Gazeta de Varginha - 23/01/2014

Download Gazeta de Varginha - 23/01/2014

Post on 06-Mar-2016

226 views

Category:

Documents

3 download

DESCRIPTION

Edio 8.913

TRANSCRIPT

<ul><li><p>PGINA 2</p><p>PONTOPONTOPONTOPONTOPONTO DEDEDEDEDE VISTVISTVISTVISTVISTAAAAA</p><p>Gnesis 27</p><p>Mx: 32 / Mn: 20</p><p>Isaque abenoa a Jac e a Esa</p><p>Cmara vota quatro projetos emreunio extraordinria nesta sexta</p><p>A Cmara Municipalde Varginha vai se reu-nir, extraordinariamen-te, na manh desta sex-ta-feira (24). Em pauta,quatro projetos que tra-tam da Guarda Munici-pal, Secretaria Munici-pal de Habitao, aux-lio para emissora de te-leviso e readequaode cargos. Reunio aten-de a uma solicitao daPrefeitura de Varginha</p><p>Nas reunies prepa-</p><p>Jovem commais de 70passagensde polcia preso emVarginha</p><p>LOCAL/PGINA 06</p><p>EDIO 8.913R$ 1, 00 VARGINHA, 23 DE JANEIRO DE 2014</p><p>DEUS FIEL</p><p>Novo trnsito ser implantadoem dois meses, afirma prefeitura</p><p>Acidente na AvenidaRui Barbosa deixa</p><p>uma pessoa ferida</p><p>Aps quase doisanos, as obras para amudana do trnsitode Varginha ainda noforam concludas. Aprefeitura, que iniciouas obras em junho de2012, chegou a dizer</p><p>que tudo ficaria pron-to este ms, mas hou-ve atraso na licitaoda empresa respons-vel pelo servio de re-capeamento das ruas.</p><p>LOCAL/PGINA 05</p><p>LOCAL/PGINA 03</p><p>ratrias para a votaofinal do oramento des-te ano, o contador daCmara, Wadson SilvaCamargo, em sua apre-sentao, j havia detec-tado a falta de previsooramentria para doisitens: Guarda Municipale da Secretaria Munici-pal de Habitao e De-senvolvimento Social Sehad.</p><p>LOCAL/PGINA 03</p><p>Reunio atende a uma solicitao da Prefeitura de Varginha; Guarda Municipal est na pauta</p><p>Ele assaltou uma lojade convenincias,</p><p>na Av. Doutor Modena,nesta tera (21)</p><p>LOCAL/PGINA 06</p><p>Unis recebe visita dediretora de Escola deSade de Portugal</p><p>gazetadevarginha@gmail.com</p><p>www.jornalgazetadevarginha.com</p><p>facebook.com/gazetavga</p><p>twitter.com/gazetavarginha</p></li><li><p>CNPJ: 21.535.075/0001-47</p><p>A redao no se responsabiliza</p><p>por conceitos emitidos em artigos</p><p>assinados, mesmo sob</p><p>pseudnimos, que so de inteira</p><p>responsabilidade de seus autores.</p><p>Dirio de CirculaoRegional - Diretora</p><p>Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:</p><p>Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes</p><p>Sindjori - MG 312/99 -Administrao/Reviso:Lanamara Silva - Paulo</p><p>Ribeiro da Silva Fernan-des</p><p>(Jornalista e superinten-dente de redao-</p><p>TB.16.851) - Horrio defuncionamento das08:00hs s 18:00hs</p><p>ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do</p><p>InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de</p><p>Jornais e Revistas doInterior</p><p>ADJORI - Associao dosJornais do Interior</p><p>ADI - Associao dosJornais do interior de</p><p>Minas Gerais</p><p>ENDEREO:Redao e Departa-mento de Publicidade</p><p>Av. dos Imigrantes, 445</p><p>Telefones</p><p>(35)3221-4668</p><p>(35)3221-4845</p><p>- Santa Maria - CEP37022-560 -</p><p>VARGINHA/MGE-mail: gazetade</p><p>varginha@gmail.comgazetacomercial2@yahoo.