a post i lade portugues

Download A Post i Lade Portugues

Post on 30-Dec-2015

122 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Prof. Fbio Dvila

    1

    LNGUA PORTUGUESA E REDAO

    Prof. Fbio Dvila

    NDICE

    FONTICA

    ORTOGRAFIA

    EMPREGO DO HFEN

    ACENTUAO GRFICA

    2

    5

    10

    11

    RADICAIS GREGOS E LATINOS 16

    FORMAO DE PALAVRAS 18

    PRINCIPAIS PREFIXOS E SUFIXOS 22

    HOMNIMOS E PARNIMOS 26

    CLASSES GRAMATICAIS 29

    VERBOS MODOS E TEMPOS 38

    DIFICULDADES DE CONJUGAO 27

    VOZES DO VERBO 43

    ANLISE SINTTICA INTERNA 47

    ANLISE SINTTICA EXTERNA 58

    ORAES SUBORDINADAS ADJETIVAS 58

    ORAES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 60

    ORAES SUBORDINADAS ADVERBIAIS 62

    ORAES COORDENADAS 64

    CONCORDNCIA VERBAL 65

    CONCORDNCIA VERBAL EXCEES 67

    CONCORDNCIA NOMINAL 69

    REGNCIA VERBAL 72

    A PREPOSIO E OS PRONOMES RELATIVOS 76

    CRASE 79

    COLOCAO PRONOMINAL 86

    PONTUAO 88

    DISCURSO DIRETO E INDIRETO 96

    PASSAGEM DO DD PARA O DI 97

    PRONOMES E REFERNCIAS 100

    FUNES DO QU E DO S 104

  • Prof. Fbio Dvila

    2

    Vogal A /a/, E /e/, O /o/

    Semivogal i /y/, U /w/

    Consoante as restantes

    FONTICA

    LETRA

    o smbolo grfico que representa os fonemas o desenho dos fonemas. O alfabeto portugus

    composto por 26 letras: A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, K, L, M, N, O, P, Q, R, S, T, U, V, W, X, Y, Z. As

    letras destacadas so as vogais, as demais so as consoantes. Em algumas palavras estrangeiras ou

    delas derivadas utilizam-se outras 3: K, W e Z.

    FONEMA

    a menor unidade sonora que se pode distinguir em uma lngua. A partir das diferentes unidades

    sonoras, conseguimos diferenciar as palavras. Observe:

    fila / vila

    po / so

    dado / fado / lado

    seco / saco / soco

    bola / bela

    mal / mar / mel

    SLABA

    o fonema pronunciado em uma nica emisso de voz. Ou seja:

    po pronunciado em uma nica emisso de voz, portanto representa uma slaba

    seco pronunciado em duas emisses de voz, portanto representa duas slabas

    FONEMA, LETRA E SLABA

    EXEMPLOS DE IDENTIFICAO

    prtico - 7 letras, 7 fonemas, 3 slabas

    pena - 4 letras, 4 fonemas, 2 slabas

    apertado - 8 letras, 8 fonemas, 4 slabas

    Ateno: nem sempre o nmero de letras corresponde ao nmero de fonemas, nem cada fonema

    representado por uma nica letra e vice-versa. Observe os casos em que isso ocorre no portugus.

  • Prof. Fbio Dvila

    3

    1o) Dfono: quando uma letra representa dois fonemas.

    trax [traKS], sexo [seKSo]

    2o) Quando um mesmo fonema representado por diferentes letras. Por exemplo, o fonema [z] nas

    palavras:

    eXaminar, Zangado, caSaco

    3o) Quando uma letra utilizada de forma simplesmente decorativa, devido, comumente, a fatores

    histricos. No portugus, isso ocorre com a letra H em incio de palavras.

