fees2013 apresenta

Download Fees2013 apresenta

Post on 24-Jun-2015

73 views

Category:

Education

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. OS DILEMAS DIDTICOS DA ENGENHARIA DE SOFTWARE: NS NO PDIO E ... ELES NAS NUVENS Profa. Dra. Itana M. S. Gimenes http://www.slideshare.net/itanagimeses/ Blog: learningsoftware Universidade Estadual de Maring Departamento de InformticaFEES 2013 Braslia, DFNist6dhs photostream

2. Agenda Contexto Dilemas didticos Projeto de cursos Novos recursos didticos REAs MOOCs Personal Learning Environment (PLE) Comentrios Finais 3. Contexto: modalidades de educaoStockMonkeysroanokecollegeNWABRDistance EducationPresencial Christian HaugenEducao Hbrida 4. Contexto: Objetivos da Universidade EnsinofrankhExtensoPesquisa UNC - CFC - USFKNWABRQualidade de vida Formao de recursos humanos Inovao Gerao de divisas 5. Contexto: Aprendendo na era digital Open Social Complex ParticipatoryDistributed Networked Dynamic Distributedhttp://wronghands1.wordpress.com/2013/03/31/vintage-social-networking/ Conole, Macei 2013 6. Contexto: Espao FsicoBoston Public LibraryNWABRazwaldoalamosbasementNWABRCyberPlaceboTaken_spcNWABRpsutit 7. Contexto: Autonomia,Redes virtuarlizaoTatiana12Marc_SmithBooks, computers, mobile devices Andrew MasonFrom text to hypertext sidduz 8. Contexto: Diversidade culturalLicenseCopyright All rights reserved by What's up Youth "WupY" 9. Apropriao de pedagogias Entendimento e uso depedagogias por professores de outras reas. ... sem stress! Convivncia de diversos paradigmas pedaggicos. Uso eficiente de TICsNs no pdio e ...Eles nas nuvens Copyright All rights reserved by D L Wagner 10. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 1. Teoria versus prtica Engenharia de software uma disciplina inerentemente prtica; seus princpios levam diretamente a construo de produtos que so utilizados na vida prtica; Porm, produtos de softwarepodem ser construdos sem oadequado uso de princpios de ES, ainda como arte por pessoas que tem intuio ou por empresas que no se interessam por seguir princpios. 11. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 2. Abstrao e Modelagem Engenharia de software fortemente baseada no poder de abstrao de conceitos e representao destes em modelos computacionais; Porm, os alunos comeam a aprender esses conceitos ainda muito imaturos, muitas vezes no conhecem os ambientes em que os sistemas funcionam. necessrio interdisciplinaridade. 12. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 3. Rpida evoluo da tecnologia A tecnologia usada na ES evolui muito rapidamente (ex. linguagens, frameworks, ferramentas, hardware, etc) Porm, os professores no conseguem se apropriar dos recursos tecnolgicos para utilizar em suas aulas. 13. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 4. Ensino de engenharia de software em currculos decomputao Os currculos de computao tm pouco espao para ES; Implica em uma ou duas disciplinas genricas de ES que usamlivros textos clssicos (ex. Pressman, Sommerville) e no fazem aulas prticas ou projetos; No raro encontrar professores de outras subreas da computao que negligenciam o contedo de ES, ex. especificam Sistemas Operacionais com diagramas informais, acham que algoritmos e software no tem relao ou no fazem a devida relao nos currculos. 14. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 5. Ensino de ES orientado pelo modelo em cascata A distribuio das disciplinas de engenharia de software seguem o modelo em cascata (requisitos, anlise, projeto ...) Implica que o aluno demora muito para programar sistemas, o que fica incompatvel com o que ele ouve da prtica, por exemplo, de mtodos geis, muitas vezes se desinteressam pelo contedo de ES. 15. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 6. Prticas conteudista Os professores so conteudistas Implica que no enfatizam soft-skills como comunicao, liderana, resoluo de conflitos, dinmica de grupo; essas habilidades so importantes para engenheiros de software. 16. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 7. Qualidade de software Existem padres de qualidade nacionais e internacionais Porm, usurios e clientes ainda aceitam sistemas ineficientes de bancos (caixa econmica que s funciona com IIE, ficou fora do ar recentemente por duas semanas), aceitam facilmente desculpas de sistema est fora do ar, volte outra hora Por outro lado clientes tem dificuldade de aceitar pagar mais para um desenvolvimento mais seguro. 17. Possveis caminhos Design de aprendizagem Facilitadores REAs MOOCs PLE 18. Projeto de aprendizagem Design Instrucional Design de aprendizagem Surgiu na Europa (Koper, Conole) e Australia (Dalziel) nos ltimos 10 anos; Forte nfase em tornar os artefatos e processos explcitos; Pode utilizar vrias abordagens pedaggicas centrado no aprendiz mais do que no contedo; uma abordagem que auxilia projetistas e professores de um curso a tomar decises sobre as atividades de um curso, a optar por abordagens pedaggicas, por recursos tecnolgicos, material e papis envolvidos. 19. O processo Determina Objetivos Refletir sobre 4 meta-aspectos: Diretrizes e Suporte; Contedo e Experincia; Comunicao e Colaborao; e, Reflexo e Demonstrao Avaliar & Planejar Refletir sobre o balano das atividades do curso Desenvolver o Curso Desenvolver o workflow do curso (OAs, atividades, ferramentas e avaliaes) 20. Exemplo de curso de Engenharia de Software Experimental (ESE) Curso foi projetado e realizado no contexto de um projetoCAPES/PROCAD; Instituies: UEM/PCC e ICMC/USP Professores: Itana Gimenes, Edson Oliveira Junior (UEM/ DIN), Ellen Francine (ICMC/USP) e Leonor Barroca (Open University). 21. Mapa do curso 22. Objetivos de aprendizagem e o workflow de atividades 23. Profile pedaggico Task distribution 40 35 30 25 20 15 10 5 0 24. JAI 0125Cincia Aberta Software livreEducao aberta Recursos Educacionais Abertos (REA) MOOCSEducao a distnciaTecnologia Web 2.0Educao Hbrida 25. Recursos Educacionais Abertos REAs podem ser definidos como materiais de ensino,aprendizagem e pesquisa, em qualquer meio de armazenamento, que esto amplamente disponveis para a comunidade por meio de uma licena aberta que permite reuso, readequao e redistribuio para outros sem restries ou com restries limitadas (Atkins, 2007) (Butcher, 2011). 26. JAI 01Os 4 Rs Reusar Revisar Remixar Redistribuir29 27. Licenas CC 28. JAI 0131 29. JAI 0132 30. JAI 01http://cnx.org/content/col10213/latest/33 31. JAI 01REA no Brasil Projeto REA Brasil: rea.net.br34 32. MOOC viso geral MOOC Um MOOC um curso ... Cada MOOC explora um tema especfico. Tem professores ... liderando atividades ... Em um MOOC as atividades acontecem online. MOOCs exploram as tecnologias mais variadas da web: vdeos, fruns, chats, etc. (D. Gurreiro, 2013) M (massive) O (Open)Classificao xMOOC 1:m (didtic-instrucional) cMOOC m:n (conectivismo) MOOC versus Cursos online Dinmica registro edurao Grande quantidade de alunos Aberto - gratuito 33. 37JAI 01VLE versus PLE Professor Virtual LearningEnvironment (VLE), ex. Moodle Personal Learning Environment (PLE) Estudantes querem mais flexibilidade para formar o ambiente de aprendizagem de acordo com suas necessidades.Ferramentas colaborativas SVNG++, facebook GroupDropbox ou Google drive 34. Observaes: REAS e MOOCs Informar os alunos da existncia desses movimentos; Utiliz-los em nossos cursos quando conveniente; Entender e estimular formao de PLEs. 35. Obridada!Flickr: The Q theqspeaks