</p><p>com.brEndereo eletrnico:</p><p>www.gazetavarginha.com.br</p><p>Palavras de Vida</p><p>23 DE JANEIRO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHA</p><p>PONTO DE VISTA</p><p>Isaque abenoa a Jac e a Esa</p><p>1 - E ACONTE-CEU que, como Isa-que envelheceu, e osseus olhos se escure-ceram, de maneiraque no podia ver,chamou a Esa, seufilho mais velho, edisse-lhe: Meu filho.E ele lhe disse: Eis-me aqui.</p><p>2 - E ele disse: Eisque j agora estou ve-lho, e no sei o dia daminha morte;</p><p>3 - Agora, pois,toma as tuas armas,a tua aljava e o teuarco, e sai ao campo,e apanha para mimalguma caa.</p><p>4 - E faze-me umguisado saboroso,como eu gosto, e tra-</p><p>ze-mo, para que eucoma; para que minhaalma te abenoe, an-tes que morra.</p><p>5 - E Rebeca escu-tou quando Isaque fa-lava ao seu filho Esa.E foi Esa ao campopara apanhar a caaque havia de trazer.</p><p>6 - Ento falou Re-beca a Jac seu filho,dizendo: Eis que te-nho ouvido o teu paique falava com Esateu irmo, dizendo:</p><p>7 - Traze-me caa,e faze-me um guisadosaboroso, para que eucoma, e te abenoe di-ante da face do SE-NHOR, antes da mi-nha morte.</p><p>8 - Agora, pois, fi-</p><p>lho meu, ouve a minhavoz naquilo que eu temando:</p><p>9 - Vai agora ao re-banho, e traze-me del dois bons cabritos,e eu farei deles umguisado saboroso parateu pai, como ele gos-ta;</p><p>10 - E lev-lo-s ateu pai, para que ocoma; para que teabenoe antes da suamorte.</p><p>11 - Ento disseJac a Rebeca, suame: Eis que Esameu irmo homemcabeludo, e eu homemliso;</p><p>12 - Porventurame apalpar o meupai, e serei aos seus</p><p>Gnesis 27</p><p>Orlando Oda</p><p>Circulou poucosdias atrs a notcia deque a igreja respon-svel solidria porcrimes cometidos porum padre. No vejonada de errado nisso.A questo : se a igre-ja responsvel soli-dria por crimes co-metidos pelos padres,quem o responsvelsolidrio pelos conde-nados do mensalo?</p><p>Se a igreja tivessealegado que no sa-bia em vez de fazeras justificativas le-gais, como deveriaagir a ministra doSTF que condenou aigreja? Se sequer foicogitado verificarquem o responsvelsolidrio pelos crimespraticados pelos con-denados do mensalopor que que umaigreja poderia ser res-ponsabilizada solid-ria por um crime pra-ticado por um padre?</p><p>Quando algumdiz sou inocente estquerendo dizer nosou responsvel. Oscondenados polticosdo mensalo no as-sumiram nenhuma</p><p>Uma reflexo sobre o eu no sabia</p><p>responsabilidade ape-sar de ocuparem car-gos como ministros,presidente de partidopoltico, etc. Bastaento ser ministro oupresidente de partidopara ser responsvel.A prova est na con-denao da igreja.</p><p>Se quiser, existemjustificativas legaispara encontrar o res-ponsvel do mensa-lo. O problema queisso s acontece movi-do por interesse cor-porativista. Atrs dodeixa pr l, exis-tem problemas muitomais graves, como ainfluncia negativa eos estragos que socausados na cabea denovas geraes. Almdisso, h a implanta-o da cultura do cor-porativismo e fisiolo-gismo: favorecimentode alguns e benefci-os para poucos emdetrimento da socie-dade. Mais um Bra-sil, mostra a suacara?