em que consiste a inteligência artificial

Download Em Que Consiste a Inteligência Artificial

Post on 15-Jun-2015

191 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Em que Consiste a Inteligncia ArtificialLab. de Conexionismo e Cincias Cognitivas - L3C UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Que Inteligncia Artificial? O sonho de fabricar artefatos com propiedades de inteligncia vem acompanhando o ser humano h sculos. O mito de Frankenstein no novo. caracterstica da poca pr-histrica da IA.

Virada do fim do sculo XIX O final do sculo XIX foi marcado por mudanas radicais na direo da cincia. Ao lado do nascimento das geometrias no euclidianas, com Russel nascia a Lgica Formal

Descoberta do Neurnio Golgi descobriu mtodo de colorir neurnios e poder v-los ao microscpio. Cajal dedicou suia vida a traar circuitos neurais; Primeiros passos para compreender a inteligncia.

Limites dos Computadores Church com seu Lambda clculo e Turing com sua mquina estabelecem limites para aquilo que pode ser resolvido por computadores, introduzindo o conceito de computabilidade em 1936.

Primrdios da IA Warren McCulloch, juntamente com o matemtico Pitts, prope modelo matemtico para o neurnio. 1943.

Primrdios da IA Hebb descobre a plasticidade das sinapses, dando uma explicao para o aprendizado do crebro em 1943.

Que Inteligncia Artificial? Na poca do aparecimento dos primeiros computadores a admirao com as inmeras possibilidades destas mquinas fizeram com que elas fossem tambm conhecidas como crebros eletrnicos, por suas capacidades de resolver problemas que at ento eram reservados aos homens. Isto criou um certo mito que fez com que, at o final dos anos 50, computadores eram olhados com uma certa desconfiana (e hoje? ).

Fim do Mito Crebro Eletrnico No inicio dos anos 60 intensa propaganda de fabricantes conseguiu que eles passassem a ser considerados como incapazes de qualquer forma de raciocnio . Esta reviravolta ajudou a mostrar que apesar de no serem inteligentes, computadores poderiam ser extremamente teis em tarefas tais como contabilidade, administrao de empresas, controle de estoque, preparao de folhas de pagamento, etc. As pessoas passaram a ver o computador como a mquina til para automatizar tarefas da vida de todos os dias.

Seria mesmo o fim? E computadores comearam a ser vendidos e usados. So cada vez mais eficientes e mais teis, sempre guardando sua burrice como grande qualidade. Mas durante esta poca, um grupo de pessoas, nos laboratrios, continuaram a pesquisar o sonho Frankensteniano de dotar os computadores com caractersticas inteligentes.

Sistemas Especialistas

Foi o retumbante anncio do projeto japons da quinta gerao (pretendia construir uma nova gerao de computadores inteligentes) que levou ao cidado comum as primeiras notcias da IA. A aplicao mais importante na poca eram os Sistemas Especialistas (abreviado SE).

Histrico e Conceitos BsicosI propose to consider the question, Can machines think? This should begin with definitions of the meaning of the terms machine and think. A. Turing, Computing Machinery and Intelligence, 1950 Se queres discutir comigo, define primeiro teus termos. Descartes O QUE INTELIGNCIA? Binet: Inteligncia julgar bem, compreender bem, raciocinar bem. Tearman: A capacidade de conceituar e de compreender o seu significado. Helm: A atividade inteligente consiste na compreenso do essencial de uma situao e numa resposta reflexa apropriada. Piaget: Adaptao ao ambiente fsico e social.

Histrico e Conceitos BsicosA INTELIGNCIA S HUMANA? Em um primeiro momento, a inteligncia era geralmente associada a uma caracterstica unicamente humana, de representao de conhecimentos e resoluo de problemas, refletindo um ponto de vista altamente antropocntrico. Mas, ainda assim, ns, humanos, no compreendemos a ns mesmos, como funciona nossa inteligncia e nem mesmo a origem de nossos pensamentos. Hoje em dia, para muitos pesquisadores, a idia de inteligncia passou a ser associada com a idia de sobrevivncia. Carne: Talvez a caracterstica bsica de um organismo inteligente seja sua capacidade de aprender a realizar vrias funes em um ambiente dinmico, tais como sobreviver e prosperar (Propriedade no s humana!). Fogel: Inteligncia pode ser definida como a capacidade de um sistema de adaptar seu comportamento para atingir seus objetivos em uma variedade de ambientes.

Histrico e Conceitos BsicosNancy Segal - Universidade de Minnesota: Raciocnio, aprendizado, memria, motivao, capacidade de se adaptar e de resolver problemas so partes distintas da inteligncia, mas que trabalham harmoniosamente para a obteno dos resultados. O QUE INTELIGNCIA ARTIFICIAL (IA)? um ramo da cincia da computao ao mesmo tempo recente (oficialmente nasceu em 1956) e muito antigo (lgica de Aristteles) At mesmo a origem do termo cercada de mistrio - John McCarthy , criador do termo em 1956, no tem certeza de no haver ouvido o termo anteriormente.

