autocuidado dorothea orem professora thalita pinheiro

Download AUTOCUIDADO DOROTHEA OREM PROFESSORA THALITA PINHEIRO

Post on 22-Apr-2015

164 views

Category:

Documents

9 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • AUTOCUIDADO DOROTHEA OREM PROFESSORA THALITA PINHEIRO
  • Slide 2
  • DOROTHEA OREM (1914) Conceitos: Pessoa: unidade complexa, com caractersticas fsicas, psicolgicas e intelectuais integradas e desenvolvimento progressivo. Sade: definio que apoia a da OMS Sociedade/Ambiente: fsico, qumico, biolgico, comunitrio, socioeconmico e cultural que se relaciona com o homem positivo ou negativamente Enfermagem: Arte de prestar servio de sade pessoa com inabilidades, afim de satisfazer suas necessidades para o autocuidado e educando-a para o mesmo.
  • Slide 3
  • DOROTHEA OREM- AUTOCUIDADO VERTENTES Teoria do autocuidado: Importncia da realizao do autocuidado Fsico Mental Psicolgico Social Teoria do Dficit do Autocuidad o Doenas Sequelas Enfermagem entra em ao Teoria do Sistema de Enfermagem Como deve ser o cuidado do Enfermeiro Totalmente compensatr io Parcial mente compen satrio Apoio educ ao
  • Slide 4
  • ESQUEMA DE COMPOSIO DAS TEORIAS (VERTENTES)- QUADRO
  • Slide 5
  • UTILIZAR ESCALAS DE AVALIAO EACAC- escala para avaliar capacidades de autocuidado Existem escalas desenvolvidas para para tipo de patologia ou situao distintas.
  • Slide 6
  • 1.Capacidade de autocuidado: 2.Aes do autocuidado: prtica existente 3.Demandas de autocuidado: onde no pratica 4.Termo: dficit do autocuidado- usado aps fazer relao entre as capacidades e as demandas 5.Agncia de Enfermagem: formao da enfermagem para o autocuidado Requisitos: Universais: ingesta, eliminao, respirao, repouso, sociabilidade Desenvolvimento: lidar com novas situaes Desvio de sade: conhecimento, aceitao e adaptao CONCEITO IMPORTANTES DE OREM Pratica Component es de poder Disposies fundamenta is
  • Slide 7
  • FATORES CONDICIONANTES- OREM So 10: 1.Idade 2.Sexo 3.Estado de desenvolvimento 4.Estado de sade 5.Orientao scio -cultural 6.Sistema de sade 7.Sistema familiar 8.Padro de vida 9.Ambiente 10.Recursos
  • Slide 8
  • EDUCAO PARA O AUTOCUIDADO Comunicao Recursos estratgias Oficinas Audiovisuais Grupos Incentivos Parceria com a famlia
  • Slide 9
  • Ningum ensina a ningum, mas ningum aprende sozinho Paulo Freire
  • Slide 10
  • Centrado no usurio e suas NECESSIDADES Construo de PROJETOS TERAPUTICOS Ferramenta: a EDUCAO
  • Slide 11
  • AUTOCUIDADO PREVENO, PROMOO E REABILITAO MONTAR QUADRO COM ALUNOS: HIPERTENSO, DIABETES, HANSENASE
  • Slide 12
  • Prova: IADES - 2013 - EBSERH - EnfermeiroIADES - 2013 - EBSERH - Enfermeiro Disciplina: EnfermagemEnfermagem Sabe-se que, atualmente, os servios prestados pela equipe de enfermagem se baseiam em estudos e conhecimentos cientfcos que norteiam, com segurana e competncia as aes dirias da equipe levando humanizao e qualidade do atendimento. A criao de protocolos clnicos de importncia vital para o bom andamento e organizao do trabalho. Com base nestas ideias, assinale a alternativa que no apresenta um objetivo da implantao destes protocolos: a) Identifcar as atividades e desempenhos desenvolvidos pelos auxiliares de enfermagem e enfermeiros, na unidade de sade. b) Favorecer o acesso do usurio aos diferentes nveis de atendimento, com efcincia. c) Reorganizar o processo de trabalho da equipe de sade, nas unidades. d) Realizar aes de educao em sade individual, exclusivamente para promoo de prticas saudveis e do autocuidado. e) Qualifcar o atendimento prestado pela enfermagem. Letra d
  • Slide 13
  • Prova: CESPE - 2012 - TJ-AL - Analista Judicirio - EnfermagemCESPE - 2012 - TJ-AL - Analista Judicirio - Enfermagem Disciplina: Enfermagem | Assuntos: Teorias da Enfermagem; EnfermagemTeorias da Enfermagem Acerca das teorias de enfermagem, assinale a opo correta. a) Virgnia Henderson introduziu a dimenso cultural do cuidado de enfermagem em sua teoria e criou a metodologia denominada modelo do sol nascente. b) Hildegard Peplau criou a teoria do modelo conceitual do homem. c) De acordo com a teoria humanstica de enfermagem, o cuidado de enfermagem promove as respostas adaptativas do paciente mediante o fortalecimento dos mecanismos de enfrentamento regulador e cognitivo. d) A teoria de Matha Rogers composta pelos princpios de conservao: da energia, da integridade estrutural, da integridade pessoal e da integridade social. e) A teoria geral de enfermagem de Dorothea Orem formada pelos seguintes constructos tericos: teoria do autocuidado, teoria do dficit de autocuidado e a teoria de sistemas de enfermagem. Letra e
  • Slide 14