</p><p>Veja a diferenade postura e atitude.O primeiro-ministroda Letnia, ValdisDombrovskis, anun-ciou semana passadaa renncia do gover-</p><p>no pelo trgico desa-bamento de um cen-tro comercial emRiga, um acidente queocasionou 54 mortes.Assim deveria ser apostura de um lder,em vez de ficar ne-gando aquilo que nopode ser negado pelaposio que ocupa. Oque acontece no Bra-sil est anos-luz dis-tante. Como o chefe jfez isso, todos se sen-tem no direito de fa-zer o mesmo. Os con-denados do mensaloque so politicos, ale-garam inocncia edesconhecimento. Oscoitados dos no-polticos, no pude-ram proceder da mes-ma forma.</p><p>Tanto o micro oumacro universo estestruturado tendoum ncleo central nocomando. O que estoao redor acompa-nham o centro. Mes-mo o furaco Sandy,uma energia colossalcom vento superior a150 quilmetros porhora, massa de nuvemcom 1.600 Km de di-metro, flutuando cer-ca de mil e duzentosmetros acima da su-perfcie terrestre du-</p><p>rante os oito dias queesteve ativo girou poroito vezes acompa-nhado o planeta Ter-ra. No vi nas fotos dofuraco nenhuma cor-da amarrando Sandy Terra.</p><p> como atirar umapedra na superfcieda gua de uma lagoa.Formam-se ondas quese espalham. A ondaque forma consequ-ncia do tamanho dapedra que atira na la-goa. Se a pedra formuito grande podeprovocar um tsuna-mi e destruir tudo.Se jogar pedra de ir-responsabi l idade ,propagam-se ondasde irresponsabilida-de. Se jogar pedras doeu no sabia, propa-gam-se ondas de euno sabia.</p><p>Se o centro agir deforma correta, todosganham, todos pros-peram. Se o centroagir de forma incorre-ta todos perdem. Se ocentro pensar pobre,todos ficam pobres.Se o centro tiver ca-bea pequena, todosencolhem. Os nme-ros mostram isso cla-ramente. A taxa anu-al de crescimento do</p><p>olhos como engana-dor; assim trarei eusobre mim maldio, eno bno.</p><p>13 - E disse-lhe suame: Meu filho, sobremim seja a tua maldi-o; somente obedece minha voz, e vai, tra-ze-mos.</p><p>14 - E foi, e tomou-os, e trouxe-os a suame; e sua me fez umguisado saboroso,como seu pai gostava.</p><p>15 - Depois tomouRebeca os vestidos degala de Esa, seu filhomais velho, que tinhaconsigo em casa, e ves-tiu a Jac, seu filhomenor;</p><p>16 - E com as pelesdos cabritos cobriu as</p><p>suas mos e a lisura doseu pescoo;</p><p>17 - E deu o guisa-do saboroso e o poque tinha preparado,na mo de Jac seu fi-lho.</p><p>18 - E foi ele a seupai, e disse: Meu pai!E ele disse: Eis-meaqui; quem s tu, meufilho?</p><p>19 - E Jac disse aseu pai: Eu sou Esa,teu primognito; te-nho feito como me dis-seste; levanta-te ago-ra, assenta-te e comeda minha caa, paraque a tua alma meabenoe.</p><p>20 - Ento disseIsaque a seu filho:Como isto, que to</p><p>cedo a achaste, filhomeu? E ele disse:Porque o SENHORteu Deus a mandouao meu encontro.</p><p>21 - E disse Isa-que a Jac: Chega-teagora, para que teapalpe, meu filho, ses meu filho Esamesmo, ou no.</p><p>22 - Ento se che-gou Jac a Isaqueseu pai, que o apal-pou, e disse: A voz a voz de Jac, pormas mos so as mosde Esa.</p><p>23 - E no o co-nheceu, porquantoas suas mos esta-vam cabeludas, comoas mos de Esa seuirmo; e abenoou-o.</p><p>PIB do Brasil no pe-rodo 2004-2010, foiuma das menores daAmrica Latina. Sno conseguiu sermenor do que Para-guai e Bolvia. Umaempresa, um pas,tudo reflexo do cen-tro. o centro quenomeia os ministrosou a diretoria de umaempresa. Pense nis-</p><p>so prxima vez queprocurar um empre-go. Pense nisso quan-do for votar da prxi-ma vez.