aula 04:dimensionamento dos componentes do sistema ... 4 - dimensionamento de esgoto.pdfآ ...

Download Aula 04:Dimensionamento dos Componentes do Sistema ... 4 - Dimensionamento de Esgoto.pdfآ  Dimensionamento

Post on 30-Oct-2019

5 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Aula 04:Dimensionamento dos Componentes do Sistema Predial de

    Esgotos Sanitários

    Professora: Msc. Maria Cleide Oliveira Lima

    E-mail: cleide.oliveira@ifrn.edu.br

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    O dimensionamento dos tubos de queda, coletores prediais, subcoletores, ramais de esgotos e ramais de descarga é estabelecido em função das Unidades Hunter de Contribuição (UHC) atribuídas aos aparelhos sanitários contribuintes.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Ramal de descarga: é a tubulação que recebe diretamente os efluentes dos aparelhos sanitários.

    Quando se emprega tubo de PVC, o diâmetro mínimo é de 40 mm, e, se o material for ferro fundido, é de 50 mm;

    Nenhum vaso sanitário poderá descarregar em um tubo de queda de diâmetro inferior a 100 mm;

    Mudanças de direção: • Horizontal: â����� ≤ 45º • Vertical: â����� ≤ 90º

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tabela 1 - Unidades de Hunter de Contribuição dos aparelhos sanitários e diâmetro nominal mínimo dos ramais de descarga

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tabela 2: Unidades de Hunter de Contribuição para aparelhos não relacionados na Tabela 1

    Ramais de descarga para aparelhos não relacionados na tabela anterior, devem ser estimadas as UHC e dimensionadas na tabela abaixo:

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Ramais de descarga

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Ramais de Esgoto: recebem os efluentes dos ramais de descarga.

    Dimensionamento: somatório de UHC

    Declividades mínimas semelhante ao adotado para ramais de descarga.

    É aconselhável adotar DN 75 para ramais de esgoto de máquina de lavar roupas e banheiras para evitar o acúmulo de espuma no interior das caixas sifonadas.

    Ramais de descarga de pias de cozinha: ligação com a caixa de gordura.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Ramais de Esgoto

    Tabela 3: Dimensionamento dos ramais de esgoto.

    A partir da soma dos UHC dos aparelhos sanitários da Tabela 1, determinar através da Tabela 3, os diâmetros dos ramais de esgoto.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Exemplo 2: Ramal de esgoto de banheiro de edifício residencial.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Caixa de inspeção Coletor público

    Tubo de queda

    Rua

    Subcoletores

    Coletor Predial

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tubos de Queda: recebem os efluentes dos ramais de esgoto e ramais de descarga até os subcoletores.

    Os tubos de queda devem ter diâmetro uniforme e devem ser instalados em um único alinhamento reto.

    Em caso de mudança de direção: efetuadas com curvas de raio grande e com ângulo superior a 90º ou duas curvas de 45º.

    Em todas essas mudanças de alinhamento reto deverão ser instaladas peças de inspeção (bujão, etc.).

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Devem ser previstos tubos de queda especiais para pias de cozinha e máquinas de lavar louças, os quais devem descarregar em uma caixa de gordura coletiva.

    Para coleta de mais de 12 cozinhas (e também restaurantes, escolas, hospitais, etc.) deverão ser usadas caixas de gordura com volume de:

    � = 20 ������ + � × 2 ������

    Sendo N o número de pessoas servidas pela cozinhas que contribuem para caixa de gordura no turno de maior afluxo.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tubos de Queda:

    Devem ser observados:

    • Nenhum vaso sanitário pode descarregar um tubo de queda de diâmetro inferior a 100 mm;

    • Nenhum tubo de queda pode ter diâmetro inferior ao da canalização a ele ligada;

    • Tubo de queda que recebe descargas de pias (de copa, cozinha ou despejo) não pode ter diâmetro inferior a 75 mm. Faz-se exceção a prédios de até 2 andares, cujos tubos de queda recebem até 6 unidades de Hunter com DN 50 mm.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tubos de Queda

    Tabela 4 - Dimensionamento do tubo de queda.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tubo de Queda

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Coletor predial: trecho de tubulação compreendido entre a última inserção de subcoletor, ramal de esgoto ou de descarga, ou caixa de inspeção geral e o coletor público ou sistema particular.

    Coletor público: tubulação da rede coletora que recebe contribuição de esgoto dos coletores prediais em qualquer ponto ao longo do seu comprimento.

    Subcoletores: tubulação que recebe efluentes de um ou mais tubos de queda ou ramais de esgotos.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Coletor Predial e Subcoletores:

    De preferência retilíneos, sendo que os desvios devem ter ângulos de 45º, com inspeção.

    Escoamento por gravidade com declividades mínimas de:

    Sendo ��á� = 5%. Devem possuir����� = 100 !!.

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tabela 5 - Dimensionamento de subcoletores e coletor predial.

    Coletores e Subcoletores:

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Coletores e Subcoletores:

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Coletores e Subcoletores:

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Tabela 6. Distância máxima de um desconector (sifão) ao tubo ventilador

    Sistema de ventilação – ramal de ventilação

    Todo desconector deverá ser ventilado. A distância de um desconector à ligação do tubo ventilador não deverá exceder os limites indicados na tabela abaixo:

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Ramais de Ventilação

    Tabela 7. Diâmetro dos ramais de ventilação

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Colunas de Ventilação

    Tabela 8. Dimensionamento de colunas de ventilação

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Colunas de Ventilação

  • Colunas de Ventilação

    Tabela 8. Dimensionamento de colunas de ventilação

    Dimensionamento dos Componentes do Sistema

  • Dimensionamento dos Componentes do Sistema

    Ramal de descarga: DN mínimo é 40 mm; Ramal de esgoto: é função do somatório de UHC; Tubo de queda: é função do somatório de UHC dos ramais de esgoto que s e conectam ao tubo de queda; Coletor predial é função do somatório de UHC e declividades mínimas:

    DN mínimo é 100 mm; Considerar aparelho de maior descarga de cada sanitário

    para o cálculo de UHC (prédios residenciais); Ventilação: é função do somatório de UHC.

  • Convenções