar ao abrir um ne-gcio, pois sabem que amaturidade e a falta deprtica e vivncia den-tro da administrao deuma empresa podemser um grande desafiona obteno do sucesso.

    Em funo do per-fil, muitos acabam in-vestindo em franquias,pois enxergam umamaneira rpida de atu-ar em um modelo denegcio que j estpronto, testado, comuma marca que muitasvezes j conhecida nomercado, alm de rece-ber todo o treinamentoe capacitao operacio-nal e de gesto, diminu-indo a desvantagem e ainsegurana que a fal-ta de experincia podeoferecer.

    Em 2012, os jovensentre 21 e 30 anos re-presentavam 47% dosinteressados em abriruma franquia. A maio-ria, 57% da regio Su-

    deste e possuem forma-o em administraode empresas (29%), Cer-ca de 33% buscam opor-tunidades no segmentode alimentao.

    O mercado de redesde franquias tem acom-panhado este cresci-mento e concentrado osseus esforos para adap-tar-se aos novos tempose s expectativas dessespotenciais investidores.Esto constantemente procura de jovens em-preendedores, pois sa-bem que eles tm maispique, proatividade, re-ceptividade a riscos, au-tonomia, comunicam-semais, so mais engaja-dos e possuem viso defuturo objetivando umaparceria de sucesso.

    Como os jovens ge-ralmente dispem depoucos recursos parainvestir inicialmente, asredes de franquias debaixo custo como, porexemplo, as microfran-quias e as franquiasvirtuais, tendem a sermais atrativas. Aquelasque tm perfil inovador,que esto antenadascom as principais ten-dncias do mercado tra-zendo sempre novida-

    des e buscando se aper-feioar o tempo todotambm chamam maisa ateno.

    importante res-saltar que interessan-te para as redes que oempreendedor seja de-dicado, focado, apre-sente equilbrio emocio-nal e uma experinciamnima para fazer onegcio crescer e desen-volver de acordo com assuas expectativas. Se jtiver convivido com cli-entes, lidado com pesso-as ou tenha tido colabo-radores sob sua respon-sabilidade, melhor ain-da.

    Para ser muito bemsucedido nessa emprei-tada, antes de tudo, imprescindvel buscarum segmento com aqual tenha afinidade,uma marca a qual seidentifique para obtersua realizao pessoal eatuar com fora total.

    Alm disso, essen-cial verificar qual o per-fil e faixa etria a em-presa busca, se aceitauma atuao mais ati-va e agressiva, estejapreocupado com a atu-alizao do negcio, comnovas tecnologias, que

    oferea suporte rpidoem todas as reas e,principalmente, seja umnegcio que no demo-re muito para amadure-cer e que possa apresen-tar bons resultados logono incio das atividadesna regio de atuao.

    Recomenda-se tam-bm investir um tempopara participar de even-tos, ler livros, pesquisarsobre as empresas, con-versar com consultores,

    outro, e ningum se le-vantou do seu lugar portrs dias; mas todos os fi-lhos de Israel tinhamluz em suas habitaes.

    24 - Ento Farachamou a Moiss, e dis-se: Ide, servi ao SE-NHOR; somente fiquemvossas ovelhas e vossasvacas; vo tambm con-vosco as vossas crianas.

    25 - Moiss, porm,disse: Tu tambm darsem nossas mos sacrif-cios e holocaustos, queofereamos ao SE-NHOR nosso Deus.

    26 - E tambm o nos-so gado h de ir conos-co, nem uma unha fica-r; porque daquele ha-

    vemos de tomar, paraservir ao SENHORnosso Deus; porqueno sabemos com quehavemos de servir aoSENHOR, at quecheguemos l.

    27 - O SENHOR,porm, endureceu o co-rao de Fara, e esteno os quis deixar ir.28 - E disse-lhe Fara:Vai-te de mim, guar-da-te que no maisvejas o meu rosto; por-que no dia em que vi-res o meu rosto, mor-rers.

    29 - E disse Moiss:Bem disseste; eu nun-ca mais verei o teu ros-to.

    Geraes Y e Z: as franquias esto procura