</p><p>Orlando Oda ad-ministrador de em-presas, mestrado emadministrao finan-ceira pela FGV e pre-sidente do Grupo Afi-xCode.</p></li><li><p>GAZETA DE VARGINHA | 0323 DE JANEIRO DE 2014LOCAL</p><p>Cmara vota quatro projetos emreunio extraordinria nesta sextaReunio atende a uma solicitao da Prefeitura de Varginha; Guarda Municipal est na pauta</p><p>A Cmara Munici-pal de Varginha vai sereunir, extraordinari-amente, na manhdesta sexta-feira (24).Em pauta, quatroprojetos que tratamda Guarda Munici-pal, Secretaria Muni-cipal de Habitao,auxlio para emissorade televiso e reade-quao de cargos.Reunio atende auma solicitao daPrefeitura de Vargi-nha</p><p>Nas reunies pre-paratrias para a vo-tao final do ora-mento deste ano, o</p><p>contador da Cmara,Wadson Silva Camar-go, em sua apresenta-o, j havia detecta-do a falta de previsooramentria paradois itens: GuardaMunicipal e da Secre-taria Municipal deHabitao e Desen-volvimento Social Sehad.</p><p>O projeto de lei n03 de 2014, a ser vo-tado amanh, justa-mente supre a ausn-cia de dotao paraestes rgos. A verba de R$ 5.042.000,00para as despesas anu-ais.</p><p>Na mesma sessoser votado o projetode lei concedendoverba no valor de R$40 mil reais para aTV Alterosa. Isto sedeve s aes do Na-tal Alterosa para to-dos, evento j tradi-cional.</p><p>Por fim, um proje-to que trata de reade-quao de cargos naSecretaria Municipalde Educao. As no-vas nomenclaturasso supervisor peda-ggico, eletricista eservente escolar.Os salrios continu-am os mesmos.</p><p>Jovem com mais de 70 passagens de polcia preso em VarginhaA Polcia Militar</p><p>prendeu um infratorque assaltou uma lojade convenincia nobairro de Ftima. Ofato ocorreu na noitedesta tera-feira (21),por volta das 23h50.</p><p>A PM foi acionadae compareceu emuma loja de conveni-ncia, localizada ane-xa a um posto de com-bustvel na Av. DoutorModena, Bairro deFtima, onde a vtimarelatou que um indi-vduo moreno, estatu-ra mediana, de posse</p><p>de uma faca, havia le-vado uma quantia emdinheiro e, em segui-</p><p>da, saiu correndo.De posse das in-</p><p>formaes a Polcia</p><p>Militar iniciou inten-so rastreamento, sen-do que por volta das 3horas, uma equipepolicial deparou eabordou um suspeitocom as mesmas carac-tersticas na Av. PlnioSalgado, Bairro deFtima, estando esteescondido em um ter-reno baldio.</p><p>O suspeito foiidentificado comosendo Matheuzinhode 18 anos, que aca-bou confessando ser oautor da ao delitu-osa, informando ain-</p><p>da que a faca utiliza-da no roubo estavaescondida na casa deum amigo, sendo queeste no tinha envol-vimento no crime.</p><p>Com esta informa-o, os militares des-locaram at a resi-dncia apontada, lo-calizada na Rua Dou-tor Arnaldo Barbosa,bairro de Ftima,onde foi encontrada eapreendida a armautilizada no assalto.</p><p>Matheuzinho um contumaz infra-tor, possuindo mais</p><p>de 70 prises, sendo42 por crimes contrao patrimnio e as de-mais passagens porcometimentos de cri-mes diversos, comotrfico de drogas eporte de arma branca.</p><p>Diante dos fatos, oinfrator foi preso emflagrante delito e con-duzido at a delegaciade Polcia Civil, ondeaps ser ratificadasua priso, foi trans-ferido para o presdiode Varginha, ficando disposio da justi-a.