gazeta de varginha - 25/09/2014

Download Gazeta de Varginha - 25/09/2014

Post on 04-Apr-2016

235 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 9.079

TRANSCRIPT

  • Mx: 29 / Mn: 12

    Copasa alerta para o risco defalta de gua em Varginha

    EDIO 9.079R$ 1, 00 VARGINHA, 25 DE SETEMBRO DE 2014

    Devido a longa estiagem, algumas cidades da regio j sofrem com o problema de racionamento

    local/pgina 04

    pgina 02

    PONTO DE VISTA

    Nmeros 23

    Balao abenoa a Israel pela segunda vez

    DEUS FIEL

    Defensoria Pblica realiza mutiro

    de paternidade nesta sexta-feira

    gazetadevarginha@gmail.com

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

    esporte/pgina 15local/pgina 03

    Alguns bairros deVarginha esto com in-termitncia no forneci-mento de gua. A Com-panhia de Saneamento deMinas Gerais (Copasa)emitiu na ltima sexta-feira (19/9) nota explican-do que o motivo a vazodo Ribeiro Santana, emnveis considerados pre-ocupantes. A gua retira-da desse manancial abas-tece parte dos moradoresda cidade.

    local/pgina 05

    Mamgrafo

    Mvel fica

    mais uma

    semana em

    Varginha

    Prefeitura

    questionada

    sobre exames

    de ressonncia

    magntica

    local/pgina 04

    A Defensoria Pblicado Estado de Minas Geraisvai realizar em Varginhamais um Mutiro Direitoa Ter Pai, nesta sexta-fei-ra, 26 de setembro. Nestasegunda edio, o eventoacontece em comemora-o ao Dia da Criana em

    todas as 33 Comarcas deMinas. O mutiro aconte-ce entre 8 horas e 17 horas,na sede da Defensoria P-blica, na Rua Dr. Jos deRezende Pinto, n 205,Vila Pinto.

    local/pgina 02

    Boa Esporte vence mais

    uma em casa e ficaa trs pontos do G4

  • CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no seresponsabiliza por

    conceitos emitidos emartigos assinados, mesmo

    sobpseudnimos, que so deinteira responsabilidade

    de seus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:

    Rodrigo S. Fernandes Sindjori- MG 312/99 - Administra-o/Reviso: Lanamara Silva

    - Paulo Ribeiro da SilvaFernandes

    (Jornalista e superintenden-te de redao-

    M.T.TB.16.851) - Horriode funcionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop.de Jornais e Revistas do

    InteriorADJORI - Associaodos Jornais do InteriorADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departamentode Publicidade Av. dosImigrantes, 445 - SantaMaria - CEP 37022-560 -

    Telefones(35)3221-4668(35)3221-4845

    VARGINHA/MGE-mail: gazetade

    varginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.

    com.brEndereo eletrnico:www.gazetavarginha.com.br

    25 DE SETEMBRO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHAPONTO DE VISTA

    14 - Assim o levouconsigo ao campo deZofim, ao cume dePisga; e edificou setealtares, e ofereceu umnovilho e um carnei-ro sobre cada altar.

    15 - Ento disse aBalaque: Fica aquijunto do teu holo-causto, e eu irei ali aoencontro do SE-NHOR.

    16 - E, encontran-do-se o SENHORcom Balao, ps umapalavra na sua boca,

    e disse: Torna para Ba-laque, e assim falars.

    17 - E, vindo a ele,eis que estava junto doholocausto, e os prnci-pes dos moabitas comele; disse-lhe pois Bala-que: Que coisa falou oSENHOR?

    18 - Ento proferiua sua parbola, e disse:Levanta-te, Balaque, eouve; inclina os teusouvidos a mim, filho deZipor.

    19 - Deus no ho-mem, para que minta;

    nem filho do homem,para que se arrependa;porventura diria ele, eno o faria? Ou falaria,e no o confirmaria?

    20 - Eis que recebimandado de abenoar;pois ele tem abenoado,e eu no o posso revo-gar.

    21 - No viu iniqi-dade em Israel, nemcontemplou maldadeem Jac; o SENHORseu Deus com ele, e nomeio dele se ouve aaclamao de um rei.

    Palavras de Vida

    Balao abenoa a Israel pela segunda vezNmeros 23Parte II

    22 - Deus os tiroudo Egito; as suas forasso como as do boi sel-vagem.

    23 - Pois contraJac no vale encanta-mento, nem adivinha-o contra Israel; nestetempo se dir de Jac ede Israel: Que coisasDeus tem realizado!

    24 - Eis que o povose levantar como leoa,e se erguer como leo;no se deitar at quecoma a presa, e beba osangue dos mortos.

    25 - Ento Balaquedisse a Balao: Nem oamaldioars, nem oabenoars.

    26 - Porm Balaorespondeu, e disse aBalaque: No te falei eu,dizendo: Tudo o que oSENHOR falar isso fa-rei?

    27 - Disse mais Ba-laque a Balao: Oravem, e te levarei a outrolugar; porventura bemparecer aos olhos deDeus que dali mo amal-dioes.

    28 - Ento Bala-que levou Balao con-sigo ao cume dePeor, que d para olado do deserto.

    29 - Balao dissea Balaque: Edifica-me aqui sete altares, eprepara-me aqui setenovilhos e sete car-neiros.

    30 - Balaque,pois, fez como disse-ra Balao: e ofereceuum novilho e um car-neiro sobre cada al-tar.