Origens da Inteligncia Artificial O que Inteligncia Artificial? a propriedade de um artefato de poder resolver problemas que se fossem resolvidos por um seu vivo ele seria considerado inteligente. (Barreto) Assim como existe medidas de inteligncia para humanos possvel ter medidas de inteligncia para mquinas.

O que Inteligncia Artificial? Elaine Rich: IA o estudo de como fazer os computadores realizarem coisas que, hoje em dia so feitas melhores pelas pessoas. Winston : IA o estudo das idias que permitem aos computadores serem inteligentes. Charniak and McDermott: IA o estudo das faculdades mentais atravs da utilizao de modelos computacionais. Bellman: IA o estudo e simulao de atividades que normalmente assumimos que requerem inteligncia. Russell and Norvig: IA o estudo e implementao de agentes racionais. (um agente racional algo que procura atingir seus objetivos atravs de suas crenas.)

O que Inteligncia Artificial? O objetivo central da IA simultaneamente terico - a criao de teorias e modelos para a capacidade cognitiva - e prtico - a implementao de sistemas computacionais baseados nestes modelos.

As duas abordagens da IA IA Simblica Um sistema simblico capaz de manifestar um comportamento inteligente. O comportamento inteligente global simulado sem considerar os mecanismos responsveis por este comportamento.

Princpios da IA Simblica A estratgia fundamental que sustentou boa parte do sucesso inicial da IA Simblica, se deve proposta conhecida como Physical Symbol Systems Hypothesis, de Newell e Simon. Physical Symbol Systems - Newell & Simon(1976)A physical symbol system consists of a set of entities, entities , called symbols, symbols, which are physical patterns that can occur as components of another type of entity called an expression ( (or or symbol structure) structure)the the system also includes a collection of processes that operate on expressions to produce other expressions: expressions : processes of creation, creation , modification modification, , reproduction and destruction. destruction . A physical symbol system is a machine that produces through time an evolving collection of symbol structures. structures .Such a system exists in a world of objects wider than just these symbolic expressions themselves

As duas abordagens da IA IA Conexionista Se for construdo um modelo suficientemente preciso do crebro, este modelo apresentar um comportamento inteligente. Se apenas uma pequena parte do crebro for reproduzida, a funo exercida por esta parte emergir do modelo.

IA Conexionista As origens das redes neurais artificiais remontam no desejo de construir artefatos capazes de exibir comportamento inteligente.

Histrico e Conceitos BsicosElaine Rich: IA o estudo de como fazer os computadores realizarem coisas que, hoje em dia so feitas melhores pelas pessoas. Winston: IA o estudo das idias que permitem aos computadores serem inteligentes. Charniak and McDermott: IA o estudo das faculdades mentais atravs da utilizao de modelos computacionais. Bellman: IA o estudo e simulao de atividades que normalmente assumimos que requerem inteligncia. Russell and Norvig: IA o estudo e implementao de agentes racionais. (um agente racional algo que procura atingir seus objetivos atravs de suas crenas.) O objetivo central da IA simultaneamente terico - a criao de teorias e modelos para a capacidade cognitiva - e prtico - a implementao de sistemas computacionais baseados nestes modelos.

Histrico e Conceitos BsicosO QUE FAZ UM PESQUISADOR EM IA? Resoluo de problemas (planejamento) Quebra-cabeas, Jogos, Problemas que requerem conhecimento especialista diagnstico mdico, localizao de recursos minerais, configurao de computadores. Raciocnio por senso-comum Simulao qualitativa ou intuitiva Mecanismos de Inferncia Percepo (viso e fala) reconhecimento de objetos atravs de imagens reconhecimento de voz ou identificao do interlocutor Processamento de linguagem natural o que significa um conjunto de palavras traduo de idiomas acesso a dados em base de dados

Histrico e Conceitos BsicosO QUE FAZ UM PESQUISADOR EM IA? Extrao de conhecimento Knowledge Data Discovery (Data Mining, Data Warehouse) Aprendizado Desenvolver sistemas que melhorem seu desempenho atravs da experincia Desenvolver sistemas que auxiliem no aprendizado de alunos Programao Desenvolvimento de shells para Sistemas Especialistas Paralelizao de linguagens de IA Distribuio da resoluo de problemas Sistemas Multi-Agentes

Histrico e Conceitos BsicosO QUE FAZ UM PESQUISADOR EM IA?> Intelligent Information Systems > Intelligent Software Engineering > Intelligent Agents > Intelligent Networks > Intelligent Databases > Brain Models > Evolutionary Algorithms > Data mining > Machine Learning > Reasoning Strategies > Automated Problem Solving > Distributed AI Algorithms and Techniques > Distributed AI Systems and Architectures > Expert Systems > Fuzzy Logic > Genetic Algorithms > Heuristic Searching

Histrico e Conceit