gazeta de varginha - 24/01/2014

Download Gazeta de Varginha - 24/01/2014

Post on 22-Mar-2016

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 8.914

TRANSCRIPT

  • PGINA 2

    PONTOPONTOPONTOPONTOPONTO DEDEDEDEDE VISTVISTVISTVISTVISTAAAAA

    Gnesis 27

    Mx: 31 / Mn: 21

    Isaque abenoa a Jac e a Esa

    Aps fim de ano ruim, comrciode Varginha espera recuperao

    Os comerciantes deVarginha iniciaram oano com uma expectati-va positiva quanto aodesempenho de seus ne-gcios. Para 80% dosempresrios do ramo emMinas Gerais, o fatura-mento deve melhorarnos prximos seis meses.Em dezembro, 60% doscomerciantes tiveramresultados financeirosmenores ou iguais aosregistrados no exerccioanterior, segundo pes-quisa divulgada ontem

    Copasapublica

    edital deconcursopblico

    LOCAL/PGINA 06

    EDIO 8.914R$ 1, 00 VARGINHA, 24 DE JANEIRO DE 2014

    DEUS FIEL

    Boa em fase final de preparao paraa estreia no Campeonato Mineiro

    Grupo Fora do Eixodebate sobre culturahoje em Varginha

    O Boa Esporte j temtudo preparado para agrande estria no Cam-peonato Mineiro de2014. Este ano com umgostinho especial: acentsima edio da com-petio, considerada pelaimprensa o mais enxutodo pas.

    disposio do tcni-co Ney da Matta, 30 atle-tas, muitos que perma-necem desde o ano pas-sado e outros, contrata-dos para suprir a defici-ncia de atletas que sa-ram ou foram vendidos.

    ESPORTE/PGINA 16

    LOCAL/PGINA 04

    pela Federao do Co-mrcio do Estado de Mi-nas Gerais (FecomrcioMinas).

    O economista da en-tidade Juan Moreno deDeus explica que muitodo otimismo pode ser ex-plicado pela base maisfraca de comparao. Emjaneiro, 62% deles espe-ram manter o fatura-mento em estabilidadeou com retrao frenteao ms anterior.

    LOCAL/PGINA 05

    Apesar de dezembro fraco, 80% dos comerciantes demonstram boas expectativas para 2014

    Seleo contempla vagaspara a Companhia e assubsidirias Copanor e

    guas Minerais de Minas

    PGINA 09

    gazetadevarginha@gmail.com

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

    twitter.com/gazetavarginha

  • CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no se responsabiliza

    por conceitos emitidos em artigos

    assinados, mesmo sob

    pseudnimos, que so de inteira

    responsabilidade de seus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes

    Sindjori - MG 312/99 -Administrao/Reviso:Lanamara Silva - Paulo

    Ribeiro da Silva Fernan-des

    (Jornalista e superinten-dente de redao-

    TB.16.851) - Horrio defuncionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departa-mento de Publicidade

    Av. dos Imigrantes, 445

    Telefones

    (35)3221-4668

    (35)3221-4845

    - Santa Maria - CEP37022-560 -

    VARGINHA/MGE-mail: gazetade

    varginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.

    com.brEndereo eletrnico:

    www.gazetavarginha.com.br

    Palavras de Vida

    24 DE JANEIRO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHA

    PONTO DE VISTA

    Isaque abenoa a Jac e a Esa24 - E disse: s tu

    meu filho Esa mesmo?E ele disse: Eu sou.

    25 - Ento disse:Faze chegar isso pertode mim, para que comada caa de meu filho;para que a minha almate abenoe. E chegou-lhe, e comeu; trouxe-lhetambm vinho, e bebeu.

    26 - E disse-lhe Isa-que seu pai: Ora chega-te, e beija-me, filhomeu.

    27 - E chegou-se, ebeijou-o; ento sentin-do o cheiro das suas ves-tes, abenoou-o, e disse:Eis que o cheiro do meufilho como o cheiro docampo, que o SENHORabenoou;

    28 - Assim, pois, ted Deus do orvalho doscus, e das gorduras daterra, e abundncia de

    trigo e de mosto.29 - Sirvam-te po-

    vos, e naes se encur-vem a ti; s senhor deteus irmos, e os filhosda tua me se encurvema ti; malditos sejam osque te amaldioarem, ebenditos sejam os que teabenoarem.

    30 - E aconteceuque, acabando Isaque deabenoar a Jac, apenasJac acabava de sair dapresena de Isaque seupai, veio Esa, seu ir-mo, da sua caa;

    31 - E fez tambmele um guisado saboro-so, e trouxe-o a seu pai;e disse a seu pai: Levan-ta-te, meu pai, e come dacaa de teu filho, paraque me abenoe a tuaalma.

    32 - E disse-lhe Isa-que seu pai: Quem s

    tu? E ele disse: Eu souteu filho, o teu primog-nito Esa.

    33 - Ento estreme-ceu Isaque de um estre-mecimento muito gran-de, e disse: Quem, pois, aquele que apanhou acaa, e ma trouxe? Ecomi de tudo, antes quetu viesses, e abenoei-o,e ele ser bendito.

    34 - Esa, ouvindoas palavras de seu pai,bradou com grande emui amargo brado, e dis-se a seu pai: Abenoa-metambm a mim, meu pai.

    35 - E ele disse: Veioteu irmo com sutileza,e tomou a tua bno.

    36 - Ento disse ele:No o seu nome justa-mente Jac, tanto que jduas vezes me enganou?A minha primogeniturame tomou, e eis que ago-

    Gnesis 27

    Pettersen Filho

    Criada no imemor-vel ano de 1965, em ple-na Ditadura Militar Bra-sileira, logo aps o GolpeInstitucional de 1964,com Capital do GrupoTime/Life Norte-Ameri-cano, justamente paraapoiar o Brutal Regime,tendo por testa de ferro oJornalista Roberto Mari-nho, do jornal The Glo-be (O Globo), de quemguardou o nome, a RedeGlobo de Televiso, de-tentora, no Brasil, dagrande maioria da Im-prensa Paga, Televisivae Impressa, desde ento,aps sacramentar, emseu Site, ter, possivel-mente, cometido umErro, ao apoiar o GolpeMilitar, distanciando-sedos seus tradicionais Ali-ados, da Ultra DireitaConservadora, em ardi-losos tempos de GovernoPetista, num Mea Cul-pa, tanto histrico, comosuspeito, quem sempreassumiu a causa do Ne-oliberalismo Econmicono Brasil, frente de in-teresses das Multinacio-nais, e da famigeradaGlobalizao, acaba deassumir uma srie deReportagens de cunhoNacionalista, at bempouco tempo atrs total-

    Oportunismo ?: O Novo Nacionalismo da Rede Globo de Televiso

    mente improvveis.Assim que, Porta

    Voz, meio que ChapaBranca do Senhor Sno-wden, tendo em uma desuas mangas o Jornalis-ta Greenwald, por suavez, tambm, Porta Vozde Snowden, completa-mente contrariado pelaapropriao pela Sco-tland Yard dos seus Ar-quivos em Londres, aospoucos vai liberando osArquivos Secretos daCIA/NSA, Agncias deSegurana Americanas,copilados por Snowden,hoje, Refugiado Polticona Rssia, a quem rejei-tamos asilo, erigido acondio de Inimigo P-blico nmero 1 da Admi-nistrao Barack Oba-ma, logo atrs da Al Qa-eda, justamente pela in-fidelidade, liberando aoPblico Brasileiro con-tedos somente acess-veis aos Servios Secre-tos, de menos ao nosso,Mundo afora, numa sur-preendente guinada Na-cionalista, em supostaDefesa da SoberaniaBrasileira, sem preceden-tes...

    Fato que, poucoaps divulgar o acesso daCIA/NSA aos contratostelefnicos, e e-mails daPetrobras, e da prpriaPresidenta Dilma

    Roussef, em busca de in-formaes, no s Polti-cas, fosse admissvel,mas tambm Econmica,Industriais e Estratgi-cas, o que levou ao can-celamento da visita ofici-al da Presidente aosEUA, numa completadesfeita a Casa Branca,anfitri, estabelecendouma aparente Crise en-tre os dois Estados, noPrograma Fantstico,que acaba de confidenci-ar que o Ministrio dasMinas e Energia, res-ponsvel pelo Mapea-mento, Concesses e Lei-les de Petrleo, e outrasRiquezas Minerais noBrasil, tambm fora viti-ma da espionagem, des-sa vez, Canadense, com-partilhada com Inglater-ra, Austrlia e Nova Ze-lndia, no melhor estilocommonwealth : Comu-nidade das Naes deLngua Ingleza, cujaMatriarca a prpria Rai-nha Elizabeth, da Ingla-terra, demonstrando,muito claramente, oquanto estamos expostos.

    Reportagem louv-vel, que sai em defesa danossa pretensa Sobera-nia, a Globo parece tersado na frente, em defe-sa do Brasil Tupiniquim,que tanto almejamos serlivre da grilagem Inter-

    nacional, a prpria Glo-bo dentre elas.

    Detentora, no entan-to, de mera Concesso deServio Pblico, no caso,de Telecomunicaes, talpostura no mnimo con-traditria, e agride o Pas-sado recente da Emisso-ra, to bem articuladapelo grupo Time/Life,hoje, muito mais, volta-da a garimpar os vulto-sos recursos disponibili-zados pelo Governo Fe-deral, suas Agncias Re-gulatrias, Ministrios eBancos Pblicos (MarcosValrio e o prprio Men-salo passaram pelosseus Caixa), totalmenteprescindveis de Propa-ganda, carreados Emis-sora, quem abocanha,em meio a Rede Record,Grupo Bandeirantes eSBT, suas congneresmenores, quase dois ter-os dos recursos, com quese mantm, na defesa ar-dente dos interesses dasMultinacionais que ope-ram no Brasil, das Priva-tizaes, leiles e Conces-ses Pblicas, no que ale-ga ser sua interminvelbusca pelo nosso MarcoRegulatrio, na supostacorte, que se faz, aos toalmejados, por ela, In-vestidores Estrangeiros...

    Dona, no Brasil, dosintragveis Direitos do

    ra me tomou a minhabno. E perguntou:No reservaste, pois,para mim nenhuma bn-o?

    37 - Ento respon-deu Isaque a Esa di-zendo: Eis que o tenhoposto por senhor sobre ti,e todos os seus irmoslhe tenho dado por ser-vos; e de trigo e de mostoo tenho fortalecido; quete farei, pois, agora, meufilho?

    38 - E disse Esa aseu pai: Tens uma s bn-o, meu pai? Abenoa-me tambm a mim, meupai. E levantou Esa asua voz, e chorou.

    39 - Ento respon-deu Isaque, seu pai, edisse-lhe: Eis que a tuahabitao ser nas gor-duras da terra e no or-valho dos altos cus.

    40 - E pela tua espa-da vivers, e ao teu ir-mo servirs. Acontece-r, porm, que quandote assenhoreares, entosacudirs o seu jugo doteu pescoo.

    41 - E Esa odiou aJac por causa daquelabno, com que seu paio tinha abenoado; eEsa disse no seu cora-o: Chegar-se-o osdias de luto de meu pai;e matarei a Jac meu ir-mo.

    42 - E foram denun-ciadas a Rebeca estaspalavras de Esa, seu fi-lho mais velho; e elamandou chamar a Jac,seu filho menor, e disse-lhe: Eis que Esa teu ir-mo se consola a teu res-peito, propondo matar-te.