    O poder da gentilezaAtendendo um pedi-

    do do Renato, leitor denossa coluna, hoje o as-sunto Em Pauta o po-der da gentileza

    Um ditado populardiz que gentileza geragentileza. Quando se gentil com os outros aju-damos a tornar o ambien-te melhor. Ser gentil ser amvel, agradvel eelegante. Uma pessoagentil demonstra corte-sia, educada e atencio-sa. Muitas vezes consi-derada nobre e cavalhei-ro. Por tudo isso umapessoa encantadora.

    Penso que "a gentile-za pode transformar umavida, uma relao, um re-lacionamento profissio-nal: basta praticar. A gen-tileza no ambiente de tra-balho o grande trunfodos profissionais que es-to prontos para fazer adiferena nomercado..Gandhi diziaque a gentileza no di-minui com o uso. Ela re-torna multiplicada..

    A Gentileza umgesto de cuidado com ooutro, com a vida. Geral-mente, a pessoa que gentil com as outras aca-ba se destacando.

    Reprinsz aconse-lhou: No espere rece-

    ber para dar, nem genti-leza para ser gentil. Te-nha voc grandes atitu-des, doe a cada dia umpouco de si e faa com osoutros apenas o que vocgostaria que fizessemcom voc. Pois so nospequenos gestos e atitu-des que ficam as melho-res lembranas..

    muito difcil convi-ver com a falta de genti-leza. Estudos compro-vam que pessoas quepraticam a gentileza au-mentam o seu grau de fe-licidade. Isso porque agentileza est ligada aogene que libera a dopa-mina, neurotransmissorque proporciona bem-estar. Aqueles que aju-dam os outros regular-mente tm mais sademental e menos depres-so. Pessoas solidriastm menos probabilida-

    de de sofrer de doenascrnicas, e seu sistemaimunolgico tende a sermelhor, porque existeuma relao direta entrebem-estar, felicidade esade.

    Pessoas gentis noso individualistas, res-peitam o trabalho do co-lega, e com isso elas che-gam mais longe, j queabrem caminhos de co-municao com os outrose se tornam mais acess-veis.

    Vale ressaltar quegentileza um modo deagir, um jeito de ser, umamaneira de enxergar omundo. Ser gentil, por-tanto, um atributo mui-to mais sofisticado e pro-fundo que ser educadoou meramente cumprirregras de etiqueta, por-que embora possamos (edevamos) aprender a ser

    gentil, trata-se de umacaracterstica direta-mente relacionada comcarter, valores e tica;sobretudo, tem a ver como desejo de contribuircom um mundo mais hu-mano e eficiente para to-dos. Ou seja, para se tor-nar uma pessoa maisgentil, preciso que cadaum reflita sobre o modocomo tem se relacionadoconsigo mesmo, com aspessoas e com o mundo..

    Pessoas gentis ten-tam se colocar no lugardo outro, so bons ouvin-tes e praticam a arte dapacincia. Alm disso socapazes de pedir descul-pas, quando descobremque erraram, so solid-rios e companheiros.Procuram analisar as si-tuaes e serem justos.So capazes de resolvermuitos conflitos, somen-te com seu jeito de ser.

    preciso praticar agentileza com todos, se-jam seus subalternos, fa-miliares ou amigos pr-ximos. Dizem que o favor feito com o crebro e agentileza com o corao,ou seja, no um gestoplanejado.

    Claro que precisamostambm agradecer quan-do algum for gentil co-

    nosco. Dizer por favor,obrigado e bom dia,faz com que sejamos vis-tos com simpatia. Claroque o tom de voz toimportante quanto a pa-lavra que dissermos. Sepossvel, faa um elogio,mas este precisa ser comsinceridade. E, alm dis-so, tenha em mente queum sorriso pode abrirmuitas portas.

    Enfim, seja gentilcom as pessoas e elas,

    provavelmente, serogentis com voc tambm.Lembre-se do que disseShakespeare: Eu apren-di que ser gentil maisimportante do que estarcerto.

    Renan Lenzi Silva Jornalista, Gestor Pbli-co pela Unicesumar,Concluinte de Matemti-ca pela UFSJ e graduan-do em Engenharia Civilpelo Unis.renanlenzisilva@gmail.com

  • LOCALGAZETA DE VARGINHA | 0325 DE SETEMBRO DE 2014

    Defensoria Pblica realiza mutirode paternidade nesta sexta-feiraEm Varginha, o mutiro acontece entre 8 e 17 horas, na sede da Defensoria Pblica,na Vila Pinto

    A Defensoria Pbli-ca do Estado de MinasGerais vai realizar emVarginha mais um Mu-tiro Direito a Ter Pai,nesta sexta-feira, 26 desetembro. Nesta se-gunda edio, o eventoacontece em comemo-rao ao Dia da Crianaem todas as 33 Comar-cas de Minas.

    Segundo o Defen-sor Pblico, Mrcio Sal-gado Almeida, coorde-nador de Varginha, oobjetivo a regulariza-o dos registros denascimento de pessoassem pai declarado, atra-vs do incentivo rea-lizao de acordos parao reconhecimento vo-luntrio da paternida-de, inclusive com a dis-ponibilizao gratuitade exames de DNA.

    Em Varginha omutiro acontece entre8 horas e 17 horas, nasede da Defensoria P-blica, na Rua Dr. Josde Rezende Pinto, n205, Vila Pinto. Os in-teressados tero acessoaos servios de reco-nhecimento extrajudi-cial de paternidade eexames de DNA gratui-tos. A coleta de materi-al gentico ser feita nolocal por pessoal habi-litado e credenciado.

    Haver ainda ori-

    entaes para a propo-situra de Aes de In-vestigao de Paterni-dade. Isso se um dospais relutarem em reco-nhecer os filhos.

    Cidades

    Alm de Varginha,o mutiro acontece nascidades de Betim