</p><p>Loja de convenincia de um posto de combustvel, naAv. Doutor Modena, foi assaltada nesta teratima</p></li><li><p>04 | GAZETA DE VARGINHA 23 DE JANEIRO DE 2014LOCAL</p><p>Microempreendedor individual deve fazerdeclarao anual at o final deste ms</p><p>Comeo de ano tempo de cumprir com-promissos. Para o mi-croempreendedor indi-vidual (MEI), alm dosIs (IPTU, IPVA e ou-tros Impostos), h maisuma tarefa a cumprir:fazer sua DeclaraoAnual de Faturamento(DASN). Apesar dadata limite para envioda Declarao ser at31 de maio, para emitiros DAS de 2014 em diaele dever enviar a de-clarao ainda em ja-neiro. Se o MEI no fi-zer a declarao refe-rente a 2013, ele noconseguir emitir asguias para 2014. Assim,ele ficar inadimplentee pagar juros e mul-tas, alerta a analistatcnica do Sebrae Mi-</p><p>nas, Viviane Soares daCosta.</p><p>O Sebrae Minas, vi-sando auxiliar e facili-tar a vida do MEI, estempenhado em auxili-lo na emisso das guiase no envio da declara-o. As orientaes sofeitas presencialmentenos Ponto de Atendi-mento da instituio,em todo o estado, ou distncia, por meio daconsultoria online, nosite www.sebraemg.com.br.</p><p>Acreditamos que onosso cliente pode fazereste trabalho sozinho,mas se ele tiver dificul-dades, disponibilizamoso servio online, ondefazemos a DASN e emi-timos o DAS, baseadonas informaes repas-</p><p>sadas por ele, reforaViviane.</p><p>A tcnica lembraque o Sebrae no umrgo fiscalizador, e simorientador. Quandoum MEI busca esse ser-vio, podemos tambmorient-lo em outros as-pectos do negcio, pro-piciando o desenvolvi-mento e crescimento dasua empresa, diz.</p><p>Em Minas Gerais,</p><p>Lar So Vicente de Pauloelege nova diretoria</p><p>foram registradas, at odia 31 de dezembro de2013, 388.497 formali-zaes de MEIs. Umavez formalizado, o MEI- aquele empreendedorque fatura at R$60 milpor ano e pode ter ape-nas um empregado -,assegura para si algu-mas vantagens, comodireito aposentadoria,acesso a linhas de cr-dito e cadastro no INSS.</p><p>O Sebrae Minas auxilia o microempreendedor</p><p>A Sociedade deSo Vicente de Paulaelegeu nova diretoriapara o Lar So Vicen-te de Paula de Vargi-nha, que ser respon-svel pela entidadeno binio 2014/2015.A posse acontece nes-ta quinta, dia 23, s19 horas, no Salo daentidade, na AvenidaFrancisco Navarra.</p><p>O presidente serJos Daniel Moura deSousa, auxiliado pelovice, Cleiton Regis daSilva. A advogadaVita Aparecida deSouza Limboro ser</p><p>a assessora jurdica.Foi eleito primeiro te-soureiro, Jos AlosioRezende Oliveira, ecomo segundo, Nji-lla Miranda Costa. Ossecretrios, Luiz Al-berto da Silva e VeraLcia dos Santos eSantos.</p><p>Foram eleitospara o conselho fis-cal: Afonso Robertode Morais, FbioMendes Montesso,Vicente de Paula Be-netolo, Radyr Roma-no Pontes, Roselangedos Santos Galdino eValtemir Dominguito.</p></li><li><p>Novo trnsito ser implantadoem dois meses, afirma prefeitura</p><p>GAZETA DE VARGINHA | 0523 DE JANEIRO DE 2014LOCAL</p><p>Aps quase dois anos, obra de alterao do trnsito em Varginha ainda no foi finalizada</p><p>Aps quase doisanos, as obras para amudana do trnsitode Varginha aindano foram concludas.A Prefeitura Munici-pal, que iniciou asobras em junho de2012, chegou a dizerque tudo ficaria pron-to em janeiro de 2014,mas houve atra...</p></li></ul>