    Homem [omem], Hoje [oje], Habitao [abitao]

    4o) Quando uma letra representa fonemas diferentes.

    enXada som de [x] , eXcluir som de [s], seXo som de [ks], eXecutado som de [z]

    5o) Dgrafos ou Digramas: quando 2 letras representam 1 fonema. So dgrafos: ch, lh, nh, rr, ss,

    sc, s, xc, gu, qu, an, am, en, em, in, im, on, om, un, um. Observe os exemplos:

    Chile - 5 letras, 4 fonemas [Xile]

    Sucesso -7 letras, 6 fonemas [suceSo]

    Apaguei - 7 letras, 6 fonemas [apaGei]

    ontem - 5 letras, 4 fonemas [teim]

    tambm - 6 letras, 4 fonemas [tbeim]

    nascer - 6 letras, 5 fonemas [naSer]

    deso - 5 letras, 4 fonemas [deSo]

    exceo - 7 letras, 6 fonemas [eSeso]

    ninho - 5 letras, 4 fonemas [nio]

  • Prof. Fbio Dvila

    4

    ENCONTROS CONSONANTAIS

    Alm dos Dgrafos, existem mais dois tipos de encontros consonantais.

    Perfeitos consoante + r ou l, na mesma slaba: PRa / to, FLa / min / go

    Imperfeitos slabas separadas: aM / Bos, aD / Vo / ga / do

    Importante: Encontros consonantais que comeam palavras no so separados.

    Ex.: Psi /co/ lo / gi /a, PNeu, PNeu / mo / ni / a

    Sublinhar sub / li / nhar , abrupto ab / rup / to

    ENCONTROS VOCLICOS

    H 3 tipos de encontros voclicos.

    Ditongos:

    Crescentes semivogal (i, u) e vogal (a,e,o) na mesma slaba: Fbio, sbia, profcuo

    Decrescentes vogal e semivogal na mesma slaba: foi, mau, sabeis

    Tritongo:

    semivogal + vogal + semivogal na mesma slaba: Uruguai, quais, averigei

    Hiato:

    Encontro de 2 vogais em slabas diferentes (+ de uma emisso de voz): cair, ba, lcool

  • Prof. Fbio Dvila

    5

    EXERCCIOS DE AULA

    01. Indique a(s) alternativa(s) que possui(em)

    mesmo nmero de fonemas em todas as

    palavras.

    a)inconstitucional, internacional, entretenimento

    b) palhao, carruagem, prantear

    c) fnix, sexo, fixo

    d) bceps, trceps, frceps,

    e) crescimento, polgrafo, consonantal

    02. Classifique os encontros consonantais

    encontrados nas seguintes palavras.

    a) flacidez

    b) digrama

    c) advogado

    d) transporte

    e) carroa

    f) canhestro

    03. Classifique os encontros voclicos.

    a) clamei

    b) prdio

    c) Paraguaios

    d) mgoa

    e) gratuito

    04. Separe as slabas.

    a) abrupto

    b) psicanlise

    c) circuito

    d) advertncia

    e) pneumtico

    05. Classifique os encontros voclicos que

    houver nas palavras abaixo.

    Queijo

    Pincel

    Harm

    Adio

    Vazio

    Aguado

    Paraguai

    Suor

    Enxguem

  • Prof. Fbio Dvila

    6

    ORTOGRAFIA

    G ou J

    1. -agem, -igem, -ugem / -gio, -gio, -gio, -gio, -gio so grafados com g: garagem, viagem

    (substantivo), fuligem, ferrugem, pedgio, privilgio, prestgio, relgio, refgio, etc.

    2. Aps a inicial usa-se ge ou gi: agitar, agente, agenda, agncia gial, etc.

    OBS.: ajeitar deriva de jeito.