  • Prova: FCC - 2012 - TRF - 2 REGIO - Tcnico Judicirio - EnfermagemFCC - 2012 - TRF - 2 REGIO - Tcnico Judicirio - Enfermagem Disciplina: EnfermagemEnfermagem Quanto ao autocuidado do paciente colostomizado, deve-se orientar: I. ao experimentar um alimento novo, faa-o em pequena quantidade para avaliar a reao do organismo. II. evitar alimentos que possam produzir cheiro forte e causar desconforto, como cebola, alho cru, ovo cozido, repolho, dentre outros. III. os pelos ao redor do estoma devem ser mantidos para evitar infeco. IV. observar o brilho, a umidade, a presena de muco, o tamanho, a forma e a cor do estoma, que deve ser vermelho vivo. correto o que consta em a) I, apenas. b) II e III, apenas. c) III e IV, apenas. d) I, II e IV, apenas. e) I, II, III e IV. Letra d
  • Slide 15
  • Prova: FCC - 2012 - TRT - 6 Regio (PE) - Analista Judicirio - EnfermagemFCC - 2012 - TRT - 6 Regio (PE) - Analista Judicirio - Enfermagem Disciplina: EnfermagemEnfermagem Com base na Sistematizao da Assistncia de Enfermagem - SAE, as informaes de que o trabalhador portador de colostomia e que recusou-se a receber orientaes sobre o autocuidado na troca da bolsa coletora esto descritas, respectivamente, em a) anotao de enfermagem e exame fsico. b) prescrio de enfermagem e evoluo mdica. c) evoluo mdica e exame fsico. d) prescrio mdica e histrico de enfermagem. e) histrico de enfermagem e anotao de enfermagem. Letra e
  • Slide 16
  • Prova: FCC - 2012 - TRT - 11 Regio (AM) - Tcnico Judicirio - EnfermagemFCC - 2012 - TRT - 11 Regio (AM) - Tcnico Judicirio - Enfermagem Disciplina: EnfermagemEnfermagem Nos casos de implante de marca-passo com gerador interno, deve-se orientar o cliente quanto ao autocuidado. Uma dessas orientaes a) vestir roupas apertadas e ajustadas em torno da rea do gerador. b) evitar dormir, por um ano, do lado do implante do marca-passo. c) dormir, preferencialmente, em colcho magntico. d) manter o telefone celular, quando ligado, no lado oposto e a uma distancia mnima de qua- renta centmetros do gerador de marca-passo. e) evitar submeter-se a exame de ressonncia magntica Letra e
  • Slide 17
  • Prova: CESPE - 2011 - TJ-ES - Analista Judicirio - Enfermagem - EspecficosCESPE - 2011 - TJ-ES - Analista Judicirio - Enfermagem - Especficos Disciplina: EnfermagemEnfermagem Um jovem de 19 anos de idade chegou ao servio mdico para atendimento apresentando comportamento eufrico e expansivo, passando facilmente para irritabilidade e raiva, e at mesmo choro. O jovem apresentava, ainda, fala rpida e sob presso e discursava sobre grandeza, religiosidade e perseguio, alm de referir ouvir vozes; mostrava excessiva atividade motora, emagrecimento, higiene descuidada e vesturio espalhafatoso, chamativo. O paciente foi medicado com litio antimanaco e neurolptico da classe qumica das fenotiazinas, clopromazina, e manteve esse comportamento por uma semana, como tambm comportamento manipulativo, para satisfazer os seus desejos, e impulsivo, sem medir as consequncias das suas aes, com baixa tolerncia frustrao, chegando a apresentar agitao psicomotora e a no conseguir permanecer sentado para realizar as refeies, alm de insnia. Esse paciente demonstrou forte atrao sexual pelo seu tcnico de referncia do Centro de Ateno Psicossocial III e disse a outro profissional que esse tcnico estava interessado nele. Tendo como referncia o caso clnico apresentado acima, julgue os seguintes itens. Espera-se, como resultado dos cuidados teraputicos institudos para esse paciente, a cessao da agitao, dos delrios e das alucinaes, e, consequentemente, interpretao correta do ambiente e recuperao da capacidade de tomar decises relacionadas ao autocuidado e melhora da higiene e aparncia pessoal. certa
  • Slide 18
  • Prova: FCC - 2011 - TRT - 23 REGIO (MT) - Tcnico Judicirio - EnfermagemFCC - 2011 - TRT - 23 REGIO (MT) - Tcnico Judicirio - Enfermagem Disciplina: EnfermagemEnfermagem A asma uma doena inflamatria caracterizada por aumento da reatividade das vias areas inferiores, sendo que a) a ao educativa para o autocuidado, o tratamento farmacolgico e o tratamento da crise aguda compem os pilares do tratamento. b) as medidas de controle ventilatrio e o uso de drogas vasopressoras previnem as crises. c) o uso constante de soro antiloxosclico e o autocuidado controlam a inflamao e previnem as crises. d) a utilizao de adesivos transdrmicos previne e controla as crises de broncoespamo. e) o uso contnuo de neurolptico associado a fenoterol controla a infeco e previne as crises. Letra a
  • Slide 19
  • Prova: CESPE - 2011 - Correios - Enfermeiro do TrabalhoCESPE - 2011 - Correios - Enfermeiro do Trabalho Disciplina: EnfermagemEnfermagem Tendo em vista que o processo de enfermagem, tambm conhecido como metodologia de assistncia, consiste em um conjunto de aes sistematizadas e holsticas empregado com a finalidade de melhorar a assistncia prestada ao indivduo, famlia e comunidade, julgue os itens seguintes. De acordo com a teoria de Levine, o paciente deve ser auxiliado pelo enfermeiro quanto ao alcance do autocuidado terapu