Fundadores da União Europeia Konrad Adnauer Alcide de Gaspieri Jean Monet Paul Henri Spaak Robert Schuman.

Download Fundadores da União Europeia Konrad Adnauer Alcide de Gaspieri Jean Monet Paul Henri Spaak Robert Schuman.

Post on 18-Apr-2015

102 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

Slide 1 Fundadores da Unio Europeia Konrad Adnauer Alcide de Gaspieri Jean Monet Paul Henri Spaak Robert Schuman Slide 2 Konrad Adnauer (1876-1967) O primeiro Chanceler da Repblica Federal Alem, que se manteve frente dos destinos deste Estado entre 1949 e 1963, contribuiu, mais do que qualquer outra personalidade, para alterar a face da Alemanha e a histria da Europa do ps-guerra. Como muitos outros polticos da sua gerao, Adenauer j tinha compreendido depois da Primeira Guerra Mundial que a paz duradoura apenas poderia ser alcanada atravs da unio da Europa. A sua experincia sob o Terceiro Reich (foi destitudo das suas funes de burgomestre de Colnia pelos nazis) vieram confirmar esta opinio. Em apenas seis anos, entre 1949 e 1955, Adenauer ps em prtica iniciativas de poltica externa de grande alcance com o objectivo de vincular a Alemanha aliana ocidental: a adeso ao Conselho da Europa (1951), a fundao da Comunidade Europeia do Carvo e do Ao (1952) e a entrada da Alemanha na NATO (1955). Um marco fundamental da poltica externa de Adenauer foi a reconciliao com a Frana. Juntamente com o Presidente francs Charles de Gaulle, realizou um feito histrico: em 1963, a Alemanha e a Frana, antigos arqui-inimigos, assinaram um tratado de amizade que veio a tornar-se um marco no processo de integrao europeia. Slide 3 Alcide de Gaspieri (1881-1954) Entre 1945 e 1953, Alcide de Gasperi, na sua qualidade de Primeiro- Ministro e de Ministro dos Negcios Estrangeiros, apontou o caminho das polticas interna e externa da Itlia nos anos do ps- guerra. Nasceu na regio de Trentino-Alto Adige (Tirol do Sul), que pertencera ustria at 1918. Como outros homens de Estado excepcionais da sua gerao, lutou activamente pela unidade da Europa. As suas experincias com o fascismo e com a guerra (esteve preso entre 1926 e 1929, ano em que conseguiu encontrar asilo no Vaticano), convenceram-no de que apenas a unio da Europa seria capaz de evitar a repetio destes fenmenos. Uma aps outra, lanou iniciativas para a unio da Europa Ocidental, trabalhando na execuo do Plano Marshall e criando laos econmicos com outros pases europeus, em particular com a Frana. Alm disso, apoiou o Plano Schuman de fundao da Comunidade Europeia do Carvo e do Ao e ajudou a desenvolver a ideia da poltica europeia comum de defesa.. Slide 4 Jean Monet (1888-1979) O consultor econmico e poltico francs Jean Monnet dedicou a sua vida causa da integrao europeia, tendo sido o inspirador do Plano Schuman que previa a fuso da indstria pesada da Europa Ocidental. Monnet era oriundo da regio de Cognac, em Frana. Quando terminou a escola, aos 16 anos de idade, viajou por vrios pases como comerciante de cognac e, mais tarde, como banqueiro. Durante as duas guerras mundiais, ocupou posies elevadas relacionadas com a coordenao da produo industrial em Frana e no Reino Unido. Como consultor de alto nvel do Governo francs, foi o principal inspirador da famosa declarao Schuman de 9 de Maio de 1950, que conduziu criao da Comunidade Europeia do Carvo e do Ao, considerada o antecedente da Unio Europeia. Foi, entre 1952 e 1955, o primeiro Presidente do rgo executivo desta Comunidade. No entanto, seria injusto limitar a influncia de Monnet esfera econmica. Teve uma frase famosa e que frequentemente citada: "No coligamos Estados, unimos homens". Hoje em dia, os programas de intercmbio cultural e educativo da Slide 5 Paul Henri Spaak (1899-1972) Um homem de Estado europeu - assim pode ser descrita, em poucas palavras, a carreira poltica do belga Paul Henri Spaak. Tendo mentido acerca da sua idade, conseguiu ser recrutado pelo exrcito belga durante a Primeira Guerra Mundial, ficando dois anos como prisioneiro de guerra na Alemanha. Durante a Segunda Guerra Mundial, como Ministro dos Negcios Estrangeiros, tentou em vo preservar a neutralidade belga. Foi para o exlio, juntamente com o resto do Governo, primeiro para Paris e, mais tarde, para Londres. Aps a libertao da Blgica, Spaak entrou no Governo, tendo desempenhado as funes de Ministro dos Negcios Estrangeiros e de Primeiro-Ministro. Ainda durante a Segunda Guerra Mundial, tinha formulado planos para a fuso dos pases do Benelux e, imediatamente a seguir guerra, fez campanha pela unificao da Europa, tendo apoiado a criao da Comunidade Europeia do Carvo e do Ao e a Comunidade Europeia de Defesa. Para Spaak, a unio dos pases atravs de obrigaes vinculativas decorrentes de tratados internacionais constitua a forma mais efectiva de garantir a paz e a estabilidade. Contribuiu para estes objectivos como Presidente da primeira assembleia plenria das Naes Unidas, em 1946, e como Secretrio-Geral da NATO, entre 1957 e 1961. Spaak foi uma personalidade determinante no contexto do Tratado de Roma. Durante a chamada Conferncia de Medina, em 1955, os seis governos participantes nomearam-no Presidente do grupo de trabalho que elaborou o Tratado. Slide 6 Robert Schuman (1886-1963) Robert Schuman, um advogado de alto nvel, foi Ministro dos Negcios Estrangeiros da Frana entre 1948 e 1952. Originrio da regio da Alscia, na fronteira entre a Frana e a Alemanha, apesar das suas experincias na Alemanha nazi (ou talvez devido a elas) compreendeu que a base da unio da Europa consistia numa reconciliao duradoura entre a Frana e a Alemanha. Deportado para a Alemanha em 1940, veio a juntar-se resistncia francesa dois anos mais tarde, depois de ter fugido. Apesar deste acontecimento, nunca manifestou qualquer ressentimento para com a Alemanha quando se tornou, no fim da guerra, Ministro dos Negcios Estrangeiros. Em colaborao com Jean Monnet, elaborou o conhecido Plano Schuman, que tornou pblico em 9 de Maio de 1950, dia que hoje considerado o do nascimento da Unio Europeia. Props que a produo de carvo e de ao, as matrias-primas mais importantes para a produo de armamento, fossem colocadas em comum. A ideia subjacente a esta proposta era que um pas que no pudesse controlar a sua produo de carvo e de ao, no estaria em condies de fazer a guerra. Schuman informou deste plano o Chanceler alemo Adenauer, que compreendeu imediatamente estar perante uma oportunidade de pacificar a Europa e aderiu ao mesmo. Pouco depois, os governos da Itlia, da Blgica, do Luxemburgo e dos Pases Baixos tambm reagiram favoravelmente. Os seis pases vieram a assinar o acordo constitutivo da Comunidade Europeia do Carvo e do Ao em Paris, em Abril de 1952. Schuman apoiou igualmente a criao de uma poltica europeia comum de defesa, tendo sido Presidente do Parlamento Europeu entre 1958 e 1960. Slide 7 Ftima Teixeira A. Jorge Costa

Recommended

View more >