    3. Palavras derivadas de outras com j: sujo/sujeira, laranja/laranjeira, loja/lojista,

    4. Verbos terminados em jar: arranje, suje, viaje, viajem, enferrujem, etc.

    X ou CH

    1. Aps ditongo, usa-se x: peixe, paixo, desleixo, caixa, faixa, etc.

    2. Aps en inicial aplica-se x: enxada, enxaqueca, enxame, enxuto, enxugar, ect.

    OBS.: encher deriva de cheio, encharcar, de charco

    3. Palavras estrangeiras aportuguesadas: xampu (shampoo), xerife (sheriff).

    4. Palavras indgenas, africanas, sem tradio escrita: xavante, xang, xique-xique, Erexim, muxoxo,

    caxambu, abacaxi etc.

    OBS.: esses tipos de vocbulos sero sempre grafados com x, , j. Ex.: jibia, Juara, Paraguau,

    muurana, etc.

    5. Aps me, emprega-se x: Mxico, mexerica, mexilho mexer, mexerico.

    EXCEO: mecha.

  • Prof. Fbio Dvila

    7

    S ou Z

    7. Usa-se s nos sufixos s, -esa (para indicao de nacionalidade, ttulo, origem), -ense, -oso, -osa

    (formadores de adjetivos), -isa (indicador de ocupao feminina): chuns, burguesa, catarinense,

    amoroso, perigosa, sacerdotisa.

    8. Aps ditongos, usa-se s: coisa, causa, Neusa, Eusbio, nusea.

    9. Usa-se Z nos sufixos ez, -eza (formadores de substantivos abstratos a partir de adjetivos), -izar

    (formador de verbos), -izao (formador de substantivos): rgido, rigidez; belo, beleza; civilizar,

    civilizao, realizar, realizao.

    S, C, , e X ou SC, S, SS, XC e XS

    10. Correlao grfica entre nd e ns na formao de substantivos a partir de verbos: ascender,

    ascenso; distender, distenso; pretender, pretenso; tender, tenso; estender, extenso.

    11. Correlao grfica entre ced e cess em nomes formados a partir de verbos: ceder, cesso;

    conceder, concesso; exceder, excessivo; aceder, acesso.

    12. Correlao grfica entre -ter e -teno em nomes formados a partir de verbos: abster, absteno;

    ater, ateno; conter, conteno; deter, deteno; reter, reteno.

    GRAFIA DOS PORQUS

    Por que: quando puder ser substitudo por pelo qual ou equivaler a por que razo.

    O motivo por que voltei segredo.

    No sabemos por que ele voltou.

    Por qu: quando for marcada pausa por qualquer sinal de pontuao. Final de frase.

    Sabes por qu? Eu sei por qu.

    Porqu: quando estiver substantivado pelos determinantes o, um, meu, este, algum, qualquer.

    Todos temos os nossos porqus.

    Porque: para o restante dos casos. (=pois)

    Ela no respondeu porque no quis.

  • Prof. Fbio Dvila

    8

    No lugar dos asteriscos coloque por que,

    porque, por qu ou porqu:

    01. Quero saber ** estou assim.

    02. Foi reprovado e no sabe **.

    03. ** voc est to aborrecida?

    04. No vais aula **?

    05. Reagi ofensa ** no sou covarde.

    06. Ignora-se o ** da sua renncia.

    07. So speros os caminhos por que passei.

    08. No sa de casa, ** estava doente.

    09. No foi ao baile, ** no tinha roupa.

    10. Quero saber ** no me disse a verdade.

    11. Quero saber ** foste reprovado.

    12. ** os pases vivem em guerra?

    13. Quero saber o ** de sua deciso.

    14. **sinais o reconheceram?

    15. No sei ** motivo ele deixou o emprego.

    16. Ele no viajou**?

    17. Ester a mulher ** vivo.

    18. Eis ** o trnsito est congestionado.

    19. Ele viajou ** foi chamado para a reunio.

    20. Lutamos ** haja maior justia social.

    21. Ele deve estar em casa ** a luz est acesa.

    22. ** voc no vai ao cinema?

    23. Aquele o moo por que ** ela se

    apaixonou.

    24. A professora quer um ** para tudo isso.

    25. Voc a favor ou contra? **?

    26. Estava triste