gazeta de varginha - 23/10/2013

Download Gazeta de Varginha - 23/10/2013

Post on 22-Feb-2016

221 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 8.853

TRANSCRIPT

  • VARGINHA, 23 DE OUTUBRO DE 2013R$ 1,00

    Pgina 2

    PONTOPONTOPONTOPONTOPONTO DEDEDEDEDE VISTVISTVISTVISTVISTAAAAA

    2 Pedro 01

    Mx: 28C / Mn: 16C

    EDIO - 8.853

    Prefcio e saudao

    LOCAL/PGINA 03

    Menina de 11 anos morre duranteexcurso a parque de diverses

    Atestado de bito da estudante de Varginha aponta que ela sofreu um acidente vascular cerebral

    Acidenteentre carroe caminho

    de leitedeixa uma

    pessoaferida naMG-167

    LOCAL/PGINA 04

    LOCAL/PGINA 04

    Uma estudante de 11anos de Varginha mor-reu no fim de semana du-rante uma excurso a umparque de diverses emPoos de Caldas. O cor-po de Adrielle RicardoNorberto foi enterradonesta segunda-feira(21). Ela ficou internadana Santa Casa de Poosde Caldas desde sexta-feira (18) e morreu nodomingo (20). O atesta-do de bito da meninaaponta que ela sofreuum AVC, acidente vas-

    cular cerebral.Segundo a vice-dire-

    tora da Escola EstadualBrasil, Cleunice Barbo-sa, este foi o quarto anoconsecutivo que a excur-so foi realizada. Ela dis-se ainda que Adriellechegou a brincar trsvezes em um nico brin-quedo e depois sentiuenjoo e foi para o ba-nheiro. Em seguida, amenina foi levada para ohospital.

    LOCAL/PGINA 05

    Projeto em comunidaderural de Varginha

    recebe prmio nacional

    Polcia apreende crackem ocorrncias no Sion

    e no CentenrioConcorra a ingressos

    Recorte este cupom e concorra ao sorteiode 6 ingressos para o espetculo

    O cupom dever ser entregue na sede do Jornal Gazeta deVarginha, que fica na Avenida dos Imigrantes, 445, Santa Maria

    Nome:.................................................Telefone:..............................................

    25/10 - 20h - Theatro CapitlioPonto de venda: Gallery Lanches

    ACIV receber prmioem Belo Horizonte

    LOCAL/PGINA 05

    gazetadevarginha@gmail.com

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

    twitter.com/gazetavarginha

  • GAZETA DE VARGINHA, 23/10/2013

    PONTO DE VISTAPONTO DE VISTA

    2 PEDRO 1

    Palavras de VidaPalavras de VidaPalavras de VidaPalavras de VidaPalavras de Vida02

    CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no se responsabilizapor conceitos emitidos em artigos

    assinados, mesmo sobpseudnimos, que so de inteira

    responsabilidade de seus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes

    Sindjori - MG 312/99 -Administrao/Reviso:Lanamara Silva - Paulo

    Ribeiro da Silva Fernan-des

    (Jornalista e superinten-dente de redao-

    TB.16.851) - Horrio defuncionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departa-mento de Publicidade

    Av. dos Imigrantes, 445

    Telefones (35)3221-4668(35)3221-4845

    - Santa Maria - CEP37022-560 -

    VARGINHA/MGE-mail: gazetade-

    varginha @gmail.comgazetacomercial2

    @ y a h o o . c o m . b rEndereo eletrnico:www.gazetavarginha.com.br

    Prefcio e saudaoPrefcio e saudaoPrefcio e saudaoPrefcio e saudaoPrefcio e saudao1- SIMO Pedro,

    servo e apstolo deJesus Cristo, aos queconosco alcanaram figualmente preciosapela justia do nossoDeus e Salvador JesusCristo:

    2 - Graa e pazvos sejam multiplica-das, pelo conhecimen-to de Deus, e de Jesusnosso Senhor;

    3 - Visto como oseu divino poder nosdeu tudo o que diz res-peito vida e piedade,pelo conhecimento da-quele que nos chamoupela sua glria e virtu-de;

    4 - Pelas quais elenos tem dado grands-

    simas e preciosas pro-messas, para que porelas fiqueis participan-tes da natureza divina,havendo escapado dacorrupo, que pelaconcupiscncia h nomundo.

    5 - E vs tambm,pondo nisto mesmotoda a diligncia, acres-centai vossa f a vir-tude, e virtude a cin-cia,

    6 - E cincia atemperana, e tempe-rana a pacincia, e pacincia a piedade,

    7 - E piedade oamor fraternal, e aoamor fraternal a carida-de.

    8 - Porque, se em

    vs houver e abunda-rem estas coisas, novos deixaro ociososnem estreis no conhe-cimento de nosso Se-nhor Jesus Cristo.

    9 - Pois aquele emquem no h estas coi-sas cego, nada vendoao longe, havendo-seesquecido da purifica-o dos seus antigospecados.

    10 - Portanto, ir-mos, procurai fazercada vez mais firme avossa vocao e elei-o; porque, fazendoisto, nunca jamais trope-areis.

    11 - Porque assimvos ser amplamenteconcedida a entrada no

    reino eterno de nossoSenhor e Salvador Je-sus Cristo.

    12 - Por isso nodeixarei de exortar-vossempre acerca destascoisas, ainda que bemas saibais, e estejaisconfirmados na presen-te verdade.

    13 - E tenho porjusto, enquanto estiverneste tabernculo, des-pertar-vos com admo-estaes,

    14 - Sabendo quebrevemente hei de dei-xar este meu taberncu-lo, como tambm nossoSenhor Jesus Cristo jmo tem revelado.

    15 - Mas tambmeu procurarei em toda a

    ocasio que depois daminha morte tenhaislembrana destas coi-sas.

    16 - Porque novos fizemos saber a vir-tude e a vinda de nossoSenhor Jesus Cristo,seguindo fbulas artifici-almente compostas;mas ns mesmos vimosa sua majestade.

    17 - Porquanto elerecebeu de Deus Paihonra e glria, quandoda magnfica glria lhefoi dirigida a seguintevoz: Este o meu Filhoamado, em quem me te-nho comprazido.

    18 - E ouvimosesta voz dirigida do cu,estando ns com ele no

    monte santo;19 - E temos, mui

    firme, a palavra dosprofetas, qual bemfazeis em estar atentos,como a uma luz que alu-mia em lugar escuro,at que o dia amanhe-a, e a estrela da alvaaparea em vossos co-raes.

    20 - Sabendo pri-meiramente isto: quenenhuma profecia daEscritura de particu-lar interpretao.

    21 - Porque a pro-fecia nunca foi produ-zida por vontade de ho-mem algum, mas os ho-mens santos de Deusfalaram inspirados peloEsprito Santo.

    A autntica autonomiaA verdadeira e au-

    tntica transformaosocial que o Brasil pre-cisa fazer ser possvelapenas atravs do ins-trumento da educao.

    Reduzir este ins-trumento apenas a fra-ses de efeito ou a dis-cursos um gesto decovardia para com mi-lhares de brasileiros.Sua falta de planeja-mento custar muitocaro ao pas. Para mi-lhes de jovens espa-lhados pelo Brasil, o pre-o j est alto demais.

    As estatsticas ofi-ciais mostram que a fal-ta de preparo e de efici-ncia, trabalham demos dadas para dani-ficar e comprometer im-portantes conquistas dasociedade brasileira,como a universalizaodo ensino fundamental,a elevao do percentu-al de pessoas com maisde oito anos de estudoe a forte reduo doanalfabetismo, entreoutros avanos inicia-dos no perodo dos go-vernos de Itamar Fran-co e Fernando Henri-que. Esse quadro pro-missor vem sendo siste-maticamente demolido.

    Segundo os n-meros da Pnad 2012,divulgados h poucas

    semanas, revelam que ataxa de analfabetismono pas parou de cair eatinge 13 milhes depessoas. H ainda umenorme contingente deanalfabetos funcionaisque se encontram margem do mercado detrabalho.

    De cada dez jo-vens com idade entre 17e 22 anos que no com-pletaram o ensino fun-damental, trs seguemsem estudar e trabalhar.Em torno de 50% dapopulao adulta (supe-rior a 25 anos) no tmhoje o ensino fundamen-tal e apenas 11% tm

    ensino superior, ndicemuito inferior ao reco-mendado por grandesinstituies internacio-nais.

    No Brasil, o ensinosuperior um dos ngu-los do caos no qual es-tamos imersos.

    Cerca de 30% doscursos avaliados no l-timo Enade foram repro-vados. O compromissode realizar dois Enemspor ano acabou definiti-vamente arquivado. Noprincipal ranking inter-nacional de universida-des, o Brasil ficou semqualquer representanteentre as 200 melhores

    instituies de ensinosuperior do planeta,atrs de pases comofrica do Sul e Turquia.

    A inexistncia deuniversidades competi-tivas fala muito sobre opas que pretendemosconstruir

    . A educao no uma ilha isolada. De-veria estar inserida emum contexto que apos-ta na formao dos nos-sos cidados, em novasmatrizes de produo,no aumento da inova-o e no uso intensivode tecnologias de pon-ta.

    O grande desafio

    a ser enfrentado aquimostrado: a juventudebrasileira no pode maisesperar que a educaode qualidade saia dopapel e das promessas,da mesma forma que opas no pode continu-ar aguardando eterna-mente as condies ne-cessrias para realizar ogrande salto no seu pro-cesso de desenvolvi-mento.

    Um pas que al-meja conquistar um lu-

    gar de destaque no mun-do precisa aumentar asua competitividade e aautonomia da sua popu-lao. Ao no se inserirno mercado, toda umagerao corre o risco deno conseguir rompercom limites hoje conhe-cidos, perpetuando ci-clos de pobreza e desi-gualdade.

    Tal realidade in-justa com o pas. E in-justa, sobretudo, commilhes de brasileiros.

    ACIO NEVES, Senador da Repblica e economista formado pela PUC-MG

  • Menina de 11 anos morre duranteexcurso a parque de diversesAtestado de bito da estudante de Varginha aponta que ela sofreu um acidente vascular cerebral

    Uma estudante de 11anos de Varginha morreuno fim de semana duran-te uma excurso a umparque de diverses emPoos de Caldas. O cor-po de Adrielle RicardoNorberto foi enterradonesta segunda-feira (21).Ela ficou internada naSanta Casa de Poos deCaldas desde sexta-feira(18) e morreu no domin-go (20). O atestado debito da menina apontaque ela sofreu um AVC,acidente vascular cere-bral.

    Segundo a vice-dire-tora da Escola EstadualBrasil, Cleunice Barbosa,este foi o quarto ano con-secutivo que a excurso

    foi realizada. Ela disse ain-da que Adrielle chegou abrincar trs vezes em umnico brinquedo e depoissentiu enjoo e foi para obanheiro. Em seguida